GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO
CLIQUE E SAIBA MUITO MAIS

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

ASSISTA AO VÍDEO: Vaza na internet Programa Eleitoral de Eduardo Campos



Em um dos programas do PSB previstos para ir ao ar durante a propaganda eleitoral em cadeia nacional de rádio e televisão, Eduardo Campos aparece no comando de uma espécie de programa de auditório, com a vice Marina Silva misturada à plateia, para repetir um de seus principais motes de campanha, a renovação política.

Ao longo de um minuto e quarenta e sete segundos de gravação, o então candidato à Presidência questiona o inchaço da máquina pública durante o governo Dilma Rousseff: “A presidente Dilma criou 39 ministérios, deu ministério a um afilhado de [José] Sarney, outro a um afilhado de Renan [Calheiros]. E ela passou um bocado de tempo sem conseguir votar nada que ela queria porque eles queriam mais. Iam para quantos ministérios? Oitenta, noventa, cem? Não existe isso”, afirma. 

Olhando fixamente para a plateia, Campos lembra as manifestações de junho do ano passado e diz que “em quinze dias, sem que o povo desse nenhum ministério, eles votaram mais do que em um ano com Dilma dando tudo o que queriam”. E continua, desta vez mirando naqueles a quem chamava de “velhas raposas”: “Eu e Marina somos os únicos candidatos a avisar agora: avisem ao [José] Sarney, ao Renan [Calheiros] e ao [Fernando] Collor que nós vamos chegar e eles vão para a oposição. No nosso governo eles não vão trabalhar. Senão não vai. Senão não tem jeito”.

Como a propaganda eleitoral no rádio e na televisão começa na próxima terça, os dirigentes do partido avaliam que os primeiros programas serão usados para prestar homenagem a Campos.



Prefeito de Garanhuns declara apoio à candidatura de Pedro Falcão à Reitoria da UPE



O professor Pedro Henrique Falcão deixou na semana passada o cargo de Secretário Executivo de Ciência e Tecnologia do Estado para concorrer ao cargo de Reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), eleição que envolve a comunidade acadêmica. “Nós atendemos a um pedido de um grupo de alunos, de professores e de outros colegas para enfrentar esse desafio e vamos trilhar por esse caminho na esperança do êxito”, pontuou Pedro Falcão, que tem na sua vice a professora Socorro Cavalcanti, que pode se tornar a primeira mulher a ocupar o cargo na história da Universidade de Pernambuco.

Em visita ao prefeito Izaías Régis na manhã desta sexta-feira, 15, o chefe do executivo municipal deixou clara a sua posição de torcedor e apoiador da candidatura de Pedro Falcão e enalteceu o amigo. “Pedro sempre demonstrou uma grande habilidade gestora, mostrou isso à frente da direção da UPE/Garanhuns, depois como Pró-Reitor administrativo da UPE, como Secretário Executivo de Ciência e Tecnologia, e eu não tenho nenhuma dúvida que chegando à reitoria fará uma grande gestão”, afirmou o prefeito Izaías Régis.

O momento também serviu para reafirmar a parceria entre o município e a Universidade, que acontece entre outras ações, pelo convênio com a Secretaria de Educação que deve formar em breve 50 professores municipais na Pós-Graduação. “A Universidade de Pernambuco é parceira do desenvolvimento de Garanhuns. E o prefeito Izaías Régis tem nos ajudado a reforçar esse compromisso”, afirmou Pedro Falcão.

CHAPA: O professor Pedro falcão encabeça a chapa Compromisso e Participação, que tem como candidata à vice a atual diretora do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), Maria do Socorro Cavalcanti. A eleição está marcada para ser realizada no dia 30 de setembro.

Prefeitura de Garanhuns convida para Missa em respeito a Eduardo Campos e assessores


Bandeiras a meio-pau e luto no Palácio Celso Galvão

O Governo Municipal de Garanhuns convida todos os garanhuenses a participarem de uma missa neste sábado (16), às 19h30, na Catedral de Santo Antônio. A celebração será um momento de homenagem e respeito à memória do ex-governador Eduardo Campos, do jornalista e assessor de imprensa, Carlos Augusto Ramos Leal Filho (Percol), dos fotógrafos Alexandre Severo e Marcelo Lyra, do assessor de campanha e ex-deputado federal Pedro Almeida Valadares Neto, e os pilotos Geraldo Magela Barbosa da Cunha e Marcos Martins, todos mortos em um trágico acidente aéreo na manhã da última quarta-feira(13).

“Essa tragédia abalou todo o país, nós garanhuenses nos solidarizamos com as famílias do ex-governador Eduardo Campos, de Carlos Percol, Alexandre Severo, Marcelo Lyra, Pedro Valadares Neto e dos pilotos Geraldo Magela e Marcos pedindo a Deus nesta missa que elas possam ser consoladas por tamanha perda”, comentou o prefeito Izaías Régis, que não deve comparecer à missa pois segue para o Recife onde será realizado o velório.

A missa será celebrada pelo Padre Sérgio Tenório de Oliveira e deve contar com a presença de secretários, demais servidores municipais e do público em geral.

Sivaldo Albino divulga mensagem sobre morte de Eduardo Campos


Caixa-preta não gravou acidente que vitimou Eduardo Campos

Do G1


A Força Aérea Brasileira (FAB), responsável pela investigação do acidente aéreo que causou a morte do presidenciável do PSB, Eduardo Campos, informou, hoje, que já foram extraídas e analisadas por quatro técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) as duas horas de áudio da caixa-preta do jato que conduzia o ex-governador pernambucano para o litoral paulista. Segundo a FAB, a gravação da caixa-preta do avião com prefixo PR-AFA não é do voo de Campos.

Com a queda do avião, na última quarta-feira, morreram, além do candidato do PSB, quatro assessores de campanha e os dois pilotos do jato. Conforme o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, a liberação dos corpos pelo Instituto Médico Legal (IML) deve ocorrer neste sábado (16).

Em nota, a Força Aérea afirma que, até o momento, não é possível determinar a data dos diálogos registrados na caixa-preta encontrada em Santos, em razão de o equipamento não arquivar esse tipo de informação.

“As razões pelas quais o áudio obtido não corresponde ao voo serão apuradas durante o processo de investigação”, informou o comunicado da FAB.

Além da caixa-preta da aeronave, a Força Aérea disse que investigará alguns fatores relacionados aos pilotos do jato em que estava Eduardo Campos, como sobre se eles haviam voado por mais horas seguidas do que a lei permite, documentação, exames recentes que foram apresentados. Além disso, durante a Investigação de Acidente Aéreo deverão ser ouvidos familiares sobre se os profissionais passavam por problemas pessoais.

A análise da caixa-preta da aeronave começou nesta quinta, após o equipamento ser levado de Santos para Brasília. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão vinculado à FAB, apura as causas do acidente.


Marina Silva deve substituir Eduardo Campos como candidata a presidente. Mas...



A família Campos e o forte PSB de Pernambuco já deram o recado: Marina deve ser a candidata a presidente, substituindo Eduardo Campos, morto em acidente. Por três fontes diferentes, a decisão foi comunicada em forma de comunicados e entrevistas. O primeiro foi o irmão de Eduardo, Antônio Campos, que defendeu abertamente o nome da vice, e enviou nota com o posicionamento para a Executiva Nacional do partido, da qual Eduardo era presidente indiscutível.

O segundo foi o filho de Eduardo, João Campos, que disse que os ideais do pai continuariam. Interpretando, entendemos que ele próprio entrará na política, como já poderia ter sido candidato a deputado federal este ano, mas também que os ideais nacionais do pai continuam representados na pessoa de Marina Silva. 

O terceiro foi o próprio governador do estado, João Lyra, que defendeu publicamente o nome de Marina.

Os partidos que compõem a coligação também já se manifestaram a favor da acreana, através de seus representantes.

Então, porque a candidatura de Marina não é natural?

Há dentro do PSB uma ala forte governista, próxima ao PT, e neste exato momento devem estar sendo convocados a levar de volta o partido para a base aliada. Seriam muito bem tratados.

Mas os ideais de Campos seriam enterrados juntos com ele, pois era justamente contra o status quo que ele se insurgia! E a única forma do PSB de Eduardo continuar forte e pujante é na candidatura de Marina Silva. Eduardo não saiu para voltar para os braços do Planalto.

JUDÔ: Garanhuense conquista vaga para Sulamericano, no Peru



A atleta Garanhuense Vitoria Rebeca foi a vice-campeã da categoria sub-15, mais de 64 kg, mostrando uma grande evolução do nosso judô, eliminando atletas dos Estados de SP, PA e MS. Rebeca no ano passado ficou na quarta colocação. 

A judoca é agora a segunda nacional e a Nº 1 do ranking estadual.

A competição aconteceu em Macapá, capital do Amapá, e a conquista da atleta lhe valeu uma vaga para representar o nosso pais no Sul Americano, que ocorrerá entre 20 e 23 de Novembro, em Lima no Peru.

Seu próximo compromisso será no início de setembro, nos JOGOS DA JUVENTUDE, em Londrina, Paraná.

Rebeca é atleta da Academia Presley, em Garanhuns.

Partidos defendem candidatura de Marina Silva



Com a morte de Eduardo Campos, a maioria dos presidentes e dirigentes dos partidos que compõem a coligação presidencial passou a defender o nome da vice na chapa, Marina Silva (PSB), para assumir o comando da campanha ao Palácio do Planalto.

Representantes de PHS, PRP, PPL e PSL afirmaram que o momento ainda é comoção, mas que Marina, que foi escolhida por Eduardo Campos para ser a vice na chapa presidencial, é um "nome natural" para conduzir o grupo na disputa eleitoral. De acordo com a Lei Eleitoral, a coligação tem 10 dias para apresentar um novo registro de candidatura, prazo que começou a contar nesta quarta, 13.

Apesar do apoio anunciado ao nome da candidata, os dirigentes ponderam que o novo cenário sem Eduardo Campos na disputa impõe uma rediscussão entre as seis legendas que compõem a aliança para definir o nome que deverá ocupar a vaga de vice. Alguns alegam que não necessariamente a chapa será "pura" com o PSB ocupando os dois principais postos.

"Eu diria que a formação inicial foi feita porque eram nomes que se destacavam de forma muito expressiva. Agora não necessariamente passa pelo PSB, pelo contrário, agora existe uma tendência natural que os demais partidos queiram participar dessa discussão", afirmou Eduardo Machado do PHS.

www.istoe.com.br

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.