GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Um índio impávido


Um índio descerá de uma estrela colorida e brilhante
De uma estrela que virá numa velocidade estonteante
E pousará no coração do hemisfério sul, na América, num claro instante

Depois de exterminada a última nação indígena
E o espírito dos pássaros das fontes de água límpida
Mais avançado que a mais avançada das mais avançadas das tecnologias

Virá, impávido que nem Muhammed Ali, virá que eu vi
Apaixonadamente como Peri, virá que eu vi
Tranqüilo e infalível como Bruce Lee, virá que eu vi
O axé do afoxé, filhos de Ghandi, virá

Um índio preservado em pleno corpo físico
Em todo sólido, todo gás e todo líquido
Em átomos, palavras, alma, cor, em gesto e cheiro
Em sombra, em luz, em som magnífico

Num ponto equidistante entre o Atlântico e o Pacífico
Do objeto, sim, resplandecente descerá o índio
E as coisas que eu sei que ele dirá, fará, não sei dizer
Assim, de um modo explícito

(Refrão)

E aquilo que nesse momento se revelará aos povos
Surpreenderá a todos, não por ser exótico
Mas pelo fato de poder ter sempre estado oculto
Quando terá sido o óbvio

.

A letra da Música "Um Índio", fica em homenagem ao símbolo da Rádio Difusora, como marca de um momento em que titubeamos em salvaguardar nossos ícones históricos, o que é óbvio. Em busca de uma modernidade que deixará de existir em segundos.
O que virá sobre o Índio, uma logomarca em 3D criada num software de última geração?
A imagem veio do Blog do Compadre Roberto Almeida.

Givaldo Carvalho, garanhuense, conquista primeiro lugar em Rally no Ceará e Piauí


Entre os dias 25 a 29 de janeiro, aconteceu entre os Estados do Piauí, Maranhão e Ceará, a 24ª edição do Rally Piocerá. Apresentando um roteiro paradisíaco, na conhecida “Rota das Emoções”, o evento percorreu os Lençois Maranhenses, Delta do Parnaíba, Parque Nacional de Ubajara, terminando em Jericoacoara, considerada uma das 10 praias mais bonitas do Planeta.

O piloto Givaldo Carvalho, que também atua como analista técnico do SEBRAE/Garanhuns conquistou o primeiro lugar no Rally na Categoria Turismo. Já o piloto Fidelcino Andrade, também de Garanhuns, participou da prova na Categoria Expedição e conquistou a 4ª colocação geral.

“Essa foi minha primeira participação como piloto, pois sou expectador da prova há alguns anos e minha meta era terminar o Rally, porque a competição é muito complexa e apresenta muitas adversidades. Essa em especial foi muito difícil por conta das chuvas. O resultado para mim foi uma surpresa e muito gratificante já que conseguimos o primeiro lugar na Categoria Turismo, que é a segunda maior de carros 4x4, sendo dividido em 8 etapas dentro de um evento significante como o Rally Piocerá”, declarou, empolgado, Givaldo Carvalho.

E as aventuras não param por aí. Givaldo já pensa em participar de outras provas que acontecerão nos próximos meses nos Estados vizinhos. Em junho, acontece a segunda etapa do brasileiro, entre Salvador e Porto Seguro, na Bahia.

Produção de Tomate incrementa Economia de Garanhuns


Agricultores de Garanhuns têm aproveitado as condições favoráveis que o Município lhes oferece, como clima bom, terra fértil e água, para o cultivo do tomate. A plantação vem sendo realizada na área rural do Distrito de São Pedro, distante cerca de 15 km do Centro da Cidade, e acontece de outubro a fevereiro, com realização de colheita após três meses do plantio.

Atualmente, cerca de 100 hectares de terra são cultivados. Os produtores arrendam as terras que antes eram utilizadas apenas no período da lavoura do feijão e milho e vêm gerando emprego e renda para os moradores da localidade.

Em cada hectare da área são plantados cerca de 5 mil pés da hortaliça, que em período de colheita atinge entre 20 e 80 toneladas, correspondendo a uma produção final de 2.000 a 8.000 mil toneladas de tomate. O corpo técnico da Secretaria de Agricultura do Município presta orientações a esses agricultores, sobre o cultivo do fruto, utilização do tipo de agrotóxico, bem como a quantidade e correta aplicação dos defensivos agrícolas no plantio. O trabalho é realizado mensalmente.

RENDA PARA A POPULAÇÃO - E não são apenas os produtores que lucram com a nova cultura. A população de São Pedro e o comércio de Garanhuns também são beneficiados com a renda gerada pelo tomate. No período da colheita, cerca de 1.000 empregos são gerados nos cerca de 100 hectares cultivados. Toda a produção é comercializada na Central de Abastecimento de Garanhuns, bem como em diversas cidades do Interior do Estado.
.
Agora comigo: Pedimos somente observar essa utilização de agrotóxico para não parar nas águas da barragem.

Gravatá também tem carnaval

O carnaval 2011 em Gravatá promete ser sem dúvida um dos melhores da história do município. A prefeitura está preparando uma grande programação de shows e apresentações para a festa de momo. Para a segunda-feira de carnaval (07/03) a Prefeitura de Gravatá promove o 1º Encontro de Orquestras de Frevo no qual sete orquestras vão andar por pontos diferentes da cidade, animando os foliões com o que há de melhor no frevo e marchinhas de carnaval. O encontro começa a partir das 10 da manhã e segue até as 16 horas quando todas as orquestras se encontram na Praça Aarão Lins realizando um grande show carnavalesco.

E a festa não para por aí, no palco principal montado no Pátio de Eventos Chucre Mussa Zarzar os shows ficam por conta de dois grandes ícones do frevo, Spok Frevo Orquestra e Orquestra do Maestro Duda, a união do moderno ao tradicional. De acordo com o secretário de turismo de Gravatá, Ricardo Guerra, este evento será inserido no calendário oficial do carnaval do Estado. A programação completa será divulgada em breve pela secretaria.
.
Agora comigo: Tenho defendido aqui a volta das comemorações tradicionais como Carnaval e São João em Garanhuns. São festas regionais identificadas com nossa cultura e nossa gente. Não se pode menosprezá-las, têm ainda força econômica e atrativas de turismo. Reconheço o Jazz como uma alternativa viável, mas acho que um carnaval de qualidade caminharia junto. De dia carnaval, até melhor para a segurança, e de noite o Festival de Jazz. E pra quem acha que não temos tradição, temos dois argumentos simples. Gravatá tem? No entanto vai começar a investir para buscar sua fatia no turismo regional. Bezerros já tem um carnaval bastante festejado. Daqui a uns dias Caruaru aprende a fazer a festa. O outro argumento é por aqui mesmo. Tínhamos tradição de Jazz? Mas hoje estamos virando referência. Não podemos deixar de comemorar nossas festas tradicionais sob o risco de secar nossas raízes e esquecermos quem somos, ficarmos sem identidade.
Imaginem um carnaval lírico na Av. Rui Barbosa, Bloco das Flores, Bloco da Saudade, Bloco das Flores... E nos bairros Orquestras de Frevo e trios elétricos tocando o frevo pernambucano.
E tem mais. Há muita gente que não pode viajar e outros que não gostam de Jazz. O que fazer para essa gente? Dizer pra elas que esqueça, que Carnaval não é para Garanhuns, se é uma festa que envolve todo o Brasil.
A ideia - "GARANHUNS - CARNAVAL LÍRICO" - Baseado no Bairro do Recife.
Sobre o resultado da enquete ainda faremos nossas considerações.

13 vereadores é pouco! Muito pouco!


Com a nova população de Garanhuns atestada pelo IBGE, podemos ter entre 11 e 19 vereadores. É a própria Casa Raimundo de Morais quem decide o número exato. Como não há aumento do repasse de verba no caso de aumento do número de parlamentares, apenas uma redistribuição da verba dentro da própria câmara, o ideal para a sociedade seria contar com um maior número de representantes populares. Acredito até que o ideal seria ter o máximo possível, tendo a possibilidade de trazer para a política mais pessoas de bem.

Em recente enquete aqui no blog nossos e-leitores ficaram entre o mínimo e o máximo. Quem votou no mínimo demonstrou uma decepção com o atual quadro que nem prefere arriscar colocar mais gente na Câmara de Vereadores. Portanto o argumento é o mesmo. Quem quer o máximo quer justamente optar por aumentar as possibilidades de se melhorar a representação.

Porém ouvi um novo número esta semana, nem 11, nem 19, nem os 15 que seriam a média e agradaria a maioria. Este novo número seria 13. O que é muito pouco.

E o argumento que ouvi é infeliz. Seria uma forma de se garantir, mais ou menos, o retorno dos atuais vereadores para ganharem a mesma coisa. Pois o bolo só seria fatiado com mais dois vereadores.

Imagino que dos atuais 11 retornem para a próxima legislatura seis. Por aí, talvez um a mais oua menos. O que representa um pouco mais da metade. Como pode acontecer de um ou dois não se candidatarem, esse índice de reeleição subiria para quase 70%. Com apenas 11 ou 13 vagas, dificulta que muitas pessoas se candidatem, tornando mais fácil a reeleição. E mais, os postulantes não têm a força desproporcional do apoio institucional da prefeitura, o que torna muuuito difícil qualquer primeira eleição. Assim, afugenta bons nomes de entrar na política.

Mas se for verdade esse pensamento, e legislar em favor próprio e deixar a cidade em segundo plano. Não oferecer oportunidades para o surgimento de novos nomes que possam atrair investimentos e fazer contatos que impactrem positivamente Garanhuns.

Mas mesmo que este argumento utilizado para defender um aumento mínimo seja verdade, até ele pode ser discutido. Pois se os atuais vereadores pensam na reeleição, é fato que fica mais fácil se tiver um maior número de vagas, mesmo ganhando menos, mas estarão ganhando. E ainda tem o risco de não se eleger se tivermos mais gente na disputa, principalmente se for rompida a aliança entre o prefeito e o governador e aqueles que estiverem ao lado do prefeito não forem para o palanque de Eduardo e de Lula. Pode vir uma avalanche por aí.

E mais. Outros municípios da metade do tamanho de Garanhuns já estão elevando suas Câmaras para 15 vereadores como é caso de Lajedo, Arcoverde e Belo Jardim. E aí? Vamos andar para trás? 

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.