GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

domingo, 17 de março de 2013

GRE Agreste Meridional promove formação para 1500 profissionais da Educação‏


A Gerência Regional de Educação do Agreste Meridional (GRE-AM) realiza na próxima terça (19) o I Encontro de Formação de Professores do Agreste Meridional, com o tema “Educação do Século XXI: A Escola promovendo Inovação, Conhecimento e Protagonismo”. 

O evento reunirá cerca de 1500 profissionais da área e contará com apresentação cultural, mesa redonda, mostra pedagógica e palestras sobre temas atuais ministradas por especialistas no assunto.

Segue em anexo release e demais peças de divulgação do evento.

Local: Metroplaza (Garanhuns)
Data: 19 de março de 2013
Horário: das 8h às 13h30

A ação representa o compromisso e o cuidado da GRE-AM com os educadores que integram a rede estadual nos 23 municípios associados ao Agreste Meridional, entendendo a importância de promover acesso à informação e manter os profissionais que trabalham com a Educação constantemente capacitados e atualizados sobre as novas tendências da área.

Para mais informações, entrar em contato com a Unidade de Desenvolvimento de Ensino (UDE) através dos telefones: (87) 3761-8408/ 3761-8410.

Leitor envia sugestão para melhorar o trânsito em Garanhuns

Olá Ronaldo, 

Aproveitando esta fluência de ideias em nossa sociedade para o trânsito gostaria de colaborar com duas sugestões:

1ª Ideia - Na Sátiro Ivo pensei da seguinte forma: seria mais ou menos como na boa vista onde os carros que vêm sentido RURAL-CENTRO pegam descendo na DOCE MEL, para a Rua São Miguel.  Na Sátiro Ivo poderia ser quem vem sentido CAETES-GARANHUNS pegar descendo na rua que vai dar no CERU, a Julião Cavalcanti,  e a partir dai, direto até a Rua Sete de Setembro e o centro da cidade... E a Sátiro Ivo, em sua grande maioria, seria para os veículos que estariam no sentido GARANHUNS-CAETÉS

2ª Ideia - Os guardas de trânsito estão muito centralizados entre as ruas principais do centro. Porque não deslocalos, não todos mas alguns, para as ruas principais das zonas perifericas ? Rua do Corrente? (Pouco espaço e muito trânsito) Duque de Caxias ? Sátiro Ivo ? (Tá horrivel... precisa urgente organização...)

Diego.

Veja o vídeo do Harlem Shake no Relógio das Flores em Garanhuns


Olha o Harlem Shake que a galera jovem fez no Relógio das Flores. Organizado pelo Rodrigo César e a Jaqueline Gomes, contou com mais de 500 pessoas, e além da festa, foi gravado e colocado no youtube, onde já tem mais de 1500 acessos.

Harlem Shake é essa mania aí, que tem se espalhado pelo mundo todo. Se quiserem ver mais, é só ir no youtube, aliás, tem um meme de mulheres nuas dançando, mas sem pornografia.

Trata-se de unir música, jovens e alegria, numa coisa meio amalucada mas muuuito divertida. Melhor assim!

Vejam como o próprio Rodrigo explica o evento:


Rodrigo CésarRonaldo, bom dia!

Tudo começou como uma brincadeira. Havia visto alguns vídeos sobre Harlem Shake na internet e achei divertido. Comentei com minha amiga Jaqueline Gomes via Facebook e lancei a idéia que deveríamos fazer aqui na cidade, para divulgarmos Garanhuns, mas sem pretenção de fazermos de fato, apenas como brincadeira.

Ela pegou a idéia como verdade e me incentivou. Criei o cartaz, postei em meu facebook divulgando horário e local para ver a reação das pessoas.

Confesso a você.... achei que teria umas 20 pessoas, mas o negócio tomou uma proporção inesperada. Ao chegar no local, uma hora antes do combinado, já tinha muita gente e isso me assutou. Confesso que tive vontade de desistir, mas não poderia deixar as pessoas que foram para o local com toda boa vontade.

Resumindo:
O Harlem Shake Garanhuns foi um sucesso. Terminamos tudo às 21:15 sem maiores problemas. Vi pessoas com seriedade, trabalhando pra que tudo desse certo, bem como, vi pessoas que foram até lá participar da brincadeira com muita responsabilidade. É isso aí, mais um vídeo para o youtube para mostrar o que a cidade tem de melhor: a alegria do seu povo, mostrando o orgulho que tem por esta cidade serrana que é Garanhuns, em um de seus pontos turísticos mais importantes: o Relógio de Flores.

Gostaria de agradecer a Jaqueline Gomes que organizou junto comigo e ao amigo Henrique Albino que se prontificou a filmar e editar o vídeo.

Parabéns a TODOS NÓS!

Diário de Pernambuco faz grande reportagem sobre Nivaldo Tenório


Escritor Nivaldo Tenorio lança livro de contos Dias de Febre na Cabeca. Credito: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press.
Escritor Nivaldo Tenorio lança livro de contos Dias de Febre na Cabeca. Credito: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press.

Em 1970, o ex-presidente Lula já havia deixado Garanhuns há 18 anos, e dava os primeiros passos como sindicalista no Sudeste do país. Enquanto começava a jornada de um dos políticos mais populares dos últimos tempos, no município do Agreste pernambucano nascia um conterrâneo anti-herói. Também de origem pobre, pais semianalfabetos, o aluno repetia de ano sistematicamente. No fim da adolescência, detestou o Exército. Por necessidade, tentou ser policial. Acabou se tornando bombeiro e, com o avançar da idade, habilidoso escritor.

A simpatia de Nivaldo Tenório o aproximou de autores consagrados, como Ronaldo Correia de Brito e Raimundo Carrero, de quem recebe elogios rasgados pelo talento e originalidade. Se por um lado o garanhuense soube se apadrinhar nas andanças pelo Recife, foi igualmente capaz de se associar a potenciais escribas da terra, com quem criou o zine literário u-Carbureto e, posteriormente, selo editorial com o mesmo nome. No fim do ano passado, a cooperativa publicou o quinto livro, Dias de febre na cabeça (112 páginas, R$ 25), uma densa e obscura coletânea de contos.

A obra reflete com precisão a personalidade quase secreta de Nivaldo Tenório, pessimista e ateu inconformado com a morte. Foi escrita e reescrita incansavelmente nos últimos anos, tempo suficiente para apurar no texto a dor da existência humana e a falta de opções diante do destino. “Estamos fadados ao mais completo e irremediável fracasso. Um dia a gente vai ter câncer na próstata e morrer”, resume.
Sem exceção, as histórias trazem personagens sofridos, em situações de luto, cansaço, dor, tragédia, agonia. “São contos dolorosos. Queria um livro com unidade, então todos estão em uma situação limite. Minha razão para escrever é falar do humano. E nesse sentido não sou alegre. Viver é muito doloroso. Nós estamos em uma encruzilhada”.

Quanto à relação entre literatura e a carreira no Corpo de Bombeiros, alega dupla identidade, tal qual Super-Homem e Clark Kent. Há 23 anos na corporação, o primeiro-sargento Tenório, como é conhecido, não se arrisca mais no combate ao fogo. Sem atos heroicos, o trabalho administrativo de meio período é respaldo para exercitar a verve literária, segredo bem guardado dos colegas. “Nunca me senti militar. Alguns amigos se consideram verdadeiros salvadores, guerreiros. Eu não. Me sinto funcionário público”, confessa.

Leitor voraz de autores russos como Liev Tolstói e Fiódor Dostoiévski, é também admirador de Philip Roth, Jorge Luis Borges, Julio Cortázar, Guimarães Rosa. Embora tenha fôlego para consumir obras imensas, costuma sair em defesa das histórias curtas. “Ninguém chega para um poeta e diz para ele escrever uma epopeia. Mas para o contista tem que dizer para ele escrever um romance”, compara.

Na estante com mais de 2500 livros, aparentes contradições. Lado a lado, estão Deus, um delírio (considerada obra essencial para o ateísmo), de Richard Dawkins, o Alcorão (“livro terrível, de causar pesadelos”), a Bíblia Sagrada (“adoro e leio muito, embora seja um monte de mentiras”). 


SERVIÇO

Dias de febre na cabeça, de Nivaldo Tenório 
Páginas: 112 páginas
Preço: R$ 25
Vendas pelo e-mail editora@u-carbureto.com.br


 DEPOIMENTOS >>>>
Edvaldo Rodrigues/DP/D.A Press. Fotos do escritor Ronaldo Correia de Brito.
Edvaldo Rodrigues/DP/D.A Press. Fotos do escritor Ronaldo Correia de Brito.

“Fiquei muito surpreso com a qualidade do texto . O conto Quebra-cabeça, mesmo com alguns problemas, é muito bom, de maneira que revela o escritor. Você vê que ele sabe escrever um conto, conhece os mistérios do conto, conhece literatura. Nivaldo escreve coisas extraordinárias. É impressionante como cria um mundo tão sombrio, hipocondríaco, tão suicida. É um niilista.”

RONALDO CORREIA DE BRITO



Escritor Raimundo Carrero. Crédito: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press.
Edvaldo Rodrigues/DP/D.A Press. Fotos do escritor Ronaldo Correia de Brito.


“Nivaldo foi ao encontro do limite humano. Deixou que seus personagens sentissem o peso da existência. Essa existência que tem hora para acabar. Dias de febre na cabeça emociona o leitor pelo que tem de qualidade literária. É no sentido do absolutamente humano que se encontram as histórias e os personagens do livro. Nivaldo consegue ir muito adiante. Consegue avançar seu projeto literário.”

RAIMUNDO CARRERO


Alcindo pede creche para o Bairro José Maria Dourado (Brahma)



Um dos Requerimentos apresentados e aprovados nesse mês de Março do Vereador Alcindo Correia foi a implantação de uma creche para o Bairro José Maria Dourado (BRAHMA). 

Creche é um espaço assistido, para o cuidado de bebês e crianças até 3 anos, que ainda não tem idade para frequentar o maternal-escola. Pedagogos responsáveis administram a rotina da criança promovendo o desenvolvimento cognitivo e motor, com os devidos cuidados necessários de higiene e bem estar para cada criança acompanhando a idade.

"Nossa preocupação vai além do assistencialismo. As creches fazem parte do contexto educacional. É nelas que a criança irá desenvolver as primeiras habilidades e capacidades, que a tornará capaz de desempenhar seu papel de aluno no futuro", salienta Alcindo.

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.