CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG: CONTATO (87) 9.9988.0423

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E SAIBA MAIS

terça-feira, 22 de abril de 2014

ADRIANO OLIVEIRA: Eduardo Campos, saudades e eleições

Por Adriano Oliveira - Cientista Político / Especial para o Blog do Ronaldo Cesar



Três variáveis tradicionais contidas na pesquisa eleitoral orientam as interpretações de diversos atores políticos: 1) Intenção de voto; 2) Avaliação da administração; 3) Nível de conhecimento. No momento, uma variável encanta tais atores: Desejo de mudança. As três variáveis tradicionais são importantes quando consideradas conjuntamente. A variável “desejo de mudança” não consegue, até o instante, revelar o estado de ânimo dos eleitores. Considero-a ilustrativa.

Consta na primeira pesquisa do Instituto de Pesquisa Mauricio de Nassau (IPMN) realizada em abril deste ano uma variável importante para antever o comportamento do eleitorado pernambucano, qual seja: a Saudade. Esta variável foi incluída no questionário por influência da Antropologia das Emoções e de Roberto DaMatta.

Indivíduos sentem saudades daquilo que já conviveram. Saudades de alguma coisa sugerem que os indivíduos têm memória positiva de algo. Neste caso, eleitores têm boas lembranças, e, portanto, sentem saudades do passado e estão atentos ou preocupados com o que virá no futuro. A hipótese que tenho é que eleitores sentem saudades de governos e por isto tendem a votar na reeleição do atual governante ou no candidato apoiado por ele.

Eduardo Campos não poderá mais ser candidato ao Governo de Pernambuco. Ele deixará saudades ou nenhuma saudade? 42% dos eleitores afirmaram que ele deixará saudades. 26% responderam que ele não deixará nenhuma saudade – IPMN, 04/2014. Tais dados sugerem que o candidato Paulo Câmara, o qual é apoiado pelo governador Eduardo Campos, tende a crescer eleitoralmente – Possibilidade.

A possibilidade apresentada surge em razão da seguinte hipótese: as ações do governo Eduardo Campos deixarão saudades, já que 57% dos eleitores aprovam (ótimo/bom) a sua gestão.

Dois pontos importantes: na capital pernambucana, 41% dos eleitores afirmaram que Eduardo Campos deixará saudades. Em Recife, Paulo Câmara obtém 23% de intenções de voto. Na região do Sertão, 51% dos eleitores afirmaram que desejam votar em Armando Monteiro. Nesta região, 28% dos eleitores frisaram que o governador Eduardo Campos deixará saudades. Portanto, neste instante, a variável “saudade” contribui para explicar o desempenho dos candidatos ao governo de Pernambuco. Ressalto que a saudade do eleitor para com alguém pode ser desconstruída ou consolidada.

Ao considerar o todo da pesquisa do IPMN, constato que parte do eleitorado pernambucano deseja a continuidade. Mas isto não significa, neste instante, que os eleitores tendem a votar majoritariamente no candidato da situação. Pesquisas servem para construir estratégias eleitorais. Pesquisas servem para iluminar caminhos.

Adriano Oliveira – Doutor em Ciência Política. 39 anos. Professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Sócio da Contexto Estratégia. Conselho consultivo do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau. Autor de variados artigos e livros sobre o comportamento do eleitor brasileiro. Dentre os quais: Eleições e pesquisas eleitorais - Desvendando a Caixa-Preta, Editora Juruá, 2012. 

Prefeitura não se defende e TCE suspende pregão da saúde de Garanhuns


http://blogcapoeiras.blogspot.com.br/

A Primeira Câmara do TCE referendou hoje (22) uma Medida Cautelar que havia sido expedida monocraticamente pelo conselheiro Carlos Porto, determinando ao secretário municipal de saúde de Garanhuns a suspensão do Pregão Eletrônico nº 005/2014, para compra de medicamentos destinados à rede municipal de saúde.

A decisão foi baseada no relatório de análise do edital elaborado pelos técnicos do TCE, que apontou cláusulas restritivas ao caráter competitivo do certame, tais como:

a) ausência de clareza quanto ao critério de julgamento, se por item ou se por lote;
b) não realização de pregão para registro de preços;
c) ausência de estipulação do prazo mínimo de validade dos medicamentos a serem adquiridos;
d) ausência de previsão no edital de que a entrega dos medicamentos será acompanhada dos respectivos laudos de qualidade;
e) não exigência de capital mínimo ou de patrimônio líquido mínimo como requisito de qualificação econômica financeira:
f) ausência de declaração de preferência por medicamentos genéricos sobre os demais em condições de igualdade de preço; 
g) possibilidade de prorrogação do contrato, em detrimento ao disposto no artigo 57 da Lei nº 8.666/93.

Como a realização do Pregão estava marcada para o dia 11 deste mês, o conselheiro-relator expediu a Medida Cautelar, determinando que fossem notificados para apresentação de defesa, no prazo de cinco dias, o prefeito Izaías Régis Neto, o secretário municipal de saúde Harley Davidson Rocha de Lima e o pregoeiro Marcelo Gomes de Moura. Como no período estipulado nenhum dos interessados compareceu ao processo para defender-se, o conselheiro Carlos Porto levou a Cautelar para referendo da Câmara, o que se deu por unanimidade. 

O Pregão fica suspenso até que as irregularidades apontadas sejam corrigidas.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 22/04/2014

FONTE: Tribunal de Contas de Pernambuco / Blog de Capoeiras 

BLOG DO MÁRIO FLÁVIO: Caruaru, vereadores vão reassumir mandatos

Chegou na Câmara Municipal de Caruaru a notificação do Juiz da Vara da Fazenda, José Fernando dos Santos Souza, para que os cinco vereadores sejam reempossados. A decisão tranqüiliza o presidente da Casa, Leonardo Chaves (PSD), que tinha conhecido da questão via Diário Oficial. 

Agora, o presidente empossa Jajá (sem partido), Louro do Juá (Solidariedade), Eduardo Cantarelli (Solidariedade), Cecílio Pedro (PTB) e Sivaldo Oliveira (PP).

Para saber mais: blogdomarioflavio.com.br/vs1/

Projeto de criação de tilápia muda a vida de agricultores




Um projeto de piscicultura tem mudando a vida de produtores rurais no sítio Camaratuba da Prata, em Saloá. Acostumados a lidar com tomate, milho e feijão, os agricultores aceitaram o desafio de cultivar tilápia. O projeto tem o apoio da prefeitura Municipal de Saloá e do IPA – Instituto Agronômico de Pernambuco.

O peixe da espécie tilápia é o que mais tem se adaptado para criação em barragens, ou mesmo tanques de concreto. Cinco famílias participam da iniciativa e este ano já puderam expor sua produção na feira, fortalecendo o abastecimento do pescado para a Santa. O agricultor e agora pescador, Laércio Soares Bastos, diz que a experiência de vender o peixe durante a Semana Santa foi ótima. “Nós produzimos o peixe a partir da criação de alevinos. Após 4 meses tiramos hoje, cerca de 400 quilos por tanque. Isso é muito bom”. Destacou.

O projeto tem dado tão certo que outras famílias já preparam seus criatórios. Visando o fortalecimento da produção familiar, o Governo Municipal incentiva a piscicultura e juntamente ao IPA garante a compra de todo o peixe produzido pelas comunidades, dentro do programa de Aquisição de Alimento – PAA.

TAÇA BRASIL DE FUTSAL: Pernambucanos e o Corinthians vão bem!

Com informações do Blog do Tiago Valença



Foi realizada nesta terça-feira, 21, feriado de Tiradentes, a segunda rodada da Taça Brasil de Clubes, disputada em Garanhuns-PE. E os representantes pernambucanos mais uma vez foram bem: O Central de Caruaru, atual campeão pernambucano, venceu sua segunda partida, desta vez, passaram pela equipe do Real Madrid do Amazonas, porr 4x2 e chegaram a liderança do grupo. 

O Tigre de Garanhuns, apoiado por sua torcida, venceu mais uma partida, 5 x 1 sobre a equipe do Brejo Cruz da Paraíba. Nesta terça feira, os pernambucanos folgam na rodada. O Central volta a jogar amanhã, contra o Corínthians, às 19h, e na sequência o Tigreenfrenta o Shouse do Pará. 

Por falar em Pará, estamos em conexão neste belo estado banhado pelo Rio Amazonas. Depois a gente conta mais desta passagem por aqui. Fica a coincidência de termos visitado Macapá e agora Belém, e os dois estados estão com equipes na Taça Brasil que está sendo disputada em Garanhuns.  E olha que ainda tem a equipe do Amazonas!

Nesta quarta a gente chega para acompanhar o restante da competição, torcendo pelo time da casa, claro.

Veja abaixo a rodada desta segunda feira e os próximos jogos:

ONTEM:

PACOVAL-AP 4 X 4 DAL MOLIM-RO
VENTO EM POPA-BA 4 X 1 SHOUSE-PA
CENTRAL 4 X 2 REAL MADRID-AM
TIGRE 5 X 1 BREJO DO CRUZ-PB

HOJE:

16HR - SHOUSE-PA X BREJO DO CRUZ-PB
17H30 - REAL MADRID-AM X PACOVAL-AP
19HR - AIRTON CASARÃO-RR X VENTO EM POPA-BA
20H30 - CORINTHIANS-SP X DAL MOLIM-RO

DILMA: DE SINAL AMARELO PARA VERMELHO - Por Maurício Costa Romão

Fonte: elaboração própria com base em pesquisas do Ibope


Tornou-se praxe fazer avaliações de governo mediante os indicadores de ótimo e bom extraídos das pesquisas eleitorais. Embora tecnicamente tenha suas impropriedades (basta dizer que deixa de fora as manifestações de “regular” e “ruim e péssimo”), o fato é que tal mensuração, simples e intuitiva, se consagrou na área político-eleitoral e caiu nas graças do público. 

Independente da medida, os especialistas consideram a avaliação de governo, também tida como sinônimo de popularidade do governante, como um dos principais fatores determinantes do voto: incumbentes bem avaliados tendem a ser reeleitos ou a fazer seus sucessores.

Com efeito, há uma correspondência lógica entre avaliação de governo e voto: grande parte das manifestações positivas de ótimo e bom que os eleitores conferem ao executivo transforma-se em votos. Daí, quanto mais elevada a avaliação da gestão, maior é a quantidade de votos recebida pelo governante candidato ou pelo seu indicado.

O inverso também prevalece: baixas avaliações positivas derrubam as intenções de voto e, depois, as decisões de voto. O desejo de mudança se sobrepõe ao de continuidade.

Na pré-campanha eleitoral deste ano a presidente Dilma Rousseff, sob esse indicador popular de ótimo e bom, está tendo problemas junto aos eleitores, quando sua administração é submetida a julgamento, desde as manifestações de junho do ano passado (vide gráfico).

De fato, depois de uma queda abrupta na sua popularidade, de 63% para 31%, de março para julho, a mandatária nacional iniciou promissora trajetória de recuperação já no mês de agosto e chegou a atingir 43% em dezembro (vide linha azul do gráfico).

Daí em diante, entretanto, a aprovação positiva do governo vem em queda livre. O percentual de ótimo e bom detectado nesta última pesquisa do Ibope de abril foi de 34% (32% pela pesquisa contemporânea do Vox Populi), apenas três pontos acima do pior índice da série, registrado logo após os protestos de junho.

A julgar pelos dados coletados pelo cientista político Alberto Carlos Almeida, do Instituto Análise, em 104 eleições para governador no Brasil, entre 1994 e 2010, o percentual de 35% de ótimo e bom de Dilma estaria perigosamente situado na faixa circunscrita à incumbentes que perderam a eleição (vide tabela abaixo).

Ciente de que a evidência empírica apresentada assenta-se apenas em eleições de governadores e não de presidentes, Almeida adiciona aos seus achados os dois casos das reeleições presidenciais recentes de Fernando Henrique Cardoso e Lula, cujos resultados se encaixariam nos limites mostrados na tabela. Assim, com as devidas ressalvas sobre o “tamanho da amostra”, os exemplos presidenciais se assemelhariam aos governamentais.

APROVAÇÃO DA GESTÃO E CHANCES DE VITÓRIA DE GOVERNADORES QUE DISPUTARAM A REELEIÇÃO                                                (Evidências de 104 casos entre 1994 e 2010)
Acima de 46%        de aprovação
Abaixo de 46%      e acima de 35%     de aprovação
Abaixo de 35%       de aprovação



Ganharam             a eleição
40% de chance       de ganharem
Perderam               a eleição
Aprovação da gestão = soma de ótimo e bom                                     (percentual obtido na última pesquisa antes do pleito) 
Fonte: elaboração própria (dados de Alberto Carlos Almeida)


Note-se, contudo, que os percentuais de ótimo e bom da tabela foram coletados nas últimas pesquisas antes dos pleitos. No caso de Dilma Rousseff, portanto, ela ainda teria seis meses para reverter os atuais índices, considerados ruins pelos especialistas. 

Com o foco da mídia apenas na soma das manifestações de ótimo e bom, o conjunto das declarações de ruim e péssimo, o lado negativo da avaliação de governo, passa meio despercebido do público. Pelo curso recente da linha vermelha do gráfico nota-se que o brasileiro está cada vez mais insatisfeito com a gestão presidencial, haja vista o crescente conceito negativo que lhe atribui. 

Em termos tendenciais, o gráfico sugere que as duas linhas podem cruzar-se nas próximas aferições, dadas as trajetórias delineadas a partir dos últimos três levantamentos sucessivos do Ibope. Na pesquisa de abril, aliás, já há empate técnico entre as duas avaliações (nos limites da margem de erro).

Este blogueiro com o articulista
As insatisfações derivadas das manifestações do ano passado parecem continuar latentes, a julgar pelos altos índices de brasileiros que querem mudanças nas ações do governo (68% no Ibope e 72% no Datafolha).

E aí reside o mais sério obstáculo às pretensões da presidente Dilma: como alterar o mood da população, daqui até o pleito, de forma a reconquistar adeptos, se as demandas dos insurgentes de junho (simplificadamente: combate à corrupção, novas práticas políticas, e serviços públicos de qualidade) não podem ser razoavelmente atendidas neste curto prazo?

—————————————————————-
Maurício Costa Romão, Ph.D. em economia, é consultor da Contexto Estratégias Política e Institucional, e do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau. mauricio-romao@uol.com.br

PROGRAMAÇÃO COMPLETA: Festival Viva Dominguinhos em Garanhuns‏. E outras informações.



A Prefeitura de Garanhuns realiza no próximo final de semana, nos dias 25, 26 e 27, o Festival Viva Dominguinhos. Em sua primeira edição, o evento vai reunir grandes nomes da Música Popular Brasileira em um tributo ao Mestre Dominguinhos. As atrações vão se apresentar em dois polos, sendo eles a Praça Cultural Mestre Dominguinhos - antiga Esplanada Guadalajara -, e o Espaço Colunata, localizado no centro da cidade.

Na Praça Cultural Mestre Dominguinhos, onde estará montado o palco principal, a infraestrutura disponibilizará praça de alimentação, área de artesanato, banheiros químicos e esquema de segurança. Os shows estão previstos para, na sexta-feira (25) e no sábado (26), iniciarem às 21h. Já no domingo (27), devem começar às 20h. O palco "Canta Dominguinhos", no Espaço Colunata, funcionará apenas no sábado, de 10h às 18h.

Programação diversificada - A grade de programação reúne artistas de Garanhuns, regionais e nacionais. Entre os destaques, o evento, que tem como proposta principal reverenciar a história musical do sanfoneiro José Domingos de Moraes, o Dominguinhos, traz nomes como Santana, "o cantador"; a ex-participante do The Voice Brasil, a paraibana Lucy Alves; o cantor e compositor com 25 anos de carreira, Nando Cordel, e o histórico forrozeiro Jorge de Altinho.

Inauguração da estátua - Produzida pelo mestre artesão José Veríssimo, a estátua em homenagem a Dominguinhos será inaugurada durante o festival. Ela será instalada na Praça Cultural que recebeu o nome do homenageado. A escolha do local foi feita por meio de votação popular, com duas urnas da Rede Globo Nordeste, em fevereiro deste ano.

Exibicão Web Série Dominguinhos + -


Durante os intervalos dos shows do Festival Viva Dominguinhos será exibida em um telão a web série "Dominguinhos Mais", uma produção da BigBonsai, produtora de áudio e vídeo paulistana. Na websérie (Dominguinhos+), aparecem seus últimos encontros em estúdio e as falas emocionadas de companheiros de estrada, instrumentos e palcos: Gilberto Gil, João Donato, Djavan, Hermeto Pascoal, Lenine, Orquestra Jazz Sinfônica, Mayra Andrade, Yamandu Costa, Elba Ramalho, Hamilton de Holanda, entre outros. "Um Dominguinhos que pouca gente conhece: jazzista, improvisador, universal. Virtuoso que nunca estudou música". Ao longo da carta que escreveu a respeito do projeto que a envolveu por seis anos, Mariana Aydar sintetiza o porquê do seu interesse em realizar uma obra que homenageia Dominguinhos. Nela, a cantora menciona uma singularidade bastante marcante na obra desse exímio sanfoneiro: seu refinamento musical, sua universalidade. "Assim era Dominguinhos. Grande, muito grande. Simples, muito simples", reforça ela.

PROGRAMAÇÃO:

Praça Cultural Mestre Dominguinhos

Sexta-feira | 21h
Mourinha do Forró
Liv Moraes
Maciel Melo
Santana

Sábado | 21h
Os Valvulados
Petrúcio Amorim
Lucy Alves
Nando Cordel

Domingo | 20h
Zezinho de Garanhuns
Waldonys
Jorge de Altinho

Palco "Canta, Dominguinhos" - Espaço Colunata

Sábado | 10h às 18h

A programação deste polo está sendo finalizada pela Secretaria de Cultura e deve ser divulgada ainda esta semana.

A Solidão da Velhice e a Páscoa no Macapá


Uma frase dita por Ivan Rodrigues na solenidade que devolveu os diplomas a suplentes de vereadores cassados durante a Ditadura em Garanhuns me marcou muito, e senti necessidade de trazê-la para vocês. 

O próprio presidente da Casa Legislativa, vereador Audálio Filho, afirmou que precisou recorrer a Ivan Rodrigues para que ele desse algumas informações sobre fatos e pessoas da época, no caso, aquele longíquo 1964.

Em seu discurso, Ivan falou brincando com um toque de nostalgia que tem sido chamado pra todo evento que precise de informações históricas, inclusive lembrou que é o único remanescente dos que estavam no Palácio do Campo das Princesas, quando Arraes deixou o governo sob a força militar.

Ivan: "Sinto a solidão da velhice. Não a solidão de falta de amigos ao redor, pois tenho muitos, e são próximos. Mas amigos de outras gerações, que foram morrendo e já não posso revê-los".
-x-x-x-

Estamos (eu e Sonita) nos despedindo do Macapá, onde visitamos amigos e familiares. Levamos, além das lembranças, a vontade de retornar.

Tio Ayrton Diógenes é sempre uma companhia cheia de histórias. Não tem a idade de Dr. Ivan, mas tem prosas tanto quanto.

Pergunta-me ele por muitos amigos que tem em Garanhuns e região. De vez em quando flagra-se perguntando: Fulano de tal ainda é vivo?

Além dos seus 74 anos (com saúde em dia, embora com o sobrepeso que tem desde que o conheço, há quase 25 anos) tem ainda a distância, que o impede das notícias cotidianas. Busca estar atualizado pelos amigos e parentes. Foi um dos que receberam o diploma da Câmara Municipal, e se estivesse na solenidade, talvez tivesse diminuído a solidão que Ivan afirmou sentir.

Falaram-se estes dias, pois além do prazer da leitura e da companhia dos amigos, têm a militância política ainda na ordem do dia, com os olhos voltados para a campanha de Eduardo Campos.

Como eu disse, deixo o Macapá nesta terça-feira, após uma Páscoa inesquecível, já carregado na bagagem com as saudades deste povo nosso, que atravessou meio país em busca de uma vida melhor. Conhecer o Amapá é necessário para quem quiser entender o Brasil. Pela primeira vez vi o Rio Amazonas, incrível! Curti sua orla. Desfrutei de frutas e pratos da região, gostei da Mujica, mais ou menos da Maniçoba e não me ofereçam Tacacá. Gostei do Taperebá e do Rambutan. Açaí e Cupuaçu já são conhecidas de todos.

Obrigado Tia Nita, Tota, Albino, Claudia, Mara, Sandro, Elizângela, Ito, Flávia, Letícia, Wellington, Nell, primas e primos, novos amigos como o Jucicleber, e em especial a Ayrton Diógenes, que Deus deu a felicidade de tantos amigos e familiares ao seu redor! 

D. Cenira e Tia Deny ficam por aqui mais alguns dias.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.