CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

domingo, 2 de novembro de 2014

Preso na Operação OMNI da Polícia Federal prova inocência e obtém Alvará de Soltura



O juiz da 23ª Vara Federal - Subseção de Garanhuns, Temístocles Araújo Azevedo, expediu Alvará de Soltura favorável a Flávio Eduardo Francisco da Silva, 36, servidor da Previdência Social, preso na quinta-feira (30) junto com a quadrilha desarticulada pela Operação OMNI da Polícia Federal, que desviou, segundo cálculos da instituição, mais de R$ 12 milhões dos cofres públicos. Embora tenha sido expedido o seu Mandado de Prisão, ficou constatado que Flávio Eduardo não tinha participação no esquema fraudulento.

O servidor estava na agência do INSS no município de Canhotinho há pouco mais de um mês, quando assumiu a chefia, nas mudanças feitas pela Gerência Regional, que já suspeitava de irregularidades na agência. Flávio era o Gerente da Agência Garanhuns e foi transferido justamente para auxiliar na investigação interna.

Flávio Eduardo teria sido citado por um dos envolvidos, entretanto ficou comprovado que não participava do esquema, pois no único processo citado, mostrou que havia juntado provas para indeferir o benefício. “Uma outra suposta participação não é nem de minha passagem na agência em 2010” – Afirma o servidor.

Flávio Eduardo foi preso na manhã da quinta-feira, em sua residência, quando se encontrava com sua esposa, Rebeca Araújo, atendendo os Policiais Federais, que apresentaram um mandado de busca e apreensão, mas não encontraram nada que pudesse comprovar sua participação nas fraudes. Com mandado de prisão temporária, o servidor foi encaminhado à sede da Polícia Federal em Caruaru, quando foi comprovada sua atuação para coibir as supostas irregularidades, e solicitado, pela Delegada do caso, ao Juiz Federal, o seu Alvará de Soltura.

Chegando em sua residência já na noite desta sexta-feira (31/10), foi grande a recepção de vizinhos, amigos e colegas de trabalho. Sua esposa, Rebeca, era, uma das mais emocionadas. “Infelizmente Flávio acabou nas imagens de TV e nos jornais, mas nós tínhamos certeza de que era um equívoco”.

Flávio Eduardo retorna as suas atividades na agência de Canhotinho, já nesta segunda-feira, agora na posição de testemunha e colaborador na investigação que segue na Polícia Federal.

Bullying em escola de Garanhuns

Olá Ronaldo,

Sou o Luciano Rodrigues de Souza, moro em Garanhuns e trabalho na Petrobras. É com lágrimas nos olhos que escrevo este texto, pois o meu filho, 13 anos, aluno do 8º Ano de uma escola tradicional da cidade, foi espancado dentro da sala de aula, em um mix de incompetência da escola e/ou da professora e intolerância dos alunos. O caso aconteceu na quarta-feira, dia 22, e eu estava trabalhando no Rio de Janeiro.

O Fato: A turma de meu filho tem 47 alunos, e na aula, a professora teve a brilhante ideia de sugerir aos alunos que informassem quem estava conversando ou bagunçando, e o prêmio seria um ponto (depois de 11 alunos serem expulsos da sala). O meu filho informou que outro colega também estava conversando, e prontamente este também foi expulso. Na sequência, terminou a aula e a professora saiu, e outro deveria vir, porém demorou mais que 20 minutos para entrar na sala, então, a seção de pancadaria começou. O aluno que foi expulso por último, junto com outro aluno, que não havia sido expulso, arrastaram meu filho pelos pés, com pontapés e chutes na cabeça, e muitos socos, e só pararam quando uma colega entrou no meio e segurou os intolerantes. 

Gostaria de sugerir também o assunto bullying para seu blog, com a intenção principal de mostrar os caminhos legais do Ministério Público e Conselho Tutelar, pois a escola, os professores e os alunos, fazem o que fazem por falta de conhecimento dos pais. 

Não tenho interesse em expor a instituição, solicito por favor que seja utilizado o nome de uma escola de renome em Garanhuns, contanto faço questão que seja dito o meu nome para que os que me conhecem saibam o que de fato aconteceu.

Temos audiência marcada no Ministério Público na terça-feira. Deixarei você informado.

Agradeço, 

Seu leitor diário,

Luciano Rodrigues
.

AGORA COMIGO: O bullying tem sido cada vez mais comum, e os pais devem conversar com seus filhos. Infelizmente, neste caso, contou com a provocação, mesmo inconsciente, da professora, que premiou quem pudesse delatar os colegas indisciplinados. Foi com o filho do Luciano, como poderia ser qualquer um outro que vislumbrasse a chance de ganhar um ponto. Entretanto, diante dos colegas expulsos, foi visto como uma espécie de traidor, mesmo que só objetivasse uma melhor nota na caderneta.

A violência está em todos os lugares, onde menos se espera, e cabem aos responsáveis criar e ampliar mecanismos que possam impedir este tipo de atitude. A supervisão e as práticas pedagógicas, neste caso, falharam, principalmente em se tratando de uma grande escola particular do município, com melhores condições de oferecer a segurança interna aos seus estudantes.

Se doze alunos estavam expulsos, caberia uma maior atenção à turma naquele momento.

A movimentação de Álvaro Porto em Garanhuns

Álvaro Porto com as vereadoras Diretora Nelma e Luzia da Saúde 

Ex-prefeito de Canhotinho, deputado estadual eleito, Álvaro Porto parece ter encontrado uma forma de entrar em Garanhuns. Conseguiu bons apoios entre os vereadores, lideranças comunitárias e acabou sendo bem votado no município, tornando-se majoritário entre os eleitos. Foram mais de quatro mil votos, ficando atrás apenas de Zaqueu e Sivaldo, e vencendo Gersinho Filho, que se elegeu nesta sexta o novo presidente do Legislativo Municipal.

Curiosamente Álvaro é do mesmo partido de Izaías, o PTB de Armando Monteiro, mas parece que é quem tem lhe dado, neste momento, mais dor de cabeça. Na movimentação para a eleição da Câmara, Álvaro articulou junto aos vereadores que lhe deram apoio para deputado, unindo-se à oposição e à dissidência da base aliada, criando um bloco que por pouco não tirou de Izaías a presidência da Casa. Izaías só reverteu quando reconquistou o apoio de Gersinho Filho, que disputou a eleição de Deputado Estadual como seu adversário, fazendo duras críticas. Gersinho voltou pela presidência.

Álvaro busca consolidar sua influência na cidade, já no pós-eleitoral. Sendo deputado, terá cacife para investimentos e conquistas de mais apoios. Não fica claro, mesmo sendo de Canhotinho, onde elegeu o sobrinho prefeito, se pretende algo mais em Garanhuns, como disputar a prefeitura local.

Algumas tentativas recentes neste sentido foram frustradas, pois sempre pesa o fato de ser "de fora" e não morar na cidade, coisa que prejudicou Zé da Luz e Antônio João Dourado, que nem chegou a disputar a prefeitura, com forte rejeição da sociedade ao seu projeto. Garanhuns tem um perfil diferente do eleitorado de qualquer outra cidade. 

Será que é este o projeto de Álvaro?

Tem um impeditivo lógico. Sendo do mesmo partido de Izaías, o futuro deputado precisaria deixar o PTB e se filiar a outra legenda no município, e aí, claro, perder seu mandato na Assembleia. E não seria também o candidato com o apoio do PSB, pelo histórico político.

Entretanto, há uma brecha, como sempre tem na legislação eleitoral. Álvaro pode sair do PTB para um partido recém-criado, e ele está em curso com Gilberto Kassab, em São Paulo, que pretende criar um novo partido, a exemplo do que fez com o PSD, para abrigar quem queira fazer o pula-pula para o governo. Neste caso, acaba facilitando também as disputas municipais.

Haveria até a hipótese do próprio Armando Monteiro deixar o PTB levando seu grupo para a nova legenda, mas aí quem não poderia migrar seria Izaías, devido ao mandato. O PTB é neste momento oposição a Dilma, e Armando apoia seu governo.

Uma coisa é certa, independente de ser candidato ou não, Álvaro terá influência daqui pra frente na vida política da cidade, não tenho dúvidas, pela estruturação de um grupo e sua movimentação política.

Resta saber se pode caminhar junto com os socialistas na disputa eleitoral contra Izaías. As articulações na câmara mostram que é possível. E é muito possível que Álvaro possa fazer parte da base aliada do governo Paulo Câmara, deixando de caminhar ao lado de Armando.

Mas para prefeito, acredito, acho muito difícil, pelo perfil do eleitor da classe média e formadores de opinião, que mesmo ressabiados com Izaías, iriam com ele ante um candidato "de fora".

MARCOS CARDOSO: Sangue do matadouro municipal está contaminando meio ambiente em Garanhuns





Marcos Cardoso no programa Manhã Total da Rádio Marano, recebeu um morador do bairro da Várzea, Severino, que entregou ao radialista as fotos acima, segundo ele, foram tiradas na semana passada e mostram a maneira como é descartado o sangue dos bois abatidos no matadouro industrial de Garanhuns. 

As fotos foram publicadas no Blog Secretaria do Povo, nome do quadro do programa onde as pessoas podem relatar problemas no município. Segundo o morador do bairro da Várzea, o sangue vai direto para uma lagoa nas proximidades, contaminando o meio ambiente e causando um mau-cheiro insuportável para quem mora nas proximidades. 

Marcos Cardoso afirma que são promessas e mais promessas que já foram feitas no sentido de resolver o problema, mas até agora, nada.

Para acessar o Blog Secretaria do Povo, clique aqui.

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.