GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Tadeu Alencar faz reuniões em Garanhuns



O ex-Procurador Geral do Estado e ex-Chefe da Casa Civil do Governo Eduardo Campos, Tadeu Alencar, está em Garanhuns, onde faz reuniões políticas com grupos que o apoiam na cidade. Na noite desta segunda-feira tem encontro com o ex-prefeito Luís Carlos e seu grupo. Na terça-feira, pela manhã, tem encontro com lideranças políticas regionais, e ao meio-dia promove uma reunião aberta, convidando artistas, profissionais de comunicação, da saúde e da educação, além de contar com amigos.

Tadeu foi o interlocutor de Eduardo junto a lideranças da região durante o segundo governo, principalmente, quando chefiou a Casa Civil. Fruto disto, tem apoios importantes em todo o estado, mas principalmente na região, onde conta, entre outros, com Sandoval Cadengue, Eudson Catão, Judith Alapenha, entre outros. O vereador Paulo Leal, voz do PSB na Câmara Municipal, apoia Tadeu.

Por muito pouco Tadeu não foi o candidato a governador, e também por pouco não fez a dobradinha com Sivaldo Albino, no entanto, conquistou amigos e apoios importantes na cidade.

O filho de Eduardo Campos, João, que iniciou sua trajetória política pelo Agreste, não escondeu o laço afetivo que unia a família a Tadeu, dizendo que Eduardo o tratava como irmão. Prestigiado, o ex-secretário tem apoio de peso na Frente Popular, como o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, e com os apoios no Agreste, espera contar com expressiva votação.

Os organizadores do encontro desta terça-feira, pedem que as pessoas confirmem com antecedência, se possível, a presença.

NETNOGRAFIA: Ferramentas auxiliam entendimento de comportamento do consumidor




O constante compartilhamento de experiências e opiniões sobre produtos, marcas, empresas e atividades de consumo nas redes online são um grande termômetro para as empresas. E com métodos diferenciados de análise é possível traçar o comportamento do consumidor para o desenvolvimento de estratégias mais assertivas. Uma delas é a Netnografia, método qualitativo de pesquisa, oriundo da Antropologia, uma ciência cultural com base na observação dos consumidores em suas comunidades. “É a etnografia conduzida na Internet, pesquisa com foco qualitativo, interpretativo, adaptado das técnicas de pesquisa antropológicas etnográficas para o estudo das culturas e comunidades online”, segundo o coordenador do Curso de Business Intelligence da FGV EAESP, Raul Ranauro Javales Júnior, sócio também do TNVG. O especialista, que assinou consultoria técnica do livro “Netnografia”, do pioneiro nesta disciplina, o canadense Robert V. Kozinets, acredita que esta é uma forma eficaz de obter subsídios para um trabalho estratégico nos dias atuais.

E não é a toa. Pesquisa do IBOPE Inteligência para a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), em 2013, apontou que os consumidores ficam online, em média, 3 horas e 39 minutos nos dias de semana, enquanto nos finais de semana, o tempo conectado da população é de 3 horas e 43 minutos. Este tempo é significativo quando consideramos estudo do e-Bit, ao mesmo ano, que constatou que o Brasil já mantém um volume de 105 milhões de usuários de internet (fixa e móvel), e que o número de e-consumidores poderia chegar a 51 milhões. E eles são cada vez mais multicanal, conforme análise da Nielsen, que demonstrou que este público realiza suas compras em mais de um ponto de venda.

ZÉ GOMES - Criminalizar a homofobia, uma tarefa inadiável!



As redes sociais amanheceram tomadas por indignação, originada pela intervenção fascista e homofóbica do candidato Levy Fidélix no debate de presidenciáveis realizado pela TV Record no domingo à noite. Temos que canalizar a força dessa revolta em uma pauta política, e avançar na luta contra a homofobia que mata por todo o Brasil.

No dia 19 deste mês, no fechamento da Semana da Diversidade, participei de debate de candidatos ao governo organizado pela ONG Leões do Norte e pela boate Metrópole. Iniciei minha apresentação afirmando que há uma série de políticas que precisam ser implementadas, algumas incluídas em nosso programa de Governo, mas que o centro da mobilização e luta política tem que ser pela criminalização da Homofobia. O candidato Armando Monteiro se fez ausente e mantém um discurso vago sobre a criminalização. Já Paulo Câmara tentou fugir do balanço negativo do atual governo na área de Direitos Humanos, que no fim de 2013 intencionou extinguir a Secretaria Executiva de Direitos Humanos - que só foi mantida por pressão da sociedade -, e do abandono orçamentário do Conselho Estadual de Direitos Humanos. Não assumiu posição sobre a criminalização da Homofobia e nem sobre o casamento civil igualitário.

Minha participação no debate foi encerrada com um chamado à mobilização para o combate à intolerância e por mais direitos e liberdade, e para que se coloque a luta pela criminalização da homofobia no centro da ação politica. Se a homofobia já tivesse sido tipicada como crime, Levy Fidélix teria saído preso dos estúdios da Record. O exemplo do que sucedeu aos racistas que insultaram o goleiro Aranha, do Santos, é a demonstração de que a sociedade precisa dessa lei para se proteger dos fascistas, homofóbicos e intolerantes.

Criminalizar a Homofobia já!

Zé Gomes, candidato do PSOL ao Governo de Pernambuco

Estudantes da UPE Garanhuns participam do Projeto Colmeia‏



Uma das iniciativas de maior referência do Sesc Pernambuco, o Projeto Colmeia, aconteceu durante a sexta-feira (26) em Garanhuns.

Mais de 50 serviços de saúde e cidadania, além de ações educativas e preventivas, foram ofertados à população na Praça Cultural Mestre Dominguinhos. Durante a ação, alunos dos cursos de Psicologia e Medicina da Universidade de Pernambuco (UPE) ofereceram serviços à população.

Os estudantes de psicologia, além de atendimentos na área, ainda se movimentaram pela praça com cartazes coloridos: “Doam-se abraços”. O objetivo foi incentivar o afeto nas relações interpessoais. Já os estudantes de medicina fizeram atendimentos no stand da Universidade, contando com grande fluxo de pessoas durante todo o dia.

Desde 1988, quando, surgiu no Recife, o Projeto Colmeia já obteve cerca de um milhão de atendimentos. O interior recebe as ações desde 2003. A intenção é de melhorar a qualidade de vida e resgatar a cidadania da população.

GARANHUNS: Rua próximo à feira da COHAB I está um problema



Está difícil sair de carro aos domingos na Rua Enéas Lins, próximo à Avenida Duque de Caxias. Numa rua sem saída os feirantes invadiram a rua e as calçadas. Segundo o relato de um morador, que reclama: "Até com carros pequenos é ruim de passar, se for um carro grande, esqueça. A parte de cima fica praticamente isolada. Na parte debaixo fica carro dos dois lados, e os feirantes já estão tomando conta. Sem contar que só sobe ou só desce um carro quando consegue.

É PRECISO INTERVENÇÃO DA AMTT, O IDEAL É QUE APENAS MORADORES PUDESSEM SUBIR E PARAR APENAS DE UM LADO. EM CASO DE EMERGÊNCIA COMO FICA ? SE NÃO DÁ PRA SAIR RÁPIDO? ONDE FICA O DIREITO DE IR E VIR? PAGAMOS IPTU, IPVA E PRECISAMOS TER O DIREITO DE CHEGAR E SAIR COM NOSSOS CARROS.

Ronaldo, ajude-nos a divulgar esse problema por favor, obg.

Petrolina investirá mais de R$ 100 milhões em infraestrutura e mobilidade



A Caixa Econômica Federal assinou, neste sábado (27), contratos de financiamento de obras de infraestrutura e mobilidade urbana, de mais de R$ 111 milhões, com o município de Petrolina (PE). O evento aconteceu no auditório do Serviço Social do Transporte (SEST) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT), em Petrolina (PE).

Participaram da cerimônia, o ministro das Cidades, Gilberto Occhi, o superintendente regional da CAIXA, Denis Matias, além de diversas autoridades municipais.

Os contratos com a prefeitura de Petrolina preveem o financiamento de obras de pavimentação em diversos bairros da cidade, além da implantação de Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) em corredor central no município.

As assinaturas das operações possibilitarão o início do processo de licitação para execução das obras.

Bronca no PT e no apoio a Armando Monteiro

Bronca no PT e no apoio a Armando Monteiro

Insatisfeita com algumas posturas adotadas pelo Partido dos Trabalhores (PT) na campanha em Pernambuco, uma das correntes da legenda PTLM (PT de Lutas e Massa) decidiu abandonar o barco petista para apoiar os candidatos da Frente Popular – Paulo Câmara, ao governo de Pernambuco e Fernando Bezerra Coelho para o Senado.

Segundo Gilson Guimarães, um dos membros da Executiva Estadual do PT e coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff no Estado, a decisão de romper com a campanha do PT no Estado está sendo discutida desde a última segunda-feira (23). Depois de percorrer alguns municípios para conversar com os diretórios, o grupo redigiu um documento expondo as críticas às candidaturas de Armando e João Paulo (leia abaixo).

Um dos pontos de insatisfação expostos por Gilson reside na postura das campanhas de Armando e João Paulo em “esconder” o nome de Dilma Rousseff nas propagandas eleitorais.
PARA CONTINUAR LENDO... Blog do Jamildo Melo

Abertas inscrições para oficinas de gestão cultural em Garanhuns



Participar de trabalhos culturais através de contratos com o poder público, seja municipal, estadual ou até federal, é uma chance muito boa para todo artista, mas para isso é preciso que se apresente um bom projeto cultural. 

E ao gerir um equipamento cultural, além de considerar suas particularidades são necessários tomar algunscuidados em relação aos espaços. Devem ser considerados aspectos que vão de encontro ao bem estar equalidade as pessoas que frequentam tais equipamentos culturais, assim como aspectos ligados asdiferentes expressões culturais que ali acontecem. 

Pensando nisso, o Instituto Histórico, Geográfico e Cultural de Garanhuns, realizará de 18 de outubro até 01 de novembro, oficina de Gestão Cultural, e de 22 de novembro até 06 de dezembro, oficina de Gestão de Equipamentos Culturais. 

Sistematizadas por meio de atividades teóricas e práticas, estas oficinas abordarão conteúdos que transitampor: Políticas Públicas para a cultura; diversidade cultural - proteção e promoção; o sistema nacional decultura - o papel dos municípios e dos estados; as metas do plano nacional de cultura; como fazer um planode cultura: o que são equipamentos culturais ; Identidade e programação de equipamentos culturais; ascadeias produtivas da cultura; a importância dos equipamentos culturais para as cadeias produtivas; o dia adia do equipamento - equipes de trabalho ( gestão, técnica, limpeza, etc). 

As oficinas serão coordenadas e ministradas por EliasMouret (foto). Diretor, designer de luz e produtor cultural. É membro fundador do IHGG, cursou licenciatura em artescênicas na Ufpe e Bacharelado em Filosofia na Unisul.coordenador técnico dos eventos culturaisdescentralizados - FIG 2013, coordenador técnico do Palcoda Dança e do Teatro pra Infância - FIG 2014. 

Atualmente dirige e produz os espetáculos: "Manhãs de Domingo" com o Coletivo Nó, "Quase Sólidos" com aTrupe de Copas/ Aurora e Descaminho, " Lady Macbeth" com Gustavo Soares/ Aurora e Descaminho. Desde 2010dedica-se a pesquisa da dramaturgia de William Shakespeare , tendo realizado três leituras dramatizadas euma ação teatral em parceria com o Sesc/ Livraria Cultura.   
Informações sobre inscrições, valores, ou dúvidas: 
(87) 9966-5566 - Anchieta Gueiros , 
(87) 9941-8911 -Edilson Nunes , 
 (81) 9568-8774 - Elias Mouret:  eliasmouret@yahoo.com.br.

Imagens da Missa de Despedida de Dom Fernando Guimarães











Indicado pelo Vaticano para ser o novo Arcebispo Militar do Brasil, D. Fernando Guimarães se despediu de Garanhuns com uma missa prestigiada e emocionada, onde recebeu homenagens e o carinho dos fiéis da Igreja Católica e da sociedade em geral.

O crédito das fotos, como vêm nas imagens é do Nelson Wanderley.

CARLOS BATATA: Marina e Aécio, voto a voto!



Prezado Ronaldo,

Faltando apenas uma semana para o pleito presidencial, gostaríamos de apresentar alguns números, tendências e constatações extraídas pelas duas últimas pesquisas do Ibope e Datafolha, nas quais contingente de eleitores indecisos e que, por algum motivo, pretende anular o voto, representa algo em torno de 28 milhões de votos. Os chamados infiéis (aqueles que podem mudar o voto) representam aproximadamente 35% dos eleitores do Brasil, sendo 43%, dos que declararam voto em Marina; 35%, dos que declararam voto em Aécio e 31%, dos que declararam voto em Dilma.

Somados os infiéis, os indecisos e os que podem anular o voto, significa dizer que 51 milhões de votos estão em jogo para serem conquistados pelos principais candidatos.

Logo, conclui-se que a presidente Dilma estará garantida no 2º turno e que, ao analisarmos as tendências de queda de Marina (após o efeito tragédia, onde teve pico de 36%, caindo para 33%, 31%, 27% e até 25%, na última pesquisa Isto É Sensus, do sábado passado), observa-se que ela tende a estabilizar entre 24% e 26%, voltando ao patamar das eleições passadas, com um aumento de 4 a 6 pontos, devido à estrutura partidária herdada do PSB.

Quanto ao candidato Aécio Neves, após a queda de 21% para 14% (com o efeito tragédia), vem, de forma lenta e gradual, recuperando ponto a ponto, chegando nesta última semana a 18%, 19% e 20,7% (este último pela última pesquisa Isto É Sensus).

Levando-se em conta que, pela lógica, os indecisos que não foram na “onda” Marina e os que foram e saíram, tem forte tendência a se decidirem por Aécio Neves, candidato com propostas mais sólidas e confiáveis. Enquanto os eleitores que nas últimas semanas migraram para a presidente Dilma, diante de uma campanha terrorista contra a candidata Marina, tem leve tendência a também migrarem para o candidato Aécio, que se apresenta como mudança segura.

Outro fator que deve ser levado em consideração são as mudanças que estão ocorrendo nos Estados de São Paulo e Minas Gerais, que são os dois maiores colégios eleitorais do país.

Em São Paulo, na última semana, Aécio subiu 6%, enquanto Marina caiu 4%. E é, justamente, nesse Estado onde há o maior número de indecisos: 3 milhões de eleitores.

Ao passo que, em Minas Gerais, Estado natal do candidato Aécio Neves, apesar de erros estratégicos confirmados pelo próprio candidato, na fase inicial da campanha, há uma forte tendência de recuperação; principalmente, pelo apelo emocional ao povo mineiro, de ter um filho da terra como Presidente da República.

Logo, não precisa ser nenhum cientista político para constatar que a disputa entre Aécio e Marina será voto a voto; e que, considerando as tendências de crescimento e os fortes palanques estaduais com candidatos bem avaliados (Geraldo Alckmim, em São Paulo; Beto Richa, no Paraná; Ana Amélia, no Rio Grande do Sul e Paulo Souto, na Bahia), nos arriscamos a afirmar que o candidato Aécio Neves ira para o 2º turno, onde teremos uma nova eleição entre um governo autoritário, corrupto e que desestruturou toda a economia do país; e um jovem, ex-governador (com aprovação de mais de 92%) e capaz de convencer os quase 70% de cidadãos que clamam por mudança neste país.

A título de lustração, se a campanha de Aécio não tivesse cometido erros estratégicos na região nordeste, que representa mais de 35% do eleitorado brasileiro, ele, certamente, estaria no 2º turno com uma larga vantagem sobre Marina,a qual tem forte rejeição nesta região, onde se sente a falta de confiança do eleitor na sua figura frágil e sem inspirar confiança na governabilidade. Daí, o aumento significativo de Dilma no nordeste, nas últimas pesquisas. 

Em alguns Estados do nordeste, como no caso particular de Pernambuco, a campanha chega a ser vergonhosa, onde os responsáveis por ela foram incapazes até de fornecer material para formadores de opinião e simpatizantes, que poderiam se transformar em multiplicadores, mesmo sem estrutura. 

CARLOS BATATA
Ex-Deputado Federal

PSB de Pernambuco age pela unidade nacional. Renata Campos demonstra habilidade política!



O atual presidente do PSB nacional, Roberto Amaral, que assumiu o posto com a morte de Eduardo Campos, imaginando que não seria reeleito em dezembro, na convenção do partido, tomou a decisão de antecipar as eleições para esta segunda-feira (29), em plena campanha para governadores e até para a presidência, onde a sigla disputa acirradamente com a candidatura de Marina Silva. Com esta decisão, desarticulou qualquer possibilidade de que pudesse ser lançado um outro nome contrário a sua recondução. Não haveria tempo hábil para a criação de uma chapa de oposição.

A antecipação de Roberto pegou muito mal, e o PSB se viu num debate de bastidores, com a repreensão cada vez maior ao presidente, partindo principalmente do candidato a vice-presidente, Beto Albuquerque e do PSB de Pernambuco, que tem 25% dos votos na Convenção Nacional, e por isto sempre esteve no comando desde Miguel Arraes, passando depois para Eduardo Campos. Amaral foi vice de ambos.

Contudo o regimento partidário não impedia esta antecipação da eleição interna, ficou somente na questão ética da coisa. Muita gente pensou em iniciar uma batalha judicial, mas pegaria muito mal em plena campanha para presidência e nos estados.

Partiu de Pernambuco, do Diretório Estadual, e principalmente de Renata Campos, o pedido para que a Executiva Nacional adiasse a eleição interna para o dia 13 de outubro, portanto, o primeiro turno das eleições já terá passado, e o partido toma fôlego para buscar a unidade, 

E parece que ela já começa a acontecer. O prefeito de Recife, Geraldo Júlio, que poderia concorrer contra Roberto Amaral, pode ser a indicação a vice, ficando no cargo pelos próximos três anos, e depois conduzido naturalmente à presidência, em 2017, já estando no cargo na próxima eleição para Presidência da República. Assim, Pernambuco voltaria a comandar o partido.

Se o processo foi conduzido de bastidores pela viúva Renata Campos, ela demonstra ter visão estratégica e olhar para o futuro, como fazia o ex-governador Eduardo Campos, que parecia enxergar mais de uma década na frente, e não somente a cada ciclo eleitoral.

Foi pelo pedido direto de Renata que a eleição do PSB não acontece nesta segunda-feira, e o nome de Geraldo Júlio saiu de dentro da casa mais socialista do estado. Enquanto os filhos, principalmente João, herdaram o fervor das ruas, do discurso e da presença popular, Renata Campos demonstra ter a habilidade da líder em resolver os entraves políticos, que Eduardo fazia como poucos, conseguindo unir adversários e ampliar suas bases.

Ciências sem Fronteiras abre inscrições para novos estudantes



Estão abertas até esta segunda-feira, 29 de setembro, as inscrições para o Programa Federal de Bolsas de Estudo para graduação sanduíche, o Ciências Sem Fronteiras. Através do Programa, jovens estudantes das diversas classes sociais que tenham feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM podem se candidatar para participar desta nova experiência em universidades estrangeiras.

Por meio do site www.cienciassemfronteiras.gov.br já está disponível a chamada para os 21 países, dentre eles Estados Unidos, França, Espanha, Itália, Canadá e Alemanha.

De acordo com informações do Coordenador Institucional do Programa Ciências Sem Fronteiras, professor Ademilto Correia, os alunos da Faculdade de Ciências Exatas de Garanhuns – FACEG que desejarem mais informações acerca de datas, teste de proficiência e detalhes sobre o que é necessário para a Inscrição podem se dirigir a Coordenação do Curso de Engenharia Civil da Autarquia.

O PROGRAMA: O Programa Ciências sem Fronteiras do Governo Federal visa fortalecer e expandir as iniciativas de ciência e tecnologia, inovação e competitividade do Brasil, por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional de pesquisadores e estudantes de graduação e pós-graduação.

Trata-se de uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e do Ministério da Educação, no apoio a estudantes e pesquisadores brasileiros que querem viver um período em outro país e estudar em universidades internacionais conceituadas.

Em 2013, dois alunos da FACEG José Fiuza Benevides Neto e Larissa Souza Siqueira foram aprovados com bolsa de estudos para estudar no exterior, selecionados para a área de engenharia.

IFPE Garanhuns abre seleção de estágio em Administração



Os futuros administradores do Agreste Meridional podem se inscrever, a partir do dia 29 de setembro até dia 03 de outubro, para a seleção de estágio do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), no Campus Garanhuns. As vagas ofertadas são para estudantes de Administração, que estejam cursando entre o 4º e o 6º período. Interessados devem procurar das 9h às 12h e das 14h às 17h, a Coordenação de Gestão de Pessoas do Campus, localizado à Rua Padre Agobar Valença, s/n, Severiano de Moraes Filho, Garanhuns-PE.

O IFPE Garanhuns oferece duas vagas para contratação imediata, com carga horária de 30h semanais. O estágio tem duração de um (01) ano, podendo ser prorrogado por igual período. Candidatos devem obter o edital no site http://www.ifpe.edu.br, no menu Garanhuns.

No ato de inscrição, o aluno deve levar os seguintes documentos: original e cópia do RG e CPF, declaração de matrícula, constando o curso e o período, e histórico escolar, ambos emitidos nos últimos dois meses, além dos documentos comprobatórios para a análise do currículo.

A seleção acontece em duas etapas: análise de currículo escolar e prova discursiva. A divulgação do resultado da análise dos currículos está prevista para 07 de outubro, a partir das 17h, no portal do IFPE. A prova discursiva será realizada no dia 11 de outubro, das 8h às 10h30, no IFPE Garanhuns. Os aprovados receberão uma bolsa no valor de R$ 520,00 além de auxílio-transporte de R$ 132,00. O resultado final será divulgado dia 17 de outubro.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.