GOVERNO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

DIVULGUE SUAS ATIVIDADES NO BLOG DO RONALDO CESAR

sábado, 8 de outubro de 2016

Nota do vereador Audálio Machado Filho

Amigos e amigas de Garanhuns,

Sendo legalista, entendo que o sistema proporcional, apesar de injusto do ponto de vista de nem sempre eleger os mais votados, é a regra do jogo e faz parte do processo democrático no Brasil. Tive uma votação que me coloca entre os 13 mais votados, mas o quarto na minha coligação PRB/PSC/PSDC, que de fato elegeu 4 vereadores conforme a informação do TSE no domingo da eleição.

Quanto aos votos anulados do candidato Jhony Albino, por ter se desincompatibilizado fora do prazo legal, cabe a Justiça Eleitoral e ao Ministério Público decidirem, como de fato já decidiram em duas instâncias, inclusive por unanimidade no TRE, ressaltando que foi a mesma posição da Justiça em todos os casos iguais, e foram muitos em Pernambuco. Acredito que o TSE, se provocado irá manter esta posição tão homogênea do TRE face as provas documentais anexadas ao processo que corre desde o mês de agosto.

Independente da decisão final, resta-me agradecer os 1533 votos dados em confiança ao meu nome, sinto-me honrado em ter recebido de pessoas conscientes, livres e solidárias, este apoio, mesmo sabendo que o processo eleitoral continua exposto à corrupção eleitoral e a falta de propostas e análise de perfis de candidatos. Precisamos discutir o voto distrital, o parlamentarismo... O excesso de partidos no Brasil, precisa ser revisto pela Reforma Política, bem como o TSE precisa fiscalizar com mais rigor a prática ainda disseminada em nosso País da troca de votos por favores e benefícios materiais, sei que isso passa por mais Educação e reflete a realidade de que a crise política nasce do mau voto.

Reafirmo porém minha crença na Democracia, na Justiça Social e no Bem Comum, como meios e valores essenciais para construção de um mundo melhor. Estaremos, se Deus quiser, a partir de janeiro, exercendo com muita fé e esperança mais um mandato de Vereador à Câmara de Garanhuns com a mesma dedicação, ética e responsabilidade, buscando na sociedade civil as demandas e respostas que nos levem a contribuir, fiscalizar e legislar em favor do povo garanhuense.

Que o Divino Espírito Santo e Nossa Senhora Aparecida nos ajudem nesta missão.

Audálio Machado Filho - Vereador de Garanhuns.

Economia pernambucana começa a se recuperar. SAIBA MAIS!




A Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco - Condepe/Fidem divulgou nesta quinta-feira (6/10), durante entrevista coletiva, o relatório com dados do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado referentes ao segundo trimestre do ano, onde se evidenciam sinais de recuperação da economia. O documento mostra uma elevação real de 0,5% na comparação com o primeiro trimestre de 2016, considerada a série com ajuste sazonal. Na comparação com o segundo trimestre do ano passado, a queda é de 3,5%. Em valores correntes, o PIB do segundo trimestre de 2016 alcançou R$ 38,5 bilhões.

“O cenário atual da economia pernambucana é de estabilização e aponta para uma retomada do crescimento, que deve ocorrer realmente em 2017”, acentua o presidente da Agência Condepe/Fidem, Flávio Figueiredo. Dos três setores econômicos que compõem o PIB, a indústria foi o que apresentou o melhor desempenho, com um crescimento de 8,8% com relação ao primeiro trimestre do ano.

O diretor executivo de estudos e pesquisas da Agência Condepe/Fidem, Maurílio Lima, explicou que o desempenho positivo foi impulsionado pela melhoria nas indústrias da transformação e da construção civil. “Houve uma reação na área de construção civil, que mais contrata mão de obra”, registra Lima. O setor de serviços registrou um aumento de 0,8% e na agropecuária os índices mostram que houve um decréscimo de 4,1%. Com relação ao setor de serviços, maior vocação econômica de Pernambuco, comenta o gestor, os dados mostram que o empresariado voltou a investir no mercado, porém o consumidor ainda não confia para voltar a consumir como antes. “Mas a tendência é melhorar e retomar o crescimento”, avalia. O decréscimo na agropecuária deu-se principalmente a fatores climáticos que afetaram tanto as lavouras quanto a pecuária.

Flávio Figueiredo afirmou que o aumento da credibilidade por parte do empresariado na economia pernambucana deve-se especialmente à atual política de austeridade adotada pelo Governo do Estado. “Estamos mantendo o custeio e investindo na construção de escolas, por exemplo. Para este ano está previsto um investimento de R$ 1 bilhão, além disto está prevista a chegada de vários empreendimentos públicos e privados. A tendência é a de mantermos este ano estes índices econômicos e no próximo voltarmos a um crescimento real”.

NACIONAL - O Brasil teve um decréscimo de 0,6% no PIB do segundo trimestre de 2016 na comparação com o primeiro trimestre, considerada a série com ajuste sazonal, e de 3,8% se comparado ao mesmo trimestre no ano anterior. Os números pernambucanos também são positivos diante de outros Estados que avaliam o PIB através da metodologia sazonal, adotada pelo IBGE, entre eles a Bahia (- 3,7) e Minas Gerais (-2,8).

Texto Ceça Ataides
Fotos - Douglas Fagner (Seplag)

Avicultores de Pernambuco prestam homenagem a Nilton Mota




O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, recebeu homenagem durante o IV Encontro de Avicultura, que tem como objetivo integrar produtores, empresários de agronegócios e autoridades que contribuem com políticas e possibilidades de expansão do mercado de ovos e carne de aves no Nordeste. 
Nilton Mota e Edival Veras

Realizado na quinta-feira (06) pela Associação Avícola de Pernambuco (AVIPE) e Associação Brasileira de Proteínas Animal (ABPA), o evento contou com a participação de representantes de todo Brasil.

Estiveram presentes o presidente da Avipe, Edival Veras; representantes da ABPA, Ricardo Santim e Tábata Lacerda; a gerente-Geral da Adagro, Erivania Camelo; o presidente do Ipa, Gabriel Maciel; o superintendente do MAPA, Carlos Ramalho.

"Em Pernambuco temos a avicultura como um segmento forte. Em São Bento do Una o mercado de aves vem expandindo e tornando-se protagonista no processo de crescimento do nosso Estado", afirmou o secretário Nilton Mota, lembrando que Pernambuco se destaca como o maior produtor do segmento no Nordeste, o 5° maior produtor de ovos e o 8° de frango de corte do Brasil.

Durante o encontro, os participantes debateram temas como riscos e desafios sanitários atuais para a avicultura brasileira, tendências e perspectivas para o mercado de grãos. Uma das palestras mais aguardadas sobre a tendência do mercado do frangos e ovos foi ministrada por Ricardo Santin, Vice-presidente do Mercados da ABPA. 

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

SIGA O BLOG

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.