GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO
CLIQUE E SAIBA MUITO MAIS

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

domingo, 17 de julho de 2011

A receita do Choconhaque da Patty


A Patty Martins, do blog AquinaCozinha.com e da FOLHAVOX, trouxe na última edição a receita do CHOCONHAQUE, para as noites frias do inverno em Garanhuns, e para os amigos nas noites de Festival.
Transcrevo:

Ingredientes
250g de chocolate em barra ao leite
4 xícaras (de chá) de leite
1 caixinha de creme de leite (200g)
5 colheres (de sopa) de conhaque
Canela em pau (opcional)
Chantilly (opcional)

Modo de Fazer

Coloque o creme de leite em um recipiente e leve ao microondas até ficar bem quente, mas não ferva. Você pode esquentar o creme de leite em banho-maria também. Quando o creme de leite estiver quente coloque o chocolate picado dentro dele e mexa bem até o chocolate derreter completamente. Reserve. Coloque o leite em uma panela e leve para ferver. Assim que ferver, retire do fogo e misture o chocolate que foi dissolvido com o creme de leite. Misture tudo muito bem até ficar homogêneo. Esquente novamente e coloque o conhaque. Só coloque o conhaque depois que retirar do fogo. Se você ferver o chocolate quente com o conhaque, o álcool vai evaporar ficando só o aroma do conhaque. Sirva em canecas com um pau de canela como se fosse uma colherinha e uma colherada de chantilly.

Obs:

1 – Compre o chocolate de uma boa marca, faz muita diferença.
2 – Se for fazer o chocolate quente para crianças, retire o conhaque. Fica bom do mesmo jeito.
3 – Use leite integral, nesta receita esqueça o leite desnatado. Deixe para pensar em calorias em outra receita.
4 – Eu usei a xícara de 240 ml.
5 – Eu fiz este chantilly que vende em caixinhas. Tem de várias marcas. É só deixar a caixinha gelar bem e depois coloque o líquido na batedeira e bata até o ponto de chantilly.
6 – Esta receita dá 6 porções.

Para conferir esta e outras receitas, vai no blog da Patty.

Atentem na programação do FIG, tem preciosidades que não podem ser perdidas!

É muita coisa. Graças a Deus a cidade respira cultura, apresentações em todos os cantos. Mas este mundo de opções, casado com a falta de divulgação e ainda o fato da programação ter saído muito em cima do evento, dificultando as gráficas de trabalharem os folders impressos para distribuição têm ocasionado alguns atrapalhos.

Minha amiga Eris Lúcia não sabia do Renato Borghetti. O Rinaldo não sabia que o Marcelo Camelo tinha mudado para a Esplanada Guadalajara.

Tem gente que ainda não sabe do Caminhão de Cultura, ou do Festival da Palavra.

Volto a dar um conselho a todos. Vão no site da Fundarpe, ou aqui mesmo no blog, na programação de alguns polos e palcos, imprimam a programação completa e marquem o que desejam assistir, vejam tudo, tudinho mesmo, tem coisas muito interessantes, algumas preciosidades, e que merecem ser prestigiadas.

Ontem, um público muito pequeno acompanhou o Borghetti junto com o Arlindo dos 8 Baixos, no projeto Sanfona de lá, sanfona de cá.

Tem Quinteto no Pau-Pombo. Tulipa Ruiz e Tribo de Jah no Pop e muitas outras coisas.

E mais, valorizem os artistas de Garanhuns. Estão dando um verdadeiro show!

Poxa, vi Muendas, Rogério e os Cabra, muuuuuuito bom!

Festival da Palavra e atrações de Dança - FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS 2011 (15/07/2011)

Daqui a pouco

A bronca de Alceu Valença

Alceu Valença tem uma característica que se transforma em qualidade. Falar o que pensa, e como está sempre buscando acertar, suas entrevistas tendem a ter sempre identidade, diferente de muitos artistas que só falam o feijão com arroz.

Desta vez, incitado pelo repórter Gilson Santos sobre a programação das emissoras de rádio, Alceu se mostrou indignado. Segundo ele, as rádios, a grande maioria, pertencem a conglomerados, empresas que têm também as bandas e tudo mais na música, e aí, eles só tocam o que querem, e lógico, as bandas deles.

Hoje está muito difícil tocar nas rádios por conta disso, e é bom lembrar que as rádios são concessões públicas que devem primar pela cultura e qualidade de suas programações. Alceu mostrou preocupação quanto às revelações na música nacional. Antigamente era mais fácil tocar e por isso apareciam bons nomes, hoje a galera não aparece porque ninguém conhece seus trabalhos, as rádios só tocam porcaria.

Concordo com Alceu, integralmente. Somente no Festival de Inverno estamos recebendo nomes de indiscutível qualidade como Mariana Aydar, Bebel Gilberto, Tulipa Ruiz, entre outros, que as pessoas não sabem quem são, e muito menos o que cantam.

No interior do país esse problema tem sido agravado, não apenas pelas rádios comerciais, mas até as rádios educativas e/ou comunitárias, em muitos casos, estão fugindo do sentido de suas concessões.

O conglomerado que Alceu se refere é o mundo da comercialização de bandas e shows, e praticamente as rádios populares estão transformadas em máquinas de lavagem cerebral. Oura parte está nas mãos de evangélicos, também desviadas do propósito da concessão pública, atendendo a setores restritos da população. Não tem caráter social amplo e comunitário tantas igrejas e mais igrejas se apoderarem dos meios de comunicação, também as TVs, com o único objetivo de aumentar o rebanho e a arrecadação.

Alceu também apoiou o secretário paraibano Chico César na luta para não contratar bandas de forró com dinheiro público do estado. E agora, parece que acertou novamente o foco!

Depois da entrevista, Alceu subiu ao palco e apresentou o show "Vivo", recriação do repertório do histórico disco que praticamente o lançou. ´

Rádios de Garanhuns, vamos tocar as músicas dos nossos artistas, não apenas em programas especiais, mas na programação, misturadas às demais músicas do roteiro.

Pra fazer justiça, vou citar um cara aqui em Garanhuns que tem esta preocupação: Jonas Lira.

SESC homenageia Preto Limão

O projeto SESC no Festival de Inverno vai acordar a todos com um cortejo cultural pelas ruas da cidade. À tarde, a embolada de Preto Limão, o músico garanhuense homenageado do SESC e muito afoxé e maracatu vão ditar o ritmo.

O dia termina com o lançamento do Prêmio SESC de Literatura 2011/2012. As inscrições para o Prêmio estão abertas até 31 de agosto. Para participar é necessário fazer a pré-inscrição, que é gratuita, no site www.sesc.com.br/premiosesc e seguir as instruções do edital. As categorias de premiação são: conto e romance. Os livros devem ser destinados ao público adulto, em língua portuguesa e o autor deve ter mais de 18 anos. O resultado do Prêmio SESC de Literatura 2011 será divulgado em março de 2012.

Programação:
Domingo, 17/07
• Chegança

10h00 – Cortejo Abre Alas, com concentração em frente ao SESC e itinerário pela Avenida Santo Antônio, com retorno ao SESC. Convidados: Projeto Xirê do SESC, Batuque Nação Estrela (Garanhuns), Maracatu Estrela Nascente (Correntes ), Projeto Batuque NADESG, Maracatu Batuque do Sertão ( Arcoverde), Afoxé Oyá Alaxé (Recife).

Intervenção urbana de palhaçaria com a Cia. 2 em Cena (Recife)

• Música
Homenagem ao Mestre Preto Limão
12h00 – Preto Limão ( Garanhuns)
12h30 – Maracatu Batuque do Sertão (Arcoverde)
13h30 - Afoxé Oyá Alaxé (Recife)

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.