CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

UNOPAR

UNOPAR
CLIQUE NA IMAGEM

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Quer reduzir custos e tempo de construção da sua obra? MASTER FERRO




A MASTER FERRO é mais uma empresa genuinamente garanhunhense, e a única em que atua nessa área. Com seu foco voltado para a qualidade, consegue reduzir os custos de uma construção. A Master Ferro entrega ao cliente as estruturas em ferro prontas.

Quer ganhar tempo em sua construção, quer economizar e ter a certeza na solidez da obra?

Visite a Master Ferro e fale com Saulo Seabra. No giradouro de acesso da COHAB-2. 

(87) 9639-3175
(87) 9902.1905

Lambe Sujo X Caboclinhos: Antigo Forum se transforma em galeria de artes




Um dos atrativos do 23º Festival de Inverno de Garanhuns é a Galeria das Artes, localizada no antigo Fórum da Cidade. Além das atividades de moda, design, dança e artes visuais, o espaço também abriga exposições fotográficas, para a apreciação do público. Nas paredes, histórias de cunho cultural, captadas pelo olhar apurado de fotógrafos sensíveis, compromissados com a imparcialidade de quem busca verdade e justiça na melhor imagem a ser revelada ao mundo.

A exposição “Lambe sujo x Caboclinhos”, retrata bem isto. Pois o tradicional embate cênico entre negros e índios, clicados pelas lentes de Márcio José Garcez Vieira, nas ruas de Laranjeiras, arena multicultural sergipana, mostram os aspectos antropológicos, traduzidos pelos dorsos reluzentes à demão da tinta preta, bem como do melaço em oposição à rubra cor cabocla em meio aos artefatos bélicos, sons, indumentárias, adornos e gestos.

Um dos apreciadores desta exposição, o arquiteto e escritor Ezio Déda declarou que a fotografia é um veículo possível de atemporalidade, pois não mede esforços para se fazer lembrar através de sua verossimilhança. Sobre o assunto, o arquiteto também citou Roland Barthes, que ao interpretar a arte da imagem, resume: “a fotografia assassina o instante, imobiliza a ação, e a congela para deleite posterior da exumação”.

A Galeria de Artes no antigo fórum da Cidade, está localizada na Avenida Dantas Barreto, 44, bairro de Santo Antônio, e funciona até o próximo sábado dia 27, de 14h às 21h.

Conselho Tutelar pede ao governador o IML para Garanhuns

Governador recebe pedido pela instalação do IML em Garanhuns

Nesta quinta-feira, abertura do Festival de Inverno, o governador Eduardo Campos recebeu o Conselho Tutelar, através das representantes Elina Silva e Genoveva, que lhes entregaram uma solicitação para a instalação do IML em Garanhns.

Eliane afirmou que todos sabem que já existe o projeto, mas que cada vez é mais urgente que o órgão se instale em nossa cidade. "Pedimos por nossas crianças e adolescentes, quando vítimas ou suspeitas de abusos, precisam ainda se deslocar para Caruaru para realizar exames sexológicos, aumentando o drama psicológico, e ainda precisamos aguardar 45 dias pelo resultado" - afirmaram as conselheiras.

O governador agradeceu a iniciativa e disse o quanto é importante esta reividicação.

e-FIG - Baixe o aplicativo criado por estudantes da UFRPE/UAG e curta tudo do Festival de Inverno



Está disponível mais um aplicativo para o FIG, desta vez desenvolvido por alunos da UFRPE/UAG do curso de ciência da computação, o aplicativo se chama eFIG. 

O download é grátis, e foi desenvolvido por Ygor César e Gleydson Vasconcelos para facilitar as informações e proporcionar um melhor aproveitamento da ampla programação do Festival de Inverno de Garanhuns. 

O eFIG é um app desenvolvido para Android e pode ser encontrado aqui: 





O eFIG traz como principais funções/características:

- Programações dos principais palcos e polos do evento;
- Utilização de Geolocalização para sugerir rotas ao usuário com a finalidade de ajudar na chegada aos palcos/polos;
- Posicionamento geográfico geral em tempo real do usuário em relação aos muitos principais polos e palcos;
- Feito para ser fácil de se usar, com design limpo e sem complicações.


O SOM AO REDOR e outros bons filmes pernambucanos no FIG



Começa nesta sexta-feira (19/07) a 9º Mostra de Cinema do Festival de Inverno de Garanhuns, que acontece no Cine Eldorado. A programação, montada especialmente por Luiz Joaquim, um dos atuais programadores do Cinema da Fundação Joaquim Nabuco no Recife, destaca obras cinematográficas produzidas no Estado em 2012 e 2013.

No total serão exibidos 10 filmes entre os dias 19 e 25 de julho. Desses, quatro são documentários e seis ficções, todos de diretores pernambucanos. Dentre os longas está o aclamado O Som Ao Redor, de Kleber Mendonça Filho, Doméstica, o intrigante documentário de Gabriel Mascaro, e Rio Doce/CDU, de Adelina Pontual.

SEXTA, 19/07
17h10 – Pernamcubanos – O Caribe Que Nos Une
19h – Doméstica
21h – Ferrolho
SÁBADO, 20/07
19h – Boa Sorte, Meu Amor
21h – Rio Doce/CDU

DOMINGO, 21/07

19h – Eles Voltam
SEGUNDA, 22/07
19h – Filme Jardim Atlântico
TERÇA, 23/07
19h – Francisco Brennand
QUARTA, 24/07
19h – Era Uma Vez Eu, Verônica
QUINTA, 25/07
19h – O Som Ao Redor (+ debate com realizadores)

http://www.cinemarcado.com.br/

Coordenadoria da Mulher e Secretaria de Direitos Humanos se reúnem com representantes da ONG Solidariedade Humana



O Governo Municipal, por meio da Coordenadoria Municipal da Mulher e Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania, junto a ONG Solidariedade Humana, estiveram reunidos na última segunda-feira (15), com a finalidade de discutir políticas públicas para as mulheres, mas em especial para aquelas que passam por transplante e/ou convivem com doenças crônicas.

No encontro também foi discutida a aplicação na íntegra da Lei Estadual que garante passe livre para os transplantados e/ou doentes crônicos. Além de Eliane Simões e Rosário Sarduy, da Coordenadoria da Mulher, participaram da reunião, Pedro Passos, titular da pasta de Direitos Humanos e Cidadania, bem como Eliane Teles e Andrea Fabiana, ambas representantes da ONG Solidariedade Humana.

Na ocasião as representantes da ONG pediram que os servidores municipais busquem ter um tratamento mais humanizado com esse público. Tanto o Secretário Pedro Passos quanto a Coordenadora Eliane Simões garantiram que vão dialogar com outros setores do Governo para que este seja o melhor possível, haja vista ser uma das principais orientações do gestor Izaías Régis.

FIG proporciona a todos conhecerem as potencialidades do Agreste Meridional - Diz Eudson Catão

Autoridades no lançamento do FIG 2013, que faz homenagem a Janete Costa e Mestres de Reisado..
Eduardo enaltece grandeza do evento e a força da Cultura Popular


O FIG (Festival de Inverno de Garanhuns) na sua XXIII Edição se consolida cada vez mais, como o Evento Cultural mais plural do País com acesso grátis para todas as tribos, diferente de alguns Estados que tem grandes Eventos que a população paga para assistir. 

Estivemos conversando com diversas autoridades no Lançamento Oficial do Festival, na noite desta quinta-feira, no Hotel Tavares Correia, onde Eduardo Campos ressaltou a importância cultura do evento.

O Secretário Executivo da CODEAM, Eudson Catão, que já participou do FIG por alguns anos, com sua empresa de produção de eventos, fez uma análise geral do Festival de Inverno, ressaltando a pluralidade de polos: "O FIG é imenso, complexo e perfeito. O Palco Cultura Popular, o Palco Pop, o Palco do Forró, o Palco Instrumental, o Palco Gospel, as Oficinas, o Conservatório de música na Catedral Santo Antônio, o Teatro, o Cinema e a Praça Guadalajara, entre tantos outros polos, na visão de quem participou produzindo por cinco anos consecutivos o evento, fica feliz porque a cada ano o evento cresce., é natural que se façam ajustes e haja críticas, estimula as correções a cada edição. Tenho certeza que no próximo ano teremos mais inclusão na parte de teatro e musicalidade do nosso Agreste, porque isso retrata a responsabilidade cultural do Governo Eduardo Campos em parceria com o Governo Izaías Régis" - registrou.

Segundo Catão, o trabalho feito pela Secretaria de Cultura, a FUNDARPE e a Casa Civil, que tem como Secretário o dinâmico Tadeu Alencar, que não mediram esforços, apesar da crise que assola o País, mesmo com menos recursos estão fazendo mais e melhor a diversidade cultural, mostrando que o FIG é um Patrimônio Pernambucano e que proporciona a todos visitantes conhecerem as potencialidades do Agreste Meridional e a linda Cidade das Flores que é Garanhuns. "A imprensa, os turistas e todos aqueles que têm acesso a este maravilhoso festival tecem elogios, enaltecem a grandeza do evento. Não se vê em outro lugar uma festa cultural como esta". - registra.

Finalizando, Eudson Catão diz que achou muito justa a homenagem a Janete Costa por tudo que ela representou e representa para a cultura pernambucana e tem certeza que este será mais um Festival de Inverno que sonhamos com muita alegria e paz.

Pedro Eugênio dá palestra no FIG sobre Programa Nacional de Cultura

O Programa Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura, o Procultura, que modifica a lei geral de financiamento da cultura brasileira, mais conhecida como Lei Rouanet, será tema de palestra no 23º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), neste próximo sábado (20), a partir das 17h.

A palestra será facilitada pelo relator do Procultura na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, o deputado federal Pedro Eugênio (PT) e acontecerá no Espaço Ambiente Criativo, em sua 2ª edição no FIG.  
O espaço é uma iniciativa da política de Economia Criativa da Fundarpe/SECULT-PE e reúne atividades de economia criativa, com foco no debate e no empreendedorismo. A palestra deste próximo sábado fará parte do “Bate Papo Criativo”.

Serviço
Bate Papo Criativo
“PROCULTURA: a nova lei de incentivo a cultura”
Hora: 17h
Data: 20/07/13 (sábado)
Local: Espaço Ambiente Criativo, no Parque Euclides Dourado, Avenida Júlio Brasileiro, s/nº, Heliópolis.

ARTIGO: Ainda a Fameg e outras pérolas‏ sobre Garanhuns- Por Dr. Ivan Rodrigues


Constato, com enorme desencanto, a frustração dos amigos Calvino, Lucicláudio e a guerreira Selma com o “sinistro” acolhimento à campanha de panfletagem que promoveram nas ruas da cidade. Insisto na continuidade do movimento pela sua grandeza e, acostumado que sou com esse tipo de percalços, lembro que já me referia naquele primeiro texto que escrevi: “Iremos nos limitar à reuniões fechadas, com decisões que são esquecidas na hora em que terminam, sem que se dê qualquer conseqüência proveitosa aos reclamos?” Continuo teimosamente otimista, mas precisamos identificar as razões desse alheiamento e diagnosticar as providências no sentido de corrigir a baixa auto-estima da nossa população. Observa-se que não discutimos política, uma vez que isso não interessa ao poder dominante, por ameaçar a sua hegemonia. Difunde-se, para tanto, uma confusão dos conceitos de política com politicalha como se a primeira fosse daninha pela própria natureza e. com isso, busca-se arraigar a visão fascista de afastamento dos bons líderes para o exercício constante da cidadania. O resultado é a perda de foco das grandes questões para se resumirem à ridículas discussões sobre ocorrências absolutamente dispensáveis, que respondem pela geração da mentalidade mesquinha que toma corpo da cultura da nossa querida Garanhuns.

1. Compreendo o desencanto dos amigos em face da baixa colaboração na panfletagem e louvo a sua determinação de lutarem sem desfalecimento. Se as lideranças responsáveis de nossa terra querem realmente resolver a questão do funcionamento da FAMEG, a questão deve ser tratada com a seriedade que merece. Não bastam memoriais, abaixo-assinados, remetidos burocraticamente, nem recados e manifestações do tipo “já falei com Fulano, estive com Sicrano” para depois pretender a paternidade do efeito positivo que a comunidade obtiver. Muito menos reuniões concorridas, com discursos exaltados e “decisões que são esquecidas na hora em que terminam” quando se encerram as reuniões. Adianto, como colaboração, o que entendo como necessário: 
1º) As lideranças municipais do PT têm a obrigação de conseguir uma audiência com os Ministros da Saúde e da Educação, responsáveis pela inexplicável omissão no atendimento à reivindicação da comunidade garanhuense; 
2º) Essas audiências devem contar com a presença e/ou representação de todas as entidades representativas do Município e da Região, tais como: Prefeitos, Vereadores, CDL’s, Associações Comerciais, Sindicatos, Igrejas, Faculdades, Comunidades Sociais e Estudantís, Quilombolas, Tribus Indígenas, Rotarys, Lyons, Maçonarias, etc.; 
3º) Essas entidades devem fazer um esforço no sentido de não ter pena e custearem uma passagem de ida e volta Recife-Brasília e uma diária de hotel na Capital para os seus representantes. Se querem as benesses, impõe-se a decisão de assumir os ônus necessários. 
4º) Olho no olho, indagarem aos Ministros a razão de engavetarem a autorização para o funcionamento da FAMEG, se o Governo Federal, através da Presidenta Dilma, já explicitou a extrema carência e a importância da formação de novos médicos, a ponto de determinar – em regime de urgência – a importação de profissionais estrangeiros.

Vejam ainda, queridos amigos, alguns outros maus exemplos que estão marcando a nossa visão distorcida do processo político:

2. No primeiro mês de governo no nosso amigo Isaías, ao invés da abertura de um grande debate com a população e a convocação das lideranças técnicas e políticas (não esqueçam que Garanhuns registra nos seus campus universitários centenas de mestres e doutores de altíssimo nível técnico e tecnológico , que anseiam colaborar com a cidade que escolheram para viver, trabalhar e criar os seus filhos) já se discutia em todas as rodas, com repercussão em todos os blogues, a partilha do espólio eleitoral dos seus votos, oscilando entre duas figuras do maior respeito: sua filha, com todas as inconveniências do vezo de dinastia hereditária ou o gerente de sua loja, com todos os defeitos da subordinação criada. Vejam como se empobrece a cultura de uma cidade!

3. Discute-se o estacionamento duplo na Avenida Santo Antonio que só interessa aos afortunados usuários de veículos unitários, ao invés de atentar para a mobilidade urbana, hoje colocada como o grande problema 
das cidades de porte médio. Há cerca de cinco anos uma força tarefa composta por técnicos das Secretarias Estaduais das Cidades e do Planejamento, a mando do Governador e convite do CDL, estudou e concluiu pela imperiosa necessidade de elaboração de um Plano Diretor de Mobilidade que determinaria, de saída, o ordenamento do trânsito local, o incremento ao transporte coletivo e à construção de um anel rodoviário que eliminaria de pronto a circulação na zona urbana dos veículos de carga e os automóveis em trânsito para outras cidades, sem contar que resolveria os problemas oriundos da condição de Garanhuns como entroncamento rodoviário. Suas sugestões não foram acolhidas pelo Prefeito de então e não se falou mais no assunto até quando foi anunciada a duplicação de BR-423 transitando pelo perímetro urbano, sob o comando do Secretário de Transportes Isaltino do PT. Ressalte-se que, juntamente com os companheiros do PT de Garanhuns, Eraldo, Chico do INPS, e Pedro Passos há cerca de 2 (dois) meses entregamos a Isaltino um documento sério reivindicando a inclusão no projeto de duplicação da estrada de um arco rodoviário de contorno para ultrapassar Garanhuns sem degradar a cidade. Sem reação das autoridades constituídas, ameaça-se a adoção em Garanhuns de um sistema rejeitado, atualmente, pela engenharia rodoviária do mundo inteiro. Consulte-se o CREA, Clubes de Engenharia e Arquitetura do mundo inteiro e verão a resposta. Infelizmente, tem gente que ainda acredita que vender bugigangas na beira da estrada é sinal de desenvolvimento e, com isso, preferem destruir a cidade e matar a população do seu entorno, sem pensar em novas fronteiras de desenvolvimento. Que visão estreita!

4. Impressionam e provocam a necessidade de criar-se um grande debate sobre as falhas e omissões do 23º Festival de Inverno de Garanhuns para que não se repitam no próximo ano. Basta dizer que sua programação só foi concluída e anunciada 15 (quinze) dias antes da abertura. Ao invés disso, formou-se uma grande discussão mesquinha e ridícula em torno da escolha dos apresentadores do Festival que, apesar de suas reconhecidas qualificações pessoais, não concorre em nada para a grandeza do festival, nem soluciona as deficiências apresentadas Que coisa pequena!. 

Não sou dono da verdade, mas tenho o direito de encarecer a discussão das questões de nossa cidade, na busca das melhores soluções para os seus problemas. Aliás, todos temos esse direito... 

IVAN RODRIGUES

FOTOS: Eduardo Campos abre 23ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns

Eduardo, com alegria, recebeu a imprensa e convidados do governo
para encontro que abriu oficialmente o 23º FIG

Ao lado de representantes do reisado, governador
enfatizou a importância e o apoio à Cultura Popular

Governador entrega placas aos homenageados
do FIG, Mestre Benone e Gonzaga de Garanhuns

Roberta, filha de Janete Costa, homenageada do 23º FIG, recebe placa alusiva
das mãos da primeira-dama, Renata Campos. 

O governador Eduardo Campos abriu, na noite desta quinta-feira (18), a 23ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). O evento vai até o dia 27 de julho e reúne atrações musicais, cinema, cênicas, artesanato, design, moda, fotografia e literatura em diversos polos de animação espalhados por toda cidade. "Serão dez dias de mergulho na cultura popular, regional, erudita e universal", resumiu Eduardo, depois de assistir a apresentações do reisado de Garanhuns. 

Nos dez dias de festa, a expectativa é que cerca de um milhão de turistas injetem na economia mais de R$ 30 milhões. Na noite de abertura do FIG, se apresentam Naná Vasconcelos e Ney Matogrosso. O FIG 2013 homenageia três artistas da terra: a arquiteta, decoradora e amante da arte popular nordestina, Janete Costa (in memoriam), e os dois mestres do reisado pernambucano, Luiz Gonga e Benone. "Temos a maior e mais democrática política pública de cultura do País. Sabemos aplaudir o talento que vem de fora, mas, sobretudo, o nosso Governo dá valor ao que é da nossa gente", afirmou o governador. 

Para ajudar os turistas no acesso às informações referentes ao FIG, um time recém-chegado do programa de intercâmbio Ganhe o Mundo, do Governo de Pernambuco, ficará à disposição nos principais pontos da cidade. "Vamos informar aos turistas brasileiros e também estrangeiros, por meio do inglês, como chegar ao programa de seu interesse. Nossa intenção é não deixar ninguém ficar perdido e nem perdendo tempo por problemas de comunicação", explicou o estudante Bernabé Lucas, de 16 anos, que passou seis meses nos Estados Unidos.

Secretário de Cultura, Fernando Duarte detalhou a diversidade das atrações. "São 570 ações culturais, das quais 48% em palco e 52% por linguagens, como oficinas e demais apresentações não musicais. Desta forma, o FIG consegue unir o contemporâneo à raiz regional, secular. Esse conjunto de atrações feito numa cidade que absorve, acolhe é que faz com que o evento cresça na qualidade e na potencialidade. Faremos, com certeza, um FIG 2013, maior do que foi o de 2012", destacou.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.