GOVERNO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Os principais polos econômicos de Garanhuns



Vamos recordar o resultado de uma enquete que fizemos há exatos cinco anos, quando buscamos saber quais os principais polos econômicos de Garanhuns. É claro que não tem valor científico, pois se trata do achismo do nosso e-leitor, e ainda mais de cinco anos atrás. Mas vale pela curiosidade e impressão que se tem da cidade.

Vamos lá:

Quais os principais polos econômicos você destacaria em Garanhuns? 

1. Universitário - 56%
2. Bacia Leiteira - 49%
3. Turismo - 43%
4. Médico - 33%
5. Cultural - 31%
6. Comercial - 21%
7. Educ. Profissionalizante - 13%
8. Prestação de Serviços - 9%
9. Outros - 5%
10. Agricultura - 3%
11. Industrial - 1% 

Análise da época:
De alguns anos para cá um dos setores econômicos que mais teve investimentos foi o da educação em Garanhuns, principalmente o ensino superior, com implantações de cursos e novas faculdades. As que já estavam estabelecidas em Garanhuns como UPE e AESGA trouxeram cursos muito interessantes como Psicologia, Direito e os recentes anunciados Medicina e Engenharia. 

Ainda tivemos a vinda da Universidade Federal Rural com excelentes cursos e finalizando, temos funcionando na cidade várias instituições de ensino à distância, como a EADCON, que vem também formando novos profissionais em diversas áreas. 

Nossa população sentiu esse progresso e nossos e-leitores reponderam positivamente em nossa enquete. Em segundo lugar ficou a economia leiteira e logo atrás o nosso turismo. 

Os menos votados foram os segmentos de nossa agricultura e indústria. Nossos e-leitores não estão vendo muitos investimentos nos setores ou desconhecem o que está sendo feito. Fico com a primeira. 
11/10/2009

TCE de Pernambuco alerta municípios sobre limite com a folha de pagamentos de pessoal. CONFIRA A LISTA.



O conselheiro substituto Adriano Cisneiros enviou "ofício-alerta" na última quarta-feira (24) a 26 prefeitos pernambucanos cujos municípios estão comprometendo, com o pagamento da folha, mais do que é permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Segundo ele, com esse tipo de providência o Tribunal de Contas está advertindo as prefeituras para que tomem as medidas de enxugamento que a própria Lei prevê, sob pena de haver penalidades para o município (proibição para celebração de convênios, por exemplo) e também para o próprio gestor (rejeição de contas e aplicação de multa).

Pela LRF, o município só pode comprometer até 54% de sua receita corrente líquida com a folha de pessoal. No entanto, dos 26 que foram notificados, 21 já ultrapassaram este limite. 

São eles: 

Abreu e Lima (60,76%), Águas Belas (58,30%), Barra de Guabiraba (64,49%), Bom Conselho (55,33%), Cabo de Santo Agostinho (54,33%), Custódia (73,10%), Feira Nova (57,81%), Itambé (68,99%), Jatobá (55,62%), Lagoa do Carro (65,02%), Machados (57,18%), Moreilândia (55,51%), Moreno (60,79%), Orobó (54,87%), Pombos (55,27%), Rio Formoso (67,73%), Sanharó (59,31%), Santa Maria do Cambucá (56,98%), Timbaúba (57,27%), Toritama (64,89%) e Vitória de Santo Antão (58,30%).

De acordo ainda com Adriano Cisneiros, já estão próximo ou ultrapassaram o "limite prudencial" os municípios de Amaraji (50,72%), Belém de Maria (51,02%), Cachoeirinha (49,17%), Buenos Aires (53,86%) e Dormentes (51,85%). 

Gerência de Jornalismo (GEJO), 24/02/2016

PT bate forte no rumo da economia do Governo Dilma. Confira o documento apresentado pelo Diretório Nacional

O futuro está na retomada das mudanças 
Proposta para discussão do Diretório Nacional



O Brasil atravessa período de crise e turbulência, em que se confrontam distintas visões sobre o desenvolvimento nacional, expressando interesses de classe e projetos políticos que se contrapõem na sociedade e no Estado. 

Vivemos, de fato, uma encruzilhada entre o passado e o futuro. 

As forças conservadoras -- representação política do grande capital rentista, local e internacional -- desfecham ofensiva para impor um programa de retrocesso, marcado pelo retorno agravado das ideias neoliberais. Sua ambição é resolver as dificuldades econômicas e fiscais com redução de direitos sociais previstos na Constituição de 1988, corte de gastos e de investimentos públicos, queda real de salários, proteção do lucro financeiro, privatização de empresas estatais e aliança subordinada às principais potências capitalistas. 

O ponto de vista desses setores é velho conhecido do povo brasileiro...

O bloco progressista, liderado pelo PT, peleja por outro caminho -- dentro e fora das instituições -- incluindo o governo de coalizão liderado pela presidenta Dilma Rousseff .

...Esse ciclo (econômico), no entanto, começou a se esgotar durante o governo da presidenta Dilma Rousseff, particularmente quando a longa crise de superprodução do mundo capitalista levou à depressão de preço e volume dos produtos extrativistas....

...As finanças públicas, afetadas pela queda do crescimento e pela expansão dos subsídios fiscais, começaram a entrar em crise aguda a partir do terceiro trimestre de 2014, com a emergência de cenário recessivo, posteriormente exacerbado pela escalada da taxa básica de juros. ..

...O aumento da taxa Selic, em 2015, levou o Brasil a um déficit nominal de 10,34% do PIB, contra 6,05% em 2014, com o pagamento de juros nominais que saltaram de R$ 311 bilhões (5,48% do PIB) para R$ 501 bilhões (8,41%). Se a taxa básica estivesse congelada pela média de 2014, a diferença de R$ 190 bilhões teria neutralizado o déficit primário de R$ 111,24 bilhões e gerado folga de quase R$ 80 bilhões para investimentos, mantida a dívida bruta em 66,2% do PIB...

...Até mesmo o economista-chefe para a América Latina da Standard & Poor’s, Joaquín Cottani, insuspeito de heterodoxia, propôs a redução imediata da taxa Selic dos atuais 14,25% para 7,25% anuais, com o propósito de derrubar o déficit nominal brasileiro para 2,5% do PIB até o final de 2017. De quebra, o impulso à recuperação da economia possivelmente levaria à expansão da base de cálculo, diminuindo a participação da dívida sobre o produto interno... 


AGORA COMIGO: O texto acima não é de um partido da oposição e sim do próprio PT, e abre um documento de 16 páginas, onde critica abertamente a condução da economia no Governo Dilma e sugere mudanças radicais, longe do que está sendo feito. 

O partido chega a concordar com agências internacionais.

O documento foi divulgado nesta sexta-feira (26) pelo Diretório Nacional do partido, que o chamou de "Programa Nacional de Emergência", com 20 propostas, que vão da redução da taxa básica de juros, a volta da CPMF e um reajuste de 20% no Bolsa Família. 

O documento servirá de proposta para discussão do diretório nacional.

Mãe de deputado é sepultada em Bom Conselho

Deputado João Eudes (centro) tem feito visitas a Garanhuns para apoiar Válter Couto

http://www.inaldosampaio.com.br/

Foi sepultado em Bom Conselho na tarde desta sexta-feira (26) o corpo da senhora Luzinete Machado Tenório, genitora do ex-prefeito de Pesqueira e deputado estadual João Eudes Tenório (PRP).

O deputado cumpria compromissos pessoais na cidade de Goiânia quando tomou conhecimento da morte da mãe e imediatamente viajou para Bom Conselho para participar do velório e sepultamento.

Dona Luzinete tinha 84 anos de idade e morreu nas primeiras horas da madrugada desta sexta-feira (26) de parada cardíaca.

João Eudes nasceu em Bom Conselho mas ainda rapaz transferiu-se para Pesqueira para entrar na atividade comercial. Foi prefeito duas vezes, elegeu o sucessor (Cleide Oliveira) e hoje é deputado estadual.

As pesquisas o apontam como um forte candidato à sucessão do prefeito Evandro Chacon (PSB) mas o projeto político dele é indicar a esposa, Dona Maria José.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.