GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

UNOPAR GARANHUNS

sábado, 21 de setembro de 2013

Paulo Lins e Izaías Régis definem acordos para municipalização de três escolas em Garanhuns


Na manhã da quinta-feira (19), o Gestor da GRE Agreste Meridional, Prof. Paulo Lins, esteve reunido com o Prefeito de Garanhuns, Izaías Regis, e a Secretária de Educação do Município, Profª Janicélia Marins, em momento de decisões sobre a reorganização da rede escolar pública no que diz respeito à municipalização do Ensino Fundamental na cidade.

O encontro aconteceu no Gabinete do Prefeito e tratou especificamente das Escolas Profª Gabriela Mistral, Profª Giselda Vieira Belo e Profª Sílvia Calado, até então pertencentes à rede estadual. Os acordos firmados procuraram atender às demandas e necessidades das comunidades nas quais as escolas estão inseridas, de forma a manter a qualidade do serviço educacional após a mudança de rede.

Sobre isto, o Gestor Paulo Lins, orientado pelo Governador Eduardo Campos, declarou apoio a Garanhuns e demais municípios onde houver municipalização. A iniciativa se refere a aspectos estruturais de suporte para garantir o atendimento efetivo dos estudantes do Ensino Fundamental que ficarão sob responsabilidade dos municípios a partir do ano letivo de 2014.

A política de municipalização do Ensino Fundamental já vem sendo cumprida desde o início da gestão de Eduardo Campos em Pernambuco. A intenção é que o Estado, assumindo exclusivamente o Ensino Médio, possa assegurar ainda mais investimentos na melhoria da qualidade do ensino a estudantes nesta modalidade.

Veja o trailler do filme O SOM AO REDOR, que representa Pernambuco e o Brasil na disputa pelo OSCAR



"O Som ao Redor" foi escolhido para representar o Brasil na disputa pelo Oscar 2013. O Ministério da Cultura escolheu o longa como candidato brasileiro ao prêmio de filme estrangeiro. A última vez que um filme nacional disputou a estatueta foi em 1999 – quando "Central do Brasil", de Walter Salles, foi finalista ao lado de "A Vida É Bela", do diretor Roberto Benigni.

"A minha opinião é que independentemente de qualquer indicação o mais importante é o selo, que vai trazer mais curiosidade e valor para o filme. Estamos trabalhando nele [O Som ao Redor'] há um ano e nove meses e ele não me deixa em paz. Nos melhores dos sentidos", afirmou o diretor Kléber Mendonça Filho ao UOL, que lhe deu a notícia por telefone

Escolhido por uma comissão do Ministério da Cultura, o longa de Kléber Mendonça Filho será pré-indicado à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA, que receberá sugestões de vários países, e somente no dia 16 de janeiro revelará os cinco filmes finalistas ao prêmio.

Além de "O Som ao Redor", "Colegas" , "Faroeste Caboclo", a cinebiografia "Gonzaga - De Pai Para Filho", a animação "Uma História de Amor e Fúria" e o drama "Meu Pé de Laranja Lima" estavam na disputa para representar o país.

"O Som ao Redor" foi premiado na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo de 2012, no Festival de Nova York em 2013 e no Festival de Roterdã de 2012, além de ter sido apontado pelo jornal "The New York Times" como um dos dez melhores filmes do mundo em 2012.

O filme foi escolhido por Leopoldo Nunes da Silva Filho, secretário do Audiovisual; a secretária Sylvia Bahiense Naves; George Torquato Firmeza, ministro do Departamento Cultural do Itamaraty; Renata de Almeida, diretora da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e Vânia Catani, sócia da produtora Bananeira Filmes.

Em 2012, o indicado foi "O Palhaço", de Selton Mello, mas não foi escolhido pela academia. Para concorrer ao Oscar, o filme precisa ter sido lançado e indicado oficialmente por seu país de origem.

Cinema pernambucano

Não é de hoje que os filmes feitos em Pernambuco vêm chamando a atenção de público, crítica e dos outros países. "Baile Perfumado" (1996), de Paulo Caldas e Lírio Ferreira, ganhou três prêmios no Festival de Brasília e abriu caminho para outro filmes que ganharam notoriedade. Nos últimos 12 meses, as produções do estado ganharam mais destaque ao conquistar vários prêmios dos festivais mais importantes do Brasil.

"O Som ao Redor", de Kléber Mendonça Filho, foi o vencedor do Prêmio Redentor da Première Brasil, no Festival do Rio 2012, "Era uma vez eu, Verônica", de Marcelo Gomes, e "Eles Voltam", de Marcelo Lordello, dividiram o Candango de Melhor Filme no Festival de Brasília. A conquista mais recente foi de "Tatuagem", estreia de Hilton Lacerda na direção, que ficou com o Kikito de Melhor Filme no Festival de Gramado deste ano. O filme ainda conquistou o prêmio de Melhor Ator, para Irandhir Santos, e Melhor Trilha Sonora para Dj Dolores.



http://entretenimento.uol.com.br/

Ricardo Teobaldo filia-se ao PTB de Armando, e Isaltino permanece petista.

Ricardo Teobaldo chegou a conversar em Garanhuns com o vereador Sivaldo Albino
e o prefeito de São João, Genaldi Zumba

O presidente estadual do PTB, senador Armando Monteiro, filia ao partido nesta segunda-feira (23) o prefeito de Limoeiro, Ricardo Teobaldo. O ato acontece no escritório político do senador, no bairro da Ilha do Leite (Recife), e terá as presenças de lideranças políticas de diversas regiões.

Ricardo Teobaldo foi eleito e reeleito prefeito de Limoeiro pelo PSDB com o PTB fazendo parte da coligação nas duas oportunidades. Em 2008, ele foi vitorioso com 19.953 votos, contando com a presença na chapa, como candidata a vice-prefeita, da petebista Virgínia Aquino. Em 2012, apoiado por uma coligação formada por 12 partidos – incluindo o PTB - e tendo Thiago Cavalcanti (PSDB) como vice na chapa, Teobaldo foi reeleito com 19.169 votos.

Ricardo Teobaldo vai renunciar ao mandato de prefeito para tentar uma vaga na Câmara Federal, e inclusive chegou a conversar com Sivaldo Albino em Garanhuns na possibilidade de fechar uma dobradinha em 2014. Com o distanciamento de Sivaldo do PTB de Izaías e Armando, pode dificultar a parceria.

Quem negou mudar de partido esta semana foi o Secretário de Transporte de Pernambuco, Isaltino Nascimento. Considerado um dos petistas mais próximos de Eduardo Campos, Isaltino afirmou que deve entregar o cargo, caso seja esta a decisão do Partido dos Trabalhadores, em resposta à entrega dos cargos do PSB no governo federal da petista Dilma Roussef. 

Havia um zum-zum-zum que Isaltino iria para o PSB de Eduardo, como fez o também deputado estadual André Campos.

Acontece Semana Universitária da UPE - Campus Serra Talhada‏


Acontecem nestes dias 23 e 24 de setembro, segunda e terça-feira, as atividades relacionadas à Semana Universitária 2013 no Campus Serra Talhada, que pela primeira vez participa da atividade global que contempla todos os campus da Universidade de Pernambuco.

O curso de Medicina em Serra Talhada teve sua aula inaugural no mês passado, com a presença do governador Eduardo Campos, do Reitor da UPE, prof. Carlos Calado, dos secretários de saúde e ciência e tecnologia do estado, Dr. Antônio Figueira e Marcelino Granja, respectivamente, além de diversas outras autoridades estaduais. As aulas estão sendo ministradas na autarquia municipal, e o governador já se comprometeu com a construção da unidade própria, que será vizinha da UFRPE/ST, onde aconteceu a aula inaugural.

Na Semana Universitária do Campus Serra Talhada, estão programadas palestras, fóruns de discussões, além de visita a centro de saúde, entre outros momentos acadêmicos.

O Prof. Dr. Fabio Rocha Formiga, Vice-Diretor da Universidade de Pernambuco - Campus Garanhuns, está coordenando a programação, e ministrará a palestra "Terapias do futuro: Células-tronco e nanotecnologia". "Serra Talhada tem recebido uma atenção especial, e a direção da UPE Garanhuns busca agilizar este desenvolvimento pedagógico, além dos investimentos na infra-estrutura que estão programados pelo estado." - afirmou o vice-diretor.

O prof. Clóvis Gomes Jr., diretor da UPE Garanhuns está agendado para fazer o encerramento da SU 2013 em Serra Talhada na terça-feira, às 21:30h.

NOTA DE ESCLARECIMENTO - PREFEITURA DE GARANHUNS



O Prefeito Izaías Régis em entrevista a Rádio Marano FM apenas ratificou - em resposta a uma pergunta do apresentador da Manhã Total, Marcos Cardoso - uma angústia dividida por prefeitos do Agreste Meridional que receberam ambulâncias do SAMU.

O gestor reconhece o avanço que foi a implantação do SAMU em Garanhuns e em nenhum momento até agora cogitou a devolução das ambulâncias, porém afirmou que mantê-las sem o apoio do Governo do Estado e do Governo Federal é um ônus muito pesado, principalmente para os pequenos municípios. 

O prefeito esclarece ainda que o seu posicionamento sobre esta situação tem tom institucional e não pessoal ou político, pois como sempre deixou claro, não concorda com antecipação de campanha política. Izaías Régis reforça ainda que não há nenhum estremecimento na relação com o Governo do Estado, pois acredita que todos comungam do seu pensamento, que pela importância de Garanhuns para Pernambuco, o bem estar da sua população está acima de legendas ou palanques.

Prefeitura Municipal de Garanhuns

Presidente do Conselho Nacional de Saúde recebe comissão FAMEG JÁ!







Momentos antes de seu pronunciamento na Sessão Temática sobre Financiamento da Saúde no Brasil no Senado Federal, na última quinta-feira, a presidente do Conselho Nacional de Saúde, Maria do Socorro de Souza, atendeu o pedido do deputado federal Fernando Ferro, e recebeu a comissão FAMEG JÁ! na sala exclusiva dos senadores.

Socorro Souza, como se apresentou, deu muita atenção aos pedidos da comissão, e até deu uma informação muito interessante e importante. Ela já morou em Garanhuns, no início dos anos 90, e aqui nasceu um de seus filhos. Demonstrou carinho pela cidade.

A presidente do CNS tem função importante dentro do processo da FAMEG, pois pelo seu conselho passa uma análise do pedido, que segundo o MEC, teria sido pela rejeição, amparado pela nota 3 que teria sido dado pelo INEP, em sua vistoria na faculdade em Garanhuns. Este indeferimento está sendo questionado através de recurso pela instituição ao Conselho Nacional de Educação, pois outras faculdades foram autorizadas com esta mesma nota, e as demais notas da FAMEG, quanto à sua estrutura e outros cursos foram todas notas 4. Além disso, segundo o secretário-executivo do MEC, Jorge Messias, foi o Ministro Mercadante que deu a ordem de só autorizar cursos com nota 4, entretanto o pedido da FAMEG é anterior a esta nova ordem ministerial. E mesmo assim, com o Programa Mais Médicos, os critérios estão sendo reavaliados.

Por tudo isto, é que autoridades como Socorro Souza, ministros como Cristóvam Buarque, Humberto Costa, Armando Monteiro, estão sendo convidados a interceder pelo funcionamento da Faculdade de Medicina de Garanhuns.

A documentação foi providenciada para Socorro Souza, ao Senador Cristóvam Buarque e entregue também ao Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em mãos. Seu assessor, Felipe Costa Amaral, recebeu informações adicionais na sala anexa ao Senado da República.

Doze anos sem Silvinha, a princesinha!


Uma grande figura, uma amiga-irmã que deixou uma saudade do tamanho da sua alegria

Eita! Até parece que ela queria dançar na Tropicana, não é Eris?

Acesso da Vila do Quartel, entre a AABB e o DER tem o nome de Trav. Sílvia Raquel

Há doze anos, 21 de setembro, em um acidente, perdi minha irmã caçula, Sílvia Raquel. Jovem, 20 anos, na negligência da falta de um cinto de segurança. Com amigos, ia para uma festa.

Ninguém acostuma à ausência, e cada vez que a gente recorda aquele sorriso contagiante dá uma saudade danada. Algumas famílias, pais e irmãos, tentam não demonstrar haver preferências, lá em casa não tinha isso não. Silvinha era unanimidade. Era a "raspa de tacho" como dizia minha mãe, era a princesinha de meu pai e a irmã mais querida de todos nós.

Quem já teve uma perda assim em casa, sabe que as famílias e as pessoas seguem a vida de forma incompleta. Sempre faltará!

Silvinha era a alegria que todos queriam por perto. Foi a princesa do Grupo Cultural Arrasta-Pé, que levou o nome de Garanhuns para todo o Nordeste, da melhor forma, jovens que dançavam com alegria, e conquistavam prêmios, enaltecendo nossas coisas, figurinos, culinária, nossos artistas... Quem passou por ali, sem perceber, fez parte de uma escola viva de arte, que hoje vê sua gente espalhada por vários segmentos culturais, dentro e fora de Garanhuns. De grande campeã, a Arrasta-Pé se tornou uma espécie de referência regional.

Meus pais moram na mesma casa há mais de 40 anos, logo na entrada da vila. Meus avós, tios, primos.. praticamente quase a família completa passou pela Vila do Quartel, onde ainda hoje moram meus irmãos, sobrinhos, e meus pais, com as imagens de Silvinha espalhadas pelas paredes, e até alguns vestidos da princesa são guardados como relíquia por minha mãe.

Sabemos que ela tem protegido e permitido que tanta coisa boa aconteça.

Vejam a foto, parece que ela vai dançar na nossa banda, não é??? As imagens guardadas na memória são sempre de sua alegria em viver.

12 anos, mas parece que foi ontem.



Beijo, mana, não esquecemos você, e parece que você também não esqueceu a gente.
.

REPERCUSSÃO NO ESTADO: Izaías reclama da falta de repasses para o SAMU

Está repercutindo a entrevista do prefeito Izaías Régis a Rádio Marano, em que teceu críticas à falta de repasses para manutenção do SAMU. O primeiro a postar sobre o assunto foi Carlos Eugênio, transcrito por blogs da região. Confira aqui.

O jornalista Inaldo Sampaio acaba de publicar uma nota e sobre o assunto, dando repercussão em todo o estado ao caso. Confira: Prefeitura de Garanhuns não tem dinheiro para manter ambulância do SAMU

Só em nossa região, atendida pela V GERES, foram 21 municípios beneficiados, que ganharam as ambulâncias básicas, e mais duas avançadas, uma delas em Garanhuns. As avançadas contam com equipamentos de UTI. Já estão trabalhando e oferecendo um grande serviço à população.

Esta crítica de Izaías, embora direcionada tanto ao estado quanto ao governo federal, pesa mais para o estado, pela forma como o SAMU foi tratado como avanço significativo no interior do estado, levando um tipo de assistência a municípios que não contavam sequer com ambulâncias, quanto mais com equipes de atendimento emergencial. O próprio Secretário Antônio Figueira esteve em vários municípios fazendo inaugurações recentemente.

Izaías disse que o que foi prometido no ato da entrega não está sendo cumprido: que o Governo Federal bancaria 50% das despesas e o Governo Estadual 25%. 

Esta crítica vem também no momento que o PTB de Izaías começa a descolar do governo estadual, e não sei se há aí já um incremento eleitoral que vise atingir a imagem da saúde, e por consequência do próprio governador, que não vai apoiar Armando Monteiro. E coincidentemente, Antônio Figueira (saúde) está na lista dos prováveis candidatos à sucessão de Eduardo Campos.

Desde a semana passada que é anunciada que municípios pretendiam devolver ambulâncias, mas nunca ninguém falou abertamente, não se revelou quais municípios seriam estes, ou se era apenas uma pressão para que os repasses fossem regularizados. Não se sabe de onde surgiu esta informação. Mas agora com esta declaração, Izaías chamou pra si a responsabilidade, pela contundência como afirmou que o SAMU está um "caos".

Vale lembrar que o governo do estado inaugurou recentemente a UPAE em Garanhuns, tem feito investimentos no Hospital Dom Moura que tem feito papel de hospital municipal e que por isto, o próprio governador anunciou a construção de um novo hospital regional em Garanhuns e prometeu entregar gratuitamente o HDM para a administração municipal.

Uma das primeiras medidas do governo Izaías foi o fechamento do Hospital Municipal, quando poderia ter mudado o perfil de atendimento para oferecer mais e melhores serviços à população. Na inauguração da UPAE, Izaías anunciou que já tinha em caixa R$ 15 milhões, e estava economizando R$ 200 mil/mês com a saúde. Com a declaração sobre o SAMU, Izaías expõe o governo do estado e a Secretaria de Saúde, e protege seu próprio governo, que está tendo a saúde criticada pela população.

A relação entre os governos estadual e municipal, que parecia viver seu melhor momento, pode voltar a estremecer novamente, como aconteceu um pouco antes do Festival de Inverno, justamente por declarações espontâneas do prefeito em emissoras locais. Havia um clima muito pesado, que só melhorou com a chegada do governador em Garanhuns. Depois foi só festa, afinal, era festival.

Eu até acho que Izaías tem todo o direito de reclamar, criticar, etc... Só não sei se deveria ser nos microfones de emissoras de rádio. Creio que haverias outras formas para a insatisfação ser ouvida pelo governo do estado.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.