HIPER TODODIA

HIPER TODODIA
CLIQUE NA IMAGEM

FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS

FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS
TUDO SOBRE O FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS - FIG 2017

GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE E SAIBA MAIS

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

ADAILTON FEITOSA: Professor da AESGA é o novo Secretário de Turismo de Pernambuco

A Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns acaba de mostrar mais uma vez o nível no seu corpo docente. Nas mudanças anunciadas pelo governador Eduardo Campos, um dos nomes é professor do curso de Pós-Graduação em Gestão Pública, do qual faço parte do grupo de alunos. Trata-se de Adailton Feitosa.

SECRETARIA DE TURISMO

Secretário: Adailton Feitosa

Profissão: Auditor do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE)

Natural de Serra Talhada, Adailton Feitosa tem 42 anos. Formado em Direito pela UFPE, com especialização em gestão pública e controle externo pela UPE e mestrado em gestão pública pela UFPE. Ingressou como auditor do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco em 1992, tendo exercido as funções de assessor do auditor Carlos Maurício, assessor do conselho Romeu da Fonte, inspetor de Surubim e de Garanhuns, diretor de controle municipal, coordenador de controle externo, diretor geral, assessor do conselheiro Marcos Loreto e chefe de gabinete da Presidência do TCE-PE. Em janeiro de 2012, entrou na Empetur, onde exerceu o cargo de diretor administrativo-financeiro e de vice-presidente até janeiro de 2013. Desde então, exercia o cargo de secretário-executivo de Turismo de Pernambuco. Também é professor de Direito da UniNassau.

MAURÍCIO COSTA ROMÃO: Paradoxo à vista nas eleições de 2014



No primeiro turno da eleição presidencial de 2010 no Brasil, o conjunto de votos que compreende o alheamento eleitoral atingiu 27% (18,1% de abstenção e 8,7% de votos brancos e nulos). Os recentes protestos de junho, com forte mensagem de “antipolítica”, indicam que o percentual tende a aumentar.

A conseqüência pouco comentada entre analistas é que tal aumento reduz os votos válidos e fica mais fácil para quem lidera a corrida majoritária atingir 50% mais um dos sufrágios, encerrando o certame na sua primeira fase. 

À guisa de exemplo: se em 2010 o alheamento eleitoral tivesse sido de 30%, ao invés de 27%, a presidente Dilma Rousseff teria ganho no primeiro turno!

Os exemplos recentes de antipolítica na América Latina (e em Portugal), onde o povo está indo às ruas em grandes manifestações, reforçam a preocupação com a ocorrência do fenômeno no Brasil. 

Por exemplo, a abstenção, apenas para citar um componente da alienação, foi bastante elevada nas eleições presidenciais do Chile (56% no primeiro turno e 53% no segundo) e de Honduras (40%), nas eleições municipais da Venezuela (41,7%) e de Portugal (47,4%), e nas proporcionais da Argentina (25%).

Então, se os impulsos da antipolítica no Brasil forem elevados em 2014, estabelece-se um paradoxo: aqueles que clamam por mudança (2/3 da população, segundo Datafolha e Ibope), querendo que o próximo presidente tenha ações diferentes das praticadas pela atual, podem ser eles próprios o veículo através do qual a incumbente continue no governo!

Explicando:

A presidente Dilma Rousseff, na ultra vantajosa qualidade de incumbente, leva grande vantagem com a diminuição dos votos válidos, pois pode transformar a liderança que exibe nas pesquisas eleitorais em uma menor quantidade de votos suficiente para ganhar no primeiro turno (desde, naturalmente, que o somatório de votos dos concorrentes seja menor do que o total de votos da líder).

Suponha-se que os mesmos 27% de alienação eleitoral de 2010 se repitam em 2014. Neste caso, com o eleitorado projetado para 142 milhões, os votos válidos somariam cerca de 104 milhões. A líder na corrida presidencial precisaria de 52 milhões de votos para faturar o pleito no primeiro turno

Admita-se agora, in extremis (será?), que o total do alheamento eleitoral seja de 40% (13 pontos a mais do que os 27% de 2010). Nesta configuração, os votos válidos seriam de 86 milhões e a líder se elegeria na primeira etapa da eleição com apenas 43 milhões de votos.

Detalhe: em 2010 Dilma teve 47,6 milhões de votos e não se elegeu no primeiro turno... 

Outra forma de ver o mesmo problema é através apenas dos votos brancos e nulos. 

Os votos brancos e nulos de 2010 somaram 8,7%. Se permanecessem os mesmos em 2014, os votos válidos seriam 91,3% dos votos apurados. A líder precisaria ter 45,6% desses votos para vencer na primeira etapa.

Imagine-se que em 2014 os votos brancos e nulos alcancem o dobro de 2010, isto é, 17,4%. Nesta hipótese os votos válidos somariam 82,6% e a líder ganharia no primeiro turno com 41,3% desses votos. 

Detalhe 2: em 2010 Dilma teve 46,9% dos votos válidos e não se elegeu no primeiro turno... 

----------------------------------------------------------------


Maurício Costa Romão, Ph.D. em economia, é consultor da Contexto Estratégias Política e Institucional, e do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau. mauricio-romao@uol.com.br. http://mauricioromao.blog.br.

VENDA de Ingressos para o TAMANDARÉ FEST. Confira a programação!



Para quem vai curtir o Tamandaré Fest e ainda não adquiriu seus ingressos..

Atrações:
04 de Janeiro: Garota Safada, Gusttavo Lima, Grupo Revelação, As Coleguinhas.
11 de Janeiro: Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Lucas Lucco, Dorgival Dantas.
18 de Janeiro: Chiclete com Banana, Asa de Águia, Aviões do Forró e Thiaguinho.

Entrega de Ingressos:
Será realizada na Bilheteria do Tamandaré Fest, no dias 04, 11 e 18 de janeiro, das 16h às 22h.

  • Mapa do Evento:



  • ingressos


    CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O SITE DE VENDA DE INGRESSOS!
    .

    Agora é oficial: Sai PTB e entra PSDB no Governo de Pernambuco

    Amigos de longas datas, Sérgio Guerra trouxe o PSDB para Eduardo Campos em Pernambuco

    Caminhos opostos. Deputados do PSDB eram o calo na Assembleia Legislativa em relação ao governo Eduardo Campos, enquanto que o PTB até três meses atrás eram companheiros aliados. Agora tudo mudou. Com Armando Monteiro indo para a oposição para viabilizar seu projeto de ser governador, já que não recebeu o apoio oficial, os deputados do seu partido acompanham sua decisão e partem para o caminho contrário de Eduardo Campos. Enquanto isso, o partido de Sérgio Guerra, mesmo que a contragosto de nomes como Terezinha Nunes e Daniel Coelho, agora integra a base, e tem até cargo no primeiro escalão.

    A entrada do PSDB no governo de Pernambuco foi oficializada nesta quinta-feira 2 pelo governador e pré-candidato pelo PSB à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB). A aliança foi selada depois de muitas conversas do socialista com o presidente do diretório tucano no estado, o deputado federal Sérgio Guerra.

    Segundo Campos, o PSDB assumirá a Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo e a presidência do Detran em Pernambuco. O governador justificou a união devido a uma antiga relação com os tucanos no estado. "Cada um vai interpretar da forma que desejar interpretar. A interpretação é livre. A relação nossa com o PSDB de Pernambuco é uma relação que vem de muito tempo", afirmou. (BRASIL 247)

    Com isto, as coisas vão se arrumando em nível estadual. Quem ainda está numa sinuca de bico é o PMDB, que tem o vice-presidente da república, mas em Pernambuco não dá pra colocar na mesma mesa Jarbas com o PT de Humberto. Os senadores fizeram os traçados opostos. Enquanto Jarbas se aproximou de Eduardo, Huumberto e o PT foram para a oposição.

    GARANHUNS: Vereador requer Terminal de Passageiros para o bairro da Brasília‏


    Através do Requerimento nº 180/2013 o vereador Paulo Leal (PSB), solicitou ao Governo Municipal de Garanhuns a construção de um terminal de passageiros para o bairro da Brasília. O vereador pretende com esta medida dar mais dignidade, conforto e principalmente segurança aos milhares de usuários de transporte público daquela comunidade.

    O vereador justificou em sua proposição que esse é um antigo e justo pleito da população: “A presente proposição visa o atendimento de diversos pedidos oriundos daquela comunidade, pela necessidade dos moradores de contar com um terminal de ônibus que possibilite aos mesmos ficarem abrigados e com alguns serviços básicos a seu dispor.” - Ponderou o vereador.

    Em sua opinião, esse espaço precisa garantir aos usuários serviços essenciais, principalmente, dispor de banheiros públicos, para oferecer comodidade para quem utilizar o local público.

    POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

    POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

    Direitos do Autor

    Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.