COMPESA

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

quinta-feira, 20 de junho de 2013

JOVENS DE GARANHUNS PROTESTAM EM CLIMA DE FESTA E PAZ


Foi realmente impressionante! Milhares de pessoas, principalmente jovens, tomaram as ruas de Garanhuns para protestar sobre os mais variados problemas da vida brasileira. A saída contou com pouco mais de três mil pessoas, chegou facilmente aos 5 mil ao longo do caminho, e há quem contabilize quase dez mil quando a passeata chegou ao centro da cidade e em frente da prefeitura.

Os manifestantes demonstraram todo o descontentamento com serviços públicos, impostos, mídia, congresso nacional, etc. Sempre em clima de paz. Exemplar, o recado foi dado e cabe às autoridades competentes ouvirem o clamor das ruas!

A manifestação também se dirigiu à administração municipal. Vi cartazes com recados diretos. Um sobre os centavos da passagem de ônibus. Uma faixa lembrava o aumento na Taxa de Iluminação Pública, e por fim, o principal momento foi de frente ao Palácio Celso Galvão.

Catei a foto do Blog do Carlos Eugênio.

Pesquisa mostra crescimento das indústrias pernambucanas


O faturamento das indústrias pernambucanas subiu em 18% em abril deste ano comparado ao mês anterior. Os dados são da pesquisa Indicadores Industriais divulgada pela Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas (UEP) da FIEPE nesta quinta-feira (20).

Alimentos e Bebidas foi o setor que influenciou o crescimento no faturamento em abril. O aumento das vendas do setor, em cerca de 60%, no comparativo com março, se deu pelo maior número de exportações da safra que atingiu a maturação no fim do verão. Esse aumento ofuscou pequenas quedas de faturamento em outros setores, como o de produtos químicos e máquinas, aparelhos e materiais elétricos.

A pesquisa apresentada pela UEP também divulgou que a massa salarial sofreu retração de 4,6%, puxado pela diminuição, embora muito pequena, nas horas trabalhadas no período e também pelo recuo de 0,3% em relação a março deste ano.

MAIS IMAGENS DA MANIFESTAÇÃO POPULAR EM GARANHUNS








NOVAS IMAGENS DA MANIFESTAÇÃO POPULAR EM GARANHUNS










PRIMEIRAS IMAGENS DA MANIFESTAÇÃO POPULAR EM GARANHUNS













Cerca de três mil pessoas concentraram e saíram do parque Euclides Dourado agora a pouco na grande manifestação popular que tem tomado também as ruas das principais cidades brasileiras. Jovens, principalmente, cantam o Hino Nacional e carregam cartazes com as mais diversas reivindicações. Melhora da saúde, contra Marco Feliciano e sua cura gay, a Rede Globo, passagens de ônibus, etc.

Já na saída o grupo foi se multiplicando. Pessoas vindo de todos os lugares, estudantes, trabalhadores, etc... Muitos com os rostos pintados com as cores da bandeira do Brasil. A de Pernambuco também está muito presente. Em coro, estudantes criticavam também o governo municipal e a redução considerada irrisória da passagem de ônibus. Mandaram enfiar os R$ 0,10 no SUS.

Neste momento na Rua XV de Novembro, os manifestantes gritam VEM PRA RUA e recebem apoio das pessoas nos estabelecimentos comerciais e residências. Acredito que a caminhada chegue ao centro da cidade com mais de cinco mil pessoas.

A manifestação é pacífica, a polícia acompanha e a festa está bonita.

Praticamente toda a imprensa da cidade, rádio, TV, jornais e blogs acompanham a manifestação!

Em instantes mais fotos.

Garanhuense que iniciou depredação da Prefeitura de São Paulo está arrependido

Manifestante é procurado pela polícia de SP. Foto: Michel Filho

SÃO PAULO - A polícia deteve nesta quinta-feira Pierre Ramon Alves de Oliveira, estudante de Arquitetura que protagonizou as cenas iniciais de depredação em frente à prefeitura de São Paulo, na noite de terça-feira. Ao saber que estava sendo procurado, Ramon se entregou e foi levado para o Departamento de Investigação sobre o Crime Organizado (Deic), onde chorou durante o depoimento, enquanto contava como foi avisado de que a polícia estava no seu encalço desde a madrugada.

A polícia pediu a prisão preventiva do rapaz, mas a Justiça negou. Ao sair da delegacia, após nove horas detido, Ramon admitiu que cometeu um erro e afirmou que está disposto a arcar com as consequências de seus atos:

— Queria pedir desculpa aos integrantes do Movimento Passe Livre. Eu sei que estava errado. Quero dizer que vou arcar com os prejuízos que causei, eu vou pagar. Cada centavo. Vou trabalhar para isso. Vim de aqui de cara limpa. Confessei, não me mascarei. E peço que quem nunca errou na vida que atire a primeira pedra. Eu queria pedir a todas as pessoas que cometeram atos de vandalismo que se apresentem. Quero deixar claro também que não coloquei fogo no carro da Record - disse ele.

Ramon foi o alvo dos flashes, na quarta-feira, enquanto desafiava policiais e dava pontapés numa das portas de vidro da prefeitura, que acabou quebrada.

À procura do jovem, os policiais receberam uma denúncia anônima sobre sua identidade. Foram, então, à casa onde ele mora com a família. Ao lado dos policiais, a mãe de Ramon avisou o filho, que estava a caminho do trabalho, junto com o pai, numa pequena empresa de transporte. O estudante parou num posto de gasolina e ligou para a polícia, que chegou minutos depois.

Segundo o chefe da Divisão de Crimes Contra o Patrimônio, Antônio de Olim, o rapaz será indiciado por dano ao patrimônio, lesão corporal e formação de quadrilha.

— Ele é arrogante. Chegou à manifestação todo fortinho, lutador de jiu-jítsu, achou que era o dia dele e saiu quebrando tudo — disse Olim.

Nascido em Garanhuns (PE), cidade do ex-presidente Lula, e morador da Penha, bairro de classe média da capital, o rapaz de 20 anos teria ficado nervoso quando, segundo seu advogado, foi atingido por spray de pimenta.

— Ele tomou spray de pimenta na cara e ficou revoltado. E ele ficou ainda mais nervoso quando percebeu que estava na luta sozinho, isolado na frente de todo o mundo. Ele chorou e se arrependeu — disse o advogado Gerson Dellani.

Leia mais sobre esse assunto em 


A TROPICANA faz a festa do ProJovem Urbano em Garanhuns


FIFA ameaça cancelar a Copa das Confederações

A Fifa deu um ultimato ao governo brasileiro: ou as autoridades nacionais garantem a segurança da Copa das Confederações, dos jogadores, comitivas e membros da imprensa internacional que estão no Brasil, ou irá cancelar a realização do evento.

O UOL Esporte apurou que a cúpula da entidade que controla o futebol mundial levou à presidente Dilma Rousseff o seguinte recado: se mais algum membro da Fifa, das seleções que participam da Copa das Confederações ou da imprensa internacional sofrer algum tipo de violência advinda dos protestos que tomaram conta do país, a Copa das Confederações será cancelada.

Oficialmente, a entidade e o Comitê Organizador Local negam qualquer tipo de reclamação ao Governo Brasileiro ou a possibilidade de suspensão da Copa das Confederações. A área de comunicação ligada à Presidência afirma desconhecer o assunto.

Também em virtude desta situação, a presidente da República marcou uma reunião ministerial de emergência para a manhã desta sexta-feira. Um dos objetivos do encontro é encontrar subsídios para convencer a Fifa de que é possível realizar os torneios mundiais no país em segurança.

Delegações já pedem cancelamento

Um dos motivos para que Fifa e Governo comecem a discutir medidas drásticas em relação aos eventos esportivos é o clima de insegurança que passou, a partir desta quinta-feira, a atingir as delegações que estão participando da Copa das Confederações. Os problemas mais graves ocorreram em Salvador.

Nas manifestações realizadas na capital baiana, após confrontos com a polícia nos arredores da Fonte Nova, o protesto migrou para a região do hotel onde membros da Fifa estão hospedados. Alguns manifestantes jogaram pedras sobre dois ônibus oficiais da entidade. Houve também uma tentativa de invasão ao hotel, contida pelo Batalhão de Choque.

Envie sugestões para nova Lei de Direitos Autorais

O senador Humberto Costa lançou uma consulta pública pela internet, para receber depoimentos e sugestões ao PLS 129/2012. O senador é relator deste projeto, que pretende organizar o sistema de gestão coletiva dos direitos autorais no Brasil e dar mais transparência à arrecadação, à distribuição e ao repasse dos direitos autorais. 

Artistas, produtores culturais e acadêmicos de todos o País podem enviar suas contribuições pelo endereço:

ARTIGO: Manifestação mostra politização dos nossos jovens - Por José Sales - Criança



Jovens nas ruas protestando contra injustiça, corrupção, violência e políticas sociais, devem ser tratados como sinal de vida. A Democracia não é um regime do sossego, de harmonia plena. A democracia é um sistema de conflito de interesses e de suas mediações, portanto, nem podemos ver estas manifestações como uma rebelião total, nem podemos desconhecer que algo está errado, algo está faltando.

O sentido geral do movimento não pode ser medido por ações de vandalismo de pequenos ou micros grupos, que radicalizados, aproveitam estes momentos para explodir suas intenções. O que começou com uma crítica justa ao sistema de transporte, que sendo público, é majoritariamente controlado por interesses e políticas de grupos privados, que juntos são responsáveis pelo preço caro e de um serviço de baixa, muito baixa qualidade do nosso sistema “Público” de Transporte. Mas, o grito toma outra dimensão, alertando-nos para as prioridades da sociedade brasileira, como a educação e a saúde que são de reconhecida deficiência.

É importante localizar alguns episódios deste dia, um grito latente de parte da sociedade que desperta para seu justo direito de exigir melhor qualidade de vida, melhores políticas, melhores investimentos e avanços na cidadania. A tentativa de invasão do Congresso e de Casas Legislativas, dá sequência a outros episódios recentes, como a invasão do plenário da Câmara pelos índios, que protestavam contra a ameaça de alterar a política de demarcação de terras no Brasil, bem como no passado, a invasão do mesmo ambiente pelos trabalhadores rurais do MLST e vários estudantes em 2006. 

Não estranho este novo episódio, mais cedo ou mais tarde isto iria acontecer. A agenda do Congresso tem sido a prioridade dos grupos econômicos, dos ricos do Brasil. Os interesses sociais estão sendo deturpados, como na criminosa legislação ambiental, pretendida pelos ruralistas, ou em legislações intolerantes e preconceituosas em relação a costumes e ou interesses religiosos. Este recado dado pelos jovens, ou melhor, este “conselho” dado pela juventude, é que deve ser ouvido pelas autoridades e por todos que tenham responsabilidade social e com a democracia.

Os protestos contra as coberturas destorcidas das mobilizações, como os feitos principalmente pela Globo e seus seguidores, foi também um recado direto aos interesses dos (mercado) grupos econômicos, que tentam impor uma opinião e seus interesses contra a maioria da população. Outra variante destes gritos é a rejeição a presença de partidos nos atos. Há de fato um hiato entre partidos de esquerda e essa militância emergente, já os partidos de direita por natureza, tem sempre um desprezo pelo grito rebelde dos jovens.

O ruim nisso, é que partidos como o PT, não tenham estimulado a formação política, o debate e a temática da juventude, nas suas ações programáticas e na sua organização. Numa sociedade complexa e ampla como a nossa, nem todas as bandeiras devem vir de partidos. É na luta que surgem novos atores políticos, sociais, ambientais, de costumes e valores, etc. O recado está dado também contra os gastos públicos com a Copa e a prioridade dos gestores públicos.

Por isso é mais do que justo que a proposta de 100% dos royalties do petróleo para educação. Além disso, é hora do Congresso observar a agenda política e social de sua atuação. Também é bom alertar aos oportunistas que querem ver nestas mobilizações, espaços para desgastar o governo ou tirar dividendos eleitorais futuros.

Há uma onda contra à “Política” e ao mesmo tempo há um processo de politização nesses jovens, que saem das redes sociais e ganham as ruas. Não devemos temer o grito das ruas! Pelo contrário, devemos saudar essa geração que está debutando na militância e assumindo papel político e social. Ao mesmo tempo, está tendo o aprendizado das ruas de uma sociedade capitalista e sua luta de classes, seus conflitos e confrontos. Viva a rua, “a maior arquibancada do Brasil!”

Circulação dos ônibus volta a normalidade

A manifestação de jovens na frente da garagem da São Cristóvão impediu a saída de alguns ônibus antes das 8h da manhã, e conforme prometido, a passagem dos coletivos foi normalizada após este horário.

Algumas pessoas na cidade que precisaram dos ônibus não gostaram da manifestação, pois prejudicou parte da população. Outros porém, entenderam como parte do movimento que ganhará as ruas no final da tarde!

SÃO JOÃO Alves Motos - Preços baixos para cumadre e o compadre!


AGORA: Protesto impede saída de ônibus da São Cristóvão da Garagem


Manifestantes estão agora no portão da empresa de coletivos São Cristóvão em Garanhuns, impedindo a saída dos ônibus. 

Segundo informações, a situação está tranquila, a Polícia Militar está mantendo a seguranca. O programado é que seja liberado às 8h.

É bom a população que utiliza ônibus neste horário pensar em alternativas. 

Foto e informações: Henrique Albino.

É HOJE: Garanhuns entra na Luta Nacional Contra o Aumento das Passagens e Valorização da Democracia.


Manifestantes estão se organizaram pela internet, mais especificamente pelo facebook, para ganhar as ruas de Garanhuns nesta quinta-feira, dia 20.

A concentração acontece às 16h na frente do Parque Euclides Dourado. A ideia é chegar ao centro da cidade no final do expediente comercial. No percurso tem o Centro Administrativo Municipal e finaliza de frente a Prefeitura. É bom lembrar que ao lado do Centro Administrativo têm os prédios da Câmara de Vereadores e do Ministério Público.

A manifestação está sendo chamada de Luta Nacional Contra o Aumento das Passagens e Valorização da Democracia. Segundo os organizadores, não é por centavos (do aumento da passagem), mas pela defesa de direitos. Os organizadores estão contactando entidades classistas, representativas de estudantes e trabalhadores, além dos meios de comunicação. Pedem também que os manifestantes levem cartazes e proíbem qualquer tipo de arma ou de instrumento que possa causar ferimentos, evitando violência.

Em Garanhuns, o prefeito Izaías Régis resolveu baixar a tarifa de ônibus em R$ 0,10, seguindo uma tendência nacional. Mas como a passeata tem vários motes, a decisão do prefeito não tirou o ânimo dos manifestantes de vir pra rua.

Alguns manifestantes pedem que se evitem bandeiras partidárias para que não ganhe conotação político-eleitoral.

Mais de 1.300 internautas confirmaram presença na página da manifestação no FACEBOOK, e há quem aposte em mais de dez mil pessoas..

AGORA COMIGO: Apoiamos toda manifestação pacífica que lute por direitos e pela cidadania! 

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.