GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

UNOPAR GARANHUNS

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

PERNAMBUCO: Quem são os deputados que vão assumir na ALEPE em janeiro?



Suplentes de deputados estão na expectativa. Uns já sabem que vão assumir nas vagas deixadas por aqueles que se elegeram prefeito este ano. Outros sonham que um ou outro seja chamado para integrar o novo quadro de secretários do Governo do Estado, ou outras funções, abrindo novas vagas na Assembleia Legislativa. Aliás, é nesta segunda perspectiva que tem quem aposte na inclusão de Sivaldo Albino (PPS), de Garanhuns, suplente de Eduíno Brito (PP), de Arcoverde.

Em janeiro do próximo ano, os parlamentares Aglailson Júnior (PSB), Ângelo Ferreira (PSB), Botafogo (PDT), Lula Cabral (PSB), Miguel Coelho (PSB), Professor Lupércio (Olinda) e Raquel Lyra (PSDB) assumem, respectivamente, a gestão dos municípios de Vitória de Santo Antão, Sertânia, Carpina, Cabo de Santo Agostinho, Petrolina, Olinda e Caruaru. Com isso, algumas trocas serão realizadas, segundo a Assembleia Legislativa. Antônio Moraes (PSDB) entra no lugar de Raquel Lyra, e Marcantônio Dourado (PSB) substitui Miguel Coelho. Já Roberta Arraes (PSB) passa a ocupar a vaga deixada por Lula Cabral, e Jadeval de Lima (PTN), a de Lupércio. Paulinho Tomé (PT) substitui Botafogo.

Já as vagas de Aglailson Júnior e Ângelo Ferreira deveriam ser ocupadas, respectivamente, por Isaltino Nascimento (PSB) e Laura Gomes (PSB), mas eles já são secretários do governo Paulo Câmara. Por isso, de acordo com a Alepe, se os dois continuarem atuando no Executivo estadual, os suplentes Cássia do Moinho (PSB) e Marcelino Granja (PCdoB) poderão substituí-los. Secretário de Cultura do governo do estado, Granja ainda pode ser substituído na Alepe se permanecer no cargo. Nesse caso, o suplente é Yves Ribeiro (PSB), ex-prefeito de Paulista.

Indefinição

Outra incerteza em relação ao futuro da Assembleia Legislativa corre na Justiça Eleitoral. O deputado Pedro Serafim Neto (PDT), que foi candidato a vice-prefeito de Ipojuca, na chapa derrotada do prefeito Carlos Santana, aguarda decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que julga um pedido de impugnação da candidatura do vencedor da eleição, Romero Sales.

Se Pedro Neto assumir em Ipojuca, Sérgio Leite (PT) entra como suplente. Com a derrota na justiça eleitoral, Neto volta à Casa Legislativa. Leite perdeu a disputa para a prefeitura de Paulista.

Quanto à disputa pela presidência da ALEPE, não tem pra ninguém, é Guilherme Uchôa de novo.

Sobre informações do G1

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.