GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

UNOPAR GARANHUNS

sábado, 12 de dezembro de 2015

Em Pernambuco, Senador José Serra apresenta palestra: Brasil: 30 anos de democracia e os desafios do crescimento



Lula é intimado a depor na Polícia Federal




O ex-presidente Lula foi intimado nesta sexta-feira (11) para comparecer à sede da Polícia Federal, em Brasília, na próxima quinta-feira, dia 17, para prestar esclarecimentos no âmbito da Operação Zelotes.

O ex-presidente assinou as Medidas Provisórias 471/2009 e 512/2010, que estão sob suspeita de terem sido “compradas” por lobistas para favorecer montadoras de automóveis que se beneficiaram de incentivos fiscais.

O filho caçula do ex-presidente, Luís Cláudio Lula da Silva, teria recebido R$ 2,5 milhões da consultoria Marcondes & Mautoni, contratada pelas montadoras para fazer lobby em defesa das Medidas Provisórias.

Em nota, o Instituto Lula afirma que o ex-presidente não foi notificado mas está à disposição da PF para prestar qualquer tipo de esclarecimento.

13º e Salário de Dezembro dos servidores do Governo do Estado.Confira a tabela!

O novo calendário de pagamentos de salários do Governo do Estado de Pernambuco passou a ser utilizado em julho, modificando as datas. Com a medida, o estado antecipou 50% do 13º salário, programando a segunda parcela para dezembro. O salário deste mês sai em janeiro, conforme vem sendo feito desde então.

Atualmente o quadro do funcionalismo público estadual está dividido em: 124 mil ativos (representando 59% da folha), 65 mil aposentados (30% da folha) e 24 mil pensionistas (11% da folha).

Confira como ficou a tabela desde julho:


BOMBA: Garanhuns pode perder Jazz Festival para Gravatá ou Bezerros



Recebemos uma informação que a Prefeitura de Garanhuns não teria mais interesse em promover o Garanhuns Jazz Festival, e que por isto não teria disponibilizado os editais e convocatórias, coisa que já fez para o Carnaval dos bairros, quando já abriu os dois editais, um que trata de estrutura de palco, som e trio elétrico, e outro para a contratação dos artistas que se apresentam durante os três dias, e no desfile das virgens.

Quanto ao Garanhuns Jazz Festival a não realização é preocupante, pois há alguns anos tem sido o motivo de movimentar nossa economia em um período que normalmente não havia nada na cidade. 

Os hotéis estão recebendo grande movimentação, o artesanato gira receitas (principalmente neste momento de crise), além do investimento cultural, pois expande o conhecimento da população no contato com uma arte elaborada e artistas de grande formação musical.

Tentamos contactar o criador e produtor do GJF, Giovane Papaléo, mas não conseguimos. Vamos continuar tentando.

Papaléo trouxe a proposta ao ex-prefeito Luís Carlos, que mesmo diante as dificuldades, realizou a contento, com parcos recursos. Izaías assumiu e elevou o investimento, segundo nos informaram, em mais de 300%. É fácil saber, é só verificar quanto custou cada evento.

Diante da possibilidade do fim do GJF, outros municípios demonstram interesse em receber o grande evento. O que seria um prejuízo enorme. Uma alternativa seria a participação do Governo do Estado. Vale lembrar que o Natal Luz custou mais de R$ 1 milhão aos cofres da prefeitura.

A verdade é que se trata de um prejuízo imensurável perder o Garanhuns Jazz, olhando por vários ângulos. Até como marketing da cidade o evento é importante. O estado e o Nordeste olham com outros olhos. Tem-se a noção de uma cidade limpa, organizada, povo educado, que vive música... Efeitos de um evento de Jazz.

O Jornal do Commercio agora deixa claro esta possibilidade, na matéria que transcrevemos abaixo:



Garanhuns Jazz Festival ameaçado de não ocorrer

A menos de dois meses de sua realização, nenhuma verba foi garantida


Garanhuns pode perder uma das principais atrações do seu calendário cultural e turístico. A nona edição do Garanhuns Jazz Festival está ameaçada. A Prefeitura de Garanhuns já havia confirmado o evento, que ocorre durante o Carnaval, mas até agora, a menos de dois meses de sua realização, nenhuma verba foi garantida para a contratação dos artistas - muitos deles já pré-agendados, alguns vindos do exterior.

Em suas edições anteriores, passaram nomes consagrados da MPB, como Ivan Lins, Ed Motta, Azymuth e o argentino radicado no Rio de Janeiro Victor Biglione; roqueiros com trajetória internacional como Andreas Kisser e Kiko Loureiro; músicos de jazz como Billy Cobham e Bob Mintzer; e bluesmen como Mud Morganfield, Magic Slim, Jimmy Burns, Celso Blues Boy, Jefferson Gonçalves, entre outros. 

Garanhuns já havia confirmado o festival, mas não garantiu recursos. Gravatá e Bezerros podem receber o festival

O GJF ganhou projeção nacional na mídia. Ocupou a rede hoteleira e estimulou o comércio da cidade num período tradicionalmente de baixa procura, no qual os garanhuenses costumam passar o Carnaval no Recife ou em praias do litoral de Pernambuco e de Alagoas.

Consolidado com um dos cinco mais importantes do País, merecia estar no calendário turístico de Pernambuco, assim como está o Festival de Jazz de Guaramiranga, no Ceará, e o de Rio das Ostras, no Rio de Janeiro. Se Garanhuns desistir de realizá-lo, depois de bancar o milionário Natal Luz, quem sabe as cidades de Gravatá ou Bezerros não possam receber o evento? Tomara que sim! Empresários das duas cidades têm demonstrado interesse em receber o festival, que prima por uma música de qualidade e de paladar acessível a todos.
Garanhuns já havia confirmado o festival, mas não garantiu recursos. Gravatá e Bezerros podem receber o festival

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.