GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

sábado, 27 de março de 2010

Direto do Twitter

@ronaldovox Estivemos em Caruaru com a 87FM transmitindo Porto e Sete de Setembro. Infelizmente mais um tropeço. o Sete perdeu por 4 a 2. No próximo domingo começa a batalha contra os adversários diretos contra o rebaixamento. Primeiro o Vera Cruz, na rodada seguinte o Araripina. Ambos os jogos em Garanhuns.

A Hora do Planeta

O nosso blog entra no movimento mundial em prol do planeta. Neste sábado apagamos as luzes por uma hora, aliás como vários países e monumentos turísticos como o Cristo Redentor no Rio e a Torre Eiffel em Paris. Muitas páginas na internet divulgaram o movimento e nós fizemos nossa parte. Vamos mostrar que estamos indignados com o que homem está fazendo com a natureza.

Entrevista com Fernando Bezerra Coelho

Coloco agora um trecho da entrevista de Fernando Bezerra Coelho, secretário de desenvolvimento econômico do estado e presidente de SUAPE, no BloggerPE. Aqui, FBC responde ao Pastor Calvino sobre a vinda de indústrias de confecções para Garanhuns. Mais adiante, fala dos desafios de SUAPE.

As Corais do Brasão - Por Ciço Pitaco

Neste domingo tem o maior clássico pernambucano, que me desculpem os alvirrubros, mas em matéria de torcida e rivalidade, Sport e Santa Cruz fazem um dos maiores clássicos brasileiros. Infelizmente o Santa Cruz desceu a ladeira de uns tempos pra cá e a briga ficou desigual. Um foi pra Libertadores e o outro pra quarta divisão do campeonato brasileiro. Neste momento, o Sport é lider do Pernambucano e o Santa Cruz é o segundo. O Sport caiu de divisão no nacional e está se organizando para fazer uma boa segundona. O Santa Cruz quase garantido na série D do nacional vive seu melhor momento dos últimos 4, 5 anos. Com um time praticamente formado em casa, técnico jovem e respeitado pela torcida, vem se erguendo na competição e depois de um começo complicado com várias derrotas, num exemplo de superação, vem conseguindo bons resultados, como a vitória contra o Náutico no último final de semana. O Sport ainda é o todo poderoso, líder invicto, aliás o rubronegro é tetra-campeão. Neste domingo, Pernambuco verá se o Santa Cruz em seu projeto de recuperação já é páreo para o Sport, pois embora o tricolor deva almejar subir de divisão no nacional, "clássico é clássico" e é o que mexe com a torcida de verdade. Na segunda-feira tem sempre um torcedor do outro time na escola ou no trabalho. Essa magia da rivalidade local é o que motiva a torcida. E o Santa Cruz tem uma torcida que provou não abandonar mesmo nos momentos mais difíceis e hoje vive a esperança nos novos ídolos, como Brasão, um goleador forte, vibrador e marqueteiro, que conquistou seu espaço com garra e... gols bonitos e importantes. Isso é bom para todo o futebol pernambucano, o renascimento de um gigante, a fênix pernambucana. Portanto, um grande duelo, Sport e Santa Cruz. Duelo de Titãs!
Brasão tem motivado tanto a torcida que tem gerado no twitter o #brasaofacts, uma série de tuitadas em que se trata do jogador como um ser mais forte que Sansão, como um super herói dos quadrinhos. E agora um escritor recifense, torcedor do Santa, escreveu esse pequeno conto retratando uma realidade suburbana num bar de um bairro afastado com personagens pitoresco da vida do futebol e dos botecos de esquina. Deliciosa leitura para este sábado, para todas as torcidas que gostam da literatura futebolesca, vejo o Luís Fernando Veríssimo nessa criação. Vamos a ela!
.
- Ciçô! Ciçuuuuu!
Acordei ontem com os gritos de Dió. Era quase meio-dia.
- Fala Dió.
- Nice quer falar contigo.
- Tu sabe o que é?
- Sei não. Mas é coisa lá do Santa Cruz.
- Diz a ela que mais tarde eu tou lá na venda em Seu Agenor.
Eu só sei que o movimento da Lan House de Nice pipocou. A tricolozada é tudo lá, botando recado de Brasão, no tal do tuite.
Aqui no Córrego do Inácio só dá Brasão. O nome da beta de Vitinho é Brasão. O cachorro de Lilo é Brasão. A pirralhada quando faz gol, sai gritando “goooooollll de Brasão”.
Cheguei na venda de Seu Agenor era umas sete e meia da noite. O movimento já tinha diminuído. É que pelas seis, sete horas, o rojão é grande. Ovo, pão, margarina, mortadela, café e por aí vai.
Chega Carlos Sujeira e logo depois André Barruada.
Já tava rolando a terceira ou quarta cerveja, quando chegaram Nice e Dió. Carlos Sujeira foi logo perguntando:
- Nice, filé! O que é que tem nessa pasta, aí?
- Interessa não. Ciço, eu quero falar contigo.
Pedi outra cerveja. Seu Agenor fez um queijo assado com cebola. E Nice e Dió sentaram com a gente.
- Me conta teu segredo Nice.
- Ciço, eu tou querendo falar com Brasão.
- Ei Nice. Tu sabe que eu tenho minhas influências. Mas só uso se for coisa importante, que eu não sou de queimar cartucho de graça, tás ligada?
- Oxi, eu sei. Vou queimar teu filme não.
Nice tá cheia de idéias. A primeira é que ela quer dar um presente a Brasão. Disse que vai fazer um bolo de chocolate e quer que eu leve junto com ela para entregar ao atacante. Graças a Deus Seu Agenor conseguiu tirar isso da cabeça de Nice. Depois de muita conversa, Seu Agenor saiu com essa:
- Nice, minha filha. Eu tenho certeza que Brasão ia adorar. Mas veja bem, domingo tem um clássico. O calor tá de matar. Tu imagina se Brasão não se der bem com o bolo e tiver algum problema de estômago?
- É mesmo seu Agenor. Um homem daquele se cagando e peidando na concentração, é um desmantelo. Eu vou deixar acabar o campeonato.
O tempo todo Dió fazia sinal, apontando para pasta de Nice.
- Oh, Nice! E essa pasta, aí?
- Ah, Ciço. É outra idéia. Eu e Kaline, minha prima, vamos fundar uma torcida organizada. “As Corais do Brasão”.
André Barruada se benzeu. Carlos Sujeira deu uma baforada. Seu Agenor, calado tava, calado ficou. Eu virei um copo de cerveja e perguntei.
- Oh, Nice! Endoidasse, foi?
- Endoidei não, Ciço. Já tem quase 50 mulheres na torcida. E minha prima Kaline tá querendo fundar o núcleo Campo Grande.
- Explica aí, Nice.
Dió tomou a palavra e botou a boca no trombone.
- Ciço. Essa doida, só pensa em Brasão. Essa pasta dela aí, tá cheia de foto dele. Óia, num teve aquela foto dele sem camisa, que saiu no jornal? Ela recortou e botou na porta do quarto. Ela vive na internet atrás de encontrar um foto de Brasão nu.
Carlos Sujeira aproveitou o embalo e tirou sua onda:
- Ei, filé. Se tu quiser eu te dou uma foto minha. Eu nuzinho, lá em Carne de Vaca.
Dió caiu na gargalhada. André Barruada agitou, dando uma tapa na mesa e gritando “booooora!”. Eu fiquei na minha só esperando. Seu Agenor foi buscar outra cerveja. Nice não ficou calada.
- Te enxerga, macho. Eu gosto lá de guenzo. Tu deve ser muito bonito, nu. Pequeno, mago e buchudo. Eu gosto é de homem musculoso. Perna grossa, peitudo, barriga dividida. Brasão é um gostoso e tu é um feioso.
André Barruada, já cheio da meropéia, só gritava “boooora!”. Carlos Sujeira rebateu.
- Mas tu é uma rapariga, mesmo!
- Sou, mas tu não tem condições de chegar aqui. Sabe porque? Porque tu é feio, pobre, nanico e barrigudo. Pra tu ser Brasão, precisa nascer mais umas dez vezes.
Meu amigo, essa conversa rendeu. Nice revelou que vai fazer uma tatuagem de Brasão. Disse que se casasse com ele, não precisava de cama de casal, ia dormir por cima dele. Beijou uma foto de Brasão. Fez uma coreografia pra Brasão. Falou umas coisas que não posso dizer aqui e veio com essa:
- Ciço! Eu quero que tu me leve no Santa. Eu vou pedir a cueca de Brasão pra mim.
- Seu Agenor, traga outra cerveja e a conta. Nice já tá ficando beba.
.
(blog do santinha) * Ciço Pitaco é músico e freqüentador assíduo das arquibancadas do José do Rêgo Maciel.
.

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.