COMPESA

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

UNOPAR GARANHUNS
CLIQUE NA IMAGEM

POUSADA DA PAIXÃO - CLIQUE E CONHEÇA!

domingo, 29 de janeiro de 2017

Prefeitos pressionam e Garanhuns volta atrás na proibição aos transportes alternativos

Suspensão é provisória, até retorno do prefeito Izaías Régis

Os prefeitos do Agreste Meridional estiveram reunidos na última sexta-feira (27) na Codeam, para a posse da nova diretoria que terá Neide Reino na presidência. Segundo o Blog Capoeiras, de Raimundo Lourenço, por meio de articulação da nova presidente, que representa mais de 40 municípios do Agreste, e a prefeitura de Garanhuns, chegou-se a um acordo, e os veículos que prestam o serviço de Transporte Alternativo Intermunicipal de passageiros continuarão podendo circular na cidade de Garanhuns. A fiscalização e multas iniciariam na quarta-feira (01/02).

O Secretário de Governo de Garanhuns Mewitton Araujo confirmou em nosso grupo do Whastapp a informação, e a suspensão até o retorno do prefeito Izaías Régis, que está nos Estados Unidos. Todos os prefeitos da região já estariam avisados. Não sabemos se Izaías havia autorizado a fiscalização ostensiva, antes de viajar. Mas a repercussão negativa, a polêmica e agora, a participação da CODEAM, fizeram a prefeitura, ao menos, suspender a fiscalização e as multas.




COMENTÁRIO DO BLOG DE CAPOEIRAS

Querer proibir que um motorista do Transporte Alternativo deixe um passageiro na UPAE, Dom Moura, Expresso Cidadão, entre outros locais, obrigando-os a pagar um ônibus, táxi, mototáxi ou ir a pé, é segregação aos mais pobres, só comparável ao muro que o presidente dos Estados Unidos quer erguer para que pobres não entrem no seu país.

A norma que teria o aval do Ministério Público de Pernambuco causou preocupação nas pessoas que se deslocam diariamente de todas as cidades da região para Garanhuns, em busca de atendimento médico nas unidades de saúde instaladas no município, e que muitas vezes viajam com o dinheiro contado da passagem, passam o dia sem se alimentarem, e não teriam como pagar um táxi como querem as autoridades garanhuenses. Outro setor que será afetado com a norma é o comercio.

O que se ouvia na sexta-feira, na CODEAM eram prefeitos preocupados e dispostos a entrarem na discussão do assunto para defenderem os usuários e motoristas do serviço TAP.

Um motorista que trabalha na linha Caetés/Garanhuns comentou que em Caetés a Secretaria de Saúde encaminha muitas pessoas para realizarem exames em laboratórios, hospitais e clinicas de Garanhuns, e que as mesmas mostram a requisição com o endereço e pedem que as deixem no local, pois não sabem se deslocar na cidade de Garanhuns.

As pessoas que usam e prestam o serviço esperam que a prefeitura de Garanhuns encontre uma solução para o caso, e que todos saiam ganhando: passageiros, motoristas, taxistas e mototaxistas.

Entenda o caso:

Esta semana, a AMSTT, órgão que disciplina o transito na cidade de Garanhuns emitiu nota informando que os veículos que prestam serviço de Transporte Alternativo de Passageiros entre as cidades da região e Garanhuns, a partir da próxima quarta-feira, 1º/02/2017, estariam proibidos de circular nas ruas da cidade das flores para embarque ou desembarque de passageiros, sob pena de multa no valor de R$ 130,16. Segundo a AMSTT, os veículos que fazem o TAP só podem ir até o “ponto de parada de cada município”, e a partir dali, o passageiro teria que “pagar” um táxi, mototáxi ou ônibus para se deslocar dentro da cidade.

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.