GOVERNO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

sexta-feira, 18 de março de 2016

CHARGE DO BLOG - A POLÍTICA É UMA COMÉDIA!


Manifestantes em Garanhuns apoiam Sérgio Moro, na frente do MPF

Na noite desta quinta-feira (17), em Garanhuns, terra do ex-presidente Lula, um grupo de cerca de 40 pessoas resolveram protestar contra o ex-presidente e demonstrar apoio às investigações da Operação Lava-Jato, conduzidas pela Justiça Federal, em Curitiba, sob o comando firme do juiz Sérgio Moro. O grupo foi para a frente do Ministério Público Federal, vestindo preto e com bandeiras do Brasil. A Polícia Federal e o próprio MP foram também enaltecidos pelos manifestantes do Acorda Brasil!

Outras manifestações estão sendo programadas para os próximos dias!


Simpósio de Ciências Criminais em Garanhuns.



Acontecerá o I simpósio de Criminologia em Garanhuns, dia 13 de maio, contando com a presença de grandes palestrantes, sorteios de várias obras jurídicas de Geovane Moraes e de um curso online do CERS o novo Código de Processo Civil. 

Serão sorteados entre os 50 e 100 primeiros inscritos. 

Esses serão os Palestrantes e seus respectivos temas : 

Dr. Elder Machado, tema: O cérebro que abriga a mente criminosa , 
Dr. Geovane Moraes, tema : O Direito Penal de emergência e a sociedade do espetáculo, 
Dr. Paulo Furtado, tema : homicídio sem cadáver , 
Dr. Eduardo Scanoni, tema :isolamento de local do crime, 
Dra. Ana Paula, tema: Crise no sistema Prisional Brasileiro, 
Dra. Natália Barroca, tema: Crime Organizado. 

Aos que desejam participar do evento, e garantir sua vaga e participar dos sorteios, requeira o formulário de inscrição através do e-mail abaixo: 
institutodeensinojuridico@gmail.com. 
Maiores informações. 87.98101.8642.

http://vicentenetojupi.blogspot.com.br/

Secretários de Saúde do Agreste se reúnem em Garanhuns‏‏




A V Gerência Regional de Saúde - GERES - realizou na última terça-feira (15), mais uma reunião do Colegiado de Intergestores da Regional (CIR), com secretários de saúde dos 21 municípios da área de abrangência, onde estiveram presentes, além da gestora regional, Catarina Tenório, o diretor do Hospital Dom Moura, Luiz Melo, e a representante da Secretaria Estadual, Luciana Figueiroa, que supervisiona as 12 GERES do estado.

No encontro foram apresentados dados da regulação regional, que teve amplo crescimento no agendamento de consultas e cirurgias. Outros assuntos foram tratados pelas coordenações da V GERES, Epidemiologia, Atenção à Saúde, Mãe Coruja, entre outros, e ainda espaço para apresentações do COSEMS, Saúde Mental e o Hospital Regional Dom Moura.

Luciana Figueiroa apresentou dados do Monitoramento das Doenças Diarreicas Agudas, e Luiz Melo, diretor do HRDM, mostrou um diagnóstico situacional da Emergência Adulto e Pediátrica. O município de Iati apresentou experiências exitosas no combate ao Aedes Aegypti.

A Gestora Regional de Saúde, Catarina Tenório, falou sobre o encontro: "As reuniões mensais visam a troca de experiências entre as secretarias, e o repasse de informações necessárias às ações regionais, assim como ajustamentos e pactuações que beneficiem diretamente a população."

Ao final da CIR, houve ainda uma reunião com os coordenadores municipais do Programa de Profilaxia da Raiva, cujo dia nacional acontece em 02 de abril, e deve contar com ações em todos os municípios da regional.

PAIXÃO DE CRISTO DE NOVA JERUSALÉM realiza pré-estreia e inaugura iluminação das muralhas‏





Será realizada nesta sexta-feira, dia 18, às 18h, a pré-estreia da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém. A apresentação é aberta apenas para autoridades, jornalistas, radialistas e blogueiros. Antes da apresentação, o governador Paulo Câmara irá inaugurar, às 17h, a nova iluminação das muralhas e o painel turístico com a marca da Paixão de Cristo instalada próximo ao portão principal.

A temporada 2016 do espetáculo começa para o público em geral a partir do sábado, 19, e vai até o dia 26. Este ano, a encenação contará com a participação dos artistas convidados Bianca Rinaldi (Maria), Antonio Calloni (Herodes), Fiuk (Apóstolo João), Odilon Wagner (Pilatos), além da atriz e modelo, Caroline Correa (Madalena). Eles vão estrear ao lado do ator Igor Rickli, que fez sucesso no papel de Jesus em 2015 e retorna este ano. Os ingressos podem ser adquiridos em até 12 vezes pelo site abaixo:

Novo painel aparece soberano para os visitantes de Nova Jerusalém
Este ano, o público que chegar à Fazenda Nova terá uma visão privilegiada da cidade-teatro de Nova Jerusalém. Isso porque a área frontal, próxima a Porta dos Leões, entrada principal do público, passou por uma grande reestruturação e ficou totalmente desimpedida, possibilitando uma visão panorâmica do maior teatro ao ar livre do mundo. Nessa área, funcionavam, até o ano passado, a praça da alimentação e a feira de artesanato, que foram transferidas para outro local.

Outra novidade é que as monumentais muralhas de granito, que possuem quase três quilômetros de extensão, três metros de altura e 70 torres de sete metros, receberão uma iluminação especial e, nos dias de espetáculo, 30 centuriões romanos estarão perfilados ao longo dos 600 metros da parte frontal, proporcionando um forte impacto visual.

Completando o cenário grandioso, foi instalado em frente à cidade-teatro um painel turístico gigante de quatro metros de altura com a marca da Paixão de Cristo em três dimensões. Construída em granito, madeira e fibra de vidro, a estrutura será uma atração à parte para os visitantes que desejarem registrar com fotos a sua passagem pela Nova Jerusalém.

O projeto de criação e implantação do painel turístico e da nova iluminação das muralhas foi desenvolvido pela Sociedade Teatral de Fazenda Nova em parceria com o Governo de Pernambuco, Secretaria Estadual de Turismo, Empetur, Rede Globo Nordeste e Prefeitura do Brejo da Madre de Deus.

Carta aberta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva



Creio nas instituições democráticas, na relação independente e harmônica entre os Poderes da República, conforme estabelecido na Constituição Federal.

Dos membros do Poder Judiciário espero, como todos os brasileiros, isenção e firmeza para distribuir a Justiça e garantir o cumprimento da lei e o respeito inarredável ao estado de direito.

Creio também nos critérios da impessoalidade, imparcialidade e equilíbrio que norteiam os magistrados incumbidos desta nobre missão.

Por acreditar nas instituições e nas pessoas que as encarnam, recorri ao Supremo Tribunal Federal sempre que necessário, especialmente nestas últimas semanas, para garantir direitos e prerrogativas que não me alcançam exclusivamente, mas a cada cidadão e a toda a sociedade.

Nos oito anos em que exerci a presidência da República, por decisão soberana do povo - fonte primeira e insubstituível do exercício do poder nas democracias - tive oportunidade de demonstrar apreço e respeito pelo Judiciário.

Não o fiz apenas por palavras, mas mantendo uma relação cotidiana de respeito, diálogo e cooperação; na prática, que é o critério mais justo da verdade.

Em meu governo, quando o Supremo Tribunal Federal considerou-se afrontado pela suspeita de que seu então presidente teria sido vítima de escuta telefônica, não me perdi em considerações sobre a origem ou a veracidade das evidências apresentadas.

Naquela ocasião, apresentei de pleno a resposta que me pareceu adequada para preservar a dignidade da Suprema Corte, e para que as suspeitas fossem livremente investigadas e se chegasse, assim à verdade dos fatos.

Agi daquela forma não apenas porque teriam sido expostas a intimidade e as opiniões dos interlocutores.

Agi por respeito à instituição do Judiciário e porque me pareceu também a atitude adequada diante das responsabilidades que me haviam sido confiadas pelo povo brasileiro.

Nas últimas semanas, como todos sabem, é a minha intimidade, de minha esposa e meus filhos, dos meus companheiros de trabalho que tem sido violentada por meio de vazamentos ilegais de informações que deveriam estar sob a guarda da Justiça.

Sob o manto de processos conhecidos primeiro pela imprensa e só depois pelos diretamente e legalmente interessados, foram praticado atos injustificáveis de violência contra minha pessoa e de minha família.

Nesta situação extrema, em que me foram subtraídos direitos fundamentais por agentes do estado, externei minha inconformidade em conversas pessoais, que jamais teriam ultrapassado os limites da confidencialidade, se não fossem expostas publicamente por uma decisão judicial que ofende a lei e o direito.

Não espero que ministros e ministras da Suprema Corte compartilhem minhas posições pessoais e políticas.

Mas não me conformo que, neste episódio, palavras extraídas ilegalmente de conversas pessoais, protegidas pelo Artigo 5º. da Constituição, tornem-se objeto de juízos derrogatórios sobre meu caráter.

Não me conformo que se palavras ditas em particular sejam tratadas como ofensa pública, antes de se proceder a um exame imparcial, isento e corajoso do levantamento ilegal do sigilo das informações.

Não me conformo que o juízo personalíssimo de valor se sobreponha ao direito.

Não tive acesso a grandes estudos formais, como sabem os brasileiros. Não sou doutor, letrado, jurisconsulto. Mas sei, como todo ser humano, distinguir o certo do errado; o justo do injusto.

Os tristes e vergonhosos episódios das últimas semanas não me farão descrer da instituição do Poder Judiciário. Nem me farão perder a esperança no discernimento, no equilíbrio e no senso de proporção de ministros e ministras da Suprema Corte.

Justiça, simplesmente justiça, é o que espero, para mim e para todos, na vigência plena do estado de direito democrático.

Luiz Inácio Lula da Silva

Reitoria da UPE participa de negociações entre professores e Governo do Estado‏‏



O Reitor da Universidade de Pernambuco, Profº Pedro Falcão, abriu um canal de diálogo com as entidades representativas de professores e demais servidores da UPE, desde sua passagem pela Pró-Reitoria da Administração, na gestão do Profº Carlos Calado. Esta aproximação se intensificou na atual reitoria, com as categorias encontrando nos pró-reitores e na administração de Socorro Cavalcanti e Pedro Falcão, pessoas atentas às demandas e necessidades do funcionalismo da Universidade.

Após o primeiro Concurso Público para professores, o Reitor Pedro Falcão já anunciou novo Concurso, para mais de 70 vagas. 

Quanto às demandas vindas da ADUPE - Associação dos Docentes da UPE - aconteceu, na quinta-feira passada (10/03), a primeira reunião da mesa especifica dos professores da UPE, em 2016. O encontro aconteceu na Secretaria de Administração e contou com o titular da pasta, Milton Coelho, assessores da SAD e dirigentes da Universidade de Pernambuco, inclusive o próprio Reitor, que tem acompanhado as negociações e acordos diretamente, intermediando por professores e estado, comprometendo-se a estar presente nos futuros encontros.

Na reunião, os dirigentes da ADUPE resgataram a pauta apresentada no ano passado, com reivindicações como a correção salarial, o fim da barreira que limita a progressão por avaliação de desempenho, a Dedicação Exclusiva como regime de trabalho e a correção da distorção na matriz de vencimentos com a equalização do intervalo do Professor Associado.

O Secretário Milton Coelho deu sinais positivos quando ao atendimento, por parte do governo, da transformação do sistema de Dedicação Exclusiva em Regime de Trabalho, a remoção do limite de 50% dos docentes aptos à progressão por avaliação de desempenho e a equalização do intervalo de matriz do cargo de Professor Associado. Quanto à correção salarial, o representante do Governo citou ainda a crise econômica como fator impeditivo.

A ADUPE vai convocar a categoria para definir a pauta de reivindicações para 2016. 

*Sobre informações da ADUPE e da Imprensa da Universidade de Pernambuco

PMDB DE PERNAMBUCO DIVULGA NOTA DE ESCLARECIMENTO



O PMDB de Pernambuco esclarece que, ao contrário do que vem sendo divulgado em diferentes veículos de comunicação do Estado, nos últimos dias, o prazo mínimo de filiação para os que desejam ser candidato a um cargo eletivo em 2016 pela sigla é de seis meses e não de um ano. 

Tal prazo foi alterado em 15 de novembro de 2015, através de Resolução assinada pelo presidente nacional do PMDB, o vice-presidente da República Michel Temer, para adequar o estatuto partidário à nova Legislação Eleitoral (Lei Federal 13.165), 29 de setembro de 2015.

Diz o novo texto: "Somente poderá ser candidato a cargo eletivo o filiado que, na data da eleição, contar com no mínimo 6 (seis) meses de filiação".

Recife, 15 de março de 2015

PMDB de Pernambuco

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.