CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

UNOPAR

UNOPAR
CLIQUE NA IMAGEM

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Programação do Festival de Inverno de Garanhuns vai comemorar sucesso de Fulô de Mandacaru

A banda caruaruense Fulô de Mandacaru é a nova atração confirmada 
do Festival de Inverno de Garanhuns 2016



Com uma trajetória artística de 15 anos, sete CD’s e dois DVD’s gravados, o grupo é liderado por Armandinho do Acordeon, Pingo Barros e Bruno Mattos. Passou por diversos palcos do Brasil e do mundo, mas a consagração popular veio mesmo com o título de campeã da mais recente temporada do programa SuperStar.

A data do show, que será repleto de releituras contemporâneas da música tradicional nordestina - especialmente o forró - vai ser confirmada em breve pela Secult/Fundarpe, que realiza o festival em parceria com a Prefeitura de Garanhuns.

O FIG 2016 acontece de 21 a 30 de julho, em homenagem a Naná Vasconcelos. Acompanhe todas as informações

VISITA AO GOVERNADOR
O governador Paulo Câmara recebeu, na tarde desta quarta-feira (06.07), no Palácio do Campo das Princesas, a banda Fulô de Mandacaru, consagrada nacionalmente após vencer o programa SuperStar, realizado pela TV Globo. Acompanhado da primeira-dama Ana Luiza, o gestor estadual parabenizou o grupo caruaruense pela valorização da cultura local durante as suas apresentações na atração. "Eles têm uma carreira de sucesso pela frente, fruto do talento e da forma que a banda vê a cultura nordestina. Esses pernambucanos provaram que a gente tem muito o que mostrar ao restante do Brasil", destacou. "Esses jovens emocionaram o Brasil e nos alegraram com essa vitória", completou.

Com 15 anos na estrada, sete CD’s e dois DVD’s gravados, a Fulô de Mandacaru passou por diversos palcos do Brasil e do Mundo. Mas a consagração veio com o título de campeã do programa SuperStar. O grupo, que é liderado por Armandinho do Acordeon, Pingo Barros e Bruno Mattos, é formado por 22 pessoas e faz 25 shows por mês.

No encontro com o governador Paulo Câmara, Armandinho afirmou que Pernambuco tem uma tradição multicultural e que a banda tem a missão de fortalecê-la. "A Flor do Mandacaru, ao longo dos seus 15 anos, sempre buscou defender as nossas tradições, acreditando que o forró autêntico tem o seu espaço e o seu potencial educativo e social", registrou o músico.

Também estiveram presentes no gabinete do governador o secretário da Casa Civil, Antônio Figueira; o vice-prefeito de Caruaru, Jorge Gomes; o deputado estadual Tony Gel; empresários e familiares da banda Fulô de Mandacaru.

CONCURSO DO IBGE: Inscrições abertas, mais de 7 mil vagas‏. SAIBA MAIS!



O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou edital com 7.500 vagas temporárias no cargo de Agente de Pesquisas e Mapeamento. Para participar é necessário ter no mínimo 18 anos e ensino médio completo.

O salário é de R$1.250,00, acrescido ainda de benefícios, para jornada semanal de 40 horas. A lotação será distribuída entre 550 municípios brasileiros.

As inscrições devem ser realizadas a partir de 21 de junho no site da Cesgranrio. A prova objetiva está prevista para o dia 4 de setembro.

Aprova Concursos

DETRAN divulga balanço do primeiro semestre da Operação Trânsito Seguro em Pernambuco


A Operação Trânsito Seguro - OTS, desenvolvida pela Diretoria de Engenharia e Fiscalização do Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco - DETRAN-PE, tem como foco as infrações de uso do celular ao volante, falta de uso do cinto de segurança, inclusive no banco de traz, e excesso de velocidade. Quem comete essas infrações corre o mesmo risco de acidente que aqueles que misturam álcool e direção. Por isso, o DETRAN, além de colaborar com a Operação Lei Seca, investe na OTS com o objetivo de inibir estes tipos de infração.

No primeiro semestre de 2016, a OTS abordou 23.058 veículos, desses 11.876 foram motos, aplicando 7.576 notificações. A operação computou, também, 1.413 condutores infratores.

Segundo Charles Ribeiro, Diretor Presidente do DETRAN-PE, a Secretaria das Cidades – Secid, por meio da Autarquia de Trânsito, vêm investindo em tecnologias para a fiscalização como o auto eletrônico de infração (talão eletrônico), unidades móveis (veículos dotados de câmeras que fotografam as placas dos veículos, identificando se os veículos possuem débitos ou suspeita de clonagem e roubo), além de da verificação de documentos dos veículos e condutores. Ação que inibi fraudes e roubos de veículos. 

As cinco infrações mais cometidas no primeiro semestre de 2016 e notificadas pela Operação Trânsito Seguro (OTS) do DETRAN-PE

Total de infrações do semestre notificadas pela OTS: 7.576
 
1.      Conduzir veículo sem os documentos de porte obrigatório referidos no CTB.
13,4% 
2.      Dirigir veículo sem possuir CNH ou Permissão para Dirigir.
11,85%
3.      Deixar o condutor de usar o cinto de segurança, conforme o Art. 65, do CTB.
8,89%
4.      Conduzir o veículo registrado que não esteja devidamente licenciado.
8,15%
5.      Dirigir o veículo usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais.
5,16%


ASSOCIAÇÃO DE DELEGADOS FAZ ALERTA PARA RISCO DE LEGALIZAÇÃO DOS JOGOS NO BRASIL

A Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe) vem a público manifestar sua total oposição ao projeto que autoriza a exploração de jogos de azar no país, de autoria do Senador Ciro Nogueira.

É bem verdade que toda proibição tende a gerar uma máfia. Foi assim nos Estados Unidos, com a implantação da lei seca no início do século passado e é assim no Brasil, com o tráfico de drogas, a pirataria, cigarro paraguaio e os caça níqueis. Mas será que a solução é mesmo descriminalizar? Em tempos de crise financeira e de completa ausência de criatividade econômica, fervilha no Senado a ideia insana de liberação dos jogos de azar, sob o viés quase único de se incrementar a arrecadação fiscal, com prospecções surreais que, na boca de alguns topetudos defensores da medida, já atingem a casa dos R$ 20 bilhões em pretensos impostos.

Ainda que esse valor pudesse ser efetivamente apurado com um mínimo de segurança, apostar nessa roleta russa seria dar ao crime organizado um salvo conduto, assinado e em branco. Sem a legalização dos jogos de azar, o Brasil já ocupa a 76ª posição no ranking de nações menos corruptas, segundo pesquisa realizada pela Transparency Internacional, ONG alemã que monitora a corrupção no mundo, dividindo a vergonhosa marca com países como Índia, Tunísia e Bósnia.

O esquema de desvio de recursos públicos revelado pela Polícia Federal através da “Operação Lava Jato” denuncia que o Brasil está muito distante de uma estrutura organizacional mínima que permita que empresas formais explorem jogos de azar, onde lucro e índice de acerto são dados completamente desconhecidos e manipuláveis e cujos clientes não têm, por óbvio, o hábito de exigir nota fiscal.

Prato cheio para quem tem uma atividade ilegal e precisa dar ao dinheiro sujo uma aparência de legalidade. Se as polícias civis e federal já não dão conta de combater com eficiência a lavagem de dinheiro decorrente das máfias existentes atualmente, o que dizer quando a dos jogos de azar estiver institucionalizada?

Organizações internacionais se instalarão no Brasil. O país se tornará a Disneylândia da corrupção, atraindo as mais variadas instituições criminosas, estimuladas pela facilidade em branquear seus recursos ilegais. Montantes outrora transportados em meias e cuecas poderão circular livremente após o devido pagamento dos tributos. Será um verdadeiro prêmio a quem obtém dinheiro sujo no país. E se não bastassem as graves consequências no âmbito penal, a descriminalização dos jogos de azar traria inevitavelmente outro problema não menos pernicioso: o vício. Jogadores se tornam compulsivos com extrema facilidade. Os idosos são os mais suscetíveis à jogatina. Solitários e com dinheiro certo de suas aposentadorias, os integrantes da boa idade vêem no cassino ou bingo uma das poucas distrações nesta fase da vida.

A compulsividade pelos jogos é semelhante a do álcool e das drogas, mas com um agravante, a tolerância social. O problema é tão grave que levou a USP a criar, dentro do Hospital das Clínicas, o ambulatório de jogo patológico. Sim, o jogo é uma doença, que está prestes a ser disseminada, a depender da aprovação do parlamento brasileiro. O processo de recuperação dos pacientes é análogo ao dos dependentes químicos. O tratamento é longo e custa alto ao poder público, por isso a descriminalização já preocupa os especialistas na área.

Mas no âmbito do Congresso, a saúde pública parece não ser um aspecto importante a ser considerado nos debates sobre a legalização dos jogos de azar. Até agora, nenhum especialista da área médica foi convidado para debater os problemas relacionados ao tema, estreitando-se a discussão a meros aspectos financeiros. A sociedade deve ficar alerta a mais esse arranjo nocivo, fantasiado de solução de crise. O elevado custo das consequências não justifica nem de longe os duvidosos benefícios.

Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe) 
.

Bandas do Agreste podem se inscrever para festival em Belo Jardim‏



Com patrocínio do Instituto Conceição Moura e Baterias Moura, o festival No Ar Coquetel Molotov chega ao seu segundo ano à cidade de Belo Jardim. O festival abrir espaço em sua programação de shows em Belo Jardim para revelar novas bandas e artistas que residem e atuam em cidades do Agreste pernambucano. 

Do dia 1º ao dia 30 de julho estarão abertas inscrições para a Convocatória de Bandas do festival No Ar Coquetel Molotov - Etapa Belo Jardim. As inscrições para esta convocatória são gratuitas e serão pelo site abaixo: 

O evento é direcionado a novos grupos e artistas solo que estejam em atividade comprovada há cinco anos ou menos em cidades que pertencem ao Agreste do estado de Pernambuco.

Os interessados devem se cadastrar em formulário online com os dados e contatos do grupo, além de release e link que contenha obrigatoriamente 3 (três) músicas autorais. Serão escolhidas duas atrações selecionadas pela curadoria do evento junto a três jurados que atuam na área musical do estado de acordo com a melhor avaliação. 

O resultado da Convocatória será divulgado no final de agosto e as bandas selecionadas terão a oportunidade de se apresentarem ao vivo na etapa do festival em Belo Jardim no dia 08 de outubro em palco armado no Parque do Bambu com direito a cachê e deslocamento. 

A etapa do No Ar em Belo Jardim acontece com uma programação de shows com artistas selecionados e convidados e ainda inclui mostra de filmes e oficinas gratuitas com profissionais da área musical. O festival No Ar Coquetel Molotov - Etapa Belo Jardim acontece de 04 a 08 de outubro e tem patrocínio do Instituto Conceição Moura e Baterias Moura e apoio da Prefeitura de Belo Jardim.

Convocatória de Bandas
No Ar Coquetel Molotov - Etapa Belo Jardim
Aberta a bandas e artistas de cidades do Agreste pernambucano
Inscrições de 01 a 30 de julho de 2016
Mais informações e regulamento: www.coquetelmolotov.com.br

UPE lança seu Processo de Ingresso 2017‏ - ANTIGO VESTIBULAR

Pedro Falcão anuncia as novidades e calendário para o Processo de Ingresso 2017 da UPE



Nesta terça-feira (05/07) a Universidade de Pernambuco (UPE) divulgou as novidades e todos os detalhes do seu processo de ingresso 2017 em entrevista coletiva para os jornalistas na Reitoria da instituição.

No próximo dia 11/07 já começam as inscrições para as três fases do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) e seguem até o dia 12 de agosto, exclusivamente pela internet, através do site abaixo:

A taxa custa R$ 90,00. É obrigatório que o candidato possua CPF próprio e conta de e-mail válida.

O número de vagas ofertadas não mudou, a UPE oferece 3.460 vagas, distribuídas em 11 campi da instituição, para 54 cursos de graduação, sendo: 1.730 no SSA e 1.730 no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação (Mec). Nos dois processos de ingresso está reservada 20% das vagas para o sistema de cotas da UPE. Os cursos estão distribuídos nas regiões Metropolitana do Recife, Mata Norte, Mata Sul, Agreste e Sertão.

Algumas novidades foram anunciadas, são elas: os cursos de direito dos campi Benfica e Arcoverde terão 40 vagas (cada), os cursos tecnológicos de Gestão em Logística, oferecido nos campi de Salgueiro e Mata Sul, passam a ter 30 vagas (cada) e o mesmo curso no campus Salgueiro, agora será ofertados no turno noturno. Não houve aumento de vagas, apenas aconteceu um remanejamento delas entre os dois cursos citados.

Desde o Processo de Ingresso 2016, em substituição do Vestibular, a UPE decidiu adotar o ingresso através do Sisu, que acontece após a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e são aplicadas pelo Inep/Mec em dois dias consecutivos, de acordo com cronograma específico e regras próprias.

Os candidatos que possuem o Número de Inscrição Social (NIS), inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais poderão solicitar isenção da taxa de inscrição, em período definido no calendário do manual do candidato.

Outras informações:
Fones: (81) 3183-3660 e 3183-3791, 

PERÍODO DE INSCRIÇÕES:

SSA: 11/07 a 12/08/2016
Solicitação de isenção (candidatos com NIS): de 11 a 15/07/2016
Taxa: R$ 90,00, com pagamento até 16/08/2016

CALENDÁRIO DE PROVAS:

ENEM: 05 e 06 de novembro de 2016 (ingresso pelo Sisu)
SSA 3: 13 e 14 de novembro de 2016 (manhã)
SSA 2: 27 e 28 de novembro de 2016 (manhã)
SSA 1: 04 e 05 de dezembro de 2016 (manhã)-- 

Sobre informações da Imprensa da Universidade de Pernambuco

EQUIPABAT denuncia Abatedouros Clandestinos na região

Imagens flagram abatedouros irregulares no Agreste



A EQUIPABAT é uma empresa especializada em administração de abatedouros, tendo assumido o Abatedouro Público de Garanhuns em 2013. A empresa tem investido em novos equipamentos, a exemplo de serras elétricas e caldeira a vapor. Possui moderno sistema de higienização que evita poluição por meio de dejetos de animais no âmbito da empresa. Os funcionários são capacitados de forma rotineira. “Seguimos um rígido controle de abate em nossa empresa. O animal só fica de dieta hídrica em nossas dependências com a devida GTA – Guia de Transporte Animal, expedido pelo pessoal do setor sanitário”, afirma Carlos Vandré, mais conhecido por Carlão, diretor-presidente da EQUIPABAT.

Flagrante de abatedouro ilegal no Agreste
Porém, segundo o diretor, a empresa sofre a concorrência desleal dos abates clandestinos em todo Agreste Meridional. Segundo ele, os municípios de Jurema, Capoeiras e São João abatem livremente sem nenhum controle de qualidade, colocando em risco a saúde da população. O Ministério Público já tem conhecimento desta situação.

Carlão explica que o abate clandestino é aquele que está totalmente fora da lei, localizado normalmente em sítios afastados, sem nenhuma condição de higiene, escondidos em clareiras de mata, onde fazem o abate de animais sem nenhuma técnica padronizada. Perigosos pela falta de higiene do local e do produto do abate que é vendido em feiras livres por comerciantes sem preocupação com a população. Estes abatedouros ilegais só são localizados pela polícia e fiscais da Vigilância Sanitária através de denúncias de vizinhos próximos.

O diretor-presidente da EQUIPABAT diz ainda que a empresa cumpre as normas vigentes, porém, é alvo de constantes fiscalizações das autoridades, enquanto que diversos abatedouros clandestinos têm funcionado na região.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.