CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

UNOPAR

UNOPAR
CLIQUE NA IMAGEM

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Judô precisa de patrocínio

ARTIGO DE 17/11/2009.

Depois dos excelentes resultados conquistados em Minas Gerais e das vagas meritórias para o PAN em Santo Domingo representando a Seleção Brasileira, alguns atletas do judô mostram a frustração de não poder viajar e participar deste importante torneio continental. Demos em primeira mão (valeu Aninha!) os resultados e a festa, mas agora o reverso da medalha. Vamos repetir o post e os comentários que recebemos.
.
Vamos adiantar para vocês, mas depois traremos maiores informações. A delegação garanhuense da Academia de Carlos Tevano que esteve participando da Copa Brasil de Judô em Minas Gerais ganhou várias medalhas, inclusive de ouro. Alguns atletas foram, inclusive, convocados para a seleção brasileira que estará disputando o sulamericano, acredito que na República Dominicana. Bem, algumas informações aqui ainda precisam ser certificadas, mas vale pelos resultados e pelos seguintes atletas campeões:

1º Millena Brasil
1º Pedro Ednaldo
1º Raquel Ingrid
1º Rafael Araújo
1º Carlos Tevano
Ficamos devendo as categorias e os outros atletas que se destacaram.
.
comentários:
Sandra disse...
Carlos Tevano é o maior vencedor que temos nessa cidade, tanto como atleta como pessoa. O unico problema é que não tem o devido reconhecimento de alguns de nossos representantes. Parabéns Dep. Izaias Régis e SESI pelo apoio dado a esse grande atleta e a todos que fazem parte da ACT. Um abraço de seu amigo e aluno. Júnior (Babi)
9 de Novembro de 2009 14:37
judoca disse...
Concordo plenamente com o comentário que foi feito por babi, temos em nossa cidade grandes talentos no judô, que infelizmente se perderão pelo caminho por falta de oportunidade ou irão defender o nome de outras cidades por causa de patrocínio, ja que os políticos da casa não valorizam. Espero que com as novas eleições isso mude de história, ja que os atuais não quiseram mudar. Sinceramente isso é uma vergonha!!!
17 de Novembro de 2009 14:25
Quel disse...
Sou atleta do professor CARLOS TEVANO e acompanho sua trajetora de luta e coragem. Fui CAMPEÃ BRASILEIRA 2009 e fui convocada para fazer parte da seleção Brasileira das ligas de judô no PAN AMERICANO em Santo domingo, eu e a Millena e o Pedro, mas infelizmente, por falta de patrocínio não vamos. Mas deixo aqui meus agradecimentos por tudo ao meu sensei MESTRE CARLOS TEVANO. E ao deputado IZAÍAS REGIS, pelo apoio que foi nos dado para a viagem de Contagem/MG.
ABRAÇO!
.
Agora comigo: O estímulo ao esporte nasce no amador, e aqueles que se destacam devem partir para o mundo profissional. Esse é o caminho natural. Assim como é natural subir os degraus das conquistas, ou seja, conquistou o direito de participar de um torneio maior, que vá! E pronto!

Em Garanhuns tudo é mais complicado. O apoio político é sempre em forma de doação e não de incentivo, de patrocínio institucional de verdade. Embora nem sempre isso seja obrigação integral do poder público. Garanhuns começa a se tornar uma São Caetano do Nordeste, onde vários esportes estão dando resultado, portanto é imprescindível tratar o tema sem amadorismo e profissionalizar as relações atleta/prefeitura, atleta/patrocinadores da iniciativa privada.

Precisamos de uma lei de incentivo ao esporte e um fundo de incentivo que tire o atleta da fila da esmola para o plano dos projetos profissionais. E precisamos conclamar a iniciativa privada a participar desse incremento. Mas sem lei, sem fundo e sem conselho de esporte, a atividade ficará sempre relegada a bater de porta em porta para pedir uma ajuda. Aliás, como a cultura também.

O nome de Izaías Régis foi citado duas vezes, e é correto dizer que ele, na posição de deputado, tem ajudado o desporto e artistas de Garanhuns. Vejo sempre seu nome vinculado ao esporte, e olhe que não sei se tem verba específica para isso. Com o poder executivo municipal é diferente, existe dotação orçamentária, por isso precisamos que a prefeitura, que tem patrocinado vários atletas, estenda à forma de lei, o subsídio desportivo.

Quem tem projeto para sua atividade desportiva que apresente, que seja discutido e aprovado por um conselho, que os valores estejam em um fundo gestor, para que a coisa funcione profissionalmente. Judô, Caratê, Atletismo, Futsal, Futebol de Campo, ... Quem sabe, um dia esses atletas unidos tenham força reivindicatória!
.
ATUALIZANDO: Este artigo é 17/11/2009. Dá pra sentir que de lá pra cá muita coisa mudou. A prefeitura através da Secretaria de Comunicação e Esportes tem sido fundamental para estas conquistas, pode ainda não estar como muita gente gostaria, mas através do Carlos Eugênio e o prefeito Luís Carlos, o desporto de Garanhuns tem sido tratado como prioridade, trazendo dividendos para o município.

Vale ressaltar a figura de Carlos Eugênio, que depois que passou a responder pelo desporto, a coisa mudou, e os atletas passaram a ter mais apoio.

Algumas empresas, embora ainda poucas, começam a entender a importância do patrocínio e ao artista, sou prova disso, pois o trabalho da Tropicana nasceu graças ao apoio de tanta gente amiga, que sabem que terão retorno investindo em cultura.

Vários atletas têm participado de competições por todo país, inclusive internacionais, e agora recebem também o reconhecimento público. A própria prefeitura patrocinou um momento de condecoração da semana passada, e as pessoas através da enquete do blog e do facebook demonstram o carinho e torcida por nossos atletas.

Porém, bato na mesma tecla, assim como a cultura, o desporto precisa de sua política de incentivo, com fundo municipal, conselho desportivo, etc.

Trouxe este texto de volta para que possam observar que estamos tratando do tema já há algum tempo, desde a época de rádio, apoiando os desportistas e artistas da cidade.

Vejam nos nomes vencedores, que ali já apareciam a Raquel e a Millena, que hoje são reconhecidas campeãs. É um trabalho contínuo de formação de atletas, que precisa ganhar caráter ainda mais profissional, quem sabe com a criação do CENTRO DESPORTIVO GARANHUENSE, um espaço aberto com ginásios, pistas, tatames, campos, etc. Que pudesse abrigar desde o excelente projeto Prefeitura Presente até os jogos do Tigre Futsal.

Vamos depois voltar ao tema!

Leitor do blog denuncia instalações de antenas de telefonia

Recebemos em nosso e-mail a seguinte o questionamento de um leitor, já anteriormente divulgado no blog do Programa Combate.
.
Venho através desta fazer uma denúncia sobre instalações irregulares na cidade de Garanhuns.

Em primeiro lugar foi instalada uma antena de telefonia celular, próximo a residências na entrada da cidade, mais precisamente na proximidade do posto Galego Barros.

Recentemente está sendo instalada uma outra torre de telefonia celular enfrente ao círculo militar, é sabido que este tipo de antena emite radiações de efeitos nocivos para a saúde humana, não só para quem está em contato direto e sim a uma maior área de atuação.

A nossa denúncia é a seguinte: As autoridades municipais que autorizam este tipo de instalação têm conhecimento de que esse tipo de torre causa o desenvolvimento de câncer, por tempo prolongado de exposição.

Qual o interesse que existe por parte do governo municipal?

Porque um único proprietário em beneficio próprio expõe toda população em risco?

Estaria este proprietário documentado para fazer contrato com essa empresa?

Ele está regularizado perante os órgãos competentes?

Seria interessante a promotoria pública tomar conhecimento deste fato?

Vale salientar que no município vizinho de Pedra, próximo à Garanhuns, o ministério público determinou a paralização imediata de uma torre de telefonia móvel.

Seriam as autoridades da cidade da Pedra mais atuantes do que as nossas?

Para maiores esclarecimentos estamos enviando a este blog a decisão do promotor da cidade da Pedra.
.
AGORA COMIGO: O blog está aberto para explicações de qualquer autoridade competente.

Impasse em terreno pode fazer Garanhuns perder fábrica

Recebemos uma informação de que uma fábrica alagoana, com intenção de se instalar em Garanhuns, espera somente que o governo do estado lhe conceda algo em torno de 3 hectares para a construção de sua área física. O governo até já havia liberado uma boa localização, porém apareceu um dono. Um advogado de nossa cidade, defendendo os interesses de seu cliente, afirmou ter a propriedade do terreno, que portanto não pertenceria ao governo do estado, mas que poderia entrar em negociação para a desapropriação. O governo, contudo ofereceu outra área a esta fábrica, contudo numa área sem estrutura, até mesmo as mais básicas de água e energia.

E olha que a prefeitura fez sua parte da negociação, concedeu incentivos municipais, buscou os investidores, porém a coisa está mais ou menos parada. 

A fábrica está aguardando o desenrolar da questão. Porém, é claro, ninguém espera muito tempo, e corremos o risco de perder este importante investimento formador de renda e emprego.

A questão que precisamos urgentemente discutir com a presença da AD-Diper é nosso distrito industrial, que há décadas está defasado, e ficando dentro do perímetro urbano da cidade. Precisamos deslocar os investimentos fabris para uma nova área, mas também trabalhar a infra-estrutura, desde as vias de escoamento de produção, aos mais básicos como falamos de água e energia, transporte, incetivos fiscais, etc. 

Luís Carlos e seus erros políticos dentro de casa

Almir Penaforte, desautorizado, ao lado de Antônio Dourado, Eudson Catão e Antônio Figueira na V Geres
Foto: Kléber Cisneiros


A ida do vice-prefeito Almir Penaforte à solenidade de reinauguração da V Geres sem autorização do chefe do executivo para que pudesse representá-lo, pois este não teria sido convidado, e ainda tirar foto com Antônio João Dourado, é mais uma prova de que Luís Carlos não tem o grupo na mão, como se diz na gíria do futebol, quando o técnico tem o domínio dos seus jogadores, aliás, acredito que Luís Carlos nunca teve, e isto se dá por vários aspectos.

Por não ser um político nato, Luís Carlos nunca teve um grupo político, em sua maioria tem aliados por interesses, que quando deixar o poder (ou até mesmo antes disso) haverá uma arrevoada, e no futuro poucos desses que hoje estão ao seu lado, ele poderá chamar de amigos. É puro interesse de momento, pois têm algum cargo na prefeitura. O seu atual grupo de trabalho é herança de Silvino, e na sua maioria servidores que foram elevados à condição de secretários.

Por não ter um grupo político forte e não ter domínio sobre eles (incluem-se aí os vereadores da base aliada), Luís Carlos possibilitou que tudo durante seu governo fosse objeto de negociação. Só se vota se der isso ou aquilo, a ponto de perder importantes peças a cada eleição, e ainda deixá-los com suas benesses públicas.

Hoje, estão todos acostumados com a pluralidade, mais ou menos o cada um por si. Dirão que muita desta fragmentação é obra do próprio Luís Carlos, que autorizou os apoios a diferentes nomes, e aí estaria outro grande erro, não concentrar na formação de um grupo político forte e fiel.

Por isto, a cada eleição, cada um se sentiu à vontade para apoiar quem quisesse, e com isto tivemos membros do poder público municipal não seguindo a ordem do patrão, assim quatro ou cinco candidatos a deputado estadual diferentes, e federais idem, conseguiram importantes apoios chapa branca, a ponto do federal oficial do prefeito, Corte Real, ter uma votação pífia em Garanhuns.

Parece que ao longo dos anos, muitos já não se sentiram liderados pelo prefeito, e o vice Almir Penaforte, é somente um deles.

Outro erro de Luís Carlos foi ter uma equipe essencialmente técnica, formada em casa. Ninguém tem voto ali, ou melhor, ninguém, ninguém mesmo, teve a experiência política de passar por muma eleição. Não têm vida social, não participam das coisas de Garanhuns, e portanto, não têm inserção. Por isto, buscarão proteger seus empregos com aquele que lhes der a garantia da continuidade, e este pode até não ser o candidato do homem.

Luís Carlos terá em 2012 sua última eleição, e isto é mais um obstáculo para unir o grupo, pois enquanto ele pensa em colocar o pijama, muita gente está pensando na continuidade na vida pública.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.