GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNOPAR GARANHUNS

FORAM DESTAQUES DO BLOG. CLIQUE E CONFIRA!

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Paulo Câmara: “Não vamos deixar de trabalhar enquanto a normalidade das cidades não voltar”

Em visita aos municípios de Catende e Ribeirão, nesta quarta-feira, 
o governador acompanhou o trabalho de assistência à população





O governador Paulo Câmara dedicou a tarde desta quarta-feira (31.05) à coordenação dos trabalhos das equipes que operam nos Gabinetes de Crise em municípios da Mata Sul atingidos pelas fortes chuvas do fim de semana. Em Catende e Ribeirão, o chefe do Executivo estadual vistoriou os locais mais prejudicados, ouviu e conversou com as pessoas nas ruas e nos abrigos temporários para conhecer as principais necessidades de cada local e acompanhou e orientou o trabalho de restauração dos serviços públicos. 

Paulo aproveitou a oportunidade para ratificar o compromisso do Governo de Pernambuco no socorro e atendimento às vítimas das enchentes de todos os municípios em estado de Emergência.

“A gente sai daqui, hoje, determinado a reconstruir tudo aquilo que precisa ser reconstruído. Não vamos parar de trabalhar enquanto a normalidade das cidades não voltar. Vamos, primeiro, recuperar as cidades, fazer a limpeza, reestabelecer os serviços públicos e oferecer a ajuda humanitária necessária. Estamos fazendo também todo o levantamento e o cadastro das pessoas que perderam suas moradias, assim como das pessoas que tiveram toda a parte interna da casa afetada, para que a gente possa realmente ajudar, tanto na recuperação das casas que não foram totalmente destruídas quanto na construção de novas moradias”, detalhou o governador.

Paulo garantiu ainda que o trabalho de assistência prevê a imediata volta do funcionamento da rotina dos municípios, inclusive com o reestabelecimento do comércio. “Estamos trabalhando baseados em um trâmite mais célere para que possamos iniciar a recuperação também das estradas, acessos e pontes. E isso vai ser feito em conjunto com todas as secretarias estaduais. Já autorizamos a isenção do ICMS aos comerciantes, e estamos buscando formas de créditos para financiar o reestabelecimento do comércio nas cidades. A parceria com os municípios também estão sendo mantidas para que a gente possa repassar os recursos e garantir que os serviços emergenciais sejam realizados, atendendo plenamente a população prejudicada”, cravou.

A comerciante Auxiliadora Almeida, de 47 anos, proprietária de um centro médico e de um fabril de produtos veterinários em Catende, teve seus dois estabelecimentos invadidos pela água. Apesar do sofrimento, Auxiliadora afirmou que acredita no trabalho de recuperação do Governo. "É muito triste passar por tudo isso, mas eu acredito profundamente que o governador, junto com sua equipe, está disposto a trabalhar para solucionar estes problemas. Eu tenho esperança que, em breve, tudo estará recuperado", disse.

O secretário executivo da Defesa Civil do Estado, Fábio Rosendo, explicou que os serviços de recuperação já estão sendo realizados desde o último domingo (28.05). "Nossas equipes estão nas ruas com retro-escavadeiras, caçambas e todo o maquinário necessário para que se reestabeleça a normalidade de forma rápida e equilibrada nas cidades", afirmou, destacando que o Governo de Pernambuco instalou uma base de apoio, em Palmares, onde os mantimentos trazidos pelos helicópteros cedidos pela Força Aérea serão recebidos e distribuídos para toda a região da Mata Sul, principalmente para as localidades de difícil acesso.

Em Ribeirão, o governador visitou as escolas Sônia Lustosa e Maria Cícera, que, juntas, estão acolhendo cerca de 275 moradores desabrigados. Uma delas é a dona de casa Maria Helena de Oliveira, de 49 anos, que precisou sair de casa pelo risco de desabamento. “Eu fiquei assustada no começo, mas fomos muito bem recebidos aqui. Chegamos no domingo à noite e recebemos comida e tudo o que precisamos para sobreviver nesse momento. O pessoal nos trata bem, não tem cara feia. Eu espero que eu consiga voltar para minha casa logo e voltar a vida normal”, afirmou.

SERRO AZUL - Durante as visitas, Paulo aproveitou para desmentir boatos de que a abertura planejada das comportas da barragem Serro Azul, em Palmares, poderia provocar novas enchentes na região. "É importante que toda a Mata Sul saiba que a barragem Serro Azul contribuiu decisivamente para que o dia de domingo não fosse tão catastrófico como poderia ter sido se ela não existisse. É uma barragem que foi bem planejada, então, tanto o seu enchimento como possíveis formas de desafogar o volume, evitando que ela chegue acima do nível permitido, está sendo feito de maneira planejada. Nós estimamos a necessidade de abrir algumas comportas de Serro Azul, algo em torno de 25 centímetros dentro do nível de segurança, pois o rio está, hoje, dois metros abaixo da calha normal. Então, isso nos dá a segurança da necessidade de fazer esses ajustes”, garantiu.

E continuou: “Mas reforçamos que isso não irá oferecer nenhum tipo de prejuízo ou insegurança à população. A Mata Sul pode ter certeza de que os níveis de água da barragem Serro Azul estão devidamente controlados, e que qualquer saída de água será feita de maneira planejada e manuseada por técnicos experientes para que não haja nenhuma forma do rio transbordar", assegurou o governador.

Fotos: Wagner Ramos/SEI

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.