GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

AOS AMIGOS DE GARANHUNS - Por Ivan Rodrigues

Devo uma satisfação aos meus amigos diante de críticas que, de repente e forma descabida, tentam me desqualificar politicamente usando argumentos de natureza eleitoral. A grande acusação é que jamais ganhei uma eleição, sofri três derrotas eleitorais, levando pisa feia numa delas. Negam-me, por isso, ter condições de dar lições de política a quem quer que seja.

Pela primeira vez, vou usar de empáfia e contar minha história de vida, que me orgulha muito e muitos dos que me acusam, dificilmente, conseguiriam igualar. Na minha visão, as derrotas eleitorais que sofri não me diminuem e sim enaltecem.

Para quem não sabe, sempre me considerei ruim de votos e só fui candidato durante a ditadura, quando poucos ousavam ser e muitos dos que hoje posam de “democratas”, mudavam de calçada para não me cumprimentar, fugindo de mim como o diabo da cruz. Mas entendia que era preciso resistir e resisti, disputando duas eleições para deputado e uma para Prefeito (1974 a 1978) sabendo que ia perder. Para quem acha que ter votos é mérito político, deve ter Tiririca como grande líder nacional. Para mim foi coerência, cumpri o meu dever de cidadania... e ganhei politicamente! Quando a normalidade democrática foi restabelecida, senti-me dispensado e nunca mais admiti disputar cargo eletivo algum, ou seja, a exatos 37 anos!

Servi com muita honra aos três governos de Arraes, dois de Eduardo Campos e ocupando cargos de destaque nas administrações. Recebi confiança e nunca a deslustrei. Do mesmo modo, sirvo ao Governo de Paulo Câmara e me sinto honrado. Não vou entrar em discussões opinativas, mas todos logo irão constatar que, dentro do quadro de crise instalada no país, são muito poucos os Estados que continuam equilibrados, pagando em dia os seus servidores e tiveram a sorte de ter um governador previdente como o nosso.

Gozo o respeito de lideranças de todo o Estado, nisso incluindo colegas de trabalho, deputados, prefeitos, vereadores, companheiros de Partido, lideranças comunitárias e familiares dos governadores já falecidos e de jornalistas do mais alto nível incluindo alguns que são amigos pessoais (cito Evaldo Costa, Inaldo Sampaio, Ivan Maurício, Jodeval Duarte, Homero Fonseca, João Rego, Aldo Paes Barreto, Ítalo Rocha, Ricardo Carvalho, José Adalberto Ribeiro, Ruy Sarinho, José Nivaldo Júnior, Magno Martins, Edvaldo Morais na imprensa da Capital, com destaque ainda para os de nossa terra, como Ronaldo Cesar, Gláucio Costa, Carlos Eugênio, Gidi Santos, Kitty Alves, Selma Melo, Marcos Cardoso e Fernando Rodolfo, entre outros). 

Tenho um diploma emoldurado na parede em minha casa, do Instituto Miguel Arraes a mim conferido “por sua destacada atuação no Governo do Estado de Pernambuco”.

Sempre fui aliado amigo e fiel, mas nunca vassalo, e divergi muitas vezes para preservar os meus princípios, inclusive no episódio da candidatura de Antônio João, com quem Isaías se aliou para garantir o apoio do PSB à sua candidatura, depois de fazer um dos mais empolgados discursos contra a “candidatura estrangeira”.

Quando me senti desconfortável, depois de cinco anos de trabalho árduo chegando a responder durante um ano pela Presidência da instituição, RENUNCIEI A TRÊS ANOS DE MANDATO DE DIRETOR DA ARPE que me restavam, pedi minha exoneração, botei o chapéu na cabeça e sem alarde fui embora para casa. Sem depreciar ninguém, quantas pessoas seriam capazes de igual comportamento?

Fui vereador em duas legislaturas, com muito orgulho, inclusive em 1968/1972 sem remuneração. Restam apenas dois sobreviventes de bancada: os companheiros Antônio Edson e Paulo Faustino como testemunhas de minha atuação, além dos arquivos da Casa que registram o nosso desempenho e - posso assegurar - não existiam caixas pretas naquela época. Restaurada a democracia, surgiu uma legislação ressarcindo todos os prejudicados pelos atos discricionários da ditadura. Poucos sabem que, mesmo sem recriminar companheiros que receberam esse ressarcimento legal, NUNCA SEQUER REQUERÍ o benefício a que tinha direito. Quantas pessoas conhecem ou têm notícia de outro beneficiário com igual desprendimento?

Cometem uma injustiça quando me acusam de não conseguir benefícios para Garanhuns e obrigam-me a explicar às novas gerações e contar ao povo da minha terra que fui, com muito orgulho, o Coordenador do Programa de Eletrificação Rural nos dois governos de Arraes, que resultou no maior programa de eletrificação rural da América Latina e, para não ser prolixo, bastaria este fato para comprovar o meu trabalho. Busquem a informação para verificar que no final do Governo, Garanhuns detinha um percentual acima de 80% de sua zona rural eletrificada, bem como os municípios do seu entorno. Quem tiver dúvida, percorra a nossa zona rural e peça o testemunho dos moradores e lideranças de Riacho da Espera, Papa terra, Roncaria, Cruzes, Cachoeirinha, Tiririca, Jardim, Mimosinho, Várzea Comprida, Mochila de Baixo e Mochila de Cima, Baixa da Telha, Escorregão, Castainho, Sapucaia, Inhumas e muitos outros, e perguntem se ainda recordam a presença de Ivan Rodrigues nas suas casas e nas constantes inaugurações. O povo não esquece e se não for suficiente para os incrédulos, procurem o testemunho dos antigos servidores da Celpe em Garanhuns.

Durante os governos municipais de Bartolomeu e Silvino, Garanhuns não tinha deputados como representantes. Quem quiser consulte os dois ex-Prefeitos sobre a constante colaboração de Ivan Rodrigues com os seus governos e na luta pela obtenção dos benefícios. 

Falar é fácil e distribuir aleivosias mais fácil ainda, sobretudo quando não faltam os mestres de obras feitas para requerer paternidade dos benefícios, tão logo elas são anunciadas. Ivan Rodrigues NUNCA REIVINDICOU PATERNIDADE de qualquer obra em governo algum a que serviu.

O patrimônio que possuo foi conquistado quando fora do serviço público. Não tenho a confortável previdência pública e apenas uma aposentadoria de INSS, conquistada em atividade privada, que mal dá para pagar meu plano de saúde e de minha mulher em face do custo por nossa idade avançada, mas não me arrependo, pois meu saudoso pai, o velho Zé Batatinha me ensinou que: “No dia em que tiver de ser escravo, não quero nem saber o nome do dono, pois tenho que lutar contra a escravidão e 
não contra o meu senhor”.

As benesses nunca me seduziram, o poder não me embriaga, nunca recebi galardões nem comendas e nem as solicitei, não aspiro elogios fáceis que não me sensibilizam, não me atingem julgamentos apressados e levianos, nunca reivindiquei favorecimentos pessoais e minha única preocupação é a absoluta compatibilidade que preciso manter com meu travesseiro, quando coloco minha cabeça sobre ele e repouso serenamente, a cada dia vencido.

Obrigado, amigos, pela atenção!

De Ivan.

PTB está enfraquecendo em Pernambuco


Toda semana se tem notícia de algum político, seja prefeito, vereador ou deputado, ou até lideranças sem mandato, que anunciam a saída do PTB, partido comandado pelo ministro Armando Monteiro no estado.

Segundo o jornalista Inaldo Sampaio, após perder os deputados federais Adalberto Cavalcanti (para o PMB) e Ricardo Teobaldo (para o PTN), o deputado estadual Álvaro Porto (para o PSD) e os vereadores da capital Eduardo Marques e Carlos Gueiros (para o PSB), o PTB acaba de sofrer uma baixa importante na cidade de Salgueiro. Trata-se do empresário Fábio Lisandro Barros, ex-secretário de finanças no município, e atual presidente do diretório municipal. Foi pata o PTN.

No Agreste, comenta-se há algum tempo, que tem mais gente para deixar o PTB, como o deputado Romário Dias.

Anote-se que a grande maioria está deixando Armando para ingressar nos partidos da base de apoio ao Governo Paulo Câmara.

Esta situação chegou a ser comentada abertamente pelo prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, que acusou que o Governo do Estado estaria usando liberação de verbas para festas para atrair deputados e prefeitos da oposição. O recado claro foi para Álvaro Porto, que está deixando o PTB pelo PSD.

Enquanto Izaías foi bastante criticado por acabar com o Festival de Jazz, só deu Álvaro Porto no desfile das virgens em Garanhuns, pois conseguiu o patrocínio para o Trio Elétrico e a banda, Trio da Huanna. Izaías deixou a cidade durante o carnaval.

Sem a estrutura política para disputar o Governo do Estado, há quem aposte que Armando buscará o retorno à Frente Popular para tentar se reeleger senador.

Passado o sucesso do Carnaval, Turismo do estado foca na Semana Santa.



A folia de Momo deu uma injeção de ânimo no turismo pernambucano. No período, a ocupação hoteleira na capital pernambucana e nas praias do Litoral Sul do estado ficou em 95%. Em alguns outros destinos como Gravatá, que recebeu o Festival de Jazz, a taxa ficou em 90%. 

Passada a quarta-feira de cinzas, o setor já se prepara para a Semana Santa. A expectativa é de que nos hotéis do Agreste, onde acontecem as principais programações do estado no período, o índice de ocupação chegue a 80%. 

“No ano passado tivemos um incremento de 1.300 leitos e mesmo assim a ocupação do carnaval ficou em quase 100%. Então, passados os dias de festa e trabalho, o foco precisa ser 2016. Este é um ano de recessão e precisamos ser criativos para manter a ocupação em um bom nível. A Semana Santa tem uma força grande no Agreste, que se tornou tradição. O Recife, assim como as praias do Litoral Sul e Fernando de Noronha, tem o apelo do lazer. Precisamos criar programações para atrair este público. Mas nos hotéis, os pacotes já estão sendo ofertados”, afirmou o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Pernambuco (ABIH/PE), Artur Maroja.

AGORA COMIGO: Vem aí o Festival Viva Dominguinhos, e reconhecemos o acerto da atual gestão municipal em ter criado o evento, mas ele não substitui o Jazz Festival, é outro investimento! Outro público, outra época.

Semana Santa e Carnaval são períodos nos quais as pessoas já viajam naturalmente, e Garanhuns, como cidade turística deixou de oferecer atrativos! 

PETROBRAS é o segundo maior escândalo de corrupção no mundo! SAIBA MAIS.

O esquema de propinas instalado na Petrobrás entre 2004 e 2014 foi eleito o segundo maior caso de corrupção do mundo, aponta pesquisa da ONG Transparência Internacional.

A estatal petrolífera brasileira desponta entre os maiores escândalos de malfeitos em todo o planeta.

Transparência promoveu uma votação de âmbito internacional pela internet sobre os episódios mais importantes da corrupção. Foram citados 400 casos.

Com 11.900 votos, a Petrobrás pegou o segundo posto, ficando atrás apenas de Viktor Yanukovych, ex-presidente da Ucrânia (2010/2014), merecedor de 13.210 votos.

As informações sobre a enquete da Transparência Internacional foram divulgadas no site da ONG, nesta quarta-feira (10).

A Petrobras informou que não vai comentar a pesquisa da Transparência Internacional.

Confira a lista dos maiores escândalos de acordo com a enquete da ONG:

1) Ex-presidente da Ucrânia Viktor Yanukovych (13.210 votos)
2) Petrobrás (11.900)
3) Ricardo Martinelli, ex-presidente do Panamá (10.166)
4) Felix Bautista, senador dominicano (9.786)
5) Fifa (1.844)

Imagens das Virgens de São João - Frevo, alegria e irreverência!





No último domingo, debaixo de um sol forte, mais de três mil pessoas brincaram nas ruas de São João, acompanhando o desfile das Virgens, claro, com a alegria e a irreverência de sempre.

As fotos foram mandadas pelo vereador Pierre Santiago, que afirmou que um grupo de amigos ajudou na festa, que contou com dois paredões, orquestra de frevo, banho de água, café da manhã, cerveja e até distribuição de arrumadinho! Espia mesmo!

Pelas fotos, dá pra ver que tinha muita gente! Quem tava em todas era o professor Pedro Falcão, que puxou o Bloco da UPE, na quinta, no bairro do Recife Antigo, assistiu o Galo da Madrugada no sábado, curtiu as Virgens de São João no domingo, e ainda foi pro Bacalhau de Mamá. Ah! Na terça-feira, fez aniversário! Talvez por isto tanta festa!

Quanto às virgens, Pierre Santiago afirmou que o grupo que realizou se empolgou e ano que vem o desfile das Virgens de São João vai ser ainda maior. Por falar em Pierre, começou a organização do Festival Multicultural, que acontece no mês de maio, e que devemos estar presentes, com muuuito forró!!



Oito em nove programas sociais perdem recursos

Estadão Conteúdo / Blog do Jamildo

Oito dos nove principais programas sociais que entraram em vigor ou tiveram seu auge nos governos Lula e Dilma perderam recursos em 2015, mostra levantamento do jornal O Estado de S. Paulo com base em dados do Orçamento da União. Nesse universo, sete também registraram queda no número de beneficiários. O cenário para 2016 aponta mais retração de programas que são símbolo do governo, situação que fortalece a estratégia da oposição de fazer embate político com os petistas na área social.

Um agravante é a inflação, que alcançou os dois dígitos em dezembro e registrou a maior alta acumulada desde 2002. Desta forma, até programas que tiveram mais orçamento, em termos nominais, viram seu valor ser corroído e, na prática, registraram perda real em relação a 2014. O Bolsa Família, por exemplo, recebeu R$ 1 bilhão a mais em 2015. Corrigido pela inflação, entretanto, o valor é 4,7% menor do que em 2014. Este também é o caso dos programas Brasil Sorridente e Pronaf.

Novos cortes foram agendados para 2016. No Orçamento aprovado em dezembro, o Pronatec caiu 44% em relação ao ano anterior. O Minha Casa Minha Vida sofreu corte de 58%. Na semana passada, a presidente Dilma Rousseff assumiu pela primeira vez que não será possível atingir a meta de entregar 3 milhões de residências na terceira fase do programa.

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.