GOVERNO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

domingo, 5 de junho de 2011

A PALMA, O GABINETE E O CONGRESSO - Por Marlos Duarte

Quem conhece o nordeste brasileiro, sabe que uma das fontes da economia desta região é a criação de bovinos, caprinos e ovinos em especial pela agricultura familiar. A base da alimentação do rebanho é a palma forrageira, cactácea extremamente viável para o clima do semiárido.

Infelizmente há mais de dez anos uma praga conhecida como cochonilha do carmim vem matando a palma forrageira da variedade gigante que representava aproximadamente 90% da palma plantada nesta região. A praga da cochonilha do carmim trouxe um prejuízo incalculável a nossa agropecuária.

Entretanto, em maio de 2009 foi instalado no agreste meridional de Pernambuco foco da bacia leiteira do Estado, o Gabinete da Palma, uma articulação de entidades governamentais e não governamentais tendo como objetivos o combate à praga da cochonilha do carmim e o desenvolvimento da Palma forrageira.

Apesar do pouco tempo, com a colaboração do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, regional de Garanhuns, da Associação dos Criadores de Pernambuco – ACP, do SEBRAE, SANAR e SENAI, dos Bancos do Nordeste e do Brasil, da Unidade Acadêmica de Garanhuns da Universidade Federal Rural de Pernambuco, da CHESF e do Governo do Estado através do Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA e da ADAGRO, o Gabinete da Palma construiu uma política que, hoje, norteia o desenvolvimento da Palma.

O Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA, através de pesquisa identificou três variedades de Palma resistente à praga, o Governo do Estado liberou recursos e o Gabinete da Palma articulou os produtores e interessados na solução do problema que afetava economicamente o nordeste.

Identificadas pelos pesquisadores do IPA as variedades, Palma Miúda ou Palma Doce, Palma IPA/Sertânia ou Mão de Moça e a Orelha de Elefante mexicana. Liberado os recursos e mobilizado o produtor no primeiro ano de ação foram distribuídos mil caminhões de folhas/raquetes da Palma Miúde, única das três variedades que tinha disponibilidade. A Palma Mão de Moça em menor quantidade é distribuída para formação de pequenos campos de multiplicação e a Orelha de Elefante além de distribuir a exemplo da anterior, foi viabilizada a cultura de tecido – a clonagem – na Biofabrica Miguel Arraes e o seu desenvolvimento em Sementeiras mantidas pelos municípios pernambucanos.

Caetés, a terra do Presidente Lula, uma das quase cinquenta cidades que construiu uma Sementeira para dez mil mudas. Plantou em fevereiro, distribuiu cinco mil em abril e maio, tem quatro mil e oitocentas mudas para distribuição e estar recebendo outras cinco mil mudas para desenvolver e novamente distribuir entre os criadores do município e região.

Temos, pois, uma política de combate à praga da cochonilha do carmim e para o desenvolvimento da Palma construída na participação popular que será ampliada com a realização do 2° Congresso Brasileiro de Palma e outras Cactáceas que acontecerá entre os dias 24 e 27 de outubro deste ano no Centro de Convenções do Hotel Tavares Correia na cidade serrana de Garanhuns no Estado de Pernambuco.

Nossa esperança é contar com o apoio da rede social de comunicação para divulgar as ações do Gabinete da Palma e nosso Congresso Brasileiro. Não dispomos de recursos para divulgar na grande mídia, quase sempre o desenvolvimento da região nordeste não é noticia para as TVs e Jornais de circulação nacional. Para esses meios de comunicação noticias só o que acontece em São Paulo, Rio de Janeiro, o Sul e Sudeste. Noticia do Norte e Nordeste só quando acontece uma tragédia e quando envolve a agropecuária só é noticia, quando muito, se for o agronegócio.

Marlos Duarte

Zootecnista e Coordenador do Gabinete da Palma e de Comunicação do Congresso
.

FORRÓNEJO - Domingo, dia 05, no Terraço Chopperia e Churrascaria!


Quem gosta de forró, vai de Tropicana. Quem curte sertanejo, vai de Miltinho Magalhães. Mas todo mundo vai pro Terraço neste domingo, dia 05 de junho!
A realização é da Vox Multimídia e de Ivoneide Melo.
.

Augusto Calheiros é homenageado em Garanhuns


Neste sábado, dia 4 de junho, aconteceu o programa Radiola de Ficha, da Rádio Marano, apresentado por Marcos Cardoso, em homenagem o cantor Augusto Calheiros, no momento em que se comemora 120 anos de seu nascimento. 

Um palco foi armado em pleno Espaço Colunata, no Centro da Cidade, e o radialista recebeu o grupo de cantores que já o acompanha no programa: Simone, Edna, Pedro, Davi e Eduardo, que interpretaram os sucessos do artista.

Muitas pessoas, populares, políticos, empresários, estiveram presentes para acompanhar a homenagem. A secretária Gabriela Valença foi muito feliz ao apoiar a iniciativa de Marcos Cardoso.

Agora, a título de sugestão: Bem que poderia repetir a homenagem no Centro Cultural, AGA, Rádio Jornal, ou outro espaço, filmando, para virar um DVD com qualidade, e aí sim, seria um registro histórico da homenagem dos artistas de Garanhuns ao ilustre artista sepultado em nossa terra.

Parabéns a todos os participante, principalmente nosso parceiro Marcos Cardoso, que tem gerado uma movimentação cultural nos finais de semana em Garanhuns, a partir do brega, estilo musical que tem milhares de seguidores em nossa região..
.
foto: Ronaldo Cesar. Marcos Cardoso em edição anterior da Radiola de Ficha no Centro de Garanhuns.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.