GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

UNOPAR GARANHUNS

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

domingo, 29 de junho de 2014

Convenção homologa candidaturas de Armando e João Paulo



A convenção da Coligação Pernambuco Vai mais longe, realizada neste domingo, homologou as candidaturas do senador Armando Monteiro (PTB) para governo do Estado e do deputado federal João Paulo (PT) para senador, diante de mais de 25 mil pessoas reunidas na casa de Shows Palladium, em Caruaru.

No encontro, o deputado federal Paulo Rubem (PDT) foi oficializado como vice de chapa, assim como os candidatos a deputado federal e estadual. Ao som de frevo, maracatus, bandas de pífanos e dos jingles da campanha, e sob o espocar de fogos, o encontro teve a presença de lideranças e militantes de todas as legendas aliadas da coligação, além do presidente Nacional do PDT, Carlos Luppi.

Em seu discurso, João Paulo fez um apanhado de sua gestão de dois mandatos na prefeitura do Recife, em que deu prioridade às populações mais pobres, e também destacou o legado dos governos de Lula e Dilma para Pernambuco, segundo ele, ambos responsáveis pelo estágio de desenvolvimento que o Estado alcançou na última década.

Ao final, João Paulo salientou que Armando Monteiro está inteiramente preparado para governar Pernambuco. Com sua larga experiência e conhecimento dos problemas do Estado, Armando será um grande governador, observou o candidato ao Senado. 

COPA DO MUNDO: Recife, capital da Costa Rica


A seleção da Costa Rica acaba de passar pela Grécia na Arena Pernambuco. O jogo foi para os penaltys e os Costa-Recifenses não perderam nenhum. O jogo leva a seleção para as quartas-de final para pegar a Holanda. 

A Costa Rica fez um a zero, teve um jogador expulso, levou o empate mas conseguiu levar o jogo até o final, e os penaltys depois da prorrogação. Era nítido o cansaço dos jogadores, principalmente da Costa Rica. 

Recife abraçou a Costa Rica, que de todas que passaram pela capital pernambucana, na verdade São Lourenço da Mata, foi a que teve maior torcida local. Aqui, a seleção fez história ao vencer a Itália, aliás, despachou também a Inglaterra, e a outra seleção que se classificou no grupo também já foi embora, o Uruguai. 

Foi a última partida da Copa do Mundo na Arena Pernambuco.

Uma coisa chamou a atenção, mesmo cansados, os costa-recifenses mantiveram o controle emocional, demonstrado na frieza da cobrança dos penaltys. Enquanto isto, o Brasil em frangalhos emocionalmente, perdeu dois, e só classificou porque os chilenos conseguiram bater as penalidades ainda pior que nosso selecionado.

Dava pra ver como os nossos jogadores não conseguiram se controlar, coisa já vista em outras partidas nesta copa.

COPA DO MUNDO: A dependência de Neymar e possíveis mudanças na seleção brasileira

Vamos comemorar a classificação, que ao final da partida é o que importa. Mas isto não quer dizer que não devemos nos importar com as falhas, pois a tendência de uma competição por fases, assim como no vídeo game, é ir ficando cada vez mais difícil, e são estas falhas solucionáveis que precisam ser resolvidas para que não compliquem a chegada à final da copa.

O Brasil não tem meio de campo, sobrecarregando Oscar, o único criativo, que tem sido muito marcado e não tem jogado bem. Neymar precisa voltar para armar, ficando muito longe do gol adversário, até tenta arrancar na direção do gol, mas tem sempre um exército a sua frente. Não tem com quem tocar para tabelar, Fred e Hulk na frente parece que nem conversam.

Os cabeças-de-área que poderiam ajudar na criação não estão bem. Fernandinho entrou no lugar de Paulinho mas não fez esta diferença toda. Luiz Gustavo é o primeiro homem da marcação e não pode sair muito. Os reservas Hernanes e Ramirez também não conquistaram o espaço que pudesse melhorar o setor de criação da seleção.

Tirando uma falha aqui ou ali, estamos bem com os zagueiros, mas não nas laterais. Marcelo precisa de um choque de seriedade, mas ainda assim está melhor que Daniel Alves, que deveria perder a vaga para Maicon.

Mas o problema mesmo é na frente, Fred é parado e Hulk não tabela, não cruza, não entra na área. O quadrado que fazem com Neymar e Oscar está muito distante, não vemos uma jogada que dê resultado. 

Mas os reservas não têm entrado bem, assim, dependemos exclusivamente da magia de Neymar. Um lance de genialidade. Como ele não aconteceu contra o Chile, sofremos até o final.

Felipão pode fazer alterações, mas não trocar seis por meia dúzia como fez ao colocar Ramirez no lugar de Fernandinho. Precisa mudar o estilo, melhorar a criação no meio e jogar Neymar mais pra perto da área adversária. Poderia pensar na saída de Hulk ou Fred, avançando nosso melhor jogador e dando melhor toque de bola com a presença de Hernanes ou William no meio, ao lado de Oscar.

A Colômbia tem justamente no meio de campo seu melhor setor, com a presença de James Rodrigues, artilheiro da copa mesmo jogando com a camisa 10.

Candidato, Eduardo Campos promete escola integral para todas as crianças do País


Oficialmente, Eduardo e Marina são candidatos

A candidatura do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) à Presidência da República foi homologada em uma convenção realizada no final da manhã deste sábado (28) em Brasília. No discurso, Campos fez uma série de promessas, cuja principal foi garantir a implantação de escolas públicas integrais para todas as crianças do País.

“Eu quero assumir aqui um compromisso ao lado de Marina e de vocês. No nosso governo, todas as crianças e jovens do Brasil terão vaga em uma boa escola pública de caráter integral”, afirmou. O ato também confirmou o nome da ex-senadora Marina Silva (Rede/PSB) como vice na chapa presidencial.

Desde 2013, Pernambuco possui 260 Escolas de Referência em Ensino Médio; das quais 247 foram criadas durante a gestão de Campos. Pelo menos 122 delas funcioam em horário integral e outras 138 funcionam em horário semi-integral. De acordo com o próprio ex-governador, o número é superior às que existem nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, somadas.

Campos também assumiu outros compromissos como governar apenas com aliados “fichas limpas, declarar guerra a burocracia no serviço público, e baixar todos os anos os índices de violência no País, como ocorreu em Pernambuco durante a vigência do Pacto Pela Vida.

Para saber mais: Blog do Jamildo Melo

Tem início a Convenção da Coligação Pernambuco Vai Mais Longe


Acontece neste momento a Convenção Trabalhista em Caruaru. Armando Monteiro, do PTB, terá sua candidatura a governador do Estado homologada, durante convenção da coligação “Pernambuco Vai Mais Longe”, junto com os candidatos a vice-governador, Paulo Rubem Santiago, do PDT, e a senador, João Paulo Lima e Silva, do PT. A coligação é formada ainda pelo PRB, PSC e PTdoB.

Pela primeira vez em 20 anos, o lançamento de uma chapa ao governo será feito no Interior de Pernambuco e não no Recife, como tradicionalmente acontece. 

A convenção da Coligação “Pernambuco Vai Mais Longe” ocorre no Palladium, em Caruaru, desde as 8h. O ato político marca também a instalação do palanque da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula em Pernambuco. Segundo a coligação, tanto Dilma, que é candidata à reeleição, quanto Lula terão participação assegurada durante a campanha de rua e na propaganda eleitoral.

Para empolgar a militância, a convenção apresentará pela primeira vez os jingles de Armando Monteiro e João Paulo, além das marcas, fotos e algumas das peças que serão utilizadas durante a campanha, cujo início oficial será dia 6 de julho.

Para animar e dar as boas-vindas aos mais de 10 mil militantes vindos em caravanas de todas as regiões do Estado, os organizadores da convenção convocaram orquestra de frevo, grupos de maracatu e forró pé-de-serra. O espaço do Palladium está totalmente decorado com as cores da bandeira de Pernambuco.

Paulo desafia Armando a mostrar seu histórico como administrador

Paulo parte para o confronto administrativo com Armando

Em entrevista a Geraldo Freire, da Rádio Jornal, na manhã da sexta-feira (27), o pré-candidato Paulo Câmara desafiou o seu opositor a mostrar aos pernambucanos seu histórico na iniciativa privada. “O povo de Pernambuco precisa saber. Ele tem o desafio nesta campanha de dizer o que administrou na iniciativa privada. Para mim, ele não precisa porque eu sei muito bem como ele atuou como gestor privado”, cravou o socialista.

Paulo esclareceu que seu adversário nunca administrou nada público. Por outro lado, o pré-candidato da Frente Popular tem 22 anos de experiência no serviço público, já tendo passado pelo Tribunal de Contas de Pernambuco - ele é auditor concursado -, Tribunal de Justiça e Governo de Pernambuco, onde atuou como secretário de Administração, Turismo e Fazenda. “Tenho uma experiência pública de gestor e de liderar equipes que o meu adversário não tem”, salientou.

Ao contrário do que tem dito o pré-candidato da oposição, Câmara também explicou que nos sete anos e três meses em que esteve no Governo do Estado nenhum projeto de lei foi enviado à Assembleia Legislativa aumentando alíquota de imposto. “Pelo contrário, mandamos vários para a Assembleia diminuindo o imposto de ICMS”, comentou.

Por fim, o pré-candidato reforçou que fará uma campanha com muitas ideias e propostas. “Pernambuco vai reconhecer que temos uma experiência de gestão, de administrar o setor público; que temos condições e vamos fazer o processo de avanço. Pernambuco precisa continuar nesse caminho, sem arenga”, ressaltou Paulo Câmara, destacando que fará campanha “levando bons sentimentos, fazendo o bem e trabalhando muito por aqueles que mais precisam.”

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.