GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

domingo, 22 de fevereiro de 2015

ECONOMIA: Classe C está comprando menos em supermercados, diz pesquisa



Brasileiros da classe C compram atualmente menos produtos em supermercados que há seis meses, conforme indica pesquisa divulgada nesta sexta-feira (20) pelo Instituto Data Popular.

O estudo revela que 47% dos brasileiros da classe C informaram que, comparando com os últimos seis meses, estão comprando menos produtos em supermercados. Aproximadamente 41% compram a mesma quantidade e 12% compram mais.

Uma das perguntas da consulta era se os entrevistados esperavam comprar mais ou menos nos próximos seis meses. De acordo com o resultado, 45% disseram que devem comprar menos produtos em supermercado, enquanto 36% afirmaram que comprarão a mesma quantidade e 19% acreditam que comprarão mais.

A pesquisa quantitativa nacional foi realizada entre os dias 18 e 29 de janeiro, envolvendo 3.050 pessoas de 150 cidades brasileiras. A margem de erro máxima é de 1,77% para um intervalo de confiança de 95%.

http://economia.terra.com.br/

Bêbados e doidos maravilhosos de Garanhuns - Por Ivan Rodrigues



Comecei a lembrar algumas personagens que marcaram o cotidiano da vida, em Garanhuns, com suas presenças constantes e o seu relacionamento com a população. Uns alcoólatras, outros malucos de à muito tempo, e ainda outros que associavam as duas espécies, cada qual com suas peculiaridades, bordões, manias, comportamentos e disparates.

No entanto, com sua postura por vezes inconsciente, criavam características próprias que se incorporavam aos ditos populares e adotados pela população. Claro que seu número é grande e é provável que ocorram algumas omissões imperdoáveis. Paciência, amigos – como diz o cancioneiro popular: - “É muita coisa sem juízo” !

Vou começar e a coisa pode ir longe, pois o estoque é grande:

IGOR CARDOSO: Perdão, Ruber! Perdão, Garanhuns!



Quando o engenheiro Ruber van der Linden era vivo, ele anteviu a riqueza em que consistiam as nossas já renomadas "Águas de Garanhuns" e, buscando inspiração nas Mecas do turismo hidromineral brasileiro - Cambuquira, Caxambu e Lambari, em Minas -, pôs sua genialidade a serviço da proteção desse inestimável bem, chegando mesmo a presentear Garanhuns com um parque - o Pau Pombo -, cujo principal objetivo não era outro senão o de proteger o manancial que ali se encontra - e que, à época, abastecia a cidade. 

Foi também nos últimos anos de vida dele que, descoberta a nascente da Serra Branca, sob sua decisiva influência, tomaram-se todas providências necessárias a fim de proteger o entorno de nossa mais famosa água mineral, prolífica em compostos químicos altamente benéficos à saúde. 

Hoje em dia, a irresponsabilidade e o descaso imperam: Pau Pombo, Vila Maria, Pau Amarelo poluídas; um banheiro desastradamente construído no Alto do Magano ameaça comprometer a Serra Branca; a especulação imobiliária avança sobre o manancial do Flamengo; e agora essa... 

Perdão, Ruber! Perdão, Garanhuns!

Para saber mais: TRAGÉDIA ANUNCIADA: Desastre Ecológico em Garanhuns‏

Igor Cardoso
Historiador do Instituto Garanhuns

Serviço Geológico Brasileiro realiza estudo técnico em Garanhuns



A equipe da Coordenação de Proteção e Defesa Civil de Garanhuns recebeu, esta semana, representantes da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) para o início da avaliação das áreas de risco de desastres naturais que o município possui. O estudo se aprofundou com visita técnica às oito maiores erosões da cidade, conhecidas também como voçorocas. Um relatório, mostrando o grau de risco de possíveis fenômenos, será elaborado pelos geólogos responsáveis.

Após a divulgação dos dados, o documento será encaminhado ao Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden) para que o órgão realize o acompanhamento dessas áreas. O Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres Naturais (Cenad), departamento que também é vinculado ao Ministério da Integração Nacional (MI), será informado sobre a situação.

De acordo com o secretário-executivo de Defesa Civil de Garanhuns, Fábio Antônio Cavalcanti, o relatório servirá de base para captação de recursos de ordem federal. “Nós temos o intuito de recuperar e estabilizar as erosões e nascentes de água mineral de Garanhuns. Essa parceria com os órgãos federais é indispensável para que as ações possam se concretizar”, destaca.

A Prefeitura de Garanhuns vai contratar, por meio de processo licitatório, uma empresa especializada em execução de topografia georreferenciada para que seja elaborada a planialtimetria – representação das informações obtidas em uma única planta, carta ou mapa. “Esse trabalho vai passar informações primordiais para o desenvolvimento dos projetos executivos de recuperação e estabilização. Logo em breve divulgaremos outras novidades”, pontua o coordenador da Defesa Civil de Garanhuns, Thiago Amorim.

SIGA O BLOG

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.