GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

UNOPAR GARANHUNS

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

sábado, 23 de abril de 2016

Eduardo Cunha, o homem mais odiado do Brasil


De aliado a algoz do governo, Eduardo Cunha encarna o papel do político mais detestado do país, inclusive entre os defensores do impeachment de Dilma, e volta a recorrer a infindáveis manobras para escapar da guilhotina — até quando?

Por: Daniel Pereira e Thiago Prado / Revista Veja



Até para triunfar no posto de político mais odiado do Brasil é preciso algum esforço. Nos ventos da crise, o deputado Eduardo Cunha, 57 anos, eleito com 233.000 votos pelo PMDB do Rio de Janeiro, é o campeão inconteste nesse quesito - daí o título que VEJA traz na capa desta edição: #Fera, Odiado e do Mal. 

Fera por sua capacidade incomparável de ir em frente com seus objetivos, mesmo que seja contra tudo e contra todos. Odiado porque a pesquisa mais recente do instituto Datafolha mostra que 77% dos brasileiros querem a cassação do seu mandato. E do Mal porque não param de aparecer depoimentos nos quais Cunha é apontado como um sujeito agressivo, capaz de inspirar medo em seus adversários. 

E #Fera, Odiado e do Mal, assim tudo junto, para fazer uma referência jocosa ao título "Bela, Recatada e 'do Lar' ", que VEJA publicou em reportagem sobre Marcela Temer, mulher do vice-­presidente Michel Temer - título que estourou na web, gerando memes absolutamente impagáveis.

- A presidente Dilma Rousseff diz que Eduardo Cunha é traidor, vingativo, chantagista e, como insinua com frequência, corrupto. 

- O procurador-­geral da República, Rodrigo Janot, tachou-o de "extremamente agressivo" e dado a retaliações. 

- Uma minoria barulhenta da Câmara se refere a ele como "gângster" e "ladrão", como se ouviu na votação do impeachment. 

- Empresários denunciam-no por extorsão. Cunha é acusado de embolsar propinas milionárias do petrolão, de ser correntista oculto de bancos na Suíça e de mentir aos colegas, o que configura quebra do decoro parlamentar. 

Mesmo com tantos rivais e denúncias, ele continua à frente da presidência da Câmara, submetendo a Casa a suas pautas e interesses pessoais. Sob sua presidência, os deputados aprovaram o pedido de impedimento de Dilma, e o vice Michel Temer está a um passo do Palácio do Planalto.

Para ler a reportagem completa, clique aqui.

Orgulho de Garanhuns: José Veríssimo, o Mestre do Barro!



Natural de Garanhuns, José Veríssimo trabalhou como operário automotivo, e já há vários anos se dedica excepcionalmente à arte da cerâmica.

É autodidata, tendo no imaginário figurativo sua maior demonstração. José Veríssimo da Silva, considerado mestre pela grandeza de sua obra, é também bastante admirado por ser uma espécie de cronista social que expõe suas “análises” com sutileza e profundidade.

É de Veríssimo, a estátua do Mestre Dominguinhos em Garanhuns.

Considerado um dos Mestres Artesãos de Pernambuco, um dos seis de Garanhuns, ocupa lugar de destaque em exposições, a exemplo da FENEARTE, no Centro de Convenções de Pernambuco.

Seu ateliê fica na Vila Lacerdópolis.



Conheça e valorize os artistas de Garanhuns.

Publicado originalmente em 05/04/2012.

Governo de Pernambuco estuda parcelar salários de comissionados

O blog do Jamildo, do Portal NE10 do Sistema Jornal do Commercio, informou nesta sexta-feira, que o Governo do Estado, estuda formas de garantir a continuidade do pagamento de salários dos efetivos em dia, diante da crise financeira instalada no país, que vem dificultando as administrações públicas, principalmente os estados. A queda na arrecadação tem sido vertiginosa, com fechamento de vagas na indústria, comércio e serviços.

Uma das propostas vem da Secretaria da Administração, que seria parcelar os salários dos servidores estatutários que ocupam funções gratificadas e contratados para funções comissionadas.

Segundo o secretário de Administração, Milton Coelho, na reunião desta semana do conjunto de secretários que cuidam da administração e das finanças ficou acertado oferecer como sugestão ao governador Paulo Câmara pagar dessa forma, a partir do dia 12 de julho, os salários dos 2.650 cargos comissionados que o Estado possui. Assim como a parte do salário dos servidores estatutários com função gratificada, que atinge hoje 5.850 servidores. Esse percentual de servidores é menos de 1% do total da máquina, mas é essencialmente o núcleo de gestão.

Segundo o secretário da Fazenda, Marcio Stefani, isso vai acontecer porque o governo de Pernambuco pretende usar o repasse do FPE do dia 10 feito pela secretaria do Tesouro da União como verba para o pagamento dos salários.

Entende-se que estas funções são de confiança, portanto políticas, e na hora da dificuldade financeira, devem ter cortes prioritários que todo o restante do funcionalismo público.

O secretário Marcio Stefani estimou que a tendência ainda é de queda, como aconteceu em janeiro, fevereiro e março. Mas ele ainda comemora o fato dos salários estarem sendo pago no mês seguinte ao trabalhado, diferente do que vem acontecendo em vários outros estados, que já tomaram medidas como parcelamento e até atrasos de salários desde o ano passado, como Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Sobre notícia do Blog do jornalista Jamildo Melo


Prefeitura de Garanhuns apresenta proposta de reajuste dos Professores da Rede Pública Municipal

Na última quarta-feira, 20, foi realizada na Secretaria da Fazenda Pública de Garanhuns, uma reunião entre a Governo Municipal e o SINSEMUG, sindicato que representa os servidores da prefeitura.

No encontro, foi apresentada a contra proposta do município em relação ao Reajuste dos Professores Municipais. Adilson Araújo, Maria de Lourdes Maciel e Drª Vivian Régia Bandeira de Souza (Assessora Jurídica), representaram o sindicato, enquanto que Evilson Rego (Secretário da Fazenda); Bruno Gonçalves (Secretário de Administração); Dr. João Santana (Procurador Geral do Município) e Glauco Brasileiro (Controlador), falaram pela prefeitura.

A contraproposta de reajuste salarial de 9%,  de forma linear para toda categoria, foi entregue ao SINSEMUG, sendo discutido também o pagamento retroativo do reajuste. O governo quer pagar de forma parcelada de maio a dezembro deste ano. 

Ambas as propostas foram recebidas pelos representantes do sindicato, e a diretoria vai analisar junto à categoria, se aceita ou não.




POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.