CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

PROFESSOR ZECA BARBOSA: Os Servidores Públicos e o Governo de Pernambuco

Poucos são os servidores públicos que sabem abraçar a causa pública em prol do atendimento público sem ódio, sem mágoas, sem rancor e brutalidade.

Nós somos pagos pelo estado para prestar um serviço público de qualidade. 

Sei que a máquina pública viveu muitos anos na inércia, sem avanço e sem instrumentos de trabalho.

Poucos servidores públicos foram capacitados a altura do cargo que exige competência e responsabilidade. Poucos são os servidores que receberam as condições técnicas instrumentais para realizarem um bom trabalho em prol do povo.

a máquina pública esteve por muitos anos entregue as baratas onde uma meia dúzia incompetentes não sabiam sequer manusear uma máquina chamada computador e um meio de comunicação chamado SKYPE.

Outros pegaram o skype para falar mal e fofocar uns dos outros falando mal dos chefes, dos amigos e delatando fatos que deveriam ser tratado entre os que representam o Estado. 

Outros foram punidos porque souberam demais. Tiraram a caneta das mãos de quem é Professor. É um Estado ainda vivendo a era da escuridão e da incompetência pura e simples.

Espero que o Governador que conhece a máquina pública por ter sido secretário de administração, de turismo e da fazenda faça a máquina pública funcionar muito melhor do que a deixada por Dr. Eduardo Campos que melhorou
substancialmente. 

Nós servidores públicos agradecemos ao ex-governador Dr. Eduardo Campos por tudo o que fora feito e desejamos boa sorte ao governo recém empossado.

Professor Zeca Barbosa
Lagoa do Ouro - PE

CEALA: Lajedo inaugura Centro de Abastecimento Municipal



O CEALA denominado Centro de Abastecimento Municipal José Cosme da Silva, em 26 de fevereiro de 1992, foi reconstruído e reformado do piso ao teto pelo prefeito Rossine Blesmany em Lajedo, que inaugurou a obra no finalzinho do ano passado. Com a presença do atual Secretário das Cidades, André de Paula, foi feito o descerramento da placa junto com a população que compareceu em massa.

Serviço iniciado no governo do ex-prefeito Lídio Cosme e entregue por Adelmo Duarte, não via uma reforma há mais de 30 anos. Até que a nova gestão, viabilizada pela iniciativa da vereadora Lêda Machado e realizada pelo secretário de agricultura Moacir Vital, abriu o espaço de extensão de 3.474 m² com 80 balcões e freezers, 25 bares e lanchonetes e 27 boxes para cereais. O valor da obra com adicionais foi de R$ 1.458.241,07 visando a melhoria do padrão alimentar dos lajedenses.

Oferecendo diversos serviços como cereais e mercearias, bares, lanchonetes, carnes, frango, charque, feijão e condimentos promove o abastecimento alimentar através da gestão do prefeito Rossine com estrutura moderna e higiênica, minimamente de acordo com a Vigilância Sanitária. Bem dividido, com espaço para 132 boxes, 80 tarimbas e 9 banheiros, o novo Ceala possui acessibilidade facilitando para deficientes físicos. São 13 luminárias de emergência e cinco portões de saída. A obra preocupou-se também com a estrutura elétrica - no quadro de medições- nunca visto antes no CEALA, permitindo a segurança dos trabalhadores, equipado com painéis elétricos que monitoram todo o sistema de refrigeração e luz de dentro do centro, mediante exigências da Companha de Energia Elétrica de Pernambuco.

REPORTAGEM ESPECIAL: Imagens da Posse e Transmissão de Cargo do Governo de Pernambuco‏










fotos: Roberto Pereira e Aluísio Moreira

Projeto PROTEJO em Garanhuns - saiba mais!





A Prefeitura de Garanhuns através da Secretaria da Juventude implantou o Projeto PROTEJO/PRONASCI, o vereador Audálio Filho foi o autor do Requerimento 493/13 que solicitou ao Governo Municipal a implantação do referido projeto com o intuito de promover ações de proteção e inclusão social para jovens expostos à violência doméstica ou urbana, em situação de rua e vítimas da criminalidade.

O PROTEJO é um projeto social de iniciativa do Ministério da Justiça em convênio com a Secretaria Municipal da Juventude que visa formar cidadãos e oferecer capacitação para 100 jovens, entre 15 e 24 anos de idade em Garanhuns, com uma temática contendo laboratórios profissionalizantes, atividades culturais, esportivas e educacionais, enfatizando a prevenção ao uso de drogas e a violência, buscando resgatar a autoestima dos participantes. 

“Parabenizamos o prefeito Izaías e o secretário da Juventude Pedro Passos pela implantação desse importante projeto social em Garanhuns. É preciso cuidar de nossos jovens, principalmente os que se encontram em situação de vulnerabilidade social” ressaltou o vereador Audálio autor da proposição.

Com duração de um ano as atividades do PROTEJO serão desenvolvidas na Rua João Zacarias de Oliveira, 136 - Cohab II, e os jovens inscritos devem participar das atividades propostas no projeto e retornar ou concluir o ensino formal, durante o percurso social formativo e ter assiduidade nas aulas durante a execução do projeto. Como auxílio-financeiro, os matriculados receberão uma bolsa de formação, no valor de R$ 100, 00, mensalmente, a ser repassado pelo Ministério da Justiça.

Nestlé assume toda a área da fábrica da Bom Gosto em Garanhuns




Dairy Partners Americas Nordeste (DPA) - joint venture da Nestlé com a cooperativa neozelandesa Fonterra - assinou contrato de locação da totalidade da fábrica de lácteos de Garanhuns, no Agreste pernambucano. A unidade pertencia ao Grupo LBR, que entrou em processo de recuperação judicial e foi arrematada em 2014 por R$ 50 milhões pela ARC Medical Logística. Em 2009, a DPA/Nestlé locou 50% da planta e, a partir de agora, vai assumir 100%. Em dificuldade financeira, a LBR suspendeu a produção industrial em agosto do ano passado, restando a operação da DPA/Nestlé.

Sem produção, os funcionários da LBR passaram a atuar em sistema de rodízio, folgando seis dias na semana e trabalhando apenas um. Há uma semana, os empregados entraram em férias coletivas. A transição de LBR para ARC, e agora para DPA/Nestlé, tem gerado insegurança entre os 120 funcionários. Desde que a LBR entrou em recuperação judicial, os trabalhadores da fábrica vivem uma situação de insegurança.

“Quando a fábrica foi arrematada pela ARC deveria ter acontecido uma anotação nas carteiras de trabalho. Isso não aconteceu e até agora estamos sem resposta. Recebemos uma informação de que o pessoal dos recursos humanos da DPA/Nestlé teria uma reunião conosco na próxima segunda-feira. Estamos aguardando”, diz o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados de Pernambuco (Sintilpe), Luiz Alberto Menezes.

Na oferta feita pelo ARC ao Grupo LBR, a empresa colocou como condição não arcar com encargos e obrigações trabalhistas. Pela proposta, os funcionários deveriam ser demitidos e pagos pela LBR e depois contratados pela ARC, com responsabilidade trabalhista assumida só após a posse pela ARC.

Procurada pela reportagem do JC, a DPA/Nestlé informou, por meio de nota encaminhada por sua assessoria de comunicação, “que assinou novo contrato de locação para utilização da unidade Fabril de Garanhuns (PE), adquirindo o direito de uso completo das instalações. O contrato foi firmado no último dia 19, com a ARC Medical Logística LTDA., que recentemente arrematou a fábrica de Garanhuns no processo de recuperação judicial do Grupo LBR”, diz o texto.

A empresa garante o interesse de manter a unidade em plena operação. A unidade tem capacidade para processar 595 mil litros de leite por dia, sendo a maior indústria da bacia leiteira do Estado. “Com a assinatura do novo contrato, a DPA reafirma seu interesse em manter em plena atividade sua operação em Garanhuns (PE). Com operação iniciada em 2010, para a fabricação de produtos lácteos refrigerados, a unidade de Garanhuns é responsável pelo abastecimento do importante mercado da Região Nordeste”, afirma a nota.

Questionada sobre a situação dos funcionários, a DPA/Nestlé não respondeu aos questionamentos do JC. “A princípio todas as informações que temos sobre o assunto estão no posicionamento oficial”, disse a assessoria. A Nestlé produz iogurtes na fábrica de Garanhuns e tem cerca de 200 funcionários.



FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.