GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

GOVERNO DO ESTADO

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Armando Monteiro e as reformas política e tributária

O senador Armando Monteiro falou ao programa Supermanhã, na Rádio Jornal, sobre os trabalhos do Congresso Nacional em um ano que será marcado pelas eleições municipais. Para Armando, matérias importantes como o novo código penal e o estatuto da juventude, devem ser apreciadas. O senador pernambucano falou também sobre a retomada das discussões em torno das reformas política e tributária.

 Armando Monteiro – “Com relação à reforma política, eu acho que no ano passado, as duas Casas quiseram apresentar, cada uma, propostas próprias. Portanto este trabalho nasceu mal, porque nós deveríamos ter feito uma comissão mista, cujas propostas pudessem ter consenso prévio entre Câmara e Senado, para que pudéssemos ter maiores chances de avançar nesta área. Infelizmente, não foi assim que aconteceu.

Vi até na própria mensagem da presidente Dilma, que marcou a abertura dos trabalhos legislativos, esta preocupação com a retomada da reforma política. Creio que seja um tema de grande interesse para a sociedade, mas eu particularmente não acredito muito que avance, porque infelizmente o que se constata é que não há ainda um consenso em torno dos pontos mais importantes desta matéria.

Com relação à reforma tributária, e eu particularmente sempre me dediquei muito a este tema, infelizmente uma reforma mais ampla, sistêmica e completa do sistema tributário, também não acredito que ocorra. Mas podemos sim avançar em alguns pontos, através até de projetos infraconstitucionais, como aconteceu por exemplo no ano passado, quando promovemos desonerações no Plano Brasil Maior em várias áreas, desonerando mais as exportações, tirando os impostos dos investimentos, iniciando um processo de desoneração da folha de pagamento, para estimular aqueles setores que mais empregam.

Eu lembro ainda a atualização do regime simplificado de tributação para as micro e pequenas empresas, o Simples, que ampliou o seu alcance. Este ano nós estamos também discutindo a possibilidade de contemplar novos setores com o regime simplificado de tributação, sobretudo os setores ligados à área de serviços, que hoje não estão dentro do Simples. E temos também esta questão do disciplinamento do ICMS, sobretudo nas operações interestaduais, uma proposta que está na resolução 72. Há muitos temas ligados à questão tributária, nos quais é possível avançar, mesmo sem uma reforma mais ampla”.
.
Foto: André Oliveira/ Divulgação

Faça um curso profissionalizante de graça!!


Contemplar famílias de baixa renda, beneficiadas pelos Centros de Referência e Assistência Social - CRAS, implantados no Município. Esse é o objetivo da parceria firmada entre Prefeitura de Garanhuns e o SENAI local, visando oferecer os cursos de Mecânica de Manutenção de Motos, Costureiro, Pedreiro de Alvenaria, Operador de Computador e Preparador de Derivados de Leite de forma gratuita.

A oportunidade será ofertada a pessoas a partir dos 18 anos de idade, que integrem os CRAS, instalados nas comunidades de Heliópolis, Magano, Bela Vista, Várzea, Boa Vista e comunidades quilombolas. Os cursos, coordenados pela secretaria de Assistência Social, serão ministrados na Unidade do SENAI, de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã, tarde e noite. Para tanto, serão formadas 11 turmas, e 100 alunos serão contemplados com a ação.

As inscrições já podem ser feitas nos CRAS ou na própria Secretaria de Assistência Social, localizada no Centro Administrativo Municipal. Interessados deverão levar os seguintes documentos: Cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento; Cópia da Identidade; Cópia do CPF; duas fotos 3x4; Declaração de Baixa Renda e Cópia do Histórico Escolar do Ensino Fundamental. Para os interessados às vagas da noite, também será exigida a Cópia do Histórico Escolar do Ensino Médio.

A previsão é que os cursos iniciem a partir da segunda quinzena de fevereiro. Serão entregues certificados do SENAI aos participantes. “Nossa pretensão é melhorar a vida das Comunidades. Pois mão de obra qualificada é o passaporte de empregos nos mais diversos setores do mercado de trabalho”, fundamentou a Diretora de Voluntariado da Prefeitura, Zélia Herculano.

Garanhuns vai receber UPA Especialidades do governo do estado


O Governo do Estado vai investir mais de R$ 170 milhões e Pernambuco vai ganhar 10 grandes Unidades de Pronto Atendimento em 2012, as chamadas UPAs Especialidades (UPAEs).
As UPAEs vão oferecer atendimento gratuito em 14 áreas. Cardiologia, endocrinologia, dermatologia, gastroenterologia, urologia, infectologia, nefrologia são algumas delas. Petrolina vai ganhar a primeira unidade, que vai contar também com atendimento em urgência clínica e odontológica. Ela será erguida na Avenida Coronel Antônio Honorato Viana, nas proximidades do Centro Social Urbano (CSU). O investimento será de R$ 18 milhões em obras e equipamentos.

Já Recife, Garanhuns e Caruaru receberão um outro modelo de UPAE, com capacidade para realizar cirurgias de baixa complexidade, nas quais os pacientes são liberados em até 24h. São procedimentos como operação de catarata, adenóide, biópsias, retiradas de hérnias, entre outras. O investimento previsto em cada uma dessas unidades é de R$ 20 milhões. Os demais municípios a ganhar UPAEs são Arcoverde, Caruaru, Palmares, Limoeiro, Ouricuri, Salgueiro e Serra Talhada. Cada uma delas receberá R$ 16 milhões em investimentos.
.
AGORA COMIGO: Vi esta notícia de Novembro e achei interessante a gente relembrar.

Confira a relação dos habilitados pela Fundarpe/Empetur para o Carnaval 2012 de Pernambuco

O Governo do Estado de Pernambuco através da Secretaria de Cultura/Fundarpe e Secretaria de Turismo/Empetur, tornam público o resultado dos proponentes habilitados na Convocatória do Carnaval de Pernambuco 2012.

Clique para ir direto à página com a relação.

.

AGORA COMIGO: Gente, é grande a felicidade pois RONALDO CESAR E A TROPICANA está habilitada para participar do Carnaval de Pernambuco pela Fundarpe/Empetur em alguns dos 22 polos culturais do estado.

Na relação ainda tem os grupos de Garanhuns ROGÉRIO E OS CABRA, e SERTÃO CAATINGOSO, dos artistas Rogério e Gido Silva. Músicos de conhecida qualidade e que vão orgulhar Garanhuns. (Gido é de São João, irmão de Aldejan, mas de vivência em nossa cidade).

São muitos na lista, devo ter passado mais alguém. Vejam aí.

A habilitação é o credenciamento, ainda não é a programação.

No nosso caso, é uma conquista que vem graças à um projeto bem elaborado, com apoio de muitos amigos, como Eduardo Cabral.

Conta a esta conquista o belo DVD gravado no Festival de Inverno do ano passado, ao profissionalismo de técnicos, músicos, aliás, nosso trabalho foi todo elaborado em Garanhuns.

E ao apoio de patrocinadores que incentivam a TROPICANA. Clóvson, Mano, Maria Almeida, Guto, Gláucio, Geovani, Audicéia, Nilton, Demir, Neto, Soniery, entre tantos outros. A prefeitura deu apoio integral.

Poxa, a felicidade é grande!

2º VT do Garanhuns Jazz Festival 2012

Capa da FOLHAVOX #28

Eduardo Campos precisa entender Garanhuns, uma cidade que pensa e respira.


Garanhuns é uma cidade diferente. Vejam aí mais um exemplo acontecendo, ao vivo e em cores. O governador teve quase a unanimidade dos votos na cidade. De repente, um atropelo aqui e ali, e a indisposição está instalada no meio das classes política, econômica e pensante da cidade.

Existem vários exemplos estaduais de políticos que vieram, foram bem votados, mas não conseguindo entender a cidade, o que ela é nem o que quer, acabaram por perder o bonde da história e os votos do passado. Jarbas Vasconcelos é o exemplo mais recente.

Mas existem exemplos em Garanhuns também, dentre eles Izaías e Sivaldo.

O deputado vem perdendo votos a cada eleição. O povo espera dele que traga indústrias, mude a vida da cidade. O homem fala, fala, fala na assembleia, mas como não pode decidir, acaba perdendo no conceito da população. Talvez por isto queira o executivo. A questão é que quando era da oposição, Izaías falava como se quando fosse eleito iria mudar tudo. E a gente continua sem receber indústrias. O deputado aprendeu que é dependente, e legislando não conseguirá realizar o que ele mesmo deseja. Ele disse que se o povo estivesse profissionalizado as indústrias viriam. Abriu cursos e as indústrias estão indo para cidades que não tem gente com formação. Pura decisão político-comercial.

É verdade também que estamos em um ritmo mais acelerado que os anos 80 e 90, devido o constante crescimento nacional, principalmente no Nordeste durante e depois do governo Lula. E em Pernambuco, boom econômico que vive o estado. E Eduardo é enaltecido por isto.

E Izaías, criticado ou defendido, foi a voz de Garanhuns para Pernambuco nos últimos dez anos. Mas só ele sabe o que penou na última eleição.

Sivaldo viveu os altos e baixos de uma roda gigante. Homem forte no governo Silvino, é hoje voz isolada da oposição, passou um aperto danado na última eleição de vereador. Recebeu uma marcação direta do governo municipal e ainda a opinião pública que achou seu tom raivoso no debate com Luís Carlos.

Conseguiu se reeleger, amenizou o discurso sem deixar a oposição, foi candidato a deputado e teve oito mil votos em Garanhuns. É candidato natural, pois está em sintonia de novo com a cidade. Precisa acertar o compasso com o setor econômico do município, depois desta celeuma do feriado de 4 de fevereiro. Fica com a população e bate com o comércio, pode até estar certo, mas pra ser prefeito precisa encontrar o meio termo que agrade a todos. O comércio vem numa pendenga de um mês de janeiro e há quinze dias de um carnaval. São quase dois meses em banho-maria. Então este feriado precisa ser rediscutido, pois fechando o comércio, para (de parar) a movimentação econômica do muncípio. Quem é comerciante sabe.

Mas isto só se faz conhecendo a cidade e vivendo o seu dia-a-dia. Conversando. Interagindo. Garanhuns é participação. As pessoas querem dar a opinião, debater, fazer parte de um projeto.

Garanhuns adora reunião. Todo mundo sabe o que deveria ser feito.

Por isto Eduardo Campos precisa entender esta cidade. Garanhuns pensa e respira. Aqui realmente é diferente, não tem como governar de gabinete, tem que estar na rua, conhecer as pessoas. Seus 93% não foram seus, foram uma resposta a Jarbas, um apelo à mudança, uma esperança de dias melhores. Garanhuns votou no futuro e no novo.

Garanhuns quer participar. Talvez por isto o projeto de Antônio João seja tão difícil. Além de não respirar a cidade, ainda foi uma candidatura pronta, apresentada e ponto final. Sem participação.

Talvez seja este um dos erros de Luís Carlos. Não esteve onde deveria estar. Fez muito pela periferia, mas não estava lá, conversando, ouvindo o povo, ou chamando para conversar as pessoas que fazem a cidade funcionar. Ser mais participativo e social. Acabou se isolando politicamente.

Aliás, nossa classe política está longe do meio pensante, das universidades, dos profissionais liberais, da classe econômica que investe na cidade.

Garanhuns gosta do cotidiano, da boa conversa, estar presente, conhecendo e ouvindo. Amílcar, Ivo Amaral, Bartolomeu, Silvino e Luís Carlos de fato não nasceram aqui, mas contaram decididamente em suas eleições suas vidas sociais, a popularidade, a aproximação não apenas com o eleitorado, mas com as pessoas, as amizades, ... E isto não se faz em 24 horas.

Esta cidade que faz 133 primaveras, como colocamos na FOLHAVOX, é diferente, e talvez este seja seu charme, uma cidade que pulsa, parece ter mais vida que nós, pobres mortais que passaremos por ela.

E ela, de presente, pede somente que seja ouvida e que possa participar.
.
Não sei o autor da bela foto do Relógio das Flores, deve ser o Fernando Amaral, que postou no facebook.

SIGA O BLOG

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.