GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO
CLIQUE E SAIBA MUITO MAIS

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Coligação de Izaías tentou afastar Juiz Eleitoral de Garanhuns

Esta foi destaque no blog VeC Garanhuns



O desembargador eleitoral do TRE-PE, Júlio Alcindo de Oliveira Neto, negou um pedido de exceção feito pela Coligação Construindo o Futuro,(PTB / PSDB / PHS / PMB / PT / PTdoB / PCB / PSDC / PSC / PP) que pleiteava o impedimento do juiz eleitoral Eneias Oliveira da Rocha para atuar como titular da 92ª Zona Eleitoral, em Garanhuns no pleito que ocorre no próximo domingo. 

É que a coligação, que tem o prefeito Izaías como candidato à reeleição, em representação feita ao Tribunal Regional Eleitoral, alegou que o magistrado não poderia presidir as eleições municipais, dentro das atribuições da 92ª zona eleitoral, porque o mesmo é sogro de Antônio Vaz da Costa Coelho que, segundo a coligação, seria secretário do Diretório Municipal do PSB, partido comandado pelo governador Paulo Câmara no estado e que faz parte da coligação que apoia a candidatura de Sivaldo Albino à Prefeitura de Garanhuns.

Em resposta ao TRE, o juiz respondeu que Antônio Vaz da Costa Coelho, advogado, realmente é seu genro e que ele secretariou, de fato, a Convenção Municipal do PSB em Garanhuns, porém, o magistrado refutou a tese de impedimento. Ele argumentou que seu genro não é candidato nestas eleições, tampouco advoga para candidato, partido político ou coligação partidária na Eleição de 2016 nos municípios que abrangem a jurisdição da 92ª Zona Eleitoral (Garanhuns, Brejão e Paranatama), nem na jurisdição da 56ª Zona Eleitoral (Garanhuns, Jupi e Jucati);

Disse ainda que Antônio Vaz não é delegado do PSB nem da Coligação adversária da excipiente; não é parte como Presidente do partido ou líder diretor. É apenas membro da Comissão Provisória Municipal do PSB, que não possui comissão executiva no Município de Garanhuns. Afirmou também que, em razão desses fatos, afasta a aplicação do art. 144, III, do NCPC à presente hipótese. "As afirmações foram levantadas para criar impedimento artificioso ao juiz natural, designado para atuar no mês de maio para exercer a função eleitoral", pontuou o magistrado em sua defesa, publicada no Diário da Justiça Eletrônico do TRE, edição de 26 de setembro.

O desembargador eleitoral Júlio Alcindo de Oliveira Neto concordou com a argumentação do juiz Eneias Oliveira da Rocha e decidiu da seguinte maneira: (Veja parte da decisão, abaixo)

"Pelo que se percebe com a simples leitura dos dispositivos de regência supratranscritos, o fato narradona presente exceção não enseja situação de impedimento legal do magistrado excepto.

Com efeito, não obstante existir parentesco de 1º grau (por afinidade) entre o membro da comissão provisória partidária e o juiz excepto, não há atuação do primeiro secretário como parte ou patrono, em processos sob a jurisdição do magistrado. Tampouco há notícia de que haja parte orientada, como cliente, por escritório de advocacia da qual faça parte o genro do juiz excepto, mesmo que patrocinado por advogado de outro escritório (inciso VIII acima). 

Em consulta ao sistema de busca eletrônica de processos do sítio do TRE-PE (de acesso público), constata-se que, de fato, Antônio Vaz da Costa Coelho figura apenas em processos de Prestação de Contas de Exercício Financeiro do partido. De mais a mais, também não há fatos ou indícios que configurem hipóteses de suspeição (art. 145 do NCPC).

Ex positis, com fulcro no art. 29, XXV do RITRE-PE, NEGO SEGUIMENTO à presente exceção, emrazão da ausência de fatos ensejadores de impedimento do magistrado excepto.
P. R. I.

Recife, 21 de setembro de 2016.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.