GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

sábado, 29 de outubro de 2016

Quais são as instituições que a população mais confia? Pesquisa revela.

Por: Agência Brasil
Folha de Pernambuco

Forças Armadas e Igreja Católica estão bem a frente de outras instituições

As Forças Armadas são a instituição em que a população brasileira mais confia, segundo o Índice de Confiança na Justiça, produzido pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas e divulgado nesta sexta-feira (28). Segundo o índice, 59% dos entrevistados disseram confiar nas Forças Armadas.

Atrás das Forças Armadas, em sequência, estão a Igreja Católica (57%), a imprensa escrita (37%), o Ministério Público (36%), as grandes empresas (34%) e as emissoras de TV (33%). Para o índice, foram entrevistadas 1.650 pessoas residentes nas capitais e regiões metropolitanas do Distrito Federal, Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo durante os primeiros seis meses deste ano.

Apenas 29% do total de entrevistados acredita no Poder Judiciário e 25% na polícia, seguido pelos sindicatos (24%) e redes sociais (23%). A Presidência da República é acreditada por apenas 11% da população, o Congresso Nacional por 10% e os partidos políticos por 7%.

Para Luciana de Oliveira Ramos, coordenadora do estudo, a piora no desempenho da Presidência, dos partidos e do Congresso, embora estes sempre se apresentem com índices baixos de confiança, se deve ao contexto político do período. “A ampla exposição do funcionamento dessas instituições na mídia seguramente provocou um impacto negativo na avaliação da população”, disse ela.

Judiciário

O Índice de Confiança na Justiça foca principalmente na confiança da população no Judiciário. Em uma escala de 0 a 10, a nota recebida por este Poder no primeiro semestre deste ano foi 4,9 pontos.

O questionário perguntou também aos entrevistados qual a percepção de honestidade dos agentes da lei. Para metade dos entrevistados (50%), os juízes são honestos, enquanto 46% responderam o mesmo para os policiais e 41% para os advogados.

A maioria dos entrevistados (74%) também disse que as pessoas devem seguir a lei, mesmo quando a mesma é contrária ao que elas acreditam serem correto e 56% acreditam que uma pessoa deva seguir a ordem dada por um policial, mesmo discordando dele.

A pesquisa também apontou que 81% das pessoas ouvidas acham que, sempre que possível, as pessoas dão um “jeitinho” de não seguirem as leis e 76% responderam que é fácil desobedecer a lei no país.

Resultado - Quais são as instituição em que a população mais confia? 

Forças Armadas - 59%
Igreja Católica - 57%
Imprensa Escrita - 37%
Ministério Público - 36%
Grandes Empresas - 34%
Emissoras de TV - 33%
Poder Judiciário - 29%
Polícia - 25%
Sindicatos - 24%
Redes Sociais - 23%
Presidência da República - 11%
Congresso Nacional - 10%
Partidos Políticos - 7%



Prefeitura de Garanhuns convida para abertura do Natal Luz


UAG LIVRE: Estudantes fazem novo movimento contra ocupação da universidade em Garanhuns #DESocupaUAG



UAG LIVRE: CARTA ABERTA À POPULAÇÃO DO AGRESTE MERIDIONAL

Como sabemos, existe um movimento nacional de ocupação de escolas Brasil a fora. Este movimento tem um caráter essencialmente político, pois representa os setores insatisfeitos com o atual governo. Agora este movimento está adentrando nas universidades.

Em princípio, não somos contrários às manifestações políticas. Ao contrá

rio, somos inteiramente a favor das manifestações da sociedade numa perspectiva democrática e cidadã. Porém, não concordamos com a obstrução do direito dos professores e alunos de estarem em sala de aula.

A paralisação prejudica a maioria dos estudantes que querem estudar e que querem não só terminar seus cursos dentro do calendário estabelecido, mas também, continuar as pesquisas em andamento.

Existem muitos casos em que a paralisação prejudica todo o conjunto da comunidade estudantil e acadêmica. Propomos que seja feita uma consulta democrática a todos os alunos e a comunidade e que todos sejam convidados a participar deste processo de discussão.

Diante disso, sabemos que a Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG) foi ocupada. A forma arbitrária como se dá as manifestações, que impede o direito dos demais alunos de assistir aula e dos professores de lecioná-la, desconstrói a legitimidade dos movimentos de ocupação.

Pedimos que a reitoria se posicione a respeito do fato, pois o direito dos discentes e docentes que não concordam com o método de ocupação precisa ser garantido.


Saibam mais: https://www.facebook.com/uaglivre/?fref=ts
Em menos de 24h a página já foi curtida por quase 200 internautas e visualizada mais de 2000 vezes.

BIENAL DO LIVRO DE GARANHUNS É ADIADA PARA MARÇO DE 2017. Confira carta da Andelivros!

Gentilmente, a Andelivros (Associação Nacional de Distribuidora de Livros) atendeu nossa solicitação e divulgou nota sobre a Bienal do Livro do Agreste, que deveria acontecer este ano em Garanhuns, mas que devido ao cenário econômico atual, a instituição resolveu adiar para março, aguardando uma melhor situação nacional.

Aqui no blog, em primeira mão, havíamos afirmado que a terceira edição da Bienal, que deveria ter acontecido em setembro, depois adiada para outubro, e por fim, com o risco de ser cancelada, o que seria mais um grande prejuízo cultural e econômico para o município. Melhor que seja adiada mesmo, mas torcemos que aconteça e obtenha o mesmo sucesso das edições anteriores.

Tratamos o assunto de forma responsável, pois acreditamos na força econômica da cultura.

Confiram a carta nos enviada pela Andelivros:


FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.