GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

UNOPAR GARANHUNS

terça-feira, 28 de outubro de 2014

FILHO DE EDUARDO CAMPOS diz que gratidão a Lula levou Dilma à vitória no Nordeste



Pedro é o filho do meio entre os cinco de Eduardo e Renata Campos. Durante a campanha eleitoral também mostrou o tino de seu irmão João, que conquistou plateias com um discurso firme, tanto que acabou protagonizando eventos ao lado do vice-governador eleito Raul Henry.

Quem viu João Campos discursar lembrou o pai. Bem articulado e com a emoção na voz, foi importante na divisão dos grupos para rodar o estado. Mas além de sua missão, mostrou conhecimento do mundo da política, coerência e liderança.

Não vi Pedro Campos discursar, mas me disseram que era no mesmo timbre, e agora, ainda no calor de uma campanha eleitoral, o jovem de 18 anos demonstra uma maturidade política fora do comum, quando defendeu quem votou em Dilma para presidente, embora sua família e a Frente Popular estivessem no palanque contrário. Em texto dedicado ao pai, Pedro afirma que vai seguir lutando, acreditando nos ideais por ele ensinados. Com relação ao voto em Dilma, reflete como sendo uma forma de gratidão a Lula.

"A gratidão ao meu pai, por tudo que ele fez pelo estado, elegeu Paulo Câmara, e foi por gratidão a Lula que o povo levou Dilma à vitória" - A frase explica o voto nordestino, no momento que parte do sudeste, principalmente paulistas, ensaiam discursos preconceituosos contra os nordestinos. Segundo Pedro, Lula colocou o Brasil de frente para o Nordeste.

Eduardo sempre deixou claro seu respeito a Lula, aos investimentos que fez em Pernambuco, e criticava os rumos do governo Dilma. 

Passada a campanha, o tom passa a ser este, da ponderação. Temos governos eleitos que precisarão conviver e avançar. O PT de Dilma dá sinais de querer conversar com o PSB, e bons discursos, como este do menino Pedro, podem ajudar a reaproximar. E esta gratidão a Lula, é um caminho.

Vale lembrar também que o garanhuense parte como favorito para 2018, se quiser voltar à presidência. Eduardo não teria discurso contra Lula.

veja a mensagem que Pedro escreveu nas redes sociais, sobre uma imagem de Eduardo Campos e se dirigindo a ele:




"Essas eleições mostraram que o caminho estava aberto, o Brasil queria mudar e você saberia conduzir essa mudança. A mudança concreta, perdeu para a possibilidade de mudança. E agora torcemos para que Dilma mude mais e faça um governo novo com idéias novas. Quanto ao Nordeste e a Pernambuco não vamos nunca ter vergonha, nosso povo só mostrou mais uma vez que é livre e, acima de tudo, é grato. A gratidão elegeu Paulo por tudo que meu pai fez por esse estado, e agora a gratidão ao Presidente Lula, que virou o Brasil de frente para o Nordeste, levou à vitória de Dilma. O tempo dirá se a escolha foi certa, só sabemos hoje que ela é soberana e representa a vontade do povo brasileiro. À Presidente desejo boa sorte e espero, pelo bem do Brasil, que ela mostre que estávamos errados. Mas, independente disso, vou fazer como você ensinou, pai. Vou seguir sonhando e lutando, para a cada dia construir uma sociedade mais fraterna e equilibrada".

Pedro Campos

Conheça Laura, Jovem Embaixadora de Garanhuns que vai para os Estados Unidos





De acordo com lista divulgada ontem (27) pela Embaixada nos Estados Unidos, três estudantes pernambucanas foram selecionadas entre os 50 Jovens Embaixadores que viajarão para representar Brasil no país norte americano em 2015. Uma estudante da Escola de Aplicação Professora Ivonita Alves Guerra, em Garanhuns, está no grupo, é Laura Aurora de Melo Santana.

Candidata ao programa desde 2012, Laura foi finalista no ano passado e, este ano, conseguiu sua vaga entre os 50 jovens que viajarão aos Estados Unidos entre os dias 09 e 11 de janeiro de 2015.

Além do domínio da língua inglesa, seu trabalho voluntário voltado para crianças carentes foi um fator decisivo para esta conquista.

Durante as três semanas de programa, ela e os demais Jovens Embaixadores passarão pela capital dos EUA, Washington, DC, e depois serão divididos em grupos e enviados para diferentes cidades americanas onde ficarão hospedados em casas de famílias voluntárias. 

Os jovens participarão de reuniões com autoridades do governo norte-americano, líderes de ONGs, visitarão escolas e projetos sociais, participarão de atividades de voluntariado e, como representantes da juventude brasileira nos Estados Unidos, farão também apresentações sobre o Brasil, sua cultura e seu povo. No final da viagem, eles apresentarão um plano de ação na área de voluntariado para ser implementado em suas comunidades após o retorno ao Brasil.

O Programa - O "Jovens Embaixadores" foi criado pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e o primeiro grupo viajou em 2003. A partir de 2012, o programa passou a ser reproduzido em todos os países do continente americano. 

Desde o lançamento, 367 jovens brasileiros da rede pública já participaram do programa. Os parceiros nesta iniciativa são: Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED) e as Secretarias Estaduais de Educação, a rede de Centros Binacionais Brasil-Estados Unidos, e também as empresas FedEx, MSD, Dow Brasil, Microsoft, Bradesco, IBM e a Boeing Brasil. 

Armando Monteiro pode virar ministro das Minas e Energia



Embora tenha descartado a hipótese em conversa com o jornalista Jamildo Melo, a verdade é que Armando Monteiro é um dos mais prováveis ministros para o próximo governo de Dilma. A presidente afirma ter entendido a necessidade de mudanças, e dialogar com a sociedade, e o nome de Armando cai como uma luva para reaproximar o governo do setor produtivo, já que o pernambucano foi presidente da Confederação Nacional das Indústrias - CNI.

Armando foi o candidato que recebeu o apoio do PT no estado, tinha a preferência do eleitorado até a morte de Eduardo. Dilma e Lula vieram a Pernambuco algumas vezes na intenção de reverter o quadro de derrota do senador para Paulo Câmara, mas não conseguiram, a virada estava sacramentada.

Provavelmente abatido pela derrota, e à margem da coordenação da campanha de Dilma no segundo turno, exercida por Humberto Costa, Armando demorou para se reintegrar, mas o fez em alguns eventos, posicionando-se pela reeleição da presidente.

O Ministério a ser empossado seria Minas e Energia e teria papel fundamental no futuro governo já que estamos com déficit no setor, tem as hidrelétricas sendo construídas e Armando tem respeito nacional para encarar o desafio, principalmente entre os empresários, a área econômica, que têm tantas críticas ao governo federal.

É claro que ser ministro é melhor que senador. Seu suplente é Douglas Cintra, empresário de Caruaru, que já sentiu o gostinho, quando assumiu a cadeira no afastamento de Armando para disputar o governo.

Outro que poderia também ser convocado para um ministério é João Paulo, do próprio PT. Também derrotado, o ex-prefeito do Recife estará sem mandato a partir do próximo ano. A perda da campanha pode ter abalado inclusive seu sonho de voltar à prefeitura.

Quanto a Armando, só o caminhar dos dias é que vai mostrar se se trata do pensamento do governo levar o senador para o Ministério, ou alguém apresentando seu nome para que a presidente tome conhecimento de sua pretensão.

Lideranças locais não influenciam (tanto) os eleitores no voto para presidente



O corpo a corpo que existe nas campanhas locais, a exemplo de vereador, prefeito, deputado e até governador, acaba influenciando o voto nas comunidades. Geralmente as lideranças transformadas em cabos eleitorais conseguem transformar esta proximidade em voto. 

Entretanto este fenômeno não existe na eleição presidencial. Explico o porquê.

O voto para presidente parece estar acima da conveniência local, é como se o eleitor valorizasse mais ele, não se deixando levar por um pedido, em sua grande maioria. O eleitor exerce o seu arbítrio e leva em consideração a sua vida, suas convicções e as análises que faz da conjuntura nacional, muitas vezes sem perceber. 

A influência maior é da TV, dos guias eleitorais, debates e, repito, da sua vida, das suas certezas. Portanto, é um voto que não sofre tanto a influência local das lideranças políticas. Vejamos o resultado do Nordeste, muito parecido nos municípios, onde Dilma venceu com margens entre 75% e 90%. O grande cabo eleitoral se chama bolsa-família e outros programas de inclusão social. E outro é Lula. Indiscutível.

Este fato explica porque em municípios da região em que Dilma tinha ou não tinha o prefeito, o resultado foi semelhante. Explica também porque Paulo Câmara teve 70% dos votos mas não conseguiu transferir para Aécio.

Muitos prefeitos nem conseguiram pedir votos para o mineiro, seria ir de encontro à população que manifestadamente, seria Dilma, não aceitando outras candidaturas. Como dissemos, para presidente, a influência local, nos moldes de outras campanhas políticas, quase inexiste, quando se tem no jogo uma candidatura de grande inserção nas camadas mais populares e em segmentos que reconhecem estes avanços no interior do país.

Portanto, acredito, não se pode colocar na conta de vereadores, prefeitos e nem dos governadores, o atual e o fututo, qualquer derrota ou vitória em determinado território. Perguntem a qualquer eleitor porque ele votou em um ou outro candidato a presidente, e terá uma resposta diretamente deste porquê. Não será, em sua grande maioria, atendendo o pedido de alguém, mas porque ele acha que seria o melhor para o país!

Em Pernambuco, estado Lulista por natureza, onde Dilma fechou com 70% dos votos, acho até que se a Família Campos, o governador João Lyra e Paulo Câmara não tivessem no lado contrário, dividindo os votos da região metropolitana, principalmente o Recife com Geraldo Júlio, e Caruaru, onde ficaram na faixa de 55% a 45%, Dilma poderia contabilizar quase a hegemonia por aqui, basta lembrar que no primeiro turno Aécio teve somente 5% dos votos dos pernambucanos.

A vitória e a derrota existem, claro, para quem apoiou um ou outro, mas ela não aconteceu ou deixou de acontecer por conta de um apoio local. Dilma venceu em todos os estados do Nordeste, onde tinha e onde não tinha o governador. Dilma venceu em todos os municípios do Agreste, onde tinha e onde não tinha o prefeito. E os percentuais são muito parecidos.

Claro que as lideranças têm seus votos para repassar, e todos que apoiaram Dilma devem comemorar, mas não vejo como creditar ou debitar a vitória ou a derrota às lideranças locais em Pernambuco e nos municípios. Debitar a derrota a Paulo Câmara, Renata e João Lyra seria creditá-la a Humberto Costa e Armando Monteiro? Claro que não. Pois este último nem participou da campanha no segundo turno.

Foi o povo, soberano em sua escolha, no exercício do seu arbítrio, que preferiu continuar com Dilma e Lula.

Nasce o PMB - Partido da Mulher Brasileira



Olá Ronaldo,

É com imensa gratidão que solicito, aproveitando a imensa audiência do seu blog e o bom jornalismo presente, que divulgue a fundação do Partido da Mulher Brasileira – PMB em Pernambuco. Desejamos alcançar um representante em cada Município do estado para propagar nossas ideias e propostas.

O PMB nasce da vontade de Mulheres ativistas dos movimentos sociais e populares que participam da vida política. Oriundo de experiências das mulheres progressistas e homens que manifestam a sua total solidariedade com as mulheres privadas de sua liberdade, vítimas de agressão e exclusão social. O Partido da Mulher Brasileira – PMB nasce com uma proposta de mudança. 

Estamos em processo de Fundação em nosso Estado, precisamos de Apoiadores em toda as Regiões de Pernambuco. 

Para contatos, mais informações e participar conosco deste grande projeto, enviar e-mail para:

CONCURSO PÚBLICO no Ceará tem salários de quase R$ 15 mil - Inscrições abertas




A Polícia Civil do Ceará (PC CE) publicou três editais que somam 763 vagas de nível superior, sendo 168 para o cargo de Delegado, 259 para Inspetor e 336 no cargo de Escrivão. Salário de até R$ 14.592,39.

As inscrições estão abertas e seguem até às 16 horas de 7 de novembro de 2014 pelo site da Fundação Vunesp. A Prova Objetiva será aplicada no dia 18 de janeiro de 2015 na cidade de Fortaleza (CE).

Requisitos – os candidatos às vagas de Delegado devem ter Bacharelado em Direito e possuir Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo, na categoria B. E os inscritos no cargo de Inspetor ou Escrivão devem ter diploma de Bacharel em qualquer área de formação e Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo, na categoria B.

Presidente do Bradesco pode ser novo Ministro da Economia



A Folha de São Paulo apurou que o atual presidente do Bradesco, Luiz Trabuco, pode ser o homem forte da economia do futuro governo. Trabuco completa 65 anos no próximo ano, e tem aposentadoria automática.

A indicação de um dos principais nomes de confiança dos banqueiros brasileiros, poderia acalmar a economia do país, que entrou em crise com a possibilidade da reeleição, e agora vê índices da bolsa caírem, dólar disparar, agências internacionais colocarem em dúvida o futuro das finanças do Brasil.

Tema recorrente nos debates, a economia do país assusta com a volta da inflação, juros altos, crescimento pífio. Dilma, na maioria das vezes, culpou a crise internacional.

O interessante seria ver um homem como Trabuco no Ministério da Fazenda, depois que Dilma passou toda a campanha criticando Marina por sua ligação com o Banco Itáu, devido sua amizade com Néca Setúbal, uma das herdeiras, mas que não tem influência na sua administração. Contudo, como Trabuco é só funcionário, não teria a fama de banqueiro, que tanto se critica.

Por falar em economia, o governo deve liberar alguns aumentos que estavam represados devido a eleição. Um deles será o da gasolina.

Colégio Santa Joana D'Arc dá show em atividades para seus estudantes - Confira!!


E por falar em Colégio Santa Joana D'Arc, continua um show de atividades extra-curriculares, que formam e informam as crianças e adolescentes. Durante todo o mês várias açõess marcaram o Outubro Rosa com as turmas, e tivemos também a Semana dos Bons Dentes, com especialistas ensinando os estudantes a cuidarem bem de seus dentinhos. 

Teve ainda Visita Pedagógica a Usina de Xingó, comemoração do Dia das Crianças, Ufffaa!! rsrsrs

Parabéns a todos os envolvidos, e confiram as fotos!


Com muita alegria, estudantes tiveram dicas de cuidados com os dentes

Semana dos Bons Dentes - Ensinar com alegria é conquistar o estudante!

Outubro Rosa trabalhou a informação com crianças e adolescentes

Estudantes em visita pedagógica a Xingó





Dia das Crianças



ONG em Jupi incentiva solidariedade regional



A ONG Vencendo Fronteiras, situada na cidade de Jupi – PE, surgiu no último mês de setembro, com o objetivo de trabalhar as questões sociais na região, tendo como foco principal a diminuição da pobreza e da miséria e Atividades de Associações de Defesa de Direitos Sociais. Quem está à frente é o Flávio Quintino, que sempre trabalhou a questão social.

A ONG está desenvolvendo um Projeto Social intitulado Liga da Solidariedade – Fazendo o bem sem olhar a quem, e conta com a parceria da Associação Mãos a Obra - AMO. É um Projeto que será aplicado até o dia 15 de Dezembro em todos os Municípios circunvizinhos que se interessarem em participar dessa causa. 

O Projeto Liga da Solidariedade tem como objetivo arrecadar uma tonelada de alimentos para serem distribuídos na forma de cestas básicas no final do ano.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.