GOVERNO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

UPE realiza evento pela passagem da Semana da Consciência Negra


A Universidade de Pernambuco - Campus Garanhuns e o CEAB - Centro de Estudos Afro-Brasileiros promove nesta terça dia 20 de novembro uma atividade da Semana da Consciência Negra com um Circuito de Filmes e Palestras 

PROGRAMAÇÃO PARA AMANHÃ: 
- 9h30min – Auditório da UPE – Palestra com a Profa. Dra. Inocência Mata (Universidade de Lisboa): Colonialismo e Pós-colonialismo nas Literaturas Africanas de Língua Portuguesa. 

- 19h30min – Auditório da UPE – Exibição do filme: Quase dois irmãos. 

Evento gratuito.
.
catei do face da Klébia Sampaio.

1 milhão de brasileiros serão diagnosticados com câncer em apenas 2 anos


Nos próximos dois anos mais de 1 milhão de brasileiros serão diagnosticados com câncer. Obesidade está ligada ao desenvolvimento de 29% dos casos de câncer de útero nas mulheres e 20% dos tumores de esôfago entre os homens

Estudo realizado pela Universidade de Melbourne, na Austrália, revelou que homens com excesso de peso têm duas vezes mais chances de óbito por câncer de próstata.

Divulgado este ano, na Revista Internacional de Câncer, o estudo foi realizado com análise nos casos de 17 mil homens entre 40 e 69 anos de idade. “A obesidade é a grande epidemia do século XXI e precisamos lutar para combatê-la, pois está vinculada ao desenvolvimento e complicação de diversas doenças. A obesidade é o segundo maior fator de risco evitável para o câncer, ficando atrás apenas do tabagismo”, destaca o cirurgião bariátrico, membro da Federação Internacional de Cirurgia da Obesidade (IFSO), Dr. Roberto Rizzi.

No Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), nos próximos dois anos mais de 1 milhão de brasileiros receberão o diagnóstico de câncer.

Dos novos casos, estima-se que a doença deva atingir 50,8% dos homens, sendo o câncer de próstata a doença mais comum entre eles.

Levantamento da Sociedade Americana do Câncer diz que um terço das mortes por câncer são relacionadas à obesidade.

Publicação do Instituto Nacional do Câncer (Inca), órgão vinculado ao Ministério da Saúde, diz que a redução dos níveis de obesidade no país pode evitar 19% dos casos da doença. “A população brasileira infelizmente está seguindo a tendência internacional e está a cada dia mais gorda. Além do câncer, a obesidade é fator de risco para outras doenças, como hipertensão, diabetes e problemas cardiovasculares”, destaca Dr. Roberto Rizzi.

De acordo com o Inca, a prática de atividade física e uma alimentação saudável podem reduzir em 63% os tumores de boca, faringe e laringe. O controle da obesidade pode fazer com que o câncer de mama tenha sua incidência reduzida em 30%. “Temos que repensar nossa alimentação, pois ela pode ser fator de proteção ou aumentar os riscos de desenvolvimento do câncer. Precisamos aumentar o consumo de frutas, fibras, verduras, legumes e peixes e deixar de lado alimentos ricos em açúcares e gorduras saturadas, como refrigerantes e alimentos industrializados”, diz Dr. Rizzi.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que a obesidade já atinge mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, pelo menos 3,5 milhões de pessoas estão em estado de obesidade mórbida, ou seja, estão com pelo menos 40 quilos acima do peso corporal ideal.

Por conta do crescimento da obesidade, o Brasil tem registrado um aumento no número de cirurgias bariátricas, popularmente conhecida como redução do estômago, que é indicado no tratamento da obesidade mórbida. No ano de 2010 o Brasil realizou 60 mil cirurgias.

A diminuição do tamanho do estômago para perda de peso é recomendada quando o índice de massa corporal (IMC) é maior que 40 em pessoas com idade superior a 18 anos, sejam homem ou mulher. O procedimento pode ser recomendado, ainda, se o IMC estiver entre 35 e 40 e o paciente em questão tiver diabetes, hipertensão arterial, apnéia do sono, hérnia de disco ou outras doenças associadas à obesidade. “A cirurgia bariátrica é a última opção para o paciente que já tentou, sem sucesso, reduzir peso por métodos tradicionais. O padrão de qualidade da cirurgia é muito alto no Brasil, temos excelentes equipes e a taxa de mortalidade é muito baixa”, ressalta Dr. Rizzi.

Homem x Mulher

A obesidade interfere de forma diferente em homens e mulheres no desenvolvimento do câncer. Segundo relatório Saúde Brasil, desenvolvido pelo Ministério da saúde, a obesidade responde por:

No sexo feminino

• 29% dos casos de câncer no útero.
• 26% dos casos de câncer de esôfago.
• 16% dos casos de câncer de rim.
• 14% dos casos de câncer de pâncreas.
• 14% dos casos de câncer de mama.
• 1% dos casos de câncer de colorretal (intestino grosso).

No sexo masculino

• 25% dos casos de câncer de pâncreas
• 20% dos casos de câncer de esôfago
• 10% dos casos de câncer de rim
• 8% dos casos de câncer de colorretal
.
com a dica da Fátimas Farias./ jan/2012

Audálio Filho quer acabar com a reeleição à mesa diretora da Câmara de Vereadores

Enquanto tenta viabilizar sua candidatura a presidente da Câmara de Vereadores de Garanhuns, Audálio Filho, que retorna à Casa Legislativa, tem dito abertamente que mesmo que não venha a exercer a presidência, vai tentar acabar com a reeleição aos cargos da mesa diretora, coisa que vem sendo permitida atualmente.

Segundo Audálio, a reeleição tem sido prejudicial à Câmara pois não democratiza as funções e impede a criação de novas lideranças para o município.

É realmente interessante, pois a cada dois anos a Casa Raimundo de Morais teria uma nova direção.

Enquanto isso, na Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa está indo para a terceira reeleição. Depois de Romário Dias, ninguém mais teve a oportunidade de presidir a Casa Legislativa do Estado, que não o pedetista, com o apoio integral do Palácio.

Natal de Garanhuns começa a ser montado pela CDL


A Câmara de Dirigentes Lojistas de Garanhuns já está nos últimos preparativos para iniciar mais uma edição do Natal dos Sonhos, que teste ano acontece no período de 8 de dezembro de 2012 a 8 de janeiro de 2013.

O Projeto contemplará a decoração e iluminação com a temática natalina nas avenidas santo Antônio e Rui Barbosa voltada para o resgate da valorização do humanismo e sentimento peculiares a esta época.

Um outro aspecto vivenciado pela decoração deste ano é o encantamento das famílias através da observação e até mesmo da participação na programação cultural, que deverá ser vivenciada paralelamente ao projeto em diversos locais da Cidade, a exemplo do espaço hora literária, o qual será desenvolvido na praça Tavares Corrêa, ponto que abriga um dos maiores atrativos turísticos no Município, o tão conhecido Relógio de Flores. Neste espaço o artista Valdir Marino receberá uma série de convidados no trabalho Contos e Encantos do Natal.

A proposta decorativa será oficialmente inaugurada no dia 8 de dezembro com a apresentação da Cantata Natalina “Anjos que Cantam”, apresentada pelo Grupo Diocesano de Artes no espaço aberto do Seminário São José, localizado na Avenida Rui Barbosa.

Para o presidente da CDL Garanhuns, Fernando do Couto Soares o Natal deste ano será especialmente encantador. “A equipe da CDL Garanhuns este ano superou-se em dedicação e empenho para que tenhamos uma decoração natalina à altura da respeitabilidade e reconhecimento turístico que a cidade representa em todo o estado de Pernambuco”, informou.

Couto destacou ainda que parcerias com outras instituições, como o SEBRAE, FIEPE, ACIAGAM, UNICRED AGRESTE MERIDIONAL, MANO IMÓVEIS, CAFÉ OURO VERDE, BONANZA SUPERMERCADOS, CAIXA ECONÔMICA FEDERAL e tantos outros foram essenciais para a construção de um projeto de sucesso como deverá ser este em 2012. Além das empresas, outro apoio significativo ao natal dos Sonhos desde o ano passado foi o do deputado estadual e prefeito leito de Garanhuns Izaías Régis.

Em breve todo material informativo do Natal Encantado deste ano será lançado e exposto a população, inclusive com a montagem, que esta programada para ser iniciada nesta segunda-feira, dia 19 de novembro.

CAPOEIRAS E ANGELIM: Expectativa por decisões do TSE


Há na região dois municípios que estão de olho no Tribunal Superior Eleitoral - TSE. O primeiro é Angelim, que teve indeferido o registro da candidatura de Marco Calado, atual prefeito, que foi reeleito em 7 de outubro. Na decisão do Ministro que recebeu o processo, Marco foi considerado inelegível. Assim, a situação de momento é por uma nova eleição, já que obteve maioria absoluta dos votos contra seus adversários. Porém, a coligação que apoia o prefeito recorreu e levou o debate para o Pleno do TSE, ou seja, agora a decisão será proferida pelo conjunto dos ministros.

O outro município é Capoeiras, com situação parecida, mas ainda falta a primeira decisão ministro que recebeu o caso, ou seja, creio que qualquer resultado de sua parte, vai acabar também descendo para a decisão colegiada.

Aguardam-se ambas as decisões para esta semana, porém, a de Capoeiras, como ainda cabe recurso, deve se arrastar ainda por mais alguns dias. Aliás, caso Neide Reino também seja considerada ficha suja e perca sua eleição, neste caso o segundo colocado, Luís Claudino - Dudu, assume, pois a eleita não obteve maioria absoluta dos votos válidos.

Artigo - A MORTE PLANEJADA - Gláucio Veras



Volto sempre a me recriminar quando, tocado pela realidade,perco o controle da vontade e torno a recriminar o que me prometi – em vão – “deixar pra lá” por pura desesperança.
Esses dias, em um dos raros momentos de mergulho na realidade próxima oferecido pelos meios eletrônicos, li relato de um velho amigo falando sobre o desmonte do velho Hospital Osvaldo Cruz, ligado visceralmente à Faculdade de Ciências Médicas de Pernambuco desde os seus tempos de FESP, “meus tempos”, portanto, antes de se tornar UPE.
Diante desta dolorosa notícia, relembrei automática e imediatamente dos idos dos anos 70, onde o Hospital Osvaldo Cruz viveu – digamos – o seu auge!
Detinha uma atuante reitoria, uma excelente direção tanto do Hospital quanto da Faculdade, e a maioria dos seus Serviços eram dirigidos, ainda, pelos fundadores da Faculdade – de maneira que existia garra e honra envolvidos na manutenção da Faculdade e do Hospital – e não apenas a “gestão”, como hoje se costuma dizer.
Os Serviços, como já disse, se destacavam. Era o velho : Luiz Carvalho Tavares da Silva, excelente cirurgião cardíaco, a conseguir doações e a implementar a cirurgia cardíaca no HOC iniciando uma era de ponta na tecnologia e no ensino.
Eram os velhos Professores que fizeram a história da Instituição, como Waldemir Soares de Miranda José Pandolfi, Ulisséa Pereira Vianna, Antônio Cesário de Melo, José Constantino da Silva Júnior, Rinaldo José Soares de Azevedo, Fernando José Rodrigues Soares de Azevedo, Luiz Gonzaga Vieira Regueira, Nagib Assi, Hugo José da Cunha Oliveira, Clóvis de Azevedo Paiva, Paulo de Queiroz Borba, Leduar Figueiroa de Assis Rocha, e assim, todos os outros de quem me lembro e que vou parar de citar para não cometer o pecado de deixar alguém de fora desta memorável lista.
Pois bem: do auge a queda, não se passou tanto tempo.
Hoje o HOC faz notícia, não pela manutenção da sua excelência em serviços, mas por mostrar a ameaça que sofre – inclusive de ser fechado dado o seu estado de miserabilidade.
O que acho pior, é a sensação de que este estado de miserabilidade se me afigura ser uma situação calculada, medida e programada, justamente por aqueles a quem cabia evitar este desfecho.
Não é desconhecido que o Estado de Pernambuco, de forma insidiosa, há tempos que desarma a sua estrutura estatal de saúde, delegando-a, aos poucos, à administração privada através de uma Fundação gerida e do maior interesse particular do seu secretario de saúde.

A Fundação IMIP, que leva inclusive o nome da mãe o secretário, aos poucos engole as verbas destinadas a administração dos Hospitais públicos de Pernambuco e, com o complacente silencio de todas as Entidades Médicas, vai englobando administrativamente hospital após hospital.
Um desmonte do HOC, a quem poderá interessar? Quem deverá assumir dando ares de administração extra estatal, recebendo milhões de reais para administrá-lo “a seu gosto”, fugindo da regra Constitucional do Art. 196, onde AINDA se lê que “A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.”


Para tal, aproveitam-se os “amigos do Rei”  de uma imensa brecha, também constitucional, contida já no artigo seguinte, o Art. 197, quando determina a seguir QUE:”São de relevância pública as ações e serviços de saúde, cabendo ao poder público dispor, nos termos da lei, sobre sua regulamentação, fiscalização e controle, devendo sua execução ser feita diretamente ou através de terceiros e, também, por pessoa física ou jurídica de direito privado.”
Portanto, nada melhor do que premiar amigos “dentro da Lei” – do que “justificar” uma repassagem de serviços que passarão a ser rentáveis, quando estes foram reduzidos à míngua por uma política de saúde destinada a premiar amigos...

Sim, premiar! Porque nenhum dos Hospitais repassados para a administração privada estão “apresentando prejuízos”, e seus administradores privados e fundacionais não são “bonzinhos” e estão a amargar o repasse de um abacaxi...


Assim, explorando de brecha em brecha, procuram os tais gestores da Res publica “desmanchar” uma das “falhas” contidas na Constituição de 1988, que foi a garantia estatal do Direito à Saúde.


Ninguém se espante quando da próxima revisão constitucional, tal empecilho for jogado pela janela pelos “gestores modernos”, que no intuito de privilegiar seus amigos e prováveis financiadores políticos atuarem neste sentido: se livrarem do lastro da responsabilidade estatal.


O pior que assistimos, é a passividade das entidades médicas, ao assistirem tais medidas sem desencadearem nenhum tipo de violento protesto, de grande mobilização em todos os níveis. Reclamam, sim. Mas apenas para não serem acusadas de completa omissão. Trocam a ação pela letargia quase total, adotando ações ineficazes, mas “livrando a cara”... pois não é bom brigar com poderosos.


Enfim: o que fazer? Que atitude adotar para que entendam que o cargo administrativo não equivale a uma procuração em branco, determinando ao seu detentor o poder sem limites?


No meu entender, é simples: um, quer ser Presidente. 
Outros, querem se manter nos seus postos. 
TODOS dependem de VOTOS!
Os VOTOS, AINDA SÃO NOSSOS!

A RESPOSTA ESTÁ DADA....
.
Gláucio Veras

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.