GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

GOVERNO DO ESTADO

sexta-feira, 19 de junho de 2015

GARANHUNS: Mapeamento de áreas de risco é realizado com equipamento de alta tecnologia





Técnicos do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep) estão realizando, em Garanhuns, um mapeamento das áreas de risco de desastres naturais do município. A novidade desse trabalho, que foi iniciado no mês de maio deste ano, é a utilização do Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant) – equipamento projetado para operar em situações perigosas ou repetitivas em regiões consideradas de risco ou com acesso restrito. A ação vai contribuir com a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) na elaboração de projetos de contenção de erosões e atividades de reflorestamento.

De acordo com o engenheiro civil Thiago Amorim, coordenador da Compdec de Garanhuns, os projetos que serão preparados seguirão para o Governo Federal. “A ideia é que possamos pleitear recursos para as referidas obras. Os trabalhos dos tecnólogos estão sendo coordenados por mim e pelo secretário-executivo Fábio Antônio”, destaca.

O Vant que vem sendo utilizado no mapeamento possui características específicas para a geração de produtos cartográficos, como ortofotos digitais, modelos digitais do terreno analisado, elevação e detalhes das curvas e do perfil do terreno. O aparelho é manuseado pelo tecnólogo em Geoprocessamento Diego Quintino e o engenheiro cartógrafo Carlos Augusto.

No total, oito voçorocas estão sendo vistas prioritariamente – elas localizam-se, em sua maioria, no bairro Liberdade e nas comunidades Cohab II e Cohab III. Além do Vant, também estão sendo utilizados equipamentos de rastreio (GPS) de alta precisão.

SECOM GARANHUNS

Prefeitura doa terreno para construção de capela próximo ao Castelo de João Capão

Audálio mostra às o terreno que deve ser doado 
pelo município para construção da capela.

PROJETO DA CAPELA DEVE OBEDECER PERFIL ARQUITETÔNICO DA PRAÇA

A comunidade católica de São João Batista na Paróquia do Arraial receberá doação da Prefeitura de Garanhuns, de um terreno nas proximidades do Castelo de João Capão em Heliópolis, para construção de uma capela. 

A cessão do espaço público foi resultado de solicitação do vereador Audálio ao prefeito Izaías, respaldado pelo líder comunitário Mano do Gás, o Pe. Francisco de Assis e da comunidade, que em reunião decidiram mover esforços em prol da causa.

A Prefeitura informou a Audálio que o memorial descritivo está pronto e a Procuradoria irá encaminhar a Câmara Municipal a documentação para cessão do terreno à Paróquia de N. Srª do Perpétuo Socorro, que já dispõe do material para começar a construção.

Desde fevereiro de 2013 diversas reuniões foram realizadas num esforço coletivo pela concretização da doação tendo o vereador Audálio acompanhado todas as etapas do processo que finalizou com a realização do sonho daquela comunidade.

O prefeito Izaías quer que a nova capela integre o conjunto arquitetônico do local se somando ao Castelo de João Capão e a praça que será construída pela Prefeitura.

VAGAS DE EMPREGO EM GARANHUNS




Vagas de emprego disponíveis na Agência do Trabalho de Garanhuns, em 18/06/2015

3 vagas para Vendedor Externo
Ensino médio completo
Experiência 6 meses em CTPS
Salário Em torno de R$ 950,00 + ajuda de custo e comissão
Habilitação categoria A

1 vaga Operador de Caldeira
Ensino fundamental completo
Experiência 6 meses em CTPS
Salário R$ 1000,00

1 vaga Camareira de Hotel
Ensino fundamental completo 
Experiência 6 meses em CTPS
Salário e benefícios à combinar 
Conhecimento em informática

1 vaga Recepcionista de Hotel
Ensino médio completo 6 meses em CTPS
Salário e benefícios à combinar
Conhecimento em informática

Candidatos dentro do perfil devem comparecer na:
Agência do Trabalho: Expresso Cidadão
Segunda a sexta das 7:00 às 18:00 e Sábado das 8:00 às 14:00h

Agência do Trabalho: Rua Amaury de Medeiros, 20. Heliópolis.
Segunda a Sexta das 7:30 às 17:30

Site: maisemprego.mte.gov.br
Documentos necessários: Carteira de Trabalho, Identidade, CPF, número do PIS/NIT/NIS.

GARANHUNS: Patrícia ainda não apareceu. Ex-marido é principal suspeito



Jornal do Commercio

A Polícia Civil de Pernambuco trabalha para esclarecer o desaparecimento da dona de casa Patrícia Pereira da Silva, de 31 anos. A mulher foi vista pela última vez no dia 18 de maio, no município de Garanhuns, Agreste do Estado, cidade onde morava. Desde então não se tem informações sobre o paradeiro da dona de casa. Os investigadores acreditam que o ex-marido de Patrícia, o caminhoneiro José Cláudio Marques de Siqueira, 35 anos, tenha envolvimento com o desaparecimento.

No dia do sumiço, Patrícia iria para a casa da avó, com quem dormia todas as noites. De acordo com a mãe da dona de casa, a técnica de enfermagem Djanyra Wanderley, 50, a filha saia todos os dias às 18h e seguia o mesmo caminho. No entanto, no dia 18 a filha saiu mais cedo e tomou um caminho diferente. "Acreditamos que o José Claudio tenha marcado um encontro com ela para comprar um celular para o filho deles, por isso ela saiu mais cedo", explica a mãe. 

Segundo familiares da dona de casa, os dois tinha um relacionamento muito conturbado. Os 14 anos em que estiveram juntos foram marcados por brigas e ameaças, afirmam os parentes. "Eles estavam separados há 10 meses. Ela vivia em constante ameaça. Ele dizia que mataria ela e o filho deles, que tem 10 anos", conta Paula Paes, 28, irmã de Patrícia Pereira.

Em janeiro deste ano, o caminhoneiro chegou a ser detido pela prática de ameaça contra a ex-esposa, mas foi liberado mediante o pagamento de fiança. Por medo do ex-companheiro, Patrícia solicitou na Justiça uma medida protetiva, que determinava que José Cláudio mantivesse uma distância de 200 metros. Dias antes de desaparecer, a dona de casa retirou o pedido de proteção.

"A polícia tem trabalhado incessantemente à procura de Patrícia. O ex-marido é o nosso principal suspeito. Nós temos uma linha de investigação, que nos aponta que ele pode estar em poder da dona de casa. Eles tem um histórico de violência doméstica", afirma Débora Bandeira, titular da Delegacia da Mulher de Garanhuns e responsável pelo caso.

O inquérito policial do caso deveria ser concluído no início da próxima semana, mas como o suspeito ainda não foi localizado pela polícia, a delegada responsável Débora Bandeira solicitou a prorrogação das investigações por mais 30 dias. O caminhoneiro já foi intimado à prestar depoimento, mas ainda não se apresentou. Até agora, mais de 20 pessoas já foram ouvidas pela polícia. 

Quem tiver informações sobre o paradeiro da dona de casa pode entrar em contato com a família através dos telefones (87)9 9827-5078/ 9 8109-2622.


SIGA O BLOG

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.