COMPESA

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

terça-feira, 25 de setembro de 2012

SESC: Inscrições para o V UNICO ainda estão abertas

Estão abertas as inscrições para a 5ª edição do Salão Universitário de Arte Contemporânea do Sesc – UNICO. Este ano, o projeto faz um convite para a reflexão sobre a palavra. Um questionamento de como a mais nova geração de artistas pernambucanos tem inserido a palavra no contexto de suas obras. A edição de 2012 visa receber trabalhos diversos nos quais o verbal seja relevante, tanto numa relação entre visualidade e escritura, como no aparecimento performático da fala.

Podem participar do UNICO, estudantes universitários ou grupos de estudantes de quaisquer faculdades ou universidades do estado de Pernambuco. As inscrições estarão abertas gratuitamente até o dia 28 de setembro através do preenchimento do formulário disponível no site do Sesc Pernambuco (www.sescpe.com.br) que deverá ser impresso, assinado e entregue nas unidades do Sesc do interior do estado.

Cada estudante poderá participar com até dois trabalhos, sendo apenas um selecionado, além disso, somente serão aceitas inscrições de obras inéditas. Os artistas selecionados para a mostra assumem o compromisso de disponibilizar sua participação nas ações do Programa Formativo que serão desenvolvidas durante o período da mostra, que será negociado e agendado pela Galeria de Artes do Sesc Casa Amarela.

A seleção dos trabalhos será realizada pela Comissão de Seleção composta por três membros, todos com qualificação profissional ligada às artes visuais e um membro representante do Sesc Pernambuco. O resultado da seleção das obras que participarão da mostra será publicado no site www.sescpe.com.br.

O V Único premiará os três primeiros lugares com os respectivos valores de R$2.000, R$ 1.500 e R$ 1.000, além de um prêmio do júri popular no valor de R$ 1.000. Os demais selecionados receberão certificados de menção pela participação na mostra.

Serviço:
V Salão Universitário de Arte Contemporânea do Sesc
Inscrições pelo site www.sescpe.com.br até 28 de setembro nas unidades do Sesc do interior
Informações: (81) 3267-4400

CODEAM pede a paralização das prefeituras como protesto à diminuição dos repasses do FPM


A CODEAM - Comissão do Desenvolvimento do Agreste Meridional, encaminhou ofícios aos prefeitos dos municípios associados à instituição, pedindo a participação na paralisação que protesta contra a diminuição dos repasses federais do Fundo de Participação dos Municípios - FPM. Confira o teor do ofício:

Cumprimentando-o cordialmente venho através deste, informar a Vossa Senhoria, que solicitamos o apoio dos prefeitos no sentido de aderir à mobilização de paralisação no período de 24 a 26 de setembro, em protesto as grandes reduções nos repasses mensais do Fundo de Participação dos Municípios – FPM e sem perspectiva de recuperação para 2012.
O objetivo é chamar a atenção do Governo Federal e Parlamentares, sobre a atual situação econômica que se encontram as prefeituras do país.

Cordialmente,
Eudson Catão.
Presidente.

Ivan Rodrigues defende candidatura de Zé da Luz como mudança em Garanhuns

Ivan Rodrigues e Ivo Amaral apoiam Zé da Luz

Até que enfim a afinidade e o instinto de sobrevivência foram mais fortes e o próprio Silvino, após afirmar que suas pesquisas acusam a vitória de Zé da Luz, declarou que o objetivo primordial deve ser a derrota do “forasteiro de Caetés” e, para isso deve-se montar essa estranha confraria abrigando TODOS OS RESPONSÁVEIS pela estagnação de Garanhuns durante VINTE ANOS. Vamos fazer uma discussão política – ainda não feita nesta campanha - e não venham depois inventar que é baixaria. Observe-se:

1. Existe um sentimento real e unânime da população de Garanhuns sobre a necessidade de mudança na administração municipal, sob pena de não se romper a estagnação dominante nos últimos vinte anos. O sentimento é muito forte e todo o mundo concorda, pois quer desenvolvimento com segurança, saúde, educação e geração de emprego e renda, com a preservação do meio ambiente.

2. Quando se analisa o resultado e os participantes das eleições em Garanhuns para Prefeito e Deputado Estadual, desde o ano de 1992, ou seja, nas 10 (dez) últimas eleições, estão lá como figuras permanentes: Bartolomeu, Isaias, Almir Penaforte, Silvino, Aurora Duarte, Luiz Carlos, etc. disputando, ganhando ou perdendo. Ninguém mais teve vez.

3. Ao longo desses vinte anos, a administração municipal e representação parlamentar NUNCA saíram do controle dessas mesmas figuras que, sob o prisma do mais elementar exercício lógico, não têm a menor condição política, eleitoral, ética e moral para criticar a estagnação de Garanhuns e prometer mudanças, desde que SÃO OS ÚNICOS RESPONSÁVEIS por esse estado de coisas.

4. Essas mesmas figuras, durante essas 10 (dez) eleições e vinte anos decorridos, passaram todo o tempo desempenhando papéis em que brigam, rompem, separam, tornam a se juntar, trocam alternantes elogios e acusações entre tapas e beijos, mas o enredo da nauseante novela não muda. No final, todos se entendem para partilhar em comum o comando político municipal.

5. O fato do Engenheiro Zé da Luz ser o único candidato que não tem qualquer comprometimento com as administrações passadas, ou seja, é o único candidato que não participa dessa estranha confraria que vem infelicitando Garanhuns durante todo esse tempo, informa a verdadeira razão pela qual Zé da Luz se tornou o grande “inimigo“ da confraria a ser derrotado a qualquer custo, mesmo que, para isso, tenham que ser montadas as mais inacreditáveis e estapafúrdias alianças.

6. Essa postura da confraria explica, portanto, a terrível discriminação e o doentio preconceito montado contra o Engenheiro Zé da Luz que se extravasam em todas as formas de comunicação e sobretudo nos comentários apostos nas postagens dos blogs. Nada mais ridículo que Silvino chamar Zé da Luz de “forasteiro”, logo ele que em 2008 o apoiou sem fazer tais restrições. Zé da Luz tem história em Garanhuns, a começar pelo seu nascimento na vila de São Pedro; seu pai Hermínio foi Vereador por dois mandatos em Garanhuns e depois se elegeu Prefeito de Caetés; Zé da Luz foi o candidato a Deputado Estadual mais votado de Garanhuns, derrotando exatamente Isaias que hoje não o perdoa e só o achava bonzinho quando recebia os seus votos para Deputado; e, a despeito dos comentários mais escabrosos, Zé da Luz NUNCA perdeu uma eleição disputada em Caetés. Que juízo essa gente faz do povo de Caetés?

7. É legítimo imaginar que essa hipócrita e ridícula aliança, dita “para o bem de Garanhuns”, deve esconder objetivos pouco recomendáveis, uma vez que dessa confraria faz parte até Antonio João Dourado, importado por Isaias, para ser o condutor político de sua candidatura, como informa o Jornal do Comercio do dia 9 do corrente.

Fica muito claro que o Engenheiro Zé da Luz, por não estar envolvidos nessas alianças mal explicadas e não ter qualquer responsabilidade com o que essa confraria cometeu contra Garanhuns durante os últimos VINTE ANOS, É O ÚNICO CANDIDATO QUE TEM AS CONDIÇÕES NECESSÁRIAS PARA IMPRIMIR AS MUDANÇAS QUE O POVO DE GARANHUNS RECLAMA. O resto é demagogia, falácia e conversa mole para iludir os incautos.

a) Ivan Rodrigues

Praça Irmãos Miranda ainda rende críticas à prefeitura

Caro Ronaldo venho mostrar a minha indignação, e de todos os garanhuenses, diante da “obra” do ponto de ônibus da Praça Irmãos Miranda, após mais de um ano de reforma é aquele o projeto que o senhor prefeito entrega à população de Garanhuns?
Acho que ele poderia ter um pouco mais de respeito com os cidadãos. Diante do projeto que foi mostrado em vários lugares da mídia, ele entrega um local sem cobertura onde não há condições de se proteger do Sol ou da chuva.
O povo quer uma resposta da prefeitura, dos órgãos competentes diante do acontecimento, está na hora do governo ver que o seu mandato ainda não acabou e que ele ainda é o prefeito e tem que responder pelos seus atos.


Prof. Abraão César



Urnas eletrônicas para eleição de Garanhuns já estão prontas

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) deu início, nesta segunda-feira (24), a preparação das 19 mil urnas eletrônicas que serão usadas nas eleições municipais deste ano em Pernambuco. A primeira cidade a ter os equipamentos configurados foi Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

Foram cadastrados os dados dos candidatos e eleitores de cada seção eleitoral. Depois as urnas foram lacradas e embaladas. Ainda nesta segunda, foram preparados os equipamentos que serão utilizados nas eleições do Cabo de Santo Agostinho, Caruaru e Garanhuns.
.

Ação do Governo de Sergipe de trazer moradores de rua de Aracaju para Garanhuns é relembrado em guia eleitoral

Foto da Internet

A deportação de mendigos e outras pessoas recolhidas nas ruas de Aracaju e largados em outros estados nordestinos, em 1992, foi relembrada nesta segunda-feira (24) no programa de televisão do candidato Valadares Filho (PSB) no horário eleitoral.

O programa exibiu uma reconstituição do recolhimento de pessoas que viviam nas ruas da capital, forçadas a embarcar em viaturas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e despejadas na cidade de Garanhuns, no interior de Pernambuco.

A iniciativa da operação foi do próprio Governo do Estado, então sob o comando de João Alves Filho, em seu segundo mandato de governador. O banimento de moradores “indesejáveis” foi admitido na época pelo secretário de Comunicação do Estado, o jornalista Raymundo Luiz, que declarou em matéria publicada na edição de 22 de agosto de 1992 do extinto jornal Gazeta de Sergipe que a ação teria continuidade e era “prática comum em todos os estados brasileiros”.

Os que retornaram a Aracaju, vindos de Garanhuns, onde foram abandonados num viaduto, formavam um grupo de 29 pessoas, sendo 25 adultos e quatro crianças, algumas de colo, com menos de um ano de idade. No grupo havia também um adolescente de 16 anos e pessoas com necessidades especiais: uma mulher cega do olho esquerdo, um jovem epiléptico e um doente mental.

Foi possível realizar um levantamento detalhado porque em Garanhuns o grupo foi resgatado pela seção local da Ordem dos Advogados do Brasil, que entrou em contato com os colegas da Comissão de Direitos Humanos da OAB sergipana. Os deportados foram escoltados de volta pela PM pernambucana, em um ônibus que veio diretamente para a sede da OAB em Sergipe.

A Comissão de Direitos Humanos da OAB de Sergipe tomou o depoimento de cada um deles, reconstituindo todo o ocorrido e encaminhou documento ao Ministério Público Estadual pedindo investigação pelos crimes de lesões corporais e constrangimento ilegal.

Hematomas e escoriações foram constatados nas vítimas, segundo a notícia crime assinada pelo então presidente da OAB sergipana, Jorge Aurélio Silva, que denunciou ao Ministério Público diversas autoridades apontadas como responsáveis pela ação, entre elas o secretário de Ação Social e o comandante do Corpo de Bombeiros.

Embora o governo alegasse que a ação se destinava a “repatriar” migrantes que desejavam partir mas não tinham como voltar à terra natal, foram identificados no grupo diversos sergipanos vindos do interior, das cidades de Boquim, Lagarto, Maruim, Neópolis, Riachuelo e Simão Dias. Havia também pescadores, tanto que tarrafas e anzóis foram listados entre os pertences de algumas das pessoas ouvidas ainda em Garanhuns pela OAB.

Da assessoria
.



FONTE: Plenário - A Notícia Agora

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.