CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG: CONTATO (87) 9.9988.0423

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E SAIBA MAIS

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Eduardo Campos diz que não vê problemas em aliar-se ao PT e ao PSDB

Na estratégia de manter um pé em cada canoa, o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, disse nesta terça-feira que considera "estupidez" de "muita gente do PSDB" querer negar o papel que o ex-presidente Lula teve no país. Ele não citou nomes.

Cotado para a sucessão presidencial, Campos havia elogiado um dia antes o antecessor do petista, o tucano Fernando Henrique Cardoso. Disse que FHC "deixou um legado que foi importante para o Brasil, inclusive para o êxito do governo Lula".

Em entrevista à rádio Jornal, em Recife, o líder socialista defendeu a aliança com o PT no plano nacional e com o PSDB em diversos Estados. Ele classificou a polarização entre petistas e tucanos como "uma coisa muito mais da rinha política de São Paulo do que da realidade brasileira".

"Quer dizer que você pode ter a aliança do PT com o Paulo Maluf em São Paulo, e eu não posso aqui apoiar o candidato do PSDB Elias Gomes em Jaboatão?", questionou. "Por que alguém vai ficar achando ruim?", disse ele, ainda sem citar qualquer nome.

Campos, que antes do processo eleitoral dizia apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff, agora prefere afirmar que sua decisão sobre a sucessão será tomada "no momento certo".

"Nenhum partido consegue resolver 2014 agora", disse ele, deixando claro que quer tempo para costurar sua estratégia. "Mais importante que saber perder é saber ganhar. A gente tem que ter muita capacidade política quando ganha", afirmou.

O PSB foi o partido que obteve o melhor resultado proporcional até o primeiro turno da eleição, com evolução de 41% no número de prefeitos eleitos em relação a 2008.

APOIO A HADDAD

Na entrevista, o governador revelou que o candidato do PT em São Paulo, Fernando Haddad, telefonou ontem para "trocar ideias" com ele.

O socialista disse que está disponível para gravar depoimentos e participar de campanhas de Haddad. Afirmou que não há possibilidade de mudar a posição dos filiados em relação ao apoio do ex-governador Paulo Maluf ao petista.

"A opção em relação àquela aliança nós já declaramos em um momento e não queremos criar mais problemas para uma campanha que já teve muitos", disse Campos.

"Falei com a Luiza Erundina ontem e ela está completamente integrada [à campanha]", afirmou. "Fernando Haddad é a melhor opção para São Paulo, neste momento."

CDL ofererece cursos de capacitação a funcionários do comércio

A CDLGaranhuns está oferecendo um pacote de cursos imperdíveis para melhorar o desempenho dos funcionários do nosso comércio.


Dia 11/Out/Quinta – Das 19h30m às 21h30m

R H – MARKETING DE RELACIONAMENTO
- 1º Workshop com a Psicóloga Juliana Barros:

ABRANGÊNCIA:
- Relações interpessoais com a gestão, com a equipe e com os clientes
- A importância da comunicação nos relacionamentos
- Auto-estima, atitude positiva e comportamento profissional

Dia 18/Out/Quinta – Das 19h30m às 21h30m

ATENDIMENTO QUE FAZ A DIFERENÇA
- 2º Workshop com o Prof. Carlos C. Brasil

ABRANGÊNCIA
- Sua Excelência o Cliente
- Tipos e exigências dos Clientes
- Mudanças Modernas no Conceito de Atendimento
- A Importância de trabalhar o valor e não o Preço

Dia 25/Out/Quinta – Das 19h30m às 21h30m

- 3º Workshop com a prof. Kedna Vanessa

ABRANGÊNCIA
- A Organização e as pessoas que nela trabalham
- Funções da Administração de pessoas
- Conflitos no Ambiente de Trabalho

INVESTIMENTOS
Pacote contendo os três workshops ………………R$ 45,00
Workshop isolado………………………………………. R$ 20,00
Pacote promocional a partir de 10 alunos…….. R$350,00

O retorno do resultado no desempenho dos participantes será percebido.
Confirme logo a participação dos seus funcionários, pois o nosso espaço é limitado.


Câmara de Dirigentes Lojistas de Garanhuns
Praça João Pessoa – Centro
(87) 3762-7181

O que vai acontecer ao Instituto Ponte do Desenvolvimento que fraudou todas as pesquisas?


Magno Martins foi acusado de tendencioso, para ser mais suave nas acusações que sofreu em Garanhuns, quando divulgou a pesquisa que fez com o Instituto Opinião em nossa cidade. Seus números acertaram em cheio, e não apenas por aqui, mas em quase todos os municípios onde estiveram presentes. Martins depois disse que as acusações que sofreu foram covardes.

O DatAgreste, de Audálio Filho foi impressionante, acertou na mosca, e fazia pesquisas semanalmente, infelizmente não podia publicar, por escolha de seu responsável, Audálio Filho.

Mas duas pesquisas deram o que falar. Primeiro a de Antônio Lavareda, Ipespe, que botou fogo no final da eleição apontando uma diferença irreal de apenas cinco pontos a favor de Izaías. Acabou animando os correligionários de Zé da Luz que apostaram tudo nos últimos dias.

Mas nenhuma foi tão surreal quanto as do Instituto Ponte do Desenvolvimento. Os números manipulados nunca corresponderam com a verdade. E pior, acabaram prejudicando quem delas se utilizou. Vejam três exemplos:

1. Correntes.
Júnior Lúcio, candidato a reeleição, apontado com quase 70% dos votos, praticamente eleito e com larga margem, acabou acreditando na vitória, acomodou, deixou a cidade com alto índice de abstenção e foi surpreendido com a derrota por apenas um voto. A pesquisa foi tão ridícula que o juiz proibiu sua veiculação.
2. São João
Situação parecida com Correntes, aliás, tão parecida que até os números foram praticamente os mesmos. parece que o IPD não se deu ao trabalho nem de fazer a pesquisa, escolheu os números no escritório mesmo e mandou publicar. Foi a única cidade que a justiça autorizou a publicação da pesquisa do instituto.
3. Garanhuns
No panfleto jogado nas ruas anunciava a frente de Zé da Luz com 44% contra 38% de Izaías. Um absurdo comparado ao resultado final que deu 58% a 35%, para o deputado.

Claramente as pesquisas foram fraudadas no intuito de favorecer candidatos, mas o tiro saiu pela culatra, pois nos dois primeiros casos acabou por gerar uma acomodação de última hora, e em Garanhuns, além de enfrentar a justiça, que colocou uma nota de rádio que era veiculada de 15 em 15 minutos, ainda fez muita gente perder dinheiro, aliás, muito dinheiro, não acreditando que a frente de Izaías seria tão grande.

O IPD foi irresponsável, buscando influenciar na eleição, mas acabou prejudicando muito mais a quem achava que dela se beneficiaria.

Contra a pesquisa deste IPD sou mais nossas enquetezinhas aqui no blog!

As músicas da campanha de Garanhuns

Fábio Agnes, autor da música - É 14, Juntos para mudar


Quero registrar a força de quatro músicas nesta campanha. Começarei pela que achei mais bonita. Foi a que Maciel Melo fez para Izaías. Um forró animado, com uma letra perfeita, daquelas de levantar qualquer campanha.

A mais popular foi o "Faça o 31" de Messias Santiago, que deu o recado direto e pegou, as pessoas ficavam com ela na cabeça.

A música de Silvino foi maravilhosa, quando começava "Eu amo Garanhuns..." o subconsciente da gente completava "por isso eu quero Silvino de novo...".

Mas ao final prevalesceu  "É 14... Juntos para mudar... É preciso acreditar"... A versão infantil também ficou muito legal, pois deu ternura à campanha.

No domingo, quando cantávamos na avenida, todo mundo cantava junto! Vale registrar que a música é do Fábio Agnes. O cara é daqui de Garanhuns.

Para vereador, exceto uma ou outra melhores produzidas, a grande maioria era de péssimo gosto, paródias mal feitas de músicas populares.

Convite para ordenação de 4 diáconos da Diocese de Garanhuns

Fazenda da Esperança realiza grande evento

Rafael Brasil comenta derrota de Zé da Luz em Garanhuns

Professor da Rede Pública, e de Ciências Políticas, inclusive fui seu aluno na FDG-AESGA, Rafael Brasil, filho do ex-prefeito de Caetés, que tem mesmo nome, faz parte há anos do grupo de resistência ao clã de Zé da Luz na cidade vizinha, e durante todo este tempo fez críticas contundentes à atuação do ex-prefeito de lá que veio disputar em Garanhuns.
Agora, em mais uma análise, Rafael explica que a classe média de nossa cidade derrotou o projeto do ex-prefeito de Caetés. Confira:

Nunca, ao que sabemos, a política de Garanhuns foi tão vinculada a de Caetés. O senhor José Luiz Sampaio, pretenso oligarca permanente de Caetés, quis entrar na política regional. Primeiro como candidato a deputado, depois como candidato a prefeito de Garanhuns. A base política dele sempre foi o que chamamos de lumpesinato, (os pobres e miseráveis, que vivem a nível de subsistência) e em Caetés, as parcelas mais miseráveis da população do campo.

Ele trouxe sua política clientelista de Caetés para a periferia de Garanhuns, também miserável.

Perdeu para a classe média, pois , sendo esta mais esclarecida e majoritária, e sabendo dos horrores de sua administração da pobre Caetés, não votou nele. Em outras palavras, sua nefasta prática política e administrativa em Caetés foi fundamental para a sua derrota em Garanhuns. Claro, a competência da classe política em se unir, para evitar sua possível vitória na cidade, foi de fundamental importância, mas o processo de desconstrução de sua candidatura partiu do mau exemplo da pequena Caetés. Bem feito. Ele colheu o que plantou.

Neste sentido, minha análise estava correta. Sua derrota foi selada com a desistência de Silvino, que dividia com Izaías o voto da classe média. Como a maioria do povo da cidade é, pelo menos ideologicamente falando, de classe média, sua derrota era certa. Só faltou confirmar.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.