HIPER TODODIA

HIPER TODODIA
CLIQUE NA IMAGEM

FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS

FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS
TUDO SOBRE O FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS - FIG 2017

GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE E SAIBA MAIS

quarta-feira, 30 de março de 2016

CAIXA PROMOVE O II FEIRÃO CASA FÁCIL EM CARUARU



A Caixa Econômica Federal promove, dos dias 30 de março a 2 de abril, em Caruaru (PE), o 2º Feirão Casa Fácil. O evento, que acontece no estacionamento da Agência Caruaru, na R. Capitão João Velho, 109, terá a oferta de aproximadamente 1.000 imóveis, entre novos e usados, que estarão disponíveis em condições especiais

O 2º Feirão Casa Fácil de Caruaru contará com 12 parceiros. Serão 6 construtoras e 6 imobiliárias, ocupando os estandes do evento.

De acordo com o Gerente regional da CAIXA, Paulo Lira, o Feirão será uma oportunidade para as famílias buscarem a realização do sonho da casa própria. “O cliente poderá aproveitar a oportunidade de encontrar em um só lugar o agente financeiro e uma grande oferta de imóveis novos e usados, em um horário diferenciado e com as condições que somente a CAIXA oferece”, comenta.

Atendimento:

Para requerer o crédito para casa própria, no Feirão, basta levar documento de identidade, CPF, comprovante de renda e de residência. Os interessados também podem obter informações em todas as agências da CAIXA ou pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (0800 726 0101), disponível 24 horas por dia, inclusive nos finais de semana.

Consórcios CAIXA:

Uma das opções para adquirir a casa própria, no Feirão, é o Consórcio CAIXA. Com ele, é possível contratar cartas de crédito de R$ 70 mil a R$ 700 mil, com prazos de 120 até 200 meses..

Serviço:
Feirão Casa Fácil em Caruaru
Data: de 30 de março a 2 de abril de 2016 (quarta-feira a sábado)
Hora: quarta, quinta e sexta-feira, das 9h às 18h; e sábado, das 9h às 13h
Local: Estacionamento da Agência Caruaru – R. Capitão João Velho, 109 – Centro – Caruaru (PE)

Estado sinalizará Ponte da Morte e fará operação tapa-buracos no Agreste‏



Soluções para a sinalização do entorno da "ponte da morte" na PE-177, entre os municípios de Canhotinho e Angelim, começarão a ser estudadas "in loco" pelo Detran-PE na próxima quarta-feira (06.04), da próxima semana. Dois dias antes, na segunda-feira (04.04), serão iniciadas também operações tapa-buraco no trecho da PE-170 que liga Lajedo a Canhotinho e na Estrada de Jurema (PE-158), no Agreste Meridional.

As informações foram repassadas ao deputado Álvaro Porto (PSD) pelo secretário de Transportes de Pernambuco, Sebastião Oliveira, em audiência ocorrida na manhã desta quarta-feira (30.03) na sede da pasta, no Recife. Porto tem sua base eleitoral naquela região e tem dedicado o mandato à busca de melhorias para a população daquela área. 

O deputado acompanhará os técnicos do Detran na inspeção à ponte, que fica sobre o Rio Canhoto. De acordo com ele, medidas de segurança irão diminuir os riscos para os motoristas que trafegam pela ponte, que, há anos, virou sinônimo de tragédia. Entre as saídas serão analisada a possibilidade de colocação de lombadas eletrônicas, além de reforço na sinalização.

Na reunião com Sebastião Oliveira, Álvaro Porto esteve acompanhado do prefeito de Jurema, Agnaldo Inácio, e do ex-prefeito José Ailton (Galego). O deputado informou ainda que em 2017 a Secretaria de Transportes recapeará os dois trechos que serão submetidos à operação tapa-buraco. Ou seja, a ligação entre Lajedo e Canhotinho e a Estrada de Jurema ganharão asfalto novo.

Empresas ligadas à montagem de torres eólicas no Agreste são alvos de ação judicial‏



Representado pelo procurador do Trabalho José Adílson Pereira da Costa, o Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco ajuizou ação civil pública (ACP) em face das empresas Eurogruas Serviços Eólicos do Brasil Ltda. e GE Water & Process Technologies do Brasil Ltda. Segundo investigações do MPT, as empresas são responsáveis pela prática de dumping social e desrespeitam, entre outros direitos, intervalos entre jornadas e o não pagamento de adicionais e horas extras. Ajuizada no último dia 21, na vara do Trabalho de Garanhuns, a ação cobra pagamento de indenização por danos de um milhão de reais.

Em julho de 2015, o MPT-PE recebeu duas denúncias, das cidades de Paranatama e Caetés, contra a Eurogruas – companhia responsável por montagem de torres eólicas. As informações indicavam que a empresa submetia os trabalhadores a jornadas de trabalho exaustivas; não eram concedidos os intervalos inter e intrajornadas; e o transporte fornecido do local de trabalho à residência (e vice-versa) era realizado em más condições.

Durante as investigações, o procurador José Adílson pôde constatar, através de relatório de fiscalização solicitado junto à Gerência Regional de Trabalho e Emprego (GRTE) de Garanhuns, que a Eurogruas é uma firma terceirizada, contratada e supervisionada pela GE Water e Process Technologies. “Na apuração dos fatos constatou-se que as denúncias eram legítimas. As cargas de trabalho chegavam a mais de 17 horas. Os intervalos e o limite de horas extras não eram respeitados e não era concedido o descanso semanal remunerado (DSR)”, detalha o procurador.

Ainda se pôde verificar que a empresa de montagem não somava o adicional de periculosidade para fins de cálculo das horas extras/adicional noturno. O fato resulta em um valor menor no pagamento dessas horas, interferindo em outros vencimentos e obrigações trabalhistas, como no DSR, na média para remuneração de férias, 13° salário, rescisão, valor do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e contribuição previdenciária do empregado.

Segundo o procurador do Trabalho, tal prática caracteriza o dumping social. “A conduta fraudulenta das empresas faz com que, ao preço do direito dos trabalhadores, reduza os custos de produção, isso é o que chamamos de dumping. Ele também não se alinha com a lei do livre mercado, pois atenta contra a concorrência leal. A prática representa um dano direto à sociedade, pois reduz os valores a serem efetivamente pagos”, explica José Adílson.

O MPT realizou audiências junto às companhias e chegou a propor Termo de Ajuste de Conduta (TAC), a fim de que as irregularidades pudessem ser solucionadas de forma extrajudicial, no entanto, as empresas solicitavam longos períodos para análise do documento. “Os prazos eram muito amplos, incompatíveis com os erros cometidos que eram de fácil constatação, graves e envolviam riscos à integridade física e psíquica dos empregados, o que evidencia uma não disposição das empresas a corrigirem as irregularidades”, complementa o procurador.

Pedidos

Na ACP, o MPT solicita que a Eurogruas contabilize e inclua as horas do tempo de deslocamento até o local de trabalho e o posterior retorno às residências (horas in itinere), para o cálculo dos limites diário e semanal de jornada, para os intervalos durante o trabalho e no total da remuneração devida.

O procurador também pede que a empresa adicione na base de cálculo de horas extras e adicional noturno, o adicional de insalubridade e/ou de periculosidade; que não permita, jornada extraordinária além do limite legal de duas horas por dia; e conceda o descanso remunerado – de forma, que nenhum funcionário trabalhe mais de seis dias consecutivos –, além de intervalo entre jornadas de no mínimo 11 horas.

O MPT requer, sob pena de multa de R$ 5 mil por trabalhador afetado, que a GE e a empresa terceirizada sejam responsabilizadas, considerando os últimos cinco anos, a pagarem horas extras por intervalos não concedidos, por descansos semanais não permitidos, além de restituírem as diferenças salariais resultantes do dumping social. Pelas infrações encontradas, o MPT propõe indenização de no mínimo R$ 300 mil por danos morais coletivos e R$ 700 mil por dumping social.

Mais de 20 mil animais devem ser vacinados neste sábado, em Garanhuns



A Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica será realizada no próximo sábado (02), em Garanhuns. Neste ano, o objetivo da campanha é imunizar mais de 16 mil cães e 5 mil gatos, no município. Serão 33 postos de vacinação distribuídos estrategicamente pela zona urbana da cidade, em todos os bairros. Após a realização da mobilização na zona urbana, a campanha chegará, também, aos distritos e área rural de Garanhuns. Os pontos de vacinação funcionarão das 8h às 17h.

Mais de 100 voluntários, entre vacinadores, auxiliares de vacinadores, coordenadores, motoristas e médicos veterinários, irão compor a equipe que atuará na campanha.

Foto: Ruthe Santana – Secom/PMG

O que falta nesta praça em Garanhuns?



A prefeitura inaugurou o novo projeto urbanístico da Praça Capitão Tomaz Maia, que fica abaixo do ponto central de ônibus, no sentido bairro de Manoel Xéu. Na verdade, trata-se de um conjunto de pracinhas que receberam bancos, pisos de concreto, grama e novos postes de iluminação.

É lógico que as pessoas estão aprovando as intervenções públicas, mas olhando bem para a foto, para ser uma praça, sentem falta de algo?

Falta verde, árvores...

Esta tem sido uma constante em Garanhuns nos últimos três anos, e nenhuma medida efetiva para rearborizar a cidade, mesmo quando uma nova praça recebe melhoramentos.

Tijolos intertravados, grama e postes... E árvores no chão!

A grama também tomou lugar de belas plantas que pudessem dar mais verde em nossas vidas.

Depois reclamam que o tempo está esquentando. Estamos trocando árvores por pisos de concreto!

A prefeitura não divulgou quanto investiu na reforma da praça.

BRF amplia centro de distribuição e fábrica em Vitória de Santo Antão‏

Investimento de R$ 70 milhões vai aumentar a capacidade produtiva e comercial da companhia, que vai concentrar suas operações de logísticas no Estado



O governador Paulo Câmara assinou, nesta terça-feira (29.03), protocolo de intenções com a BRF - detentora das marcas Sadia, Perdigão e Qualy - para a expansão das atividades da empresa no Estado. Com o acordo, a BRF se prontificou a investir R$ 70 milhões na ampliação do centro de distribuição e da unidade fabril instalados no município de Vitória de Santo Antão, na Mata Sul. Os dois empreendimentos são responsáveis pela manutenção de aproximadamente 20 mil empregos diretos e indiretos na região. A partir desse incremento, a empresa vai concentrar, dentro de seis meses, as suas operações de logística em Pernambuco.

Para o chefe do Executivo estadual, a ampliação das atividades da BRF comprova a estabilidade econômica do Estado e consolida a região da Mata Sul como um polo logístico de distribuição de alimentos. "Essa é mais uma prova de confiança da BRF nas instituições pernambucanas. Parceria que se consolidou em 2008, com a inauguração da primeira fábrica de Vitória de Santo Antão, agora, resulta em um anúncio de ampliação do centro de distribuição e da fábrica. Isso vai gerar emprego e renda para o Estado e consolidar Pernambuco como um centro distribuidor de alimentos do Nordeste", sublinhou Paulo.

O centro de distribuição de Vitória de Santo Antão terá sua capacidade ampliada em 100%, e, com isso, passará a atender todo o Nordeste e alguns Estados do Norte do País. A terraplanagem do local já foi iniciada e as obras serão finalizadas dentro de seis meses. O município já conta com duas robustas unidades da BRF, uma especializada na produção de embutidos e outra de margarina.

Além dos investimentos na estrutura fabril da BFR, o protocolo de intenções contempla ainda a reestruturação das vias de acesso ao complexo. Orçadas em R$ 20 milhões, as obras de pavimentação do entorno do parque serão executadas pela empresa, através do Programa de Desenvolvimento da Infraestrutura Industrial (Proinfra). Esse mecanismo prevê descontos no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de até 10% como compensação para indústrias que precisem contribuir com a melhoria da infraestrutura para se instalar ou ampliar operações no Estado.

Sócia de agência que atendia o PT deve confirmar irregularidades em campanha de Dilma



A empresária Daniele Fonteles, uma das donas da agência de comunicação Pepper, que prestava serviços ao PT, fechou acordo de delação premiada com investigadores da Operação Acrônimo. Na colaboração, ela deve confirmar irregularidades na prestação de serviços para a campanha da presidente Dilma Rousseff em 2010 e implicar o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), o que preocupa o Palácio do Planalto.

O acordo, negociado com a Procuradoria-Geral da República (PGR), terá ainda de ser homologado pelo ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A empresária vinha resistindo, mas decidiu falar com o avanço das investigações da Acrônimo e a citação de sua empresa em inquérito da Lava Jato. O acerto para colaborar com a PGR foi noticiado pelas revistas "Veja" e "Época" no sábado passado (26), e confirmado pelo jornal "O Estado de S.Paulo" com pessoas próximas à empresária.

Daniele deve confirmar o recebimento, de forma irregular, de recursos da campanha presidencial de 2010. A Pepper era responsável pela propaganda de Dilma na internet naquele ano. Conforme delatores da Lava Jato, a Andrade Gutierrez pagou R$ 6,5 milhões à agência, dinheiro que teria servido para bancar serviços prestados à coligação da então candidata.

PERNAMBUCO: Prorrogadas inscrições para Seminários sobre Microcefalia no interior do estado




Prazo para inscrições foi prorrogado até quarta-feira (30) para os seminários em Caruaru, Serra Talhada e Vitória de Santo Antão

Prorrogadas para a próxima quarta (30), as inscrições para os seminários regionais “Microcefalia e os Cuidados Socioassistenciais” do Agreste e Sertão, organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) e que tem como objetivo aprofundar as discussões das demandas relacionadas à microcefalia; com o maior número gestores e técnicos da área socioassistencial, de Pernambuco, órgãos, entidades e público envolvidos.

O Seminário Regional do Agreste será realizado na manhã desta quinta-feira (31), na cidade de Caruaru. Já a edição que ​contempla o Sertão do Estado será Serra Talhada, dia 01 de abril pela manhã, na Câmara dos Vereadores do município . O último seminário desta etapa, acontece no próximo dia 12 de, na cidade de Vitória de Santo Antão, Zona da Mata Sul de Pernambuco.

O encontro será promovido em parceria com vários órgãos: Fai​ntvisa (Vitória de Santo Antão) os conselhos regionais de Serviço Social (CRESS), de Psicologia (CRP), o Conselho Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (COEGEMAS), e os conselhos estaduais de Assistência Social (CEAS) e de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONED).

O seminário “Microcefalia e os Cuidados Socioassistenciais” é uma das ações desenvolvidas pela SDSCJ para fortalecer uma agenda de ações de assistência nos casos de famílias com crianças identificadas com microcefalia em Pernambuco. Além de gestores e técnicos da área socioassistencial, o evento é aberto para conselheiros municipais de assistência social e saúde, representantes de classes profissionais e estudantes de áreas relacionadas.

DADOS - O evento busca alinhar ainda a importância do papel da assistência social no acompanhamento e inserção das famílias no Cadastro Único e demais programas sociais, por meio da discussão de propostas e sugestões de ação; uma vez que estudos relacionados ao perfil social das famílias com casos notificados em Pernambuco estimam que 69% destas estão em situação de extrema pobreza. Dados do Ministério da Saúde divulgados em 12 de março, 1.779 casos são investigados no estado, em 170 municípios. Desses, 256 casos foram confirmados, distribuídos em 81 municípios pernambucanos.

Pernambuco foi o primeiro estado a identificar suspeitas de microcefalia no país. Os casos investigados representam 35% do total registrado em todo o Brasil, liderando essa lista. O Nordeste é a região com maior número de ocorrências sob investigação: 5.149 (79%).

De acordo com o Ministério da Saúde, Pernambuco também tem o maior número de casos confirmados: 256. Isso representa 30% de todo o Brasil, que tem 863 casos confirmados. Consequentemente, a região Nordeste tem o maior número de casos do país. São 833, ou seja, 97% das ocorrências.

Links para inscrição por região:

Serra Talhada: http://goo.gl/ulkDme
Zona da Mata: https://goo.gl/c6bE9l


ENQUETE: O que vai acontecer com Dilma?


O que vai acontecer com Dilma?
Acaba renunciando
Sofre o Impeachment
Continua no cargo, mas sem força política, não governa
Continua no cargo, recupera-se e termina com boa aprovação

Garanhuns seria beneficiado com projeto que pode baratear transporte público no interior‏ de Pernambuco.


O deputado estadual Miguel Coelho (PSB) deu entrada num projeto de lei para garantir a isenção do ICMS sobre óleo diesel utilizado por empresas que fazem transporte público em diversos municípios do estado. A medida já empregada em cidades da região metropolitana visa baratear os custos do serviço também para a população do interior de Pernambuco.

A proposta altera a Lei n°10.259, de 1989, acrescentando um artigo para estender o benefício para as cidades com transporte coletivo regulamentado fora da RMR, a exemplo de Caruaru, Garanhuns e Petrolina. “Acredito ser mais do que justo que um benefício adotado na região metropolitana há vários anos também seja aplicado nos municípios do interior. Com essa medida, as empresas terão que baratear o custo das passagens e melhorar o serviço”, justifica Miguel Coelho.

O projeto será analisado nas comissões de Justiça e Finanças da Assembleia Legislativa. Em seguida, a proposta, caso aprovada, segue para votação dos deputados no plenário. 

​FOTO: Roberto Soares/Alepe​

.
AGORA COMIGO: O projeto do deputado não é garantia de baratear as passagens em Garanhuns, pois aqui já baixou em 50% o ISS que as empresas de transporte coletivo pagam, e mesmo assim teve aumento de passagem.

Pois é.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.