GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

FEZ BONITO: Garanhuns é destaque (de novo) no Prêmio PÓDIO PERNAMBUCO - JUDÔ‏



Na noite dessa quinta-feira, 17 de dezembro, na casa de eventos CLASSIC HALL em Recife, foi realizada a cerimônia de entrega do prêmio PÓDIO PERNAMBUCO, pela Secretária de Esportes de Pernambuco, Evento que congrega as melhores personalidades do desporto pernambucano, em várias modalidades, que tiveram destaque no ano corrente.

E Garanhuns pela 4ª vez, coloca seus atletas nessa premiação com a modalidade Judô. Em 2010, 2012 e 2013, os atletas Gyslanio Santos e Raquel Carvalho, ambos treinados pelo Prof. Carlos Tevano, foram premiados.

E agora, em 2015, foi a vez do judoca Carlos Magno da Silva Donato receber seu troféu, indicado pela Lipeju- Liga Pernambucana de Judô, como o melhor atleta da entidade nesse ano.

O atleta conquistou em 2015, grandes títulos, dentre eles: 
Campeão Pernambucano de Judô, 
Campeão Norte Nordeste de Judô, 
Campeão Brasileiro de Judô e 
Campeão do JEPS (Jogos escolares de PE).

Carlos Magno iniciou no Judô através de um projeto social mantido pela ACT - Associação Carlos Tevano, há 5 anos atrás, e sempre se manteve focado e dedicado aos treinamentos e hoje sem dúvidas é um grande talento que está despontando no mundo dos esportes.

Garanhuns desiste do Jazz Festival. Perdemos!



Embora tenha prometido voltar a realizar em 2017, a verdade é que a Prefeitura desistiu do Garanhuns Jazz Festival. O próprio prefeito Izaías Régis já havia afirmado ter os recursos garantidos para a realização do grande evento, que dava mídia espontânea positiva em vários jornais, rádios e Redes de Televisão do país, principalmente nas capitais do Nordeste, mas nesta sexta-feira, a menos de dois meses para o evento, ele foi cancelado.

A falta de recursos nunca foi problema na atual gestão, pois o prefeito sempre afirmou ter muito dinheiro em caixa, em todas as entrevistas e encontros públicos. O fato de investir R$ 500 mil em duas atrações no Festival de Inverno, e mais de R$ 1 milhão no Natal Luz, também mostram que a escolha por cortar o Jazz pode não ter sido exclusivamente de ordem financeira.

O Garanhuns Jazz tinha um curador, que era também idealizador e produtor, Giovanni Papaléo, que lembra que foi a própria gestão quem aumentou o valor final investido no evento. Dos festivais produzidos pelo ex-prefeito Luís Carlos, para os três de Izaías, houve um aumento de mais de 200%. Papaléo propôs voltar aos valores anteriores, sem perder a qualidade do evento, mas a prefeitura preferiu colocar fim ao Jazz na cidade, ou melhor, promete retornar em 2017, mas não temos garantias, nem o produtor pode esperar, já que trabalha com outros eventos do mesmo perfil, como o Jazz Porto, o do Rio Mar, além de outros pelos estado e casas de shows na capital.

Quem defende a cultura e viu o investimento feito na última década, fica decepcionado por Garanhuns jogar na lata do lixo um trabalho que rendeu tantos elogios à cidade, e que a própria prefeitura, em sua atual gestão, falou tão bem, com tanta repercussão.

No anúncio oficial, a prefeitura informou que vai concentrar seus recursos no Festival Viva Dominguinhos, Festival de Inverno e Natal Luz.

Retrocedemos. Perdemos um festival que estava mostrando ao mundo uma cara cultural da cidade, com efeitos de marketing em vários segmentos, pintando em aquarela o olhar das pessoas sobre Garanhuns.

Acho que se tem de fato o interesse de voltar em 2017, não poderia deixar de ter em 2016, pois no hiato, perderemos espaço, e o trem da história. Aliás, virou história o nosso original, magnífico e (agora) saudoso, Garanhuns Jazz Festival.

Tive a oportunidade de produzir por três anos o alternativo CarnaJazz, com encontros memoráveis, no Bar Escritório de Nilton, onde recebemos Karl Dixon, Tico Santa Cruz, Celso Blues Boy, entre tantos outros, em Jam Sessions muito concorridas. Por falta de apoio, também perecemos.

Virou saudade.

Polícia Rodoviária reinaugura Posto de Moreno, perto do Recife



Foi inaugurado nesta quinta-feira (17) uma nova unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no antigo posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), localizado na BR 232, em Moreno, na Zona da Mata de Pernambuco. O espaço funcionará como um local de pronto-atendimento de emergências e como ponto de apoio das atividades de fiscalização e policiamento da PRF.

A reforma e reabertura do imóvel foi possível graças a um convênio assinado pela PRF e pela prefeitura do município, que disponibilizará profissionais do SAMU e ambulâncias no local. Estiveram presentes na solenidade o chefe da Delegacia Metropolitana da PRF, Inspetor Jamesson Santana, o prefeito de Moreno, Adilson Gomes, a secretária de saúde do município, Geórgia Albuquerque, e a equipe do SAMU. 

A iniciativa visa um uso compartilhado da unidade federal, fortalecendo a parceria que já existe há mais de 10 anos com o SAMU, na Divisão de Operações Aéreas da PRF. Este convênio também irá proporcionar o atendimento à população de modo ágil e eficaz, tendo em vista que o socorro imediato poderá salvar mais vidas no caso de um acidente na rodovia.

O convênio permitirá à população acionar o serviço de atendimento através do telefone 191, da PRF, ou pelo número 192, do SAMU, que irá encaminhar uma equipe para o local. A reativação do posto também irá proporcionar mais segurança a quem passa pela BR 232, complementando as atividades de fiscalização e combate à criminalidade, que a PRF realiza através do policiamento ostensivo do trânsito.

Convocatória do Carnaval de 2016 encerra inscrições nesta sexta-feira (18)

Arte: Rafael Rocha


O Governo de Pernambuco – através da Secretaria de Cultura, Fundarpe, Secretaria de Turismo e Empetur - encerra nesta sexta-feira (18) as inscrições da Convocatória do Carnaval 2016, que irá selecionar propostas de atividades artísticas e culturais para compor a programação do Ciclo Carnavalesco. 

A programação do Ciclo Carnavalesco 2016 – que levará o colorido e a alegria da cultura pernambucana para todos os cantos do estado – será divulgada nos sites da Secult-PE e no site da Empetur. 

Novidades

Neste ano a Convocatória traz duas novidades. Uma delas é a permissão para que grupos de dança popular – ligados à cultura carnavalesca ou que a tenham como fonte de pesquisa no trabalho a ser apresentado – também possam se inscrever. Outra inovação é a não obrigatoriedade de inscrição para os Patrimônios Vivos de Pernambuco. Para garantir, no Carnaval, a presença destes artistas e grupos detentores do saber da nossa cultura, considerando a consagração de sua arte, os Patrimônios estão habilitados pelo quesito do mérito cultural, de acordo com a Lei Estadual do Registro do Patrimônio Vivo. As demais propostas estaduais serão habilitadas pelo critério da relevância para a valorização do Ciclo Carnavalesco, observando a necessidade de promover, prioritariamente, a participação de artistas e grupos tradicionais do carnaval pernambucano.

Ministério Público realiza operação de combate à venda irregular de gás de cozinha em Jupi




O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) participou, na quarta-feira (16), de operação de combate à venda irregular de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) em Jupi. A operação, que contou ainda com a participação do Corpo de Bombeiros e das Polícias Civil e Militar, resultou na autuação em flagrante delito de 11 proprietários de revendas ilegais pela prática de crime contra a ordem econômica por venda de derivados de petróleo e combustíveis em desacordo com as normas legais.

Segundo a promotora de Justiça Sarah Lemos Silva, durante a operação foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão, solicitados pelo MPPE, em 19 pontos de venda do produto. Ao final das diligências, foram apreendidos 240 botijões de GLP e uma motocicleta. O Corpo de Bombeiros ainda expediu 19 notificações aos responsáveis pelos estabelecimentos vistoriados, com recomendação de melhorias necessárias para garantir a segurança nos estabelecimentos.

A promotora de Justiça esclareceu que a venda clandestina de gás de cozinha, como o GLP é popularmente conhecido, no município de Jupi foi investigada pelo MPPE nos autos do Processo Preparatório nº 009/2015. Segundo ela, além de configurar concorrência desleal aos revendedores do mercado formal, a comercialização de um produto inflamável e potencialmente explosivo como o GLP em desacordo com as normas legais traz riscos aos comerciantes e à população em geral.

De acordo com a Lei Federal nº 8.176/91, a prática de crime de venda irregular de derivados de petróleo é passível de pena de um a cinco anos de detenção.

Além do MPPE, a operação contou com a participação de um efetivo de 35 agentes da 18ª Delegacia Seccional de Polícia de Garanhuns, do 9º Batalhão de Polícia Militar e do Centro de Atividades Técnicas (CAT Agreste) do Corpo de Bombeiros.

Prefeito de Terezinha é multado pelo TCE por exceder limite da Folha de Pagamento

A Primeira Câmara do TCE julgou irregular, nesta terça-feira (15), o Relatório de Gestão Fiscal (RGF) da Prefeitura de Terezinha relativo aos três quadrimestres de 2014 (Processo TC N.1590020-4), sob responsabilidade do prefeito, Alexandre Antônio Martins de Barros. O relator do processo, que teve o seu voto aprovado unanimemente na Sessão de julgamento, foi o conselheiro João Campos.

De acordo com o seu voto, o Município nos três quadrimestre de 2014 esteve desenquadrado dos limites de gastos com pessoal, estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), chegando a comprometer no 3º quadrimestre o percentual de 63,57% da Receita Corrente Líquida municipal (RCL). A LRF determina que o percentual máximo de comprometimento para os municípios é de 54% da RCL.

Por essa razão, o RGF foi julgado irregular e foi aplicada uma multa de R$ 32.760,00 ao prefeito. O valor da multa deverá ser pago em até 15 dias após o trânsito em julgado desta decisão. Para efetuar o pagamento, o gestor poderá emitir boleto no site: www.tce.pe.gov.br.

A Sessão da Primeira Câmara foi dirigida pelo seu presidente, conselheiro Ranilson Ramos. O Ministério Público de Contas foi representado na ocasião pelo seu procurador geral, Cristiano Pimentel.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 17/12/2015

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.