GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO
CLIQUE E SAIBA MUITO MAIS

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

domingo, 30 de outubro de 2011

PSB de Garanhuns divulga nota oficial

NOTA OFICIAL

Em face dos últimos acontecimentos políticos em nosso município, trazemos ao povo de Garanhuns estes esclarecimentos, necessários à melhor compreensão dos fatos:

A transferência de domicílio eleitoral de novos companheiros para Garanhuns - em legítimo exercício de sua cidadania -, foi interpretada de maneira equivocada. Reconhecemos, até, que o episódio não foi bem conduzido, mas não poderia ser interpretado de forma tão estreita, restritiva e antidemocrática.

Há quatro anos, foi necessária uma grande luta para preservar o direito de Zé da Luz transferir seu domicílio eleitoral para Garanhuns, que se pretendia negar – como agora - por razões não-republicanas. O exercício da democracia é difícil e exige afeição e respeito às instituições democráticas. Somente sabe o seu custo quem o teve restringido pela força dos regimes de exceção, como a ditadura militar. O PSB de Garanhuns resistiu e impôs o respeito às liberdades democráticas, assegurando o direito daquele companheiro.

Do mesmo modo, o Partido acolheu agora a chegada dos companheiros Prefeitos Antonio João Dourado e Eudson Catão e Deputado Leonardo Dias, que vieram se incorporar ao trabalho que esta Direção vem desenvolvendo há cerca de um ano, objetivando discutir propostas, problemas e questões fundamentais ao nosso desenvolvimento e, ao mesmo tempo, fortalecer o PSB através dessas discussões e da formação de novos quadros que vieram enriquecer o processo democrático-partidário.

Esta Direção mantém a sua disposição de prosseguir o processo de discussão das grandes questões de Garanhuns, deixando para fase posterior o debate a respeito do gestor que buscamos para administrar nossa terra, por critérios de MERITOCRACIA, conforme preconiza o nosso Governador e líder maior. Observe-se que, por resguardo de um princípio de justiça, o Governador até hoje não emitiu qualquer comentário acerca da questão, o que não foi suficiente para deter uma campanha passional, incompatível com o respeito às normas democráticas.

O PSB preferiu se resguardar e deixar transcorrer o clima emocional e desmedido para, então, em ambiente ponderado, convocar todas as lideranças responsáveis à reflexão e a procura dos entendimentos que devem ser a base da política no seu mais alto sentido. O PSB de Garanhuns nunca buscou culpados, nem se eximiu de suas responsabilidades perante a sociedade garanhuense. Muito pelo contrário, na primeira reunião do Partido, nos idos de dezembro de 2010, ao iniciar o trabalho de discutir Garanhuns, o nosso Presidente Municipal afirmou claramente: “A história vai condenar todos nós, por ação ou omissão, quando não fomos capazes de criar uma interlocução válida para resolver os nossos problemas e aproveitar o maior governo desta República - o Governo do nosso conterrâneo Lula”.

O nosso trabalho continua, sem personalismos estéreis que só favorecem as ambições pessoais, do mesmo modo e com as mesmas diretrizes que o orientaram desde o seu começo. Assim, o PSB de Garanhuns saúda e acolhe todos os novos e respeitáveis companheiros que se incorporaram à nossa luta, sejam como militantes ou colocando os seus nomes à apreciação de candidaturas no momento próprio e sem discriminação de qualquer espécie ou exigência de certidão de batismo.

Conforme tem sido reiterado pelo nosso Governador e exposto através de entrevista do novo Presidente Estadual do PSB, Sileno Guedes, nos jornais de hoje, somente em 2012, no momento oportuno, estas questões serão colocadas em análise e decididas de acordo com os supremos interesses de nossa terra.

Garanhuns, 29 de outubro de 2011

Direção Municipal - PSB/Garanhuns
.

Sigamos o exemplo do Natal Luz de Gramado


Garanhuns teve há alguns anos o Natal dos Sonhos. O projeto era de proporcionar iluminação especial nas principais ruas da cidade, o centro comercial e alguns prédios simbólicos do município, como a catedral, prefeitura e Centro Cultural. Foi um espetáculo, que acabou não tendo continuidade pela falta de dinheiro.

Faltou àquela concepção um boa programação cultural e criar na população o sentimento de partilha, de se sentir parte, de ter importância, e não apenas de ver a coisa pronta.

Atualmente, dentro das possibilidades, CDL e prefeitura têm buscado criar novamente aquele clima, para este ano não será possível resgatar aquele projeto, mas algo está sendo montado de forma criativa.

As duas últimas ornamentações foram feitas na base do reciclado, criando uma ambientação cultural que privilegia o meio-ambiente. Não é nada de sensacional, mas cobriu uma lacuna para não passar em branco, e chamando a atenção para a sensibilização popular.

Há alguns anos, a ambientação com tema regional gerou inúmeros questionamentos. Era o clima natalino trazido para o cenário nordestino. Não foi aceita pela população, e por isto não teve continuidade.

Junto à ambientação, deve-se pensar no natal de uma forma plena, com a programação religiosa, pois é este o principal motivo da festa, celebrar o nascimento de Jesus, e uma série de atividades que possam gerar movimentação turística.

A cidade de Gramado no Rio Grande do Sul é o principal no país. A abertura do natal acontece no próximo final de semana, e as atividades acontecem durante os meses de novembro e dezembro, recebendo turistas de todo o país, que têm acesso a dezenas de espetáculos gratuitos e outos tantos que são pagos, mas que crescem a cada ano, gerando renda para a população.

Os hotéis ficam com 100% de ocupação, restaurantes, outros setores de serviços, e até as cidades vizinhas lucram com esta visitação, pois os passeios acontecem diariamente para os turistas conhecerem as serras gaúchas, com vinícolas, vales, parques, etc.

Não se faz isso do dia para a noite, mas tem que se começar.

Temos nossos corais, grupos de teatro, dança, música, etc.

Como dissemos em um post anterior, Garanhuns precisa pensar grande e se espelhar nos grandes exemplos do país. Temos mutio a aprender, tanto na recepção ao turista quanto na oferta de atrações turísticas e culturais. Mas temos o potencial e devemos focar em um bom projeto nesta área.

No vídeo abaixo, uma edição do espetáculo NATIVITATEN!


Reportagem sobre o processo eleitoral em Garanhuns, este domingo no JC - O que achei!


Acabo de ler a matéria que a jornalista Bruna Serra produziu esta semana em Garanhuns para o JC deste domingo.

Na verdade, não traz nada novo, pois ela não entra no mérito da questão, e faz bem. Ouviu várias pessoas, entre populares, pessoas da imprensa, instituições e políticos.

Portanto, não fez uma avaliação profunda nem analisou a administração de Lajedo por exemplo. Não citou como estava o PSB antes dessa vinda nem as opções do partido ao nome de Antônio João. Também não ouviu dirigentes partidários estaduais como Armando Monteiro, Humberto Costa, Milton Coelho ou mesmo o governador Eduardo Campos.

Mas a matéria deve repercutir bem, tanto em Garanhuns quanto nos bastidores da política estadual.

A pauta da reportagem talvez tenha sido a união dos políticos de nossa cidade contra o forasteiro.

O que me preocupa é isto, estratégia utilizada por muita gente de colocar todos os políticos de Garanhuns no mesmo saco, culpá-los de tudo, para chegar um salvador da pátria. Sem assim dar oportunidade a novas lideranças, fazendo ressurgir um novo momento com as peças do município que já conhecem nossas dificuldades e poderiam unir a sociedade em torno das soluções. Ou mesmo, que dessa união dos políticos de Garanhuns possa nascer um novo projeto para a cidade.

Porém, pelo que pude entender, de todos os ouvidos e citados na matéria, apenas duas pessoas aprovaram a ideia da vinda de Antônio João. Um deles é o economista Antônio Medeiros, recém filiado ao PSB, aliás, foi um dos que se filiaram nos últimos dias, e a jovem Sara Gueiros, de 18 anos, em rápida investida da jornalista de frente a prefeitura, onde também a professora Bianca Fernandes se posicionou contra a importação da candidatura.

O grupo dos Amigos no Facebook também foi ouvido através de Betinho Cândido, que afirmou que "Os políticos de Garanhuns não estão mostrando serviço. A análise do grupo é de que há um caos instaurado. O que queremos com o grupo é alimentar o debate, sem vinculações políticas".

Entidades como CDL e OAB também se posicionaram contra. Outras instituições têm também manifestado repúdio.

Como a matéria foi produzida durante a semana, não trouxe o fato novo do recuo do PSB estadual em lançar o nome de Antônio João Dourado como pré-candidato do partido. O novo presidente Sileno Guedes, afirmou que a candidatura não está consolidada e que os nomes serão discutidos mais na frente.

Na mesma linha, este blogueiro conversou com uma pessoa influente do partido que resumiu - "Antônio João vem pra ser mais um nome entre os que o partido já dispõe, e no momento oportuno haverá a escolha pelos integrantes".

Aguarda-se do presidente Ivan Rodrigues um depoimento que deve vir nesta linha.

Entretanto, não era isso que estava sendo dito. O próprio Antônio João, na entrevista à Rádio Marano já se afirmou como candidato e viria com a simpatia do governador, aliás, estratégia utilizada também por Zé da Luz em 2008. Porém, este ano teve o diferencial da entrevista de Milton Coelho (até então presidente estadual do PSB) em que lançou o lajedense em uma entrevista também à Marano, fazendo críticas ao prefeito e desmerecendo quadros políticos e sociais da cidade.

Porém Milton Coelho caiu, e o processo da importação da candidatura estagnou.

A desaprovação popular, política e social, bateu na porta do governador reverberada pela imprensa da capital, e Sileno Guedes já se antecipou em dizer que Eduardo não tem nada a ver com o projeto de importação da candidatura. Quando o menino é bonito todo mundo quer ser o pai. Da ideia de trazer Antônio João, começa todo mundo a tirar o corpo, e já jogaram toda a responsabilidade para o próprio prefeito de Lajedo.

Agora, dá-nos a entender que a estratégia mudou e a tentativa será de colocar Antônio João de outra maneira. Já que a imposição foi rechaçada, agora vai pelo caminho da discussão interna partidária, buscando convencer os filiados a erguer nos ombros o prefeito de Lajedo, defendendo sua candidatura, porém depois de toda esta celeuma, Antônio João ficou pesado demais.

A reportagem está muito interessante, imparcial e ocupa uma página do Jornal do Commercio. É importante que todos leiam e possam também a reconhecer a jornalista pelo trabalho de ouvida e escrita deste momento turbulento em Garanhuns.

Capa da FOLHAVOX #22 - Leia, assine e anuncie

.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.