GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

UNOPAR GARANHUNS

sábado, 2 de junho de 2012

Música Popular Brasileira Experimental no Luau deste sábado!

A música popular brasileira dos anos 67 até meados dos anos 70 foi símbolo de resistência política, mas também foi um forte produto de consumo cultural. Suas letras eram carregadas de ideologia, uma espécie de recrudescimento da repressão, um não poético que ecoava atravessado nas vozes de nossos mais importantes intérpretes e compositores durante este período.

É nessa atmosfera de poesia rebelde e fugaz que a música experimental se instaura, sob o mote do tropicalista “Tom Zé”, quando o desejo de “experimentar o experimental” passa a ser um ponto de partida para diversas releituras musicais desta década.

O repertório passeia por composições de Vinícius de Moraes, Baden Powell, Belchior, Thomas Roth, Gonzaguinha, Caetano Veloso, Ângela Rô Rô e Tom Jobim.

O Experimento é composto por músicos como Maurilo Matos (multi-instrumentista, compositor e artista plástico), Efraim Rocha (contrabaixista e arranjador), André Eugênio (percussionista e pesquisador de etnomúsica) e Lílian Ferreira (Atriz e experimentadora da escrita poética).

Forró tradicional ou estilizado? Veja o resultado da enquete.

Primeiro é preciso destinguir. Chamou-se erroneamente o forró verdadeiro de pé-de-serra, e se convencionou que o forró pé-de-serra é composto de triângulo, zabumba e sanfona. Nisto aí até concordo, mas não se pode chamar todo forró autêntico de pé-de-serra, ele é forró e pronto! Só forró! E aí com suas variantes rítmicas como o xote, baião, xaxado, arrasta-pé, etc. E o forró verdadeiro pode colocar quantos instrumentos quiser que não vai perder sua autenticidade, o próprio Luiz Gonzaga começa "O fole roncou" com um contrabaixo irado! Tumrundundun...

Portanto, pé-de-serra é o forró com os três instrumentos, o forró que segue a linha melódica do Rei do Baião é forró simples e puro. E o forró das bandas estilizadas, distancia-se pela proposta musical, outra coisa totalmente diferente, onde as dançarinas são mais importantes que a sanfona. A linha melódica é de laboratório e as letras não têm poesia, beirando a pornografia e o incentivo ao consumo de álcool para impactar os jovens que vivem nas festas. A beleza é exaltada e a sensualidade se torna mais importante que a própria música.

Interessante notar que o forró simples hoje atinge um público mais exigente, pois as letras de Maciel, Petrúcio, Xico Bizerra e Flávio Leandro são inteligentes, evocam a beleza e o amor verdadeiro, apuradas no sentido poético. Há harmonia entre letra e música.

As letras das bandas de forró são de consumo fácil e duram somente uma temporada. Mas não se pode negar que hoje é um forró de multidão, que achou seu espaço, e os governos gastam milhões de reais com elas. Existem bandas com caché superior aos maiores nomes da Música Brasileira, e em suas agendas é difícil encaixar data. Aviões e Garota Safada são dois exemplos.

O tradicional e o estilizado são dois públicos diferentes. Na verdade o consumidor da banda de forró até curte mais o forró autêntico, já o que gosta deste, muito mais dificilmente aceita o midiático.

Para atender estes dois públicos, os governos têm feito suas programações juninas atendendo a todos, colocando na mesma noite representantes dos dois estilos. É salutar dizer que o forró de banda é incentivado pela grande mídia, as rádios, televisões, internet, dão destaque maior ao estilizado devido o grande investimento feito, pois se trata de um projeto comercial em todo o Nordeste, investimentos na mídia, coisa que o pé-de-serra não conseguirá nunca. Por isto, para equilibrar a disputa, os governos devem incentivar a música de qualidade, pois o forró de banda tem mercado e comércio o ano todo.

Procuramos saber aqui no blog, do nosso e-leitor, que tipo de forró ele prefere, e nossa tese que o forró autêntico tem seu público cativo nas classes mais esclarecidas está provado, vejam o resultado!

Qual o forró de sua preferência?

Tradicional / Verdadeiro / Pé-de-serra 214 (75%)
Estilizado / Forró de banda 69 (24%)
Total de votos: 283

Continuo achando que o forró pé-de-serra seria uma ótima alternativa para Garanhuns. Pois este público consumidor de boa formação, está insatisfeito com os rumos do São João de Caruaru.

Imaginem um grande arraiá com os maiores nomes do nosso forró a cada noite. Não pensem em milhares de pessoas, pensem num público menor, mas de bom poder econômico. Mas teria que ser um projeto criativo e original, não somente a festa pela festa: Palco, banda, barraca... Seria interessante ousar, fazer uma vila de taipa, ou coisa assim... Fogueira, comidas de milho, e coisas assim...

ForróFest com os Três do Forró e a TROPICANA


Mais de 400 atletas em Garanhuns neste sábado! Saiba o que está acontecendo.


Garanhuns entra definitivamente no calendário dos eventos esportivos em âmbito nacional. A cidade, que atualmente sedia o Campeonato Brasileiro Junior de Handebol, está sendo palco neste sábado, 2 de junho, da 6ª edição do Campeonato Brasileiro Regional das Ligas de Judô. O evento, que acontece na Quadra do Colégio Diocesano é uma realização da Liga Pernambucana de Judô e conta com o apoio da Prefeitura de Garanhuns, através da secretaria de Comunicação Social e Esportes.

Cerca de 400 atletas de diversos Estados participam do evento esportivo. Os judocas competem nas categorias 11 e 12 anos até o Máster, tanto no masculino, quanto no feminino. Na sexta, 1º, aconteceram as inscrições, pesagem e conferência dos atletas, bem como o congresso técnico”, registra o presidente da Liga Pernambucana de Judô, o Mestre Carlos Tevano.

“Quando foi cogitada a possibilidade de realizarmos uma edição da competição aqui em Garanhuns, afirmei que a Prefeitura nos apoiaria, como sempre vem fazendo. Sem essa parceria seria impossível realizar esse Evento”, finalizou o Mestre Tevano.

Terminam neste domingo as inscrições para trabalhar no Expresso Cidadão

Terminam neste domingo (3) as inscrições para as 220 vagas oferecidas no Expresso Cidadão do interior. As vagas, abertas pela Secretaria de Administração (SAD), são para a função de assistente de atendimento ao cidadão, para atuar em Caruaru (50 vagas), Petrolina (50 vagas) e Garanhuns (120 vagas). O valor da taxa de inscrição é de R$ 40.

Até a última quinta-feira (31), mais de 18 mil pessoas acessaram o site http://www.upenet.com.br e fizeram seu cadastro.

O processo será por meio de seleção pública simplificada. Vai acontecer em etapa única, com a aplicação da prova objetiva de conhecimentos - de caráter eliminatório e classificatório - com data marcada para 17 de junho. As provas serão aplicadas nos locais das vagas (Petrolina, Garanhuns e Caruaru).

A execução da prova ficará sob a responsabilidade do Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco – IAUPE, por meio da Comissão de Concursos (Conupe). O resultado final da seleção deverá ser informado até o dia 29 de junho no site www.upenet.com.br e a homologação deverá ser publicada, no Diário Oficial do Estado, até o dia 30 de junho.

Quem for contratado vai trabalhar de segunda a sábado, no turno da manhã ou tarde, com jornada de trabalho semanal de 39 horas, e remuneração mensal de R$ 726,22. Entre outras atividades, a função de assistente de atendimento ao cidadão é responsável pela triagem de documentos, cadastramento de dados e preenchimento de formulários para emissão de documentos, além da coleta de impressão digital.
 

Projeto cultura livre na feira da COHAB II




Neste domingo, dia 3 de junho, será realizada na Feira do bairro Francisco Figueira, a popular Cohab 2, a 6ª edição do Projeto Itinerante Cultura Livre nas Feiras. O evento será realizado das 7 às 10 manhã. O “Cultura Livre nas Feiras” leva ao cotidiano da população que freqüenta as feiras livres a multiplicidade de expressões artístico-culturais pelas quais os pernambucanos expressam seus conteúdos.

A idéia é valorizar os artistas locais e os costumes vivenciados nesses espaços de grande circulação popular. O Projeto é de iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura e por meio da FUNDARPE, executada pela Prefeitura de Garanhuns, por intermédio da secretaria de Cultura.

= CONFIRA A PROGRAMAÇÃO =

7h – Os Coroas do Forró;
8h – Pastoril Lar da Criança;
9h – Quadrilha Flor do Lírio;
10h – Magote e Raimar

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.