GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

UNOPAR GARANHUNS

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Garanhuns está de luto - Morre D. Thereza do Boticário



Thereza D'Azevedo, empresária, proprietária de lojas da rede O Boticário em Garanhuns e região, acaba de perder a batalha contra uma doença impiedosa, e faleceu na tarde desta quarta-feira, 18, na capital pernambucana.

D. Thereza era uma pessoa muito carismática, presente nos principais encontros da cidade e contributiva com entidades de assistência social, inclusive era associada ao Rotary Club de Garanhuns e da Rede Feminina de Combate ao Câncer.

Garanhuns sentirá a perda desta pessoa tão importante no cotidiano da cidade.


INFORMAÇÃO: o velório está sendo no cemitério Morada da Paz em Paulista, e o enterro acontece ainda agora na manhã desta quinta-feira.

Com Carro de Som e Internet, as campanhas vão começando!


Ainda não se vê muito material de propaganda nas ruas de Garanhuns. Izaías desde a semana passada roda alguns carros de som pela cidade e utiliza a internet, principalmente seu facebook. Tem também perfurados em alguns carros na cidade, onde aparece com sua candidata a vice, Rosa Quidute, com alguns vereadores e com o governador Eduardo Campos.

De Zé da Luz ainda pouca coisa. Nada que ainda tenha impactado a população. Alguns defensores na internet, e quase nada de imagem na cidade.

Silvino Duarte criou sua conta no facebook recentemente e começa a interagir. Saiu atrás de Izaías na divulgação em Carro de Som, mas já está pela cidade, como este carro da fotografia, em que aparece ao lado do candidato a vice, Marcelo Marçal.

Assim como Izaías Régis, Silvino também usa a própria voz para se apresentar, lembrar de sua passagem pela prefeitura e, até rebater Izaías, que tem o apoio de Lula do PT e de Eduardo Campos, do PSB. Silvino diz que nenhum governante dará as costas para Garanhuns depois da eleição.

A campanha de Silvino deve focar sua alta aprovação na sua passagem como prefeito. Já no áudio dos Carros de Som, Silvino lembra algumas ações de seu governo. A de Izaías vai trabalhar o mote da mudança.
Aliás, temos a informação que até Silvino Duarte tem foto com Eduardo Campos, nos camarotes da Praça Guadalajara. Silvino diz que vai buscar os governos estadual e federal, caso eleito, com o apoio da população. Assim como Zé da Luz, o candidato do prefeito diz que o governador não vai participar da campanha na cidade. Parece que Eduardo com as três candidaturas, excluindo o PSOL, que têm partidos da Frente Popular, pode ficar quieto. Vamos ver!

Eduardo volta a Garanhuns no final de semana, pode participar da Dobradinha Classe A de Kitty Lopes, e à noite conferir o encerramento do FIG no Camarote do Governo do Estado.

Paulo Camelo ainda não colocou nenhum material na rua, ao menos que tenhamos visto.

Não é bom para Zé da Luz perder tempo em montar sua estrutura. Como dissemos, a campanha começou tímida, aos poucos, mas já começou.

Assim, inicia a trajetória de quase três meses pela frente.

Os Cegos na Praça da Palavra


Às 17h30 na Praça da Palavra (em frente ao colégio 15), amanhã (quinta-feira 19 de julho), exibição do média-metragem OS CEGOS, direção de Julierme Galindo, inspirado no conto homônimo de Luís Jardim do livro Maria Perigosa. Após a exibição do filme, um bate-papo com o diretor e alguns atores!!!! 

Toda a produção, inclusive seus atores, são de Garanhuns.

Não percam! 

Festival de Garanhuns beneficia todas as cidades da região


O crescimento da cidade de Garanhuns e adjacências se reflete no Festival de Inverno de Garanhuns, que já se tornou um ícone da cultura pernambucana. A declaração é do deputado federal Jorge Côrte Real, do PTB de Pernambuco, que participou, no final de semana do evento, e presenciou a movimentação econômica na cidade e geração de empregos durante a festa.
Para o parlamentar, o evento é importante não só para Garanhuns, como para toda região. É um evento que promove a cultura, traz investimentos através do comércio, da prestação de serviços e do turismo, e é uma promoção econômica tanto regional, devido às potencialidades das cidades agrestinas. Para ele, é um evento de sucesso que vem melhorar a condição econômica da região.
JCR tem realizado ações na cidade por meio da indicação de emendas parlamentares nas áreas de infraestrutura de educação básica para reformas e construção de escolas municipais, para pavimentação e drenagem de ruas e viabilização, em Brasília, para a reabertura de cursos da FAMEG, entre outros.

Armando Monteiro integra comissão que analisará novo Código Penal


O presidente do Senado, José Sarney, anunciou nesta terça-feira (17) os senadores indicados pelos blocos partidários para compor a comissão especial que analisará o anteprojeto do novo Código Penal (PLS 236/2012). 
Os titulares são Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Armando Monteiro (PTB-PE), Benedito de Lira (PP-AL), Clovis Fecury (DEM-MA), Eunício Oliveira (PMDB-CE), Jorge Viana (PT-AC), Magno Malta (PR-ES), Pedro Taques (PDT-MT) e Ricardo Ferraço (PMDB-ES). 
Os suplentes são Ana Rita (PT-ES), Eduardo Amorim (PSC-SE), Gim Argello (PTB-DF), Jayme Campos (DEM-MT), José Pimentel (PT-CE), Luiz Henrique (PMDB-SC), Marta Suplicy (PT-SP), Sérgio Souza (PMDB-PR) e Vital do Rêgo (PMDB-PB). 
O anteprojeto do novo Código Penal foi elaborado por uma comissão de juristas presidida pelo ministro do STJ Gilson Dipp. O texto teve como relator o procurador da República Luiz Carlos Gonçalves. 
A proposta prevê mudanças polêmicas: transforma a exploração dos jogos de azar em crime; descriminaliza o plantio e o porte de maconha para consumo; amplia possibilidades do aborto legal; e reforça a punição a motoristas embriagados. O projeto também endurece o tratamento penal da tortura e criminaliza o bullying. 
A comissão de 11 senadores será responsável por discutir o projeto e propor mudanças antes de sua votação pelo Plenário. Todas as propostas relacionadas ao tema em tramitação na Casa serão anexadas ao anteprojeto do novo código.
 Fonte: Agência Senado

Pouco público na praça para ver Renato Teixeira. Podemos pensar na criação de um polo MPB?




Acontece um debate interessante no facebook motivado pelo público relativamente pequeno na cantoria de Renato Teixeira, Xangay e Maciel Melo.

Particularmente acho que o público foi bom, levando em consideração a chuva intensa na alta madrugada de uma terça-feira. Este tipo de apresentação não tem se dado em praça pública nos eventos pelo país, como aconteceu em Garanhuns, numa Esplanada Guadalajara que cabem 40 a 50 mil pessoas. (Estou com a impressão que este ano deu uma encolhida, e creio que já não cabe mais colocar aquelas barracas do lado de cima da praça).

Voltando ao show. Algumas pessoas querem comparar os públicos com as estrelas da mídia ou com os cantores populares, puxados para o brega. Comparação desnecessária, pois os apreciadores de Renato Teixeira não são conhecidos pela quantidade, e sim pela qualidade. A TV Globo há mais de 20 anos trocou o sertanejo e o regional de Renato Teixeira, Almir Sater, Sérgio Reis, Geraldo Azevedo, Vital Farias, etc, pelas duplas pseudo-sertanejas, criadas em laboratório, hoje chamadas de universitário. Não entendo o porquê! Quem lembra do Som Brasil da Globo, aos domingos pela manhã?

Voltando de novo ao Renato Teixeira. Hoje o artista tem seu público cativo nos teatros e casas de shows que primam pela excelência, onde as pessoas podem se acomodar e apreciar a boa música. Outros artistas da MPB também têm tido pouco público no FIG.

Assim, cremos que se possa pensar na criação do polo MPB, onde artista e público estejam mais próximos e ambos recebam o tratamento que merecem. Até ao turista que aprecia este tipo de música, que tem melhor classe social e portanto, deixa mais recursos na cidade. Com melhor acomodação para ver seus shows, ele volta e traz mais gente. 

Quem assistiu Renato, Xangay e Maciel Melo, levou chuva às 3 da manhã de uma terça-feira. E naquela imensidão de praça, ter duas ou três mil pessoas, dá uma impressão de não ter ninguém.

É utopia imaginar que o povão, apaixonado pelo sertão de Roberta Miranda vá um dia lotar a Esplanada para ver a viola desses menestréis.

Outros polos, como a Praça da Palavra, que investem no conhecimento também estão sem público. É o resultado de falta de recurso durante todo o ano para a cultura em Garanhuns e região. As verbas são utilizadas para shows com bandas descartáveis que lotem as praças.

Portanto, se as pessoas não conhecem, como cobrar que estejam na praça?

Pessoas como minha amiga Marília Jacqueline, acreditam que se deve continuar investindo em shows assim, para atrair o grande público, e não levá-lo a espaços específicos, distanciando ainda mais do povão, como acontece do Virtuosi e do Instrumental. Como dissemos, o debate é interessante.

GERALDINHO LINS: Kitty realiza mais uma Dobradinha Classe A no Festival de Inverno

Candidatos respeitam o FIG


É de se registrar a forma como os candidatos a prefeito e vereador em Garanhuns têm se comportado no Festival de Inverno. Antes, a praça ficava repleta de pessoas distribuindo papéis, santinhos, placas com propagandas eleitorais, etc. Os próprios candidatos desfilavam pela praça e os demais polos, numa peregrinação diária.

Este ano, que é ano de eleição, os candidatos estão respeitando o evento e não misturando as coisas. Nos camarotes a coisa está mais aberta, mas no contato com o público, não há a intromissão dos candidatos na busca do voto.

Melhor assim, o FIG passa, e a campanha começa depois dele, ao menos mais incisivamente na cata ao voto.

O convite do Mário Rodrigues

Mário Rodrigues e seu filho. Aquela história do filho de peixe...

Olá, pessoal!

Gostaria de convidar todos vocês para, na próxima sexta-feira, 20 de julho, na biblioteca do SESC, às 16h00, assistirem à minha conversa com o escritor, poeta e tradutor Geraldo Holanda Cavalcanti.

Geraldo Holanda Cavalcanti é o secretário geral da ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS, além de um dos grandes poetas vivos do Brasil. Também traduziu para o português os maiores poetas italianos do século XX, Montale (Prêmio Nobel de Literatura, em 1975) e Quasimodo (Prêmio Nobel de Literatura, em 1959).

Um abraço de Mário Rodrigues

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.