CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG: CONTATO (87) 9.9988.0423

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E SAIBA MAIS

sábado, 13 de julho de 2013

Dez festivais de inverno pelo Brasil que valem a pena conhecer - UOL esquece GARANHUNS

Festival de Inverno de Campos do Jordão, transmitido pela TV Cultura


Está aí mais uma prova da falta de divulgação deste mega evento cultural que é o Festival de Inverno de Garanhuns. Mais de 400 shows nos palcos oficiais, sem contar os projetos alternativos, dezenas de linguagens culturais, oficinas, e quando a gente acha que o evento está consolidado e tem visibilidade no sul do país, vem um dos maiores portais de notícias na internet, o UOL-Universo On-Line, e simplesmente ignora nosso Festival. 

Analisando atrações de repercussão nacional, somente neste ano teremos nomes como Caetano Veloso, Ney Matogrosso, Zeca Baleiro, Elba Ramalho, Roberto Menescal, Arlindo Cruz, Chico César, José Augusto, Raimundos, Maciel Melo, Neguinho da Beija-Flor, Dado Villa Lobos, Daniella Mercury, entre tantos outros, em dezenas de polos culturais. Mas diante da imensidão do evento, podemos até ousar em dizer que as grandes atrações ficam em segundo plano.

Em recente reportagem com o título "Dez festivais de inverno pelo Brasil que valem a pena conhecer", o portal mostrou fotos de vários eventos, sendo que nove deles estão no eixo Rio-São Paulo-Minas, e somente o de Canela, no Rio Grande do Sul, foi citado. Garanhuns nem nem.

Está mais que na hora de rompermos o provincianismo e pensarmos grande. Vai gente de todo o Brasil, inclusive Garanhuns, para Campos do Jordão, Ouro Preto, Gramado, que atraem mídia e turistas. Garanhuns continua no erro de não investir na publicidade de seu evento além das fronteiras nordestinas, aliás, estamos a dez dias da abertura do festival e não tem mídia de rádio, out-door, TV ou o que mais for em canto nenhum. Não é falta de dinheiro, pois o orçamento do evento é milionário. Se não divulgamos, como podemos querer que o UOL lembre da gente? 

Temos uma programação diária, diurna e noturna, melhor que qualquer um desses festivais citados no UOL, mas para aparecermos, precisaríamos pensar grande, ir até eles, chamarmos estes mega portais para vir conhecer: o FIG. Com isto, vamos fazer, ao longo dos anos, com que as pessoas de todo o país, que tiveram acesso a esta reportagem do UOL, venham conhecer Garanhuns, como muita gente daqui vai conhecer Gramado, Parintins, Sambódromo, etc.

Precisamos também tornar nosso festival atraente para um Canal de TV por assinatura, já que não dá pra Globo, Record, SBT ou Band vir para Garanhuns comprar os direitos de transmissão do evento, tal e qual Parintins, Festival de Verão, Carnaval, etc. Tornando atrativo aos olhos nacionais, vamos receber um turista com mais cash que vai movimentar nosso trade. 

Bem que podiam trazer a TV Brasil, que tem caráter institucional e deveria cobrir os grandes eventos do país.

E seria interessante investir nas emissoras de rádio. Trazer representantes do microfone das maiores cidades do Nordeste. Creio que daria um excelente retorno, como já acontece com a Educativa FM de Maceió, que leva nosso Festival para a Terra dos Marechais.

O festival é muito grande e precisamos atrair investidores, e eles só virão quando tiverem retorno em mídia, e não somente o povo na rua. Precisamos atrair um turista que tenha dinheiro para deixar em Garanhuns para girar nossa economia durante alguns meses, o ideal seria aproveitarmos o evento o ano todo, mas ainda não aprendemos a usufruir economicamente das possibilidades fora da época do evento. A verdade é esta: Muita gente ainda vê o FIG como uma festa. Não é isso, gente! O Festival é para Garanhuns atrair recursos que vão movimentar a cidade, e quanto mais melhor, pois beneficia direta e indiretamente a população. Tem gente que está perdendo oportunidades. Por isto precisamos de uma programação sempre qualificada.

O evento tem que ser avaliado pelo resultado econômico/cultural, e não pela quantidade de gente na praça, pois para Garanhuns ele não deve ter caráter festivo simplesmente, mas sim de um grande investimento que precisa dar retorno.

Alguém pode dizer que não precisamos do turista do sul do país se recebermos os turistas nordestinos, e até concordo, mas até pra isso precisamos divulgar melhor nosso grande festival, pois as pessoas precisam se programar, as agências precisam providenciar seus pacotes, etc. Precisamos criar o interesse em quem não conhece o FIG e é nosso cliente potencial, mas que está adormecido porque ainda não foi impactado por uma boa ação de marketing do evento.

Vejam que não tratei de divulgar a programação em si, pois creio que é o próprio Festival, o evento que precisa ser divulgado com antecedência, mesmo que ainda não tenha grade. Imaginem uma campanha bem bonita do FIG nas diversas capitais do Nordeste entre os meses de abril a junho. Para isto nem precisaria divulgar a programação, basta dizer o que eles vão encontrar aqui. Da cultura popular aos grandes shows da Esplanada Cultural Guadalajara (que já deveria se chamar MESTRE DOMINGUINHOS há muito tempo!).

Para conferir a reportagem do UOL, clique neste link.

Água, desenvolvimento e mais uma escola técnica para o Interior‏ de Pernambuco


Dando sequência à série de construções de mais 12 unidades de ensino técnico (ETE) até agosto, o governador Eduardo Campos decretou, nesta sexta-feira (12/07), o início das obras da Escola Técnica Estadual Edson Mororó Moura, em Belo Jardim, no Agreste pernambucano. A nova ETE vai receber investimentos de R$ 7,8 milhões e ficará pronta em 12 meses. A unidade terá uma área total de 12 mil metros quadrados, e visa atender à demanda de municípios vizinhos como São Caetano, Tacaimbó, Cachoeirinha, Jataúba, Brejo da Madre de Deus, Poção e Pesqueira. A primeira dessa série, anunciada em junho, será erguida no bairro do Jordão, na Zona Sul do Recife.

Durante o evento, em Belo Jardim, Eduardo destacou o papel da educação para a construção de um País mais equilibrado. "A educação é um grande desafio nacional. O Brasil precisa ter prioridade na educação para que possamos reduzir as desigualdades que ainda afrontam a consciência do cidadão brasileiro", disse o governador.

O secretário da Educação, Ricardo Dantas, destacou a importância do planejamento para expansão das ETEs no Estado. "Faz parte do processo de interiorização do desenvolvimento. Temos 14 ETEs hoje, e até 2014 serão 40 unidades técnicas espalhadas por todo o Estado. Este número é oito vezes maior que as cinco unidades que estavam abertas em 2007. No ano passado, quase 27,5% da receita do Estado foi para a educação. Esse ano, já são R$ 208 milhões", relatou Dantas. 

ÁGUA E DESENVOLVIMENTO - Ainda em Belo Jardim, o governador também destacou as obras do sistema de abastecimento de água do distrito de Serra dos Ventos, na zona rural do município. As ações incluem a construção de uma estação elevatória, um reservatório com capacidade para 280 mil litros e o aumento em duas vezes na capacidade de água na estação de tratamento. No local, Eduardo assinou ordens de serviços para a instalação de 175 cisternas tipo calçadão e para perfuração e instalações de poços, bem como para a ampliação de pequenas barragens. Somados, os investimentos chegam a R$ 2,3 milhões.

Encerrando a agenda de dois dias no Interior, Eduardo participou do anúncio da instalação de uma unidade da Moura, específica para baterias de Moto. A nova planta entra em ação em 2015, com capacidade de produção de produzir um milhão de baterias de motocicleta. Os investimentos podem chegar à casa dos R$ 35 milhões. "É um conjunto de ações em parceria com a Prefeitura para dar a resposta adequada aos pleitos levantados pelo povo de Belo Jardim no Todos por Pernambuco", pontuou Eduardo.

Ludovico voltou!


Sandra Villar.

Que bom! Imagino a alegria da família!

Vamos colocar Marcelo Jorge e Eduardo Peixoto juntos no palco. Que tal?



Gente, acho que já não cabem mais discussões sobre este assunto, até para não gerar uma crise desnecessária. Izaías pediu à Fundarpe que colocasse o radialista Eduardo Peixoto na apresentação do nosso palco de maior repercussão, com o intuito de gerar novas oportunidades.. Entretanto, políticos ligados ao estado preferiram uma locução sem esta aproximação com a prefeitura, já que Eduardo tem sido o locutor oficial do município, por isto indicaram Marcelo Jorge, que tem apresentado o FIG transpassando várias administrações.

Marcelo e Eduardo são dois grandes profissionais, cada um no seu estilo e área de atuação, e provavelmente se completem. Eduardo faz o estilo mais popular que Marcelo Jorge, que desenvolve algo entre o informal e o clássico. Marcelo é experiente, tem mais apresentações no FIG que Adilson Ramos, já dividiu o palco com alguns comunicadores sem identificação nenhuma com a cidade, o que não é o caso de Eduardo, que mesmo sendo da capital, escolheu Garanhuns como opção de vida. 

Já que geralmente é uma dupla de apresentadores na Esplanada Cultural Mestre Dominguinhos, fica aí a sugestão, colocar os dois juntos, e pronto! Fim de discussões, polêmicas, e com isso se mostraria que as pessoas envolvidas neste debate estão querendo ver o sucesso do evento e não apenas questões políticas de bastidores.

Com Marcelo e Eduardo juntos, a comunicação de Garanhuns estará muito bem representada.

Seria de bom alvitre conversar no sentido de se resolverem estas questões enquanto há tempo para a tomada de decisões. A situação criada não é boa pra ninguém. Outra situação que ainda dá pra reverter é a dos artistas, mas alguém precisa chamar a responsabilidade para si, como o craque do futebol numa partida complicada.

Rádio Jornal Garanhuns vira FM e terá mesmo alcance da Rádio Marano

Do blog do Marcos Cardoso


Até Junho de 2014, a primeira emissora de rádio do interior de Pernambuco (1951), a pioneira Rádio Difusora de Garanhuns, hoje Rádio Jornal, deixará de operar em Amplitude Modulada (AM) e passará a transmitir em Frequência Modulada (FM). A decisão da direção do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação já foi repassada aos funcionários da emissora local.

Um transmissor de 10 Kilowats vai deixar a Pioneira com o mesmo alcance da Marano FM, atualmente a emissora mais potente de Garanhuns.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.