CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG: CONTATO (87) 9.9988.0423

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E SAIBA MAIS

sábado, 5 de abril de 2014

TV Asa Branca promove Passeio Ciclístico em Garanhuns.



O Departamento de Marketing da TV Asa Branca realiza neste domingo o primeiro Passeio Ciclístico de Garanhuns. O objetivo do evento é despertar na comunidade em geral o interesse pela prática esportiva como forma de promover a saúde. Os interessados podeem fazer a inscrição no evento. Basta levar um quilo de alimento não perecível (exceto sal) e receberá um kit com camisa do projeto no dia 5 de abril. 

A expectativa é de que mais de 600 ciclistas participem do evento. De acordo com Suelene Sá, supervisora do Departamento de Marketing da TV Asa Branca a competição terá o apoio da Polícia Militar. 

- A PM é quem está coordenando o Passeio. Ela será a responsável pela segurança, definição do percurso, inscrição dos participantes e arrecadação e distribuição dos alimentos. 

Os participantes terão o apoio da Secretaria de Saúde que estará no local realizando aferição de pressão e teste de glicose. Antes da largada, professores de educação física farão exercícios de alongamento e passarão orientações sobre a prática do ciclismo.

Depoimento do governador João Lyra Neto sobre o ator José Wilker‏



José Wilker foi um dos grandes talentos revelados pelo Movimento de Cultura Popular - MCP, instituído pelo Governo de Pernambuco, na gestão do governador Miguel Arraes, na década de 1960.

Oriundo de Juazeiro do Norte, Ceará, José Wilker começou sua carreira nos palcos aos 13 anos de idade, em Recife, com a peça "Julgamento em novo sol", de Augusto Boal e Nelson Xavier, tendo como cenógrafa e figurinista a francesas Ded Bourbonnais, também engajada ao MCP.

Logo em seguida dirigiu vários espetáculos através do Movimento de Cultura Popular pelo Sertão Pernambucano. Depois do golpe militar de 1964, pressionado pela repressão que coloca o MCP na ilegalidade, Wilker parte para o Rio de Janeiro.

Com Luiz Mendonça, diretor de teatro do MCP, Isabel Ribeiro, Camilla Amado e Carlos Vereza, funda, no Rio de Janeiro, o Grupo Chegança, no qual atua durante quatro anos em montagens como “Morte e Vida Severina”, do pernambucano João Cabral de Melo Neto e “A Excelência” do também pernambucano Luiz Marinho.

Sua carreira ganha dimensão nacional e amplitude conquistando as telas do cinema e televisão com personagens até hoje inesquecíveis. 

Sua presença na teledramaturgia brasileira será sempre lembrada graças ao seu desempenho extraordinário em novelas e minisséries como “Roque Santeiro”, “Gabriela”, “Anos Rebeldes”, “Agosto”, “JK”, “Amazônia – De Galvez a Chico Mendes”.

Apaixonado pelo cinema, José Wilker foi intérprete de obras clássicas como “Dona Flor e seus dois maridos”, “A Falecida”, “O Justiceiro”, “Estranho Amor”, “Bye, bye Brasil”, “O Homem da Capa Preta”, “Dias Melhores Virão”, “Guerra de Canudos”, entre outras. Além de ter se destacado na imprensa como crítico cinematográfico.

O Governo de Pernambuco registra com enorme pesar a morte deste grande artista profundamente ligado à cultura do nosso estado, intelectual militante das causas populares e, antes de tudo, um grande brasileiro.

João Lyra Neto
Governador do Estado de Pernambuco

Paixão de Cristo de Nova Jerusalém Atores globais chegam para ensaios



Os atores globais, que participarão da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, estarão na cidade-teatro localizada no município do Brelo da Madre de Deus (PE), na próxima terça-feira, dia 8. Carol Castro (que fará o papel de Maria), Fernanda Machado (Madalena), Carlos Machado (Pilatos) e Oscar Magrini (Herodes) chegam para ensaiar as cenas do espetáculo juntamente com o elenco de artistas pernambucanos, entre eles o ator José Barbosa que, pelo terceiro ano consecutivo, fará o papel de Jesus, e a modelo e ex-miss Pernambuco Meyriele Abrantes, que fará o papel de Herodíades. Este ano, as encenações terão início no próximo sábado, 12 de abril, e se encerrarão no sábado seguinte, dia 19.

Em sua 47ª temporada, o espetáculo apresentará mais uma vez uma história de fé, esperança e muita emoção contada por 50 atores e 500 figurantes em nove monumentais palcos–platéias e cenários grandiosos do maior teatro ao ar livre do mundo localizado no agreste pernambucano, a 180 km do Recife (PE). Em quase meio século de apresentações, a peça já foi assistida por mais de 3 milhões de pessoas. A direção do espetáculo é de Carlos Reis e Lúcio Lombardi. A coordenação geral é de Robinson Pacheco.

Para o público residente em Pernambuco e Estados vizinhos, existe oferta de excursões em ônibus de turismo e vans com serviços e preços variados que podem ser encontrados no Google ou facebook. O público também pode se deslocar de automóvel até a Nova Jerusalém. A estrada que liga a cidade-teatro à capital pernambucana e à Caruaru é duplicada em sua quase totalidade, oferecendo conforto o segurança para os viajantes.

Para os que buscam viver emoções mais fortes, a Pousada da Paixão, que está instalada dentro da Nova Jerusalém, oferece pacotes para os turistas que desejam não só assistir, mas também sonham em entrar em cena junto com os atores do espetáculo. São dois dias de hospedagem, nos quais os hóspedes assistem à peça no primeiro dia e, no segundo, atuam como figurantes juntamente com todo o elenco.

Os ingressos já podem ser adquiridos por meio do site oficial na internet (www.novajerusalem.com.br), nas bilheterias do teatro, nas lojas da CVC (Recife, Caruaru, Garanhuns e Carpina) e, também, em shoppings do Recife e Caruaru, além da Luck Viagens em Pernambuco. O preço varia de R$ 80,00 a R$ 120,00, com meia entrada para estudantes e público até 14 anos. As compras feitas pelo site podem ser parceladas em até 12 vezes nos cartões Visa, Hipercard e Redecard.

MORRE JOSÉ WILKER


O ator e diretor José Wilker morreu, aos 66 anos, na manhã deste sábado (5) no Rio. Ele sofreu um infarto. Wilker ficou conhecido por trabalhos marcantes em novelas como "Roque Santeiro", em que interpretou o personagem-título, e "Senhora do destino", em que interpretou o bicheiro Giovanni Improtta. No cinema, fez filmes como "Bye bye Brasil" e "Dona Flor e seus dois maridos".

A sua última participação em novelas foi em 2013, em "Amor à vida", de Walcyr Carrasco, no papel do médico Herbert. Em 2012, ele foi o coronel Jesuíno no remake de "Gabriela", baseada no livro "Gabriela Cravo e Canela", de Jorge Amado. Na versão original, exibida em 1975, havia feito Mundinho Falcão. Na TV Globo, participou de quase 30 novelas.

Para saber mais... G1 GLOBO

Criação de Novos Municípios volta à Pauta do Congresso Nacional. Confira condições!

O projeto de lei que estabelece regras para a criação de municípios, de autoria do senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), conta com o apoio do líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE). O petista, que votou a favor da primeira proposta que tratou do tema - vetada pela Presidência da República -, afirmou que as imperfeições observadas pelo Poder Executivo no texto agora serão corrigidas. Humberto disse que, além de ser favorável à nova matéria (PLS 104/14) que já está em tramitação na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, vai trabalhar e articular com o Palácio do Planalto e com os demais parlamentares para fazer o projeto virar lei. 

“Tivermos a apresentação de uma primeira lei (PLS 98/02) que contou com o nosso apoio, com o meu voto e com a minha mobilização, mas que, infelizmente, a presidenta Dilma entendeu que havia imperfeições no projeto e terminou por vetá-lo. Mas tenho trabalhado juntamente com outros senadores, entre eles o Mozarildo Cavalcanti, que é autor do projeto original, para efetivamente aprovarmos o outro. Vamos apelar à presidenta Dilma para que coloque o governo todo à disposição para consolidarmos essa proposta”, garantiu Humberto. 

O senador citou vários casos em que o desmembramento de um município é a medida ideal a ser tomada. “Em Pernambuco nós temos vários distritos que têm a aspiração de se desmembrar; aspiração justa e adequada. É justa porque muitas vezes politicamente a força está mais concentrada no distrito do que na própria sede. Em alguns lugares a distância entre o distrito e a sede também não permite que as políticas públicas do município possam chegar àquele distrito. São várias as situações que precisam ser levadas em consideração”, ressaltou.

A principal inovação do novo texto apreciado pela CCJ do Senado é a elevação do quantitativo populacional mínimo necessário à criação de um município para a maioria das regiões geográficas do país. O aumento era uma das observações do governo. A população mínima para os municípios das regiões Sul e Sudeste passaria de 12 mil para 15 mil habitantes, enquanto no Nordeste o mínimo subiria de 8 mil para 8,5 mil, no Centro-Oeste aumentaria de 6 mil para 6,5 mil e no Norte haveria redução de 6 mil para 5 mil habitantes.

A segunda grande mudança no texto, que ainda será apreciado pelos deputados, tem o objetivo de resolver o problema das unidades de baixa viabilidade econômica, que poderiam se consolidar em unidades maiores, com mais economia de escala na provisão de serviços públicos. Para tanto, o projeto reduz de 10% para 3% da população dos municípios envolvidos o número de assinaturas necessárias ao requerimento para dar início ao processo de fusão ou incorporação.

Confira o que diz o novo projeto (em sua estrutura geral, o PLS 104/2014 é muito similar ao texto anterior, o PLS 98/2002):

- Estabelece um limite mínimo de população (regiões Sul e Sudeste: 15 mil pessoas; Nordeste: 8,5 mil; Centro-Oeste: 6,5 mil; e Norte: 5 mil) e outras condições para a criação de municípios, tais como a existência de um núcleo urbano, a manutenção da continuidade territorial e o respeito às divisas estaduais;

- Define as características do Estudo de Viabilidade Municipal (EVM), que constitui condição necessária à alteração dos limites municipais e deve oferecer parecer conclusivo sobre a viabilidade econômico-financeira, político-administrativa, socioambiental e urbana; 

- Define quatro tipos distintos de alteração desses limites: criação, incorporação, fusão e desmembramento; 
- Estabelece os critérios para questionamentos acerca das conclusões do EVM; 

- Regulamenta a realização de plebiscitos e os procedimentos legais para instalação dos novos municípios e as regras de gestão durante a transição entre a antiga e a nova divisão administrativa; 

- Estabelece procedimentos através dos quais os governos estaduais devem manter atualizados os seus cadastros de informações municipais.

Gil PM tem requerimentos atendidos e ruas do bairro do Magano serão asfaltadas‏

A falta de pavimentação nas ruas causam diversos danos à vida dos moradores, a começar pela poeira, que causa problemas de saúde como bronquites e alergias, e pela ambientação estética do local, que devido à falta de calçamento, acaba desvalorizando os imóveis.

O vereador Gil PM (PRB), apresentou requerimentos na Câmara Municipal de Garanhuns solicitando do Chefe do Poder Executivo a pavimentação asfáltica das seguintes ruas no bairro do Magano: Carlos Gomes,
Lamartine Babo, Ascenso Ferreira, Otília Peixoto, Amazonas e Wilson Urquiza. As mesma estão incluídas na relação das ruas que o Governo Municipal anunciou que serão asfaltadas.

De acordo com o vereador, a solicitação atende pedidos da população local, que exigia seus direitos. "Queremos que esse asfalto traga qualidade de vida para os moradores. O asfalto é sinônimo de progresso
e desenvolvimento socioeconômico para as localidades, já que esta obra visa atender as necessidades da população", afirmou Gil PM.

Junto ao prefeito Izaías, Audálio destaca o papel da Câmara nos novos projetos para Garanhuns

O prefeito Izaías assinou, na última quinta-feira, a ordem de serviço para pavimentação e drenagem de 64 ruas mais a reforma da Praça Dom Expedito Lopes. 

Representando a Câmara Municipal de Garanhuns, o vereador Audálio destacou positivamente o investimento de 9 milhões de reais que mudará para melhor a face urbana da cidade, o presidente da Câmara, ainda destacou o papel do Legislativo Municipal que cumpre o seu papel de apresentar e aprovar o que for melhor para a população.

“É com alegria que participamos desse momento, de estar junto ao povo, parabenizamos o prefeito e sua equipe por essas realizações que só vem a melhorar a condição de vida de nossa população, ao longo dessa legislatura, a Câmara de Garanhuns faz seu papel aprovando projetos e proposições importantes para Garanhuns, vamos continuar” pontuou o presidente da Câmara de Garanhuns, vereador Audálio.

Moradores recebem a autorização dos serviços

Do blog do vereador
http://audaliovereador.blogspot.com.br/

Comunidades Científica e Acadêmica se despedem de Marcelino Granja



O auditório do Espaço Ciência, no complexo de Salgadinho, lotou ontem à noite para a despedida de Marcelino Granja como secretário estadual de Ciência e Tecnologia. Funcionários da secretaria, representantes e dirigentes das instituições filiadas à Sectec, parlamentares, estudantes e professores de várias universidades homenagearam Granja, que formalizou seu afastamento do cargo ontem e será substituído José Bertotti, tendo como Secretário-Executivo, Pedro Falcão.

Marcelino, que permaneceu três anos e três meses à frente da pasta, afirmou que “gostaria que a homenagem fosse encarada como uma celebração das conquistas da secretaria nesse período”. Em uma breve avaliação de gestão, ele afirmou que a Sectec articulou esforços e vontades para que a inovação tecnologia e científica contribuísse no desenvolvimento de Pernambuco e para a redução das desigualdades sociais.

Entre os programas da secretaria mencionados por Marcelino como bem sucedidos estão o Conexão Cidadã, que leva telefonia móvel e acesso à internet, para vilas e povoados que jamais tiveram esses serviços; o Proupe que garante 12 mil bolsas estudos de educação superior para alunos das autarquias municipais de ensino; a ampliação e estruturação dos parques tecnológicos; e a interiorização da Universidade de Pernambuco (UPE)

Representantes e gestores das empresas, autarquias e órgãos integrantes do sistema de Ciência & Tecnologia do estado fizeram questão de expressar sua opinião sobre a gestão de Granja.

Para o diretor-presidente do Porto Digital, Francisco Saboya, “o ecossistema de ciência, tecnologia e inovação que hoje nós temos em Pernambuco não existiria sem a capacidade de articulação e diálogo de Marcelino Granja. O que antes era um grupo de instituições atuando isoladamente, hoje é um conjunto com comunicação permanente sob uma política de Estado”.

O reitor da UPE, Carlos Callado, recordou que logo na sua primeira audiência com Marcelino Granja, enumerou todos os itens e problemas que considerava prioritários para a Universidade. “Imediatamente ele compreendeu a importância de tudo aquilo e, além disso, passou a defendê-los, aperfeiçoando com suas próprias contribuições. Nas discussões com outros setores do governo estadual, mesmo quando recebia um ‘não, ele permanecia alinhado com suas próprias convicções de que a UPE é fundamental para a construção do futuro de Pernambuco”.

Callado encerrou seu depoimento garantindo que continuará ao lado de Marcelino em “seus futuros desafios”. Em seguida, Rejane Mansur, secretária regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em Pernambuco, garantiu que Marcelino Granja, “é um homem que o dificil ele resolve logo e o impossível ele deixa para depois. A prova disso foi o papel que ele desempenhou para realizar em Recife a reunião anual da SBPC”.

Criar a Empresa Pernambucana de Comunicação (EPC) e a reestruturação da TV Pernambuco foram outras das realizações de Marcelino Granja que foram celebradas ontem. Guido Bianchi, presidente da EPC, declarou que o secretário demonstrou completa afinação e entendimento de uma das discussões mais importantes da sociedade contemporânea, a democratização das comnunicações.

Em evento recente, Marcelino ao lados
dos diretores da UPE Garanhuns
Por fim, a deputada federal Luciana Santos definiu Marcelino Granja com uma frase: “Ele é o tipo de militante político que toma conhecimento de um problema complicadíssimo à noite e o resolve de manhã”.

EM GARANHUNS: Marcelino Granja é convidado da UPE Garanhuns para a aula inaugural do curso de pós-graduação, neste sábado pela manhã. O convite partiu da direção, com Prof. Clovis Gomes, e também de Pedro Falcão, que está deixando a Pró-Reitoria da Administração da UPE para assumir a Secretaria-Executiva da SECTEC, desta vez, tendo participação fundamental do próprio Marcelino Granja, a quem Pedro credita muitos avanços do ensino superior no interior do estado.


Marcelino Granja, o Reitor Carlos Calado e o ex-governador com estudantes
do curso de Medicina em Serra Talhada, na aula inaugural em 2013 

Emoção e famílias marcam transmissão do cargo de Governador no Estado de Pernambuco‏

Eduardo Campos com Renata e filhos.







Fotos: Aluisio Moreira/SEI

O povo pernambucano, na tarde desta sexta-feira (04/04), se despediu do ex-governador Eduardo Campos e celebrou a chegada do recém-empossado chefe do Executivo estadual, João Lyra Neto. A cerimônia de transmissão de cargo, que foi aberta ao público, aconteceu na Sede do Governo de Pernambuco, no Palácio do Campo das Princesas, que fica no Recife. Em suas primeiras palavras como governador, João Lyra Neto, garantiu "a continuidade das ações já iniciadas na gestão de Eduardo" e reafirmou o "compromisso com o povo pernambucano".

"Vou continuar trabalhando com muito afinco, dedicação e compromisso para que nós possamos honrar aquilo que foi prometido em 2006, renovado em 2010 e está sendo concretizado com a gestão mais exitosa da história de Pernambuco. Eduardo Campos merece todo o nosso respeito, e vou concluir o mandato com o mesmo entusiasmo, coragem e, acima de tudo, com os mesmos compromissos com o povo pernambucano", disse o governador.

João Lyra Neto lembrou que sua história com o ex-governador começou ainda em 1959, com a formalização da Frente Popular do Recife, do ex-governador Miguel Arraes, e da Frente Popular de Caruaru, que tinha à frente o pai do governador, João Lyra Neto. Para o governador, aquele foi o momento que definiu a orientação da nova política pernambucana. "Eduardo foi mais do que um companheiro de trabalho. Nos últimos anos, nós construímos uma relação de amizade", afirmou.

Em seu último discurso oficial, bastante emocionado, o ex-governador Eduardo Campos pontuou os avanços sociais e econômicos na sua gestão. Eduardo também reafirmou a confiança no atual governador e classificou João como "um amigo". "Após muita dedicação, nós realizamos o que parecia impossível. Hoje, deixo o Governo de Pernambuco com a sensação de dever cumprido", declarou Eduardo, para uma plateia de quatro mil pessoas.

Ainda durante a solenidade, Eduardo disse que "Pernambuco está em um novo patamar e pronto para o futuro". "Nós construímos um Pernambuco com menos desigualdade social e com uma elevada autoestima. Hoje, temos um Estado competitivo e renovado, no ciclo social e econômico", considerou Eduardo, enfatizando que Pernambuco "avançou e vai continuar crescendo" com a atual gestão.

ALEPE - O relógio marcava 16h quando João Lyra Neto assinou o termo de posse na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), em decorrência da renúncia do ex-governador Eduardo Campos. João Lyra Neto chegou à Alepe acompanhado da primeira dama Leila Queiroz, e foi recebido pelos deputados estaduais Waldemar Borges, Laura Gomes e Tony Gel. A cerimônia foi presidida pelo chefe da Casa, o deputado estadual Guilherme Uchôa.

Na Casa Joaquim Nabuco, nesta sexta-feira, na presença de familiares, políticos, imprensa e da população, o governador João Lyra Neto garantiu continuar afinado com as ações já iniciadas e destacou que também vai iniciar novos projetos, como a interiorização da Tecnologia e Inovação. "Assumo aqui o compromisso de realizar o desembarque do Porto Digital do Cais para a Mata, Agreste e Sertão. Com tecnologia e criatividade, vamos gerar os novos empregos deste século e dar oportunidade para os jovens", afirmou, em seu discurso.

Outra novidade da gestão de João Lyra Neto é a criação da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, com o objetivo de assegurar uma política pública para o setor. "Precisamos dar a esses empreendedores a oportunidade de formação, tecnologia, financiamento e, acima de tudo, amparo para àqueles que representam 90% das empresas brasileiras e 60% do emprego em todo o Brasil". O Projeto de Lei será encaminhado à Assembleia Legislativa na próxima semana.

A emoção e a gratidão também marcaram a solenidade de posse do governador, que prestou homenagem a seu pai, João Lyra Filho, eleito por duas vezes prefeito de Caruaru; a seu irmão, o ex-ministro Fernando Lyra; aos militantes do Movimento Democrático Brasileiro (MDB); e para sua filha, a deputada estadual Raquel Lyra.

Após a solenidade, o novo chefe do Executivo passou em revista às tropas e seguiu de carro até a ponte Princesa Isabel. De lá, caminhou até o Palácio do Campo das Princesas, onde foi realizada a solenidade de transmissão de cargo.

MICROEMPRESA: Armando elogia João Lyra e critica Eduardo

Jorge Corte Real e Armando Monteiro

O senador Armando Monteiro elogiou a criação da Secretaria Estadual de Microempresa pelo Governo João Lyra. Para Armando, a pasta estadual entra em sintonia com as políticas já adotadas pelo Governo Federal, que desde o ano passado criou a Secretaria Federal da Micro e Pequena Empresa, com status de Ministério.

Leia abaixo o que diz Armando sobre a nova secretaria estadual:

“O Governo Eduardo Campos, em seus quase sete anos e meio, não dispensou um tratamento adequado às micro e pequenas empresas, como eu já havia acentuado. Mas não posso deixar de me congratular com o novo governador João Lyra, porque num dos primeiros atos de seu governo, e em linha com o que a presidente Dilma já havia feito no plano nacional desde o ano passado, cria a secretaria da Microempresa. Está mais do que na hora de colocar no centro da agenda de Pernambuco e da nossa própria estratégia de desenvolvimento o importantíssimo papel das micro e pequenas empresas”.

Pedro Falcão é o novo Secretário-Executivo de Ciência e Tecnologia de Pernambuco


O Pró-Reitor da Administração da Universidade de Pernambuco e ex-diretor da UPE Garanhuns, Pedro Falcão, está assumindo a Secretaria-Executiva de Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, em um convite formulado pelo novo governo, com o aval do ex-governador Eduardo Campos e do ex-Secretário Marcelino Granja. Quem estava nesta função era José Bertotti, que será o titular da pasta.

Pedro Falcão vai se afastar da Pró-Reitoria mas mantém o vínculo com a Universidade. Com seu conhecimento das ações de governo, principalmente os investimentos na área de ciência e tecnologia, e mais profundamente na interiorização da UPE, com seus novos Campus em cidades polos regionais, Pedro Falcão tem sido prestigiado e contribuído para o desenvolvimento, principalmente do interior de Pernambuco. A UPE responde administrativamente à SECTEC.

O novo governador João Lyra acaba de proferir seu discurso em que aponta a interiorização do Porto Digital para o interior do estado, e neste caso, o secretário José Bertotti e Pedro Falcão terão missão estratégica.


POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.