GOVERNO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

HYUNDAI GARANHUNS

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Circuito do Frio em Caruaru???

Durante muito tempo ouvi como argumentos para a não realização de festejos juninos em Garanhuns a falta de perfil local - "Isso é coisa pra Caruaru. O que temos é o Festival de Inverno".

E aí vimos aparecer e ganhar espaço na Festa de São João cidades como Arcoverde, Gravatá e Buíque. Aliás, por ser uma festa tradicional nordestina faz parte do calendário de qualquer cidade, exceto Garanhuns.

Agora, acabo de ver no blog do Programa Combate, que Caruaru pleiteia fazer parte do Circuito do Frio, que aliás nem existe mais, agora é o mega Festival Pernambuco Nação Cultural, e que nele nem é necessário a temperatura baixa, pois o projeto congrega as principais festas do interior do estado, e claro, as tradicionais da temporada de inverno.

Mas o que quero dizer é que as cidades com potencial estão agregando novos eventos ao seu calendário turístico, o que importa mesmo é movimentar. Estão certíssimos, somente Garanhuns que está na contramão. Já não temos os eventos tradicionais como São João e Carnaval, e com muita dificuldade estamos mantendo este ano o Natal dos Sonhos. Motofest já não teve no ano passado. Os festivais de Izaías (FEMUARTE e Jovem Guarda) minguaram.

Grandes eventos movimenta o setor turístico, gerando receita e consequentemente empregos em bares, restaurantes, lanchonetes, hotéis, etc. E muito desse dinheiro que entra na cidade acaba no comércio e nos serviços, ou seja, oficina, chaveiro, costureira, etc. 

Além da visibilidade que acaba por gerar movimentação turística em outras épocas, e a atração de patrocinadores, produtores, artistas, etc.

Precisamos repensar nosso calendário de eventos, e sermos mais agressivos na busca do potencial turista.

Lula sugere que a TransPetro construa estaleiro em Garanhuns

Transcrevo.

Em palestra no Estaleiro Mauá, em Niterói (RJ) - com cobertura jornalística exclusiva do MONITOR MERCANTIL - o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que, realmente, escolheu a diretriz certa ao dar apoio à construção naval e à navegação, mas deixou claro que o importante, quando se aproxima a exploração do pré-sal, é aplicar-se, em todos os segmentos, a política de conteúdo local. Em resumo: deve-se prestigiar o mercado interno, as indústrias locais e com isso gerar empregos e levar dignidade ao trabalhador brasileiro.

- Eu posso dizer que conheço o trabalhador e o que ele quer é emprego com carteira assinada, para poder manter sua família e ainda se divertir um pouco nos fins de semana.

Com orgulho, disse:
- A taxa de desemprego de julho foi de 6%, a menor de um mês de julho nos últimos dez anos. Esse índice não é apenas um número, mas significa dignidade para milhões de pais de família e mostra o acerto da política econômica.

Ao longo de sua dissertação para 4 mil trabalhadores e empresários do setor de construção naval, no entanto, o ex-presidente tocou em outros temas, como inflação, gasto público e Copa do Mundo.

No caso da inflação, afirmou ser um mal que se deve evitar e, com seu estilo franco - que é entendimento pelo povo - disse: "Eu recebia o salário e procurava comprar, no supermercado, itens que se pode guardar, como óleo de soja. Minha casa ficava cheia de caixas de óleo".

Com isso, pareceu querer mostrar a necessidade de se manter um orçamento equilibrado, sem sonhos a qualquer preço. Em relação a gasto público, criticou as elites: "Se o governo atende a pedidos empresariais, isso é investimento, mas quando dá um benefício para o Bolsa Família, dizem que é extravagância, um gasto indevido. Não, melhorar o bolsa família é investimento, investimento econômico e social".

Primeiro em sondas

Sobre Copa do Mundo, disparou: "Um país que fez uma obra como Itaipu, como é que não poderia realizar uma Copa do Mundo? Há dinheiro para a Copa, o que está faltando é futebol à nossa seleção".

Com sua conhecida verve, disse que, se a Transpetro incentivou a instalação de um estaleiro no interior de São Paulo - em Araçatuba, para fazer embarcações fluviais - poderia fazer o mesmo em Garanhuns (PE), sua terra natal.

Falando sério, citou que a frota da Transpetro, hoje de 53 navios, deverá chegar a 110 em 2015, com índice de nacionalização de 70%. Destacou que, até 2020, a Petrobras vai precisar de 65 sondas, sendo que, hoje, no mundo, há apenas 103 unidades em operação, ou seja, irá encomendar mais de metade do que se tem no mundo.

Em seguida, elogiou o fato de que há novos estaleiros em diversas partes do país, como Rio, Bahia, Rio Grande do Sul e Pernambuco, o que distribui benefícios por diversas regiões.

- Temos de trabalhar muito, porque hoje o pré-sal representa 2% da produção e, em 2020, significará 40%.

Estaleiros por todo o país

Sem se referir ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, disse que, em 2002, antes de ele assumir o governo, os estaleiros estavam à míngua e hoje os soldadores são disputados a peso de ouro. Citou que, ao instalar novos estaleiros, o governo teve a preocupação de exigir que a mão-de-obra fosse local, para não frustrar a pobre população de região. O Atlântico Sul, em Pernambuco, prestigiou o trabalhador das proximidades e acolheu desempregados e ex-plantadores de cana.

- Quem diria, a construção naval passou 15 anos sem construir um navio grande. Um país com 8 mil quilômetros de litoral. Agora, há 300 projetos, incluindo navios, plataformas, barcos de apoio e tudo mais.

Lembrou que cidades como Santos (SP) e Rio Grande (RS) devem crescer muito com o pré-sal e obras navais. Citou as refinarias do Ceará, Maranhão, Pernambuco, Rio Grande do Norte e o Comperj, no Rio, como provas claras de política do governo e da Petrobras de suporte ao desenvolvimento.

Sobre o Estaleiro Atlântico Sul, revelou que as encomendas incluem 22 navios, uma plataforma, sete sondas, tudo no valor de US$ 8,6 bilhões, o que o coloca como o 29º estaleiro do mundo.

Com seu jeito descontraído, Lula disse a German Efromovich, dono dos estaleiros Mauá e Eisa, que ele também deveria fazer o Mauá subir, e German, de pronto, respondeu que isso dependia de pedidos de obras por parte da Petrobras.

Lula lembrou que houve polêmica sobre uso de aço nacional e a Usiminas está construindo usina para produzir 500 mil toneladas anuais de aço. Ao se despedir, deixou mensagem de esperança: " É a gente que define a nação que queremos. Depende de nossa atitude e decisão".
.
fonte: http://www.monitormercantil.com.br/
.

Patrimônio histórico e arquitetônico colocado à venda


Praça Dom Moura, de frente ao Centro Cultural, uma casa com requintes de beleza arquitetônica e cultural da cidade.

Afixada em sua entrada, uma placa de venda.

Diante algumas perdas nas últimas décadas de prédios históricos e símbolos da nossa cidade, vemos algumas residências como as derrubadas no centro da cidade, tranformarem-se apenas em terrenos para a construção de prédios comerciais.

Que apareça alguém que mantenha a imponência e beleza de tal lugar, e que o município possa criar seu projeto de tombamento de prédios que tenham uma história para contar.

E que neste caso pudesse fazer esta aquisição ao patrimônio cultural da cidade.
.

A situação dos clubes pernambucanos no nacional


Salgueiro se debate para não cair, está a somente 5 pontos de sair da degola, mais há 15 rodadas está lá atrás, joga com uma âncora.

O Náutico começou mal, melhorou, entrou no G4 e vai mesclando boas e más atuações. Mas tem sido mais regular que o Sport. Os alvirrubros estão na segunda colocação e se mantiver o fôlego, muito dificilmente perdem a vaga.

O Sport começou bem, caiu, caiu e depois voltou a encontrar seu futebol, principalmente depois da chegada do técnico PC Gusmão. Com o anterior já havia melhorado, mas não o suficiente para lutar por vaga na primeira divisão. Porém se os rubronegros quiserem entrar no G4 e se firmarem ainda têm que arrumar um algo a mais, vencer em casa e arrumar pontos preciosos fora.

O Santa Cruz vai pra uma batalha em Coruripe, pois venceu em casa apenas por um a zero. Pouco, mas que pode ser o bastante se o clube reeditar o espírito guerreiro do certame estadual.

Buscamos saber o sentimento das torcidas e perguntamos junto sobre os clubes. É claro que aí além da perspectiva a favor ainda conta a torcida contra dos adversários. Se der  que o pessoal apostou por aqui, fica mais ou menos assim. Náutico e Sport sobem, o Santa Cruz também. O Salgueiro cai pra série C. Confiram o resultado:

Sport sobe pra 1ª 76 (44%)
Sport permanece na 2ª 65 (38%)
Náutico sobe pra 1ª 95 (55%)
Náutico permanece na 2ª 40 (23%)
Salgueiro cai pra 3ª 68 (40%)
Salgueiro permanece na 2ª 37 (21%)
Santa Cruz sobe pra 3ª 80 (47%)
Santa Cruz é eliminado 40 (23%)
.

Prefeito de Itaquitinga mostra prestígio junto a personalidades do mundo da política

Julio Lóssio, Geovani Oliveira, FBC e Elias Gomes

Aconteceu recentemente na capital do estado o Forum Mil Dias, que contou com patrocínios de instituições como o Governo de Pernambuco, Dários Associados e Prefeitura de Jaboatão.
Entre os palestrantes e autoridades estavam o Ministro Fernando Bezerraa Coelho, o Secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Julio, entre outras personalidades políticas como prefeitos, secretários, vereadores, etc.
O prefeito de Itaquitinga, Geovani Oliveira proferiu uma palestra falando justamente dos seus mil dias de governo, mostrando os avanços da sua gestão.
Estavam presentes também o prefeito Julio Lóssio de Petrolina e Elias Gomes de Jaboatão dos Guararapes, numa grande confraternização e troca de experiências.
Mais uma vez, Dr. Geovani mostra o prestígio que tem junto a autoridades políticas do estado.
O evento só acontece de 4 em 4 anos!

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.