GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Prefeita Judith responde sobre ações do governo do estado

Recebemos da prefeita de Bom Conselho Judith Alapenha, aliás, leitora assídua deste blog e também do blog do compadre Roberto Almeida, uma resposta ao nosso comentário sobre uma nota no Jornal do Commércio do domingo, que afirmava que o seu município estaria cobrando algumas promessas do governador Eduardo Campos para a sua cidade. É bom registrar que o jornal não afirma quem estaria fazendo essas cobranças. O teor da nota do JC está dois posts abaixos. Vamos ao texto da prefeita:
.
Amigo Ronaldo,

Sem dúvidas, é oportuna a lembrança que o Jornal do Commercio faz a respeito da questão das melhorias no sistema de abastecimento de água da nossa cidade, bem como da recuperação da PE-218, principalmente porque são obras esperadas há muito tempo pelo nosso povo. Mas também, meu amigo, é válido e justo ressaltar que nunca antes houve tanto empenho por parte do Governo do Estado para atingir a resolução desses graves problemas. Antes, o Bonconselhense se via ante a promessas, e hoje nós temos esperança. Se a obras ainda não tiveram início, isso se deve unica e simplesmente à burocracia que é intrínseca a todo o processo de viabilização das grandes obras, infelizmente.
O que é fato e notório, é que a população de Bom Conselho sente a ação do Governo do Estado em nosso município, o que não se via há muito tempo. Nesse ponto, eu quero destacar o trabalho e a dedicação que o Governador Eduardo Campos e todo o seu Staff têm dedicado a Bom Conselho e, justiça seja feita, a todo o Agreste Meridional, como antes nunca se viu. Em Bom Conselho, particurlamente, com o PRORED vamos muito em breve amenizar um problema que castiga nossa população há décadas, que é o racionamento de água. Esse é o tipo de ação de um governante inteligente, moderno e dinâmico, que consegue enxergar o Estado como um todo.
Sobre o recapeamento a ser realizado na PE-218, o atraso nas obras se deve à revisão do projeto, que prevê agora um reforço na cobertura asfáltica, devido ao aumento do fluxo de veículos na rodovia, que ocorreu com a chegada do Complexo Industrial da BR Foods a Bom Conselho. Mas muito em breve não só a população de Bom Conselho, como também dos outros municípios beneficiados, vão sim comemorar a realização desta grande obra.
Críticas sempre existirão, e isso faz parte da democracia. Tenha certeza que essa nota, divulgada hoje no Jornal do Commercio, não partiu de mim ou de qualquer outro membro da minha administração, pois todos trabalhamos em sintonia com o Governador Eduardo Campos, e assim pretendemos continuar por muito tempo. E seguindo a linha do nosso Governador, eu reafirmo sua posição: não devemos nos prender a "picuinhas", na política, mas sim mostrar trabalho. Ainda que as ações do nosso Governador incomodem a alguns "apressados", a população de Bom Conselho vai sentir o benefício de suas ações e saber reconhecê-las.
Mais uma vez, agradeço o espaço cedido.

Um forte abraço.

Judith Alapenha
Prefeita de Bom Conselho-PE
.
Agora comigo: Olha só a foto que encontramos, o governador anotando os pedidos da prefeita Judith!

Ou dá ou desce!

Foi com esse título que o jornalista Cláudio Humberto escreveu sobre a situação de Fernando Bezerra Coelho em sua coluna no Jornal do Comércio deste domingo, aliás uma das mais lidas do país. Disse ele:
.
Sem espaço político junto ao governador pernambucano Eduardo Campos, o secretário Fernando Bezerra Coelho quer ser ministro de Lula ou presidente da Codevasf. Ou pode apoiar José Serra.
.
Agora comigo: Rapaz, que a arenga de FBC com Eduardo foi grande, isso foi. O secretário fez de tudo para ser indicado para senador e teria se cacifado como o nome mais forte do PSB, depois somente do próprio Eduardo. Alguns setores da imprensa política acham que FBC ficou sem espaço no PSB, com a decisão do governador de se aproximar do PTB de Armando e do PT de Humberto. Mas será que essa falta de apoio para esta eleição seria motivo para o rompimento? É bom lembrar que Fernando já havia perdido o apoio do PSB regional na disputa pela prefeitura de Petrolina. Por outro lado, Fernando é o supersecretário do governo do estado acumulando a presidência de SUAPE com a secretaria de Desenvolvimento Econômico do estado. Por isso, não é tão simples assim apoiar Serra. Só se for com um rompimento daqueles de marcar época, pois isso pode gerar uma arrevoada governista. Outro que também não anda satisfeito é João Paulo, ex-prefeito do Recife, pois está sendo alijado da campanha do senado e vendo até o retorno à prefeitura da capital ficando mais distante, pois está perdendo o diretório municipal para João da Costa, que se aproximou de Humberto Costa. Outra verdade é que Eduardo Campos deve ter muito jogo de cintura depois da eleição para segurar a colcha de retalhos dos partidos que o apoiam, pois pode virar o cada um por si para ver quem será o seu sucessor. Como o jornalista é polêmico e adora tirar uma lasquinha que chegue na campanha de Dilma e em Lula, pode ser que ele tenha visto fogo onde só tinha fumaça.

Bom Conselho cobra Eduardo Campos

Muitas vezes uma notinha, simples, num rodapé de uma coluna tem o poder de impactar uma administração pública. Vejamos, está na Coluna Repórter JC do domingo, dia 11:
.
Bom Conselho cobra promessas do governador
Em novembro de 2009 o governador foi a Bom Conselho e prometeu estrada nova e água sem racionamento. Até hoje o pessoal de lá está cobrando.
.
Agora comigo: Como não diz quem é o pessoal, fica uma dúvida se seria a prefeitura. A prefeita Judith Alapenha é do PDT do vice João Lyra, portanto aliada de Eduardo Campos. Acredito que não iria tornar pública uma crítica assim. Mas se foi prometido, tem que cumprir, e mesmo que não tenha sido o "pessoal" da prefeitura, e Eduardo entender o recado implementando as ações prometidas, toda Bom Conselho irá agradecer!

Garanhuns recebe CINE MAIS CULTURA

A partir do dia 12 de abril de 2010, Pernambuco passa a contar com 46 novos projetos contemplados no edital estadual do Cine Mais Cultura, realizado pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), em parceria com o Ministério da Cultura (MinC). Os novos cines atuarão em nove das 12 regiões de desenvolvimento do Estado. Dos projetos aprovados, 14 foram apresentados por pontos de cultura e passam a integrar as ações desenvolvidas pelos grupos culturais locais.
Entre os 60 projetos inscritos, Garanhuns, através da Associação do Comércio da Indústria e Agroindustrial de Garanhuns e Agreste Meridional – ACIAGAM, foi a única cidade do Agreste Meridional contemplada com Projeto Cine Mais Cultura. Ao todo foram aprovados 17 projetos na Região Metropolitana do Recife, sete na Zona da Mata Norte, nove no Agreste e 13 no Sertão do Moxotó.
Esta é uma importante conquista para o desenvolvimento cultural de Garanhuns, pois além de levar o cinema brasileiro a região, estimula a produção cinematográfica e contribui com a formação do pensamento crítico da população.
O Cine Mais Cultura faz parte do projeto Mais Cultura, do Ministério da Cultura, que tem como objetivo criar salas de exibição audiovisual no maior número possível de cidades no Brasil. Atualmente, só 8% das cidades brasileiras possuem cinemas, a grande maioria voltados exclusivamente para o cinema comercial, com pouco espaço para a produção nacional e filmes de caráter artístico que não estão mais em circulação.
O Cine Mais Cultura promove a criação de locais de mostra de filmes em municípios que tem pouco acesso à produção audiovisual, além do estímulo à exibição de filmes brasileiros. Os cines aprovados recebem a aparelhagem necessária e oficinas de capacitação que visam construir uma rede de formação de platéia em todo Brasil.
As ações também vão contar com o apoio do Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros e da Federação Pernambucana de Cineclubes. Todos os aprovados no edital recebem uma kit com câmara digital, aparelho de DVD, projetor, telão, rack, e um acervo de filmes brasileiros (curtas, médias e longas metragens) selecionados pela Programadora Brasil e oficina de capacitação para realizar sessões de cinema semanais. A capacitação, realizada pelo MinC, contemplará dois representantes de cada projeto selecionado, em data ainda a ser definida. (Com informações da assessoria de imprensa do dep. Izaías Regis)
.
Agora comigo: Hoje pela manhã recebemos a ligação da Fátimas Farias, assessora de Izaías que estava com o Jefferson Junior, presidente da ACIAGAM, e de Recife, nos passaram esta excelente informação. Não temos ainda outros dados da implementação do projeto, como o local de exibição, se seria fixo ou nas comunidades. Mas é interessante que este projeto ofereça espaço para nossos produtores de áudio-visual, curtas metragens de Garanhuns e que possibilite o acesso das pessoas mundo da cultura através do cinema. Muitas vezes são projetos assim, aparentemente simples, que fazem despertar a paixão pela arte.

Garanhuns sofre com as chuvas

A Prefeitura de Garanhuns faz uma avaliação da cidade depois das fortes chuvas que vêm causando estragos e vítimas em muitas cidades brasileiras. Transcrevo:
.
A ação das chuvas caídas nos últimos dias vem castigando o município de Garanhuns. Praticamente todas as ruas desprovidas de pavimentação estão intransitáveis. Os logradouros que contam com o pavimento também apresentam dificuldades. Os sistemas de drenagem e esgotamento sanitário de alguns bairros esta danificado, bem como verdadeiras crateras se formam em áreas que apresentam voçorocas. Este é o panorama da Cidade das Flores, que registrou 129 milímetros de precipitação pluviométrica só nos últimos três dias.
No bairro Jardim Petrópolis, mais precisamente na rua Chico Mendes, a situação é mais grave. Uma imensa cratera se formou e famílias de 12 (doze) residências tiveram que deixar os seus lares, que correm o sério risco de desabar. A Prefeitura, atendendo recomendação da Comissão Municipal de Defesa Civil, viabilizou todas as condições para que os moradores da área de risco pudessem ser abrigados em locais seguros. O Governo Municipal concedeu um Auxilio Moradia, que beneficiará as famílias até que a área não apresente mais risco. Paralelo a retirada das Famílias, a Prefeitura inicia já nesta segunda-feira, os trabalhos de recomposição da voçoroca e planeja a conclusão das obras de drenagem e pavimentação na localidade.
Além do Jardim Petrópolis, a comunidade da Liberdade também apresenta áreas de risco, sobretudo na Vila 4 de Fevereiro, área marcada pela ocupação desordenada e por construções precárias no tocante a segurança.
Uma Comissão de Técnicos da CODECIPE está em Garanhuns para apoiar a Prefeitura e a Defesa Civil nos trabalhos. A expectativa é de que nas próximas horas seja decretado Estado de Emergência. Para tanto, técnicos da Prefeitura estão percorrendo todas as ruas que apresentam problemas para computar os estragos e realizar o registro fotográfico.
“De posse desse material e com o Decreto de Emergência, o Prefeito Luiz Carlos vai buscar o auxilio do Governo do Estado, através da Secretaria das Cidades, bem como a esfera Federal por meio do Ministério das Cidades. A prioridade é garantir moradias para as famílias que residem em áreas de risco e, paralelamente, viabilizar a recomposição do asfalto e dos calçamentos danificados, bem como realizar a regularização das ruas que não possuem esse beneficio”, registra o secretário de Governo, Carlos Eugênio.
As secretarias de Assistência Social; Planejamento; Serviços Públicos; Administração; Educação e Governo, assim como a Procuradoria Geral do Município e a AMTT, bem como as demais pastas do Governo Municipal estão engajadas na solução dos problemas ocasionados pelas chuvas em Garanhuns.
                                                      Jardim Petrópolis

Aulas de Música e Cidadania

Está no Diário de Pernambuco:
.

Numa das salas de aula do projeto Orquestra Criança Cidadã, Natália Maria da Silva mantém o olhar atento ora na explicação do professor, ora na partitura à sua frente. "Comece mais rápido, depois prossiga mais lento", explica o monitor Luiz Carlos.
Crianças ensaiam diariamente para a maratona de apresentações que estão por vir. Hoje, eles tocam no Teatro da UFPE. Com o violino posicionado abaixo do queixo, Natália arrisca as notas iniciais do primeiro movimento do Concerto em A menor, de Vivaldi. Erra, recomeça. Tenta outra vez. "Comece aqui na terceira corda", diz o paciente Luiz Carlos. Nervosa, erra outra vez, mas não desiste. Aos poucos, tocando devagar, as notas desafinadas vão se harmonizando. Há menos de um ano, Natália, dez anos, frequenta as aulas diárias oferecidas pelo Projeto Beneficiente Criança Cidadã, que completa neste mês a mesma idade dela. Para comemorar a data redonda, o carro-chefe do projeto, a Orquestra Criança Cidadã, apresenta-se hoje no palco do Teatro da UFPE, a partir das 19h30.
O concerto também comemora um bom começo de ano. Passados quase 4 anosde sua criação, a orquestra é hoje sinônimo de projeto social de sucesso, no estado. Está concorrendo a um prêmio internacional na área e é a principal atração de outro projeto, o Circulação de Música Instrumental, que tem início na próxima quinta-feira. "O Circulação tem um caráter social muito forte, e quando pensamos em alguma ação social que trabalhe com música, a orquestra foi o que primeiro grupo que veio à memória. É uma referência", explica Rinaldo Ferraz, um dos gerentes da A-Sim, produtora do evento.
No primeiro e segundo módulos do Circulação, os meninos e meninas da orquestra, todos moradores do Coque, vão tocar dentro de escolas da rede pública, em quatro cidades. Depois, à noite, fazem um concerto aberto ao público. Recife, Olinda, Caruaru e Garanhuns vão receber as duas primeiras etapas do projeto, que captou R$ 795 mil através da lei Rouanet. Triunfo e Petrolina vão receber o último módulo, no segundo semestre.
Mas para este ano, o projeto mais ambicioso da Orquestra é a construção de uma sala de concertos própria, com 700 lugares. "A mesma capacidade do Teatro de Santa Isabel", destaca o coordenador geral do grupo, o juiz João José Rocha Targino. Já batizada de Sala de Concertos Presidente Lula, o espaço está orçado em R$ 4 milhões, que deverão ser arrecadados junto à iniciativa privada. "O presidente deve assinar em breve a cessão de direito de uso de um terreno da Marinha que fica em frente ao quartel do Cabanga, onde a orquestra ensaia", adianta o desembargador Nildo Neri dos Santos, presidente da Projeto Beneficiente Criança Cidadã.
Profissionalização - Quase todos os 130 jovens têm o sonho de se profissionalizar na música. Apaixonada pelas composições de Haydn e Brahms, a violoncelista Bianca de Cássia, de 14 anos, se impôs a meta de tocar em um grande conjunto europeu. "Daqui do Brasil, só gosto da Orquestra Sinfônica de São Paulo", diz a menina, que tem aula de alemão todo sábado, dentro do projeto.
"A noção do que é a vida mudou", afirma Luiz Carlos, o monitor, sobre o despertar para amúsica. "Vida não é só brincar. É também trabalho, estudo. Cada um tem sua hora", diz Carlos, que hoje só ouve música instrumental. "Meu favorito é Mozart. Ele faz uma música bonita, delicada e com estilo", avalia o jovem de 15 anos.
Mesmo com a saúde debilitada, o maestro Cussy de Almeida, responsável pela coordenação musical do projeto, faz questão de acompanhar o dia a dia da orquestra. O orgulho dos meninos que vê crescer e se transformar em cidadãos-músicos é constante. O sucesso do projeto ele credita a dois fatores. O primeiro, a independência do instável dinheiro público. O segundo, a liberdade que tem para gerir a orquestra. "Aqui cada um cuida do que sabe fazer. Somos três pessoas adultas e de bom senso. Cada um respeita e trabalha muito para o crescimento do projeto", encerra o maestro. (http://www.diariodepernambuco.com.br/2010/04/12/viver1_0.asp)

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.