GOVERNO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Armando Monteiro analisa crescimento do PTB pós-eleição

Após liderar o processo político que culminou com a viabilização da candidatura do prefeito eleito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), o PTB de Pernambuco fez um balanço parcial das eleições com resultados extremamente positivos. O partido elegeu 25 prefeitos e 16 vice-prefeitos. Além disso, contabiliza cerca de 15 prefeitos eleitos por outras legendas, mas que fazem parte do grupo político do senador Armando Monteiro, presidente estadual do PTB.

O PTB obteve vitórias importantes em municípios das mais diversas regiões do Estado, a exemplo de Igarassu e Itamaracá, na Metropolitana do Recife; Goiana, que será um novo polo industrial em Pernambuco, e Nazaré da Mata, na Mata Norte; Rio Formoso, na Mata Sul; Garanhuns, Gravatá, São Caetano, Brejo da Madre de Deus e João Alfredo, no Agreste; Arcoverde, Tabira e Exu, no Sertão.

O senador Armando Monteiro destaca no desempenho deste ano a postura ainda mais aberta do PTB, que fez alianças amplas com as mais diversas legendas do Estado. “O PTB se situou muito bem neste contexto, porque o partido – que tem um espírito aliancista – pôde, entre candidaturas próprias e chapas que ele compôs, estar presente em composições vitoriosas em 40 municípios do Estado: 25 com prefeitos eleitos pela legenda, o que dá a ele a segunda posição no Estado”, ressaltou.

Veja abaixo a avaliação que o senador Armando Monteiro faz do processo eleitoral, inclusive no Recife:

Desempenho do PTB no Estado

Armando Monteiro – “Primeiro, é preciso considerar que a Frente Popular de Pernambuco, onde estamos inseridos, obteve uma vitória muito expressiva em Pernambuco. Não só pelo resultado do Recife, que é emblemático, mas também pelo desempenho da Frente na área metropolitana e pela esmagadora presença nos municípios do interior do Estado. O PTB se situou muito bem neste contexto, porque o partido – que tem um espírito aliancista – pôde, entre candidaturas próprias e chapas que ele compôs, estar presente em composições vitoriosas em 40 municípios do Estado: 25 com prefeitos eleitos pela legenda, o que dá a ele a segunda posição no Estado, e outros 15 por partidos aliados. Além disso, teve 15 vice-prefeitos eleitos pela legenda. Então, o desempenho do PTB, sob qualquer critério, é um desempenho muito expressivo. Tanto do ponto de vista numérico quanto do ponto de vista da capilaridade, da presença do partido nas diversas microregiões do Estado”.

Vitória em municípios de peso

Armando Monteiro – “O PTB vai passar a governar cidades estratégicas no Estado, como por exemplo, Goiana, que é uma cidade emblemática desta nova economia de Pernambuco. Amplia a presença na área metropolitana, com a conquista de Igarassu, que é um município também estratégico no litoral norte de Pernambuco, e Itamaracá. E, no Agreste, fortalece a sua presença. No Agreste Central, conquistando a prefeitura de Gravatá. Também conquistando a mais importante cidade do Agreste Meridional, que é Garanhuns, terceiro maior colégio eleitoral do interior de Pernambuco. E continua tendo uma presença importante como, por exemplo, em Arcoverde, que é a porta do Sertão de Pernambuco. Chega agora a conquistas importantes na região lá do Sertão do Pajeú, como Tabira. Portanto, o PTB consolida a sua presença como uma força expressiva no Estado de Pernambuco e reforça este enlace que ele tem com outros partidos da ampla aliança que forma a Frente Popular de Pernambuco”.

Vitória no Recife

Armando Monteiro – “O PTB se sente feliz por ter defendido, junto com outros partidos da Frente, a tese de uma candidatura alternativa no Recife, que veio a ser amplamente consagrada, inicialmente com a candidatura de Geraldo, e agora com a eleição de Geraldo. Significa que essa tese tinha correspondência verdadeiramente com a vontade do recifense. O recifense queria uma candidatura com outro perfil e Geraldo atendeu a esse anseio da cidade do Recife. Não só porque reuniu forças políticas expressivas que estão alinhadas com este projeto que vem mudando Pernambuco, capitaneado pelo governador Eduardo Campo, como também pelo seu próprio perfil de gestor. O recifense quer agora alguém que dê respostas mais efetivas às demandas da cidade. E alguém que saiba fazer e “fazer fazer”, capacidade de liderar equipes, de dominar processos administrativos, de modo a que as coisas aconteçam. Portanto a candidatura e a eleição de Geraldo abrem para o Recife uma perspectiva de podermos inaugurar uma gestão inovadora e transformadora no Recife”.

PREFEITOS ELEITOS PTB 2012

1. Alagoinha - Maurílio
2. Arcoverde – Madalena
3. Brejo da Madre de Deus – Dr. Edson
4. Brejão - Ronaldo
5. Caetés – Armando Duarte
6. Camocim de São Felix – Uilson de Tetê
7. Exu – Léo Saraiva
8. Garanhuns – Izaias Regis
9. Gloria do Goitá – Dr. Miranda
10. Goiana – Fred Gadelha
11. Gravatá – Bruno Martiniano
12. Iati – Padre Jorge
13. Igarassu – Mario Ricardo
14. Itamaracá – Paulo Batista
15. Jucati – Gerson Henrique
16. João Alfredo – Maria Sebastiana
17. Lagoa dos Gatos - Veronica
18. Nazaré da Mata - Nado
19. Panelas – Sergio Miranda
20. Pedra – Zeca Vaz
21. Rio Formoso – Dr. Hely
22. Santa Cruz da Baixa Verde – Zé Bezerra Filho
23. Santa Terezinha – Delson Lustosa
24. São Caetano – Dr. Neves
25. Tabira- Sebastião Dias

Dr. Geovani denuncia intimidação ao eleitorado de Itaquitinga



Recebemos do dr. Geovani Oliveira, prefeito de Itaquitinga, que perdeu neste domingo a disputa pela sua reeleição para Pablo Moraes (PDT), informações sobre a situação na cidade. Segundo o atual prefeito o clima é tenso, a cidade dividida ao meio, e seu eleitorado está com medo, inclusive com receio de sair na rua pois os aliados do candidato vitorioso estão ameaçando todo mundo. Segundo Geovani, são mais de 5 mil pessoas em pânico, considerando grave a situação. "Compraram a eleição na marra. Nas bocas de urnas havia muita gente com dinheiro abordando o eleitorado. Uma coisa inacreditável." - afirmou dr. Geovani.

As denúncias do grupo de Geovani sobre o atual momento na cidade vão além, afirmando que a juíza local chegou a deter Pablo em um mercadinho de Itaquitinga.

"A eleição em Itaquitinga foi a pior do estado. Compra de votos. Abuso do poder econômico. Coação. Ameaças. Intimidação. Derrame de milhões para nos derrotar. O adversário vendeu o que tinha. O nosso jurídico está agindo, pois a própria juíza se viu ameaçada. Foi um inferno, mas Deus está à frente! - Finalizou Geovani Melo.

A diferença a favor de Pablo (PDT) foi de 373 votos, sendo 5.346 para o candidato de oposição e 4.973 para Geovani Oliveira.

Em seu facebook, muitos eleitores lamentam, lembrando as ações de seu governo. Geovani agradeceu a sua votação:
AGRADEÇO A TODOS VOCÊS OS QUASE 5.000 VOTOS QUE TIVEMOS NESTA ELEIÇÃO, QUE INFELIZMENTE NÃO FORAM SUFICIENTE PARA GARANTIR A CONTINUIDADE DO NOSSO TRABALHO.
DEUS SABE O CAMINHO POR ONDE CADA UM DE NÓS DEVEMOS TRILHAR. ESTAREMOS TRABALHANDO FIRME E COM DEDICAÇÃO ATE O DIA 31 DE DEZEMBRO DE 2012.
UM FORTE ABRAÇO E ATÉ MAIS NA FRENTE, COM A GRAÇA DE JESUS!!!
OBRIGADO A TODOS.


VAMOS CONTINUAR SEMPRE TRABALHANDO PELA CIDADE E PELAS PESSOAS.
AGRADEÇO DE CORAÇÃO.   DR. GEOVANI OLIVEIRA

FOTOS: Um trio elétrico animou a festa da vitória de Izaias Régis em Garanhuns

Do NE10
Núcleo SJCC/Caruaru
Sistema Jornal do Commercio


A comemoração em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, nesse domingo (7) contou com trio elétrico animando a festa dos eleitores. Izaias Regis do PTB foi eleito com 36.998 votos o que corresponde a 51,95% (sic) do eleitorado. O segundo mais votado foi Zé da Luz do PHS recebeu 22.499 votos, o que representa 35,27% dos eleitores.

A eleição em Garanhuns, também foi considerada tranquila. A maior movimentação foi na no campus da Universidade de Pernambuco, que é o maior colégio eleitoral do município. Segundo a Justiça Eleitoral, os votos brancos e nulos foram 3,37% e 7,06% respectivamente. O comparecimento dos eleitores foi de 80,79%.

O anúncio do vencedor foi feito quando a apuração tinha sido feita em 80% das urnas, por volta das 19h. Logo depois de saber da vitória de Izaias, diversas pessoas foram até o comitê central dele festejar o resultado.
 

AGORA COMIGO: Ao anunciar o apoio a Izaías Régis, buscamos separar o trabalho profissional, blog e jornal. Não sei se deu certo, isto quem pode julgar são vocês, amigos e leitores.
Não tratamos desta escolha política aqui no blog. Fomos para o facebook e para os contatos pessoais, dar nossa contribuição.
Neste domingo, após o resultado, estivemos com a nossa banda nas ruas de Garanhuns, fazendo a festa da vitória. A festa, mesmo com milhares de pessoas nas ruas, assim como a eleição, foi tranquila, com as pessoas comemorando. O Coluna Café, o Comitê e o largo do Posto Centenário foram pequenos para a aglomeração de foliões.
Izaías não sabia da festa, do trio e nem de toda movimentação.
Sabíamos que as pesquisas que tínhamos eram as verdadeiras, e não aquelas forjadas e jogadas pela cidade para tentar ludibriar os eleitores, e portanto, pensamos em participar da festa. E foi bom demais!
O Trio foi um presente de um amigo para Izaías e seus eleitores comemorarem, e a banda conseguimos viabilizar com pessoas próximas.
 
 

Colégio Monsenhor Adelmar completa 56 anos - Confira a programação!



O Colégio Mons. Adelmar – CMA inicia nesta segunda-feira, 8, as atividades em comemoração aos 56 anos de fundação da Instituição. A Abertura das festividades nesta manhã foi marcada pelo lançamento do site do Colégio para os alunos e professores.
Através do endereço eletrônico www.colegiocma.com.br a Instituição estará disponibilizando informações diversas acerca dos níveis de ensino, atividades, ações, eventos, além de processo de matrícula e todo o regimento da Escola.
De acordo com a diretora do CMA, Irmã Joelma Pinto, o objetivo é intensificar a comunicação com os mais diversos públicos. “A nossa meta é reforçar cada vez mais o diálogo com os nossos alunos e mais ainda junto aos professores, coordenadores, funcionários e pais de alunos”, informou.
Ainda hoje, às 19 horas e 30 minutos, haverá uma Missa em Ação de Graças, na Capela do CMA. Até a quinta-feira, dia 11, uma série de ações envolvendo momentos recreativos, espetáculos teatrais e o lançamento do livro Brazil 2014, do professor Márcio Rodrigues.

A (in)justiça democrática do quociente eleitoral na eleição para vereador em Garanhuns


Explicando rapidamente o que é o quociente eleitoral na eleição para vereador: Pegamos o total de votos válidos e dividimos pela quantidade de vagas. Em Garanhuns, esta quantidade de votos que garante um eleito foi um pouco superior a 5 mil votos. Vale salientar que ninguém sozinho alcançou esta marca, o mais votado foi Zaqueu Lins, com 2.862 votos. Assim, para se eleger vereador, o candidato precisa contar com o grupo que faz parte da sua coligação, pois cada vez que se atinge o quociente, elege-se um vereador.

É aí que chegamos ao que vamos chamar de injustiça, pelo olhar do voto individual.

Damásio ficou de fora com mais que o dobro de votação de Gil PM. Outros ficaram entre os mais votados, e não tiveram o gostinho de comemorar a vitória. 11 candidatos que não se elegeram tiveram mais votos que o policial militar. O fato se deve à falta de cauda, o nome que se dá aquele grupo de candidato que não têm votos para se eleger mas que conseguem 200, 300 votos e muitas vezes são muito bem votados, mas que não se aproximam da briga pela eleição. Estes candidatos acabam beneficiando quem está lá na frente e luta por vaga.

Alguns candidatos fazem a leitura de quantos votos precisam para se eleger por determinada coligação. Para Gil PM bastou pouco mais de 900 votos. Sivaldo Albino quando disputou para deputado precisava de apenas 20 mil votos, enquanto que Izaías precisou de mais de 35 mil eleitores. Se o garanhuense tivesse compreensão disto, talvez tivéssemos eleito os dois, pois Sivaldo não precisaria arrumar votos fora.

Damásio beirou 2 mil votos, mas junto com o médico dr. Pereira, os dois mais votados que ficaram de fora, estavam numa coligação fortíssima, com candidatos bons de votos e uma cauda sem tanta consistência. Assim, na distribuição pelo quociente, a última vaga acabou indo para outra coligação.

A coligação de partidos em que estavam Damásio e Ulisses Pereira, acabou somente fazendo dois, quando muita gente apostou que faria três garantidos e brigariam pela quarta vaga. 

O PV do Major Lucena não fez nenhum. A sua coligação foi muito fraca. Lucena teve pouco mais de 500 votos, e o outro vereador da chapa, Júnior Negrão, foi o grande fiasco da eleição, com ridículos 345 votos para quem detém um mandato e foi eleito há quatro anos com uma votação espetacular, principalmente no meio da população mais carente da cidade.

É injusto a divisão das vagas na câmara pelo quociente eleitoral? Dependendo do ponto de vista, é. Mas o processo eleitoral entende que a vaga é da coligação e não do candidato, assim, da soma dos candidatos é que se tem sua quantidade de vagas. Por isto, o grupo em que estava Gil PM fez por merecer a última vaga, e não a sua votação propriamente dita.

A questão é que o eleitor não vota na coligação, vota intencionalmente no candidato, e espera que os mais votados sejam eleitos. Simples assim.

De certo, vamos ter uma câmara quase que totalmente renovada. Voltam apenas Zaqueu, Sivaldo Albino, Gersinho Filho e Sílvio Sabino. Estarão também os ex-vereadores Audálio Filho e Cláudio Taveira. 

Portanto, sete caras novas estarão na nova Casa Raimundo de Morais: Carla Vilaço (melhor chamar a menina assim), Diretora Nelma, Haroldo Vicente, Luzia da Saúde, Alcindo, Paulo Leal e Gil PM.

E registre-se, que após uma câmara totalmente masculina, a nova legislatura contará com três representantes, de perfis totalmente diferentes, para representar as mulheres de Garanhuns.

ELEITORES QUEREM MAIS: O Agreste Meridional decidiu mudar




Até parece que a população do Agreste Meridional combinou os votos para esta eleição. O sentimento por mudança foi claro e decisivo nas eleições de dezenas de municípios, e aqui na região foi muito maior. Alguns analistas pelas ruas da cidade acreditam que o senso crítico dos eleitores evoluiu, passando a cobrar mais dos seus governantes, não aceitando mais o tipo de administração que privilegia somente o assistencialismo com recursos públicos. 

Em tempos de internet, escolas com melhores estruturas, faculdades, o desenvolvimento sócio-cultural tende a formar eleitores mais conscientes. Será que foi isso? Junte-se ainda o atolamento econômico da região em comparação ao resto do estado, a partir de Garanhuns, mas com repercussão em toda a região. A queda de FPM e má administração dos recursos foi diminuindo a dependência dos habitantes das cidades da prefeitura, assim, somente ter o controle do funcionalismo, das receitas, fornecedores e contratados, já não garantem a eleição, e em muitos casos uma reeleição tranquila.

O sentimento de mudança chegou à urna eletrônica, e o Agreste amanheceu surpreso com os resultados em vários municípios. Vale sim uma leitura mais profunda para entender o que esta população quer em conjunto. 

Talvez seja a hora de fortalecer ou reestruturar novamente a CODEAM, para que possa dar a pauta regional, pois somente os prefeitos não serão capazes de compreender o que a maioria dos nossos cidadãos deseja para o Agreste Meridional. A mensagem foi um grito silencioso, e não teve apenas um aspecto municipal, ecoou por todo o nosso território agresteiro!

Fico com a impressão que se quer administrações mais democráticas, profissionais e com os olhos voltados para o futuro, com bons projetos de desenvolvimento, que gerem oportunidades para as populações!

Análise das eleições no Agreste Meridional

O povo da região deu um recado forte no dia das eleições, reprovou a forma como se estava fazendo política no Agreste Meridional, elegendo novos nomes, reprovando antigas lideranças, algumas que comandavam seus municípios há décadas, e não reelegeu alguns dos atuais prefeitos.

Foi o sentimento de mudança que tomou contas do Agreste Meridional, e de muitas outras cidades do estado.

Esta mensagem coletiva será um dos temas das análises das eleições 2012 que começaremos a fazer aqui no blog!

O grito das urnas!

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.