GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

GOVERNO DO ESTADO

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

LISTÃO DO VESTIBULAR DA AESGA 2014.1 - DIREITO, ENGENHARIA E ADMINISTRAÇÃO

O CESPA - Centro de Seleção e Processamento de Dados da AESGA, responsável pelo vestibular, acaba de divulgar o Listão do VESTIBULAR 2014.1.

Na relação abaixo, a relação dos aprovados em Enganharia, Direito, Administração e Administração Hospitalar, além dos treineiros e a Apuração geral, onde tem as notas de todos os vestibulandos.

Confira e Boa Sorte!!


Seminário de Pesquisa sobre Língua Portuguesa acontece na UPE Campus Garanhuns‏


O Programa de Mestrado Profissional em Letras – PROFLETRAS da Universidade de Pernambuco, realiza seu primeiro seminário de pesquisa nos dias 12 e 13 de dezembro, no auditório da UPE Campus Garanhuns.

Podem participar, preferencialmente, alunos de Letras (graduação e pós graduação – lato e stricto sensu) e áreas afins, além de interessados de outras áreas. As inscrições são gratuitas.

A Língua Portuguesa, pesquisa e ensino são os principais temas do seminário.

Confira a programação

QUINTA, 12/12

14h30 às 16h30
Minicurso – Correção de textos escolares
Profa. Dra. Rossana Ramos

Apresentação de pôsteres acadêmicos
19h às 20h
1ª. Sessão: Alunos da graduação em Letras (5. Período)

20h às 21h
2ª. Sessão: Alunos do Mestrado (PROFLETRAS/UPE)
LIVRE
Local: espaço aberto em frente à biblioteca

SEXTA, 13/12

9h às 10h
PROFLETRAS: Retrospectiva e desafios
(roda de conversa entre professores e alunos)

10h15 às 11h45
Mesa redonda – Língua, literatura e ensino: interfaces possíveis
Palestrantes:
Profa. Dra. Jaciara Josefa Gomes
Prof. Dr. Jairo Nogueira Luna
Mediador:
Prof. Dr. Benedito Gomes Bezerra

Blog do Ronaldo Cesar: ENTREVISTA COLETIVA com FERNANDO FERRO

O Deputado Federal Fernando Ferro esteve em Garanhuns este final de semana, visitando parentes, amigos e recebendo correligionários. Esteve com assessores, vereadores de municípios da região e fez no sábado a noite uma visita a Festa dos Amigos da Rua do Cajueiro, no centro da cidade. Ao lado de Eraldo Ferreira, Ferro conversou comigo e Luciano André, repórter da Rádio Marano, sobre diversos assuntos. 

Com esta postagem inauguramos uma nova série aqui no blog, ENTREVISTA COLETIVA, onde buscaremos personalidades para bater um papo! Vamos lá.


Blog do Ronaldo Cesar - O senhor se engaja à luta para que a duplicação da BR-423 seja por fora da cidade, e não por dentro, como está no projeto original?

Fernando Ferro - Sem dúvidas. Parece-me uma reivindicação por demais justa e em termos de engenharia é evidente que fica muito mais difícil a obra se for repetir o atual trajeto do que se for fazer um novo roteiro por fora da cidade. Inclusive estarei levando um croquis com esta alternativa para que a análise da obra de engenharia e a licitação contemplem esta necessidade. Eu acho que a cidade está preocupada com isto. Trata-se de uma obra muito importante para nossa cidade e para a região, pois a BR-423 tem um fluxo muito intenso de veículos que ela já não comporta, e a duplicação tem que ser uma obra que ajude a cidade e não que traga mais problemas e prejuízos. Além disso, deve haver a preocupação que não seja uma obra que traga riscos à população, que afete a vida da cidade e que a cada nova intervenção cause mais problemas. Vamos levar esta preocupação para o DNIT ainda esta semana.

BRC - O senhor nos traz também uma informação importante para o interior do Nordeste, sobre a BR-110, no trecho Ibimirim-Petrolândia.

FF - É verdade. Eu fui informado pelo superintendente do DNIT, General Jorge Fraxe, que aquele trecho Ibimirim-Petrolândia está incluído no PAC 3, das rodovias aqui do estado de Pernambuco. Quem vai iniciar a obra, em sua primeira etapa será o batalhão do exército que já está sendo deslocado para aquela região, para a terraplanagem dos 80km daquela rodovia. É uma reivindicação antiga da população daquela região e incompreensível de nunca ter sido feita, em uma área estratégica para o deslocamento de cargas e de passageiros do Nordeste para o sul do país. Vamos economizar cerca de 200 quilômetros, pois não haverá mais a necessidade de ir até Petrolina para voltar.

BRC - Os números das pesquisas mais recentes mostram um quadro que a presidente Dilma venceria no primeiro turno. O senhor acredita nesta vitória tranquila?

FF - Estas pesquisas são muito importantes para o ânimo, ninguém gosta de ficar abaixo nas pesquisas. Você pode verificar que todo candidato quando está abaixo a tendência dele é reclamar ou desqualificar a pesquisa. Mas ela é um indicador de momento. É fato que a presidente Dilma tem crescido e recuperado as intenções de voto, mas a verdadeira pesquisa é a da eleição, o voto na urna. Mas é muito animador saber que há um clima de manutenção deste projeto político, da reeleição da presidenta. E alguns que estavam há algum tempo atrás animados achando que a presidenta não se reelegeria, já devem pensar duas vezes, até porque as intenções de voto e manifestações são positivas, mas quero deixar claro que não se pode considerar isto como ganho, é um dado positivo importante pra quem vai fazer a disputa, mas a eleição se decide mesmo com o voto no dia da eleição.

BRC - O senhor acha que no próximo ano aquele Movimento Vem pra Rua que tomou conta do país, principalmente com jovens reclamando por direitos, que repercutiu na queda da aprovação da presidenta, pode voltar a se manifestar e influenciar na eleição?

FF - O Brasil tem 200 milhões de pessoas. Houve uma manifestação de parte da população, inclusive de setores de classe média, setores que na verdade não querem fazer reivindicação e que vão para as manifestações para fazer baderna. A própria população verificou que o ato não tinha clara uma proposta de reivindicação, eram várias reivindicações. Tinha gente reclamando de tudo, na verdade era uma grande central de reclamação da vida e da política. Algumas coisas com justiça, feito a luta contra a corrupção, a defesa pelos Direitos Humanos, mas também tinha reivindicações extremamente fascistas de direita pedindo pena de morte e outras coisas absurdas que ferem a Constituição Federal. Então, manifestações de descontentamento poderão voltar a acontecer, mas não acredito que será responsável para alterar resultado da eleição, por que o que define o voto da população é a vida das pessoas. Se a economia não estiver bem, o aumento do desemprego, é natural que é aí que vai acontecer esta reação, mas o Brasil não vive nenhum momento de desespero. O país tem crescido o emprego formal, não na velocidade que todos gostaríamos, mas o PIB este ano cresce 2,5%, enquanto países na Europa estão caindo. É um momento difícil da economia mundial, mas o Brasil está crescendo. Não acredito que o povo vá entrar em aventura para trocar governo. Quanto às reivindicações, em outros países recentemente que o povo foi para as ruas, e exército entrou e matou muita gente. Aqui no Brasil, as reivindicações foram recebidas, as passeatas aconteceram e não houve problema de violência, e quando houve foram dos próprios militantes e participantes que praticaram, como depredação e agressões, que não são manifestações democráticas e civilizadas. Estes casos acabaram afastando a população das ruas, que ficou com medo deste vandalismo. Por isto acredito que não vão voltar a acontecer manifestações daquele tipo. Pode acontecer manifestação na Copa do Mundo, mas todos os países vão comemorar e uma parte grande da nossa população estará participando do evento. A maioria da população apoia a Copa no Brasil, assistindo jogos da seleção e torcendo pelo país. Pode ter uma minoria que vai querer fazer protesto, é natural, mas a grande maioria vai torcer pra gente ser Campeão do Mundo jogando no Brasil.

BRC - E sobre este novo momento do PT estadual em que as correntes sentaram, conversaram e criaram um planejamento para quatro anos, inclusive a nova presidente Teresa leitão já teve um primeiro contato com o ex-presidente Lula, em que ele teria dado sinal verdade para a candidatura própria em Pernambuco?

FF - Foi muito importante este momento, passada a eleição, inclusive nosso grupo ganhou a eleição no estado, ganhou no Recife. Eu apoiei a Teresa Leitão, o que mostrou que realmente a gente tinha maioria e nossa proposta foi aprovada pela maioria dos filiados. Agora, foi uma eleição muito bem disputada e nós não tínhamos para que prolongar esta disputa. Eu fiz esta sugestão de fazer um acerto entre as chapas. Fiz a proposta em Brasília a João Paulo e a Pedro Eugênio para que a gente fizesse um compartilhamento, dois anos uma chapa ficaria com a presidência e dois anos com a outra. Até para pacificar o PT e acabar com esta briga interna que não tem mais sentido, a gente já teve muitos problemas com isso, e temos que nos preparar para enfrentar 2014. Precisamos de maturidade, equilíbrio e dar prioridade à organização do partido. Um dos motivos da gente ganhar a eleição no estado foi justamente porque esta direção que estava aí fracassou. Como é que o partido que governa o Brasil só tem 13 prefeitos eleitos em Pernambuco? Tinha oito e passou para treze. É muito pouco. Por isto que a gente tinha que mudar e colocar uma outra prática para ampliar e fortalecer os diretórios municipais para crescer o partido de fato no estado. E por isto precisamos pensar de fato em uma candidatura para governador. Eu sou favorável que o PT abra este debate pra ter um candidato. O nome de João Paulo é uma possibilidade, Teresa também e outros nomes poderão surgir e até a alternativa de fazer alianças com outros partidos. É evidente que vamos discutir o melhor caminho com a direção nacional, pois o principal objetivo é reeleger a presidenta Dilma. Não adianta ganhar o governo de Pernambuco e perder a presidência do Brasil. Nós temos que estabelecer uma ordem de prioridades, e esta é a principal, reeleger a presidenta Dilma. E fortalecer o partido aqui, se pudermos eleger o governador, ótimo! Será nosso segundo objetivo. Vamos trabalhar nesta direção e o PT tem história e quadros para fazer isto. O presidente Lula de fato sinalizou para a nova presidente Teresa Leitão, em reunião que aconteceu há poucos dias, que era importante o PT discutir estas alternativas. O nome dela foi citado aí mas é mais especulação da imprensa, mas é somente um dos nomes que serão colocados e poderão ser chamados. Mas isto ainda está muito longe e precisamos ouvir os filiados aqui do estado pra gente avaliar qual o melhor caminho.

BRC - Finalizando. A candidatura à reeleição de Deputado Federal já está decidida e consolidada? Haveria possibilidade do senhor fazer parte da chapa petista, ocupando a vaga de senador?

FF - Nós temos uma natural tendência da disputa da reeleição para Deputado Federal, mas é lógico que se o PT nos convocar para uma outra tarefa, nós iremos discutir, mas estará condicionada ao debate com a Direção Nacional e a presidenta Dilma e o presidente Lula. Nós não somos candidatos se não tivermos o apoio desta estrutura.

BRC - Garanhuns é uma das suas principais bases no estado, onde o senhor tem história desde a adolescência. Como o senhor analisa o novo ciclo eleitoral, o quadro que se desenha para 2014?

FF - Eu pretendo continuar meu mandato trabalhando aqui, com temos feito, para fortalecer nosso município. Estamos com várias ações, emendas que apresentamos para o desenvolvimento das nossas universidades no estado. Apresentamos uma emenda de R$ 30 milhões para as Universidades Federais, que foi da bancada de Pernambuco, que nós conduzimos. E outros recursos que nós achamos importantes para a UPE, para a construção de uma Casa do Estudante Universitário aqui em Garanhuns. Além de outras iniciativas na área da saúde.

BRC - E a luta da FAMEG.

FF - Sem dúvida. Nós temos que continuar porque entendemos que com o Programa Mais Médicos amplia a possibilidade. Temos este diálogo com o Ministério da Saúde para colocar a FAMEG dentro do programa, para garantirmos esta mais esta Faculdade de Medicina no estado e aqui na cidade de Garanhuns.

Governo anuncia série de medidas para promoção dos direitos humanos e cidadania




 O governador Eduardo Campos anunciou, nesta terça-feira (10/12), diversas medidas para promoção dos direitos humanos e de cidadania. Em solenidade realizada na Sede Provisória do Governo do Estado, no Centro de Convenções de Pernambuco, o governador assinou decretos, portarias, termos de cooperação e implementou ações voltadas para inclusão social. As ações são voltadas para os idosos, para a pessoa com deficiência, para o consumidor e para a população LGBT. 

"São ações integradas que dialogam com a construção de um Mundo melhor para se viver, mais justo. Hoje é um dia simbólico para a luta dos Direitos Humanos em todo o Mundo, que congrega de uma só vez muitos símbolos importantes para a construção de uma sociedade sem as marcas do sofrimento e da discriminação que ainda povoam a vida de milhões de brasileiros. É um esforço para melhorar a nossa democracia, aproximar o Brasil real do Brasil oficial", afirmou o governador.

Os idosos viram surgir a Superintendência Estadual da Pessoa Idosa, o Fundo Estadual da Pessoa Idosa de Pernambuco (FEDIPE) e o Plano Estadual de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa. Essa articulação permite a ampliação das políticas públicas para o idoso e mais investimentos em serviços especializados.

A secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Laura Gomes, denominou as ações de "pacote do bem". "É a oficialização de um conjunto de afirmações positivas, fruto de um diálogo, do entendimento de muitas secretarias", destacou Laura Gomes, enfatizando o trabalho integrado entre o secretariado do governo em prol do bem estar social. "Hoje, o governo comemora dignamente esse dia, com ações importantes para atender os direitos de pessoas idosas, com deficiência e LGBT", afirmou Selma Castro, representante da sociedade civil organizada na ocasião.

Para garantir os direitos da população LGBT de Pernambuco (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), o governador criou o Conselho Estadual de Direitos LGBT, que vai trabalhar para a implementação de políticas públicas em âmbito estadual. O principal foco é o combate à discriminação e a promoção dos direitos de LGBT. "Esse é um momento de consolidação de uma série de projetos na institucionalidade do Estado e de se preparar para outras etapas do sonho de construção de uma sociedade melhor", afirmou o governador. 

As pessoas com deficiência física foram contempladas com o Programa PE Conduz em Petrolina, no Sertão, programa voltado para pessoas com um alto grau de deficiência e que não apresentem condições de se locomover com autonomia. Além disso, o Governo do Estado criou as Centrais da Língua Brasileira de Sinais (Libras) no Expresso Cidadão de Petrolina, Caruaru e Recife. Foi regulamentada ainda a Lei que trata da gratuidade do transporte público na Região Metropolitana para pessoas com deficiência e a Lei do Policial e Bombeiro com Deficiência.

Eduardo Campos também assinou termo de cooperação com o Poder Judiciário, o Ministério Público, a Defensoria Pública e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para a aplicação de penas e medidas alternativas. Por fim, foi lançada ainda a unidade móvel do Procon e a Câmara do Consumidor Turista, para agilizar soluções de conflitos que possam surgir.

Fotos: Eduardo Braga/SEI

PATRIMÔNIO ARQUEOLÓGICO: Estudantes da UPE Garanhuns montam Exposição sobre o Sítio Boi Morto


Depois da UPE Campus Garanhuns receber a exposição Boi Branco: Preservação de um Passado Presente, o projeto chega à Escola Estadual São José. Nesta quarta-feira (11), durante todo o dia, estudantes, professores e o público interessado poderão conferir os resultados das atividades de Prática de Ensino II da turma do 2º Período da Licenciatura em História/2013.2.

A exposição visa a conscientização histórica e a preservação deste importante patrimônio arqueológico do Agreste Meridional: O Sítio do Boi Branco, localizado em Iati, a 55 quilômetros de Garanhuns, conta com diversas pinturas rupestres.

A equipe organizadora da mostra promete surpreender mais uma vez. Segundo, a docente Mª Lana Monteiro, curadora da exposição: " A equipe está bastante afinada e vem realizando projeto coletivo que amadurece a cada dia. Utilizando recursos da educação patrimonial e arte educação estamos dentro e fora dos muros da universidade, promovendo cidadania, acesso a informação e valorização cultural". A docente ainda lembra que a proposta não pára por aí.

A itinerância da exposição deve seguir para outros espaços escolares e culturais, como na cidade de Iati, bem como, através de exposição virtual que pode ser acompanhada nas redes sociais e no seguinte endereço:

Prestigiem.

Exposição: Boi Branco: Preservação de um Passado Presente
Data: 11/12/2013
Horário: 9h-12h e 14-17h
Endereço: Escola São José, Av. Rui Barbosa, 715 - Heliópolis.

PREFEITURA DE SÃO JOÃO: Genaldi fica ou sai?

Jamesson Guilherme, Presidente da Câmara
Com a derrota no TRE de Pernambuco, a coligação que elegeu Genaldi Zumba no município de São João levou o caso para o Tribunal Superior Eleitoral. Enquanto não é analisado e votado, o prefeito continua no cargo. É provável que a mais alta corte eleitoral do país julgue ainda este ano.

Caso consiga reverter, Genaldi continua prefeito, e a questão da prestação de contas não poderá mais ser motivo de contestação para sua saída da administração. Entretanto, outras questões continuarão na pauta, como o desvio apontado na saúde, tanto pelo ex-secretário Porfírio Aguiar quanto pelo próprio prefeito, quando concedeu entrevista acusando o ex-auxiliar. Estas e outras questões não estão sendo debatidas no judiciário neste momento, embora possa ter influenciado na decisão colegiada do TRE. As denúncias foram encaminhadas ao TCE e Ministério Público, que devem proceder as investigações.

Se não conseguir convencer os juízes em Brasília, da prestação correta de suas contas de campanha, Genaldi estará definitivamente afastado. Restaria ainda uma contestação constitucional em Recurso Especial ao Supremo Tribunal Federal, mas é muito difícil, embora possa.

Sendo cassado, assume provisoriamente o Presidente da Câmara, Jamesson Guilherme (foto), enquanto a Justiça Eleitoral providencia nova eleição, já que Genaldi obteve mais de 50% dos votos dos eleitores para prefeito. Se tiver nova eleição, Genaldi não poderá concorrer. 

Se havia a expectativa do julgamento por parte do TRE, imaginem agora com a decisão final em Brasília.

Fernando Ferro fala sobre a duplicação, pesquisas, reeleição de Dilma, PT estadual, Universidades, Fameg e muito mais.


Iniciaremos esta noite um novo quadro aqui no Blog, trata-se do Entrevista Coletiva, onde buscaremos personalidades estaduais e nacionais que possam conversar conosco sobre as coisas que interessem a Garanhuns. Inaugurando, batemos um bate-papo com Fernando Ferro, deputado federal que tem nossa cidade como uma das principais bases do estado. Nascido em Bom Conselho mas tendo parte de sua história na Cidade das Flores, Ferro fala sobre a duplicação da BR-423, pesquisas que mostram reeleição de Dilma, PT estadual - suas brigas e projetos para 2014, Fameg e muito mais.

Conseguimos boas declarações, como a possibilidade de aceitar um convite para disputar o Senado Federal e as priopridades do partido para a próxima eleição, como a questão nacional interfere no quadro estadual, com uma possível candidatura própria a governador.

Portanto, às 18h desta quarta-feira. ENTREVISTA COLETIVA, com Fernando Ferro!

SIGA O BLOG

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.