PERNAMBUCO EM AÇÃO

PERNAMBUCO EM AÇÃO
Clique na imagem

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Tigre e Santa Cruz treinam na hora do almoço para a final do Pernambucano de Futsal


A rotina é igual. Os dois finalistas do Campeonato Pernambucano de futsal adulto 2012, Tigre, de Garanhuns, e Santa Cruz, utilizam o horário do almoço para treinar. E dependendo do ritmo das atividades, sentar e degustar um saboroso prato fica somente na imaginação. Os compromissos extraquadra – trabalho e faculdade, na maioria das vezes – têm hora para o reinício. Então, um rápido lanche acaba salvando o dia. A fome de gols é ainda maior entre os dois times. O primeiro duelo está marcado para hoje, às 20h, na quadra do Arrudinha. O segundo só ocorre na outra quinta-feira, no Sesc de Garanhuns.

O elenco do Tigre, atual tricampeão estadual, passou a usar este horário alternativo porque seu técnico, Chokito, dá aulas no curso de educação física todas as noites. O espaço usado pelo time para as atividades, a quadra do Sesc de Santo Amaro, também tinha limitações de dias e horários. Juntando esses dois fatores aos compromissos profissionais que os atletas possuem, ficou bom para todos sacrificar a refeição. “É correria mesmo. Nem sempre dá para almoçar após os treinos. Aí, um lanchinho salva. Se tudo continuar dando certo para nós, dentro da competição haverá um farto almoço depois do segundo jogo. Estamos esperando uma final muito aberta, com os dois times atacando para valer”, comentou Chokito, que está no comando da equipe desde julho de 2009.

E o apetite do time de Garanhuns parece bem aguçado. O Tigre só sofreu um empate ao longo da competição. Foi durante o segundo jogo da semifinal, quando ficou no 2 a 2 com o arquirrival Sete de Setembro. O grupo que representa o interior pernambucano está junto há bastante tempo. Jogadores saíram, mas acabaram retornando. “É o caso de Capacete (o pivô Antônio Carlos). Ele jogou pela Ulbra/RS e ABC, de Natal, e hoje está conosco novamente. Na verdade, vários jogadores saíram e terminaram voltando. Esse conjunto é muito bom”, revelou o treinador tricampeão.

Confiança coral

As duas derrotas para o Tigre - 7 a 3, em Garanhuns, e 2 a 1, em casa - não atormentam o Santa Cruz, do treinador André Maradona. Hoje, a postura do time é outra. “A confiança aumentou. O nosso time só fez crescer depois da derrota para o Tigre. Mudamos”, adiantou Maradona.

E mudou para melhor. O técnico coral vai contar com jogadores que desfalcaram a equipe nos confrontos anteriores diante do time de Garanhuns. O ala Tibúcio só esteve presente na primeira partida. Machucou-se, mas está recuperado para a final. Outro grande reforço é Nando, capitão do Tricolor. “Temos uma equipe bastante jovem e competitiva. Apenas seis jogadores são da categoria adulto. Os demais são do Sub-20. O Tigre é o favorito, mas quando a bola rola a gente tem a chance de reescrever uma nova história. Vamos para o jogo”, frisou o técnico André Maradona.

Números

Tigre: 22 jogos / 21 vitórias / 1 empate
Santa Cruz: 22 jogos / 14 vitórias / 5 empates / 3 derrotas

Mercado Público sem água

Imaginem o Mercado Público 18 de Agosto sem água, e é melhor que fique só na imaginação, mas se quiserem conferir, é só ir lá. A Compesa cortou o abastecimento.

E pelo que parece não foi somente o centro de compras popular do centro da cidade que está sem água, outros prédios da administração municipal estão na lista de corte, e o motivo é um só: falta de pagamento.

O corte se deu na quarta, 14, e repercutiu nas emissoras de rádio, principalmente no Programa de Pereira Filho, nesta quinta, feriado.

O Mercado Público recebe um grande número de pessoas por dia, que trabalham no local, fazem compras, visitam os bares, etc e tal. Além da parte de roupas e calçados, ainda tem a área de alimentos, com estivas e até carne, com os açougues no primeiro andar, e eu fico pensando naqueles banheiros sem um pingo d'água.

Jesus!

É claro que é um problema urgente para se resolver, se possível ainda na manhã desta sexta-feira.

OPINIÃO - Devem-se diminuir as secretarias em Garanhuns? - Roberto Queiroz



GARANHUNS. Na situação atual, de desprezo e abandono, em que foi colocada por pessoas que não tinham condições de exercer sua administração - pelo menos nos últimos 40 anos-, então hoje, não se pode pensar em acabar secretarias ou torná-las diretorias, o que seria o mesmo que não querer crescer. Pois estamos em um momento crítico, em que podemos ficar como está, olhando para o próprio umbigo, ou caminhar para frente e crescer como o estado de Pernambuco cresceu: investindo em educação, esporte, integração, saúde e principalmente, pensando com dinamismo nacionalmente e internacionalmente, como o Eduardo Campos fez.
 
Nesse mundo globalizado em que vivemos conta muito quem tem uma macro visão do que é ser um administrador de uma cidade como a nossa, privilegiada pela sua posição geográfica, pelo clima, pela altitude e por fatores que nos propicia pensar em sermos grandes, novamente, e como temos algumas pessoas diferenciadas, podemos aproveitá-las, usando seu potencial para alavancar uma liderança na região, em seus vários setores. Hoje um município como o nosso, tem que olhar para um desenvolvimento sustentável, e não ficar dependendo somente de verbas que devam vir do estado ou da União.
 
Será olhando para o "turismo", para os "esportes", para a "educação" ou seja, para um plano de integração que poderemos alcançar essa independência tão necessária para o nosso próprio desenvolvimento, e com isso trazer para cá recursos para desenvolver áreas estratégicas em um conjunto de soluções e mudar nossa situação de esquecidos através do conhecimento, do empreendedorismo e da inteligência. E falando mais na minha área - esportes. Temos aqui condições de sermos reconhecidos como um polo formador e de treinamento para atletas de alto nível que, para isso, se faz necessário termos uma secretaria independente para a captação de recurso ao invés de atrelá-la a outra secretaria.
 
Tenho certeza de que nosso futuro Prefeito está arregimentando ideias e pessoas competentes para isso, mesmo tendo ouvido falar que teremos que enxugar os gastos, pois estamos vivenciando uma situação grave de aperto financeiro. Contudo, em nosso modesto entender, esse é um pensamento retrogrado que trará malefícios, pois ao poupar uma pequena quantia de verba deixa de captar visibilidade e recursos em quantidades maiores.
 
Precisamos de pessoas com visão empreendedora e que conheçam a condição atual do Brasil - desta quinta (futura quarta) maior economia mundial que sonha em se tornar uma potência olímpica-, dessa forma, será investindo e não poupando, que alcançaremos o tal almejado objetivo.
 
- Roberto Queiroz - Agente Credenciado FIFA

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.