GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

UNOPAR GARANHUNS

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

ENEM 2016: Confira os resultados individuais


Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 podem consultar os resultados individuais. Também está aberta na internet a consulta pública que dará aos cidadãos brasileiros a oportunidade de opinar sobre o exame.

Os resultados gerais do Enem de 2016 foram apresentados pelo ministro da Educação, Mendonça Filho; pela secretária executiva do Ministério da Educação, Maria Helena Guimarães Castro, e pela presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão vinculado ao MEC responsável pelo exame, Maria Inês Fini, em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, 18, no MEC.

Para os menores de 18 anos que participam do Enem para fins exclusivos de autoavaliação, os resultados serão publicados em 60 dias, conforme previsto em edital. As provas objetivas foram corrigidas com base na teoria de resposta ao item (TRI).

Consulta — A partir desta quarta-feira, 18, até 10 de fevereiro próximo, os brasileiros podem participar da consulta pública sobre o Enem. Três perguntas objetivas abordam alternativas de mudanças dos dias de aplicação de provas e possibilidade de aplicação por computador. Uma pergunta discursiva permitirá ao cidadão dar sugestões para o aprimoramento do exame. As sugestões devem ser apresentadas na página do Inep na internet, com a informação do CPF.

Resultados — Considerada a média total, os participantes obtiveram as maiores médias em ciências humanas e suas tecnologias (533,5), em linguagens e códigos e suas tecnologias (520,5), matemática e suas tecnologias (489,5) e ciências da natureza e suas tecnologias (477,1).

A média dos concluintes — participantes que terminaram o ensino médio em 2016, foi ligeiramente superior, mas manteve a ordem de dificuldade. A maior média também foi em ciências humanas e suas tecnologias (536), linguagens e códigos e suas tecnologias (523,1), matemática e suas tecnologias (493,9) e ciências da natureza e suas tecnologias (482,3).

A maior nota do Enem de 2016 foi registrada em matemática e suas tecnologias (991,5); a mais baixa, em linguagens e códigos e suas tecnologias (287,5).

Área — Em ciências humanas e suas tecnologias, a maioria dos participantes (2.867.265) alcançaram notas entre 500 e 600 pontos. Apenas 600 tiveram notas entre 800 e 900. Tiveram nota zero 1.804 estudantes. A média nacional foi de 536.

Em ciências da natureza e suas tecnologias, a maioria dos participantes (3.234.551) alcançou notas entre 400 e 500 pontos. Apenas 632 obtiveram notas entre 800 e 900 e 3.109 tiraram zero. A média nacional foi de 482,3.

Em linguagens e códigos e suas tecnologias, a maioria (2.898.637) teve notas entre 500 e 600 pontos. Apenas um participante ficou entre 800 e 900 e 3.862 tiveram zero. A média nacional foi de 523,1.

Em matemática e suas tecnologias, a maioria (2.430.115) alcançou notas entre 400 e 500 pontos. Apenas 3.747 ficaram entre 800 e 900 e 5.734 tiveram zero. A média nacional foi de 493,9.

Redação — Na prova de redação, a maioria dos participantes (1.987.251) conseguiu notas entre 501 e 600. Apenas 77 conseguiram nota mil. A nota zero ou a anulação da prova foi para 291.806 estudantes. Das anuladas, a maioria (206.127) resultou de não comparecimento ao segundo dia ou apresentação da redação em branco. Das redações que tiraram zero, os principais motivos foram fuga ao tema (46.874), parte desconectada (13.276), cópia de texto motivador (8.325), texto insuficiente (7.348) e não atendimento ao tipo textual (3.615). Por ferirem os direitos humanos, foram anuladas 4.798 redações.

Certificação — Apenas 79.814 (7,7%) dos 1.033.761 que pediram certificação do ensino médio por meio do Enem atingiram a nota mínima em todas as áreas, de 450 nas provas objetivas e 500 na redação. No caso do Enem para pessoas privadas de liberdade, 3.620 (6,7%) dos 42.331 que solicitaram a certificação vão obter o diploma.

Ausências — Dos 8.630.306 inscritos, 2.518.976 (29,19%) ausentaram-se no primeiro dia de provas e 2.667.899 (30,91%), no segundo dia. Considerados os dois dias, foram 2.494.294 (28,90%) faltantes. Além disso, 3.942 (0,05%) foram eliminados no primeiro dia e 4.780 (0,06%), no segundo. Em função das ocupações em escolas e universidades, 265.412 (3,08%) inscritos tiveram a aplicação postergada. A maioria das eliminações no Enem 2016 ocorreu em função de:

• 44,35% por não marcar o tipo de prova e não escrever a frase ou marcar mais de um tipo de prova e não escrever a frase.

• 19,77% por portar lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos e anotações.

• 9,10% por ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento de um aplicador, ou ausentar-se em definitivo antes de decorridas duas horas.

• 7,41% por portar, após ingressar na sala de provas, qualquer tipo de equipamento eletrônico ou de comunicação.

No exame para os privados de liberdade, dos 54.317 inscritos, 15.7436 (28,98%) faltaram ao primeiro dia de provas e 18.021 (33,18%) faltaram ao segundo dia. Além disso, 38 pessoas (0,07%) foram eliminadas no primeiro dia e 37 (0,07%), no segundo.

TRI — Na teoria de resposta ao item, o número de acertos corresponde à média final. A TRI qualifica o item de acordo com o:

• Poder de discriminação: capacidade de um item distinguir os participantes que têm a proficiência requisitada daqueles quem não a têm.

• Grau de dificuldade.

• Possibilidade de acerto ao acaso, ou seja, de “chute”.

O número de questões por nível de dificuldade em cada prova e as demais características dessas questões refletem-se no resultado. Acertar um número maior de itens em uma área não significa, necessariamente, ter uma proficiência maior do que em outra cujo número de acertos foi inferior.

Como a TRI pressupõe que um candidato com certo nível de proficiência tende a acertar os itens de nível de dificuldade menor e errar aqueles com nível de dificuldade maior, o padrão de respostas do participante é levado em consideração no cálculo do desempenho. Como a TRI não tem um limite, inferior ou superior, padrão entre as áreas de conhecimento, as notas dos participantes não variam entre zero e mil. Elas podem ultrapassar os mil pontos.

Na página do participante do Enem, os candidatos têm acesso aos resultados do exame 2016. É necessário informar o CPF e a senha cadastrada no ato da inscrição.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep

Confira:

NOTA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES - PERNAMBUCO


NOTA PÚBLICA

Diante de notícias veiculadas, nos últimos dias, com diversas especulações sobre candidaturas majoritárias do PT nas eleições estaduais em 2018, seja com indicação de nomes de filiados ou de não filiados, o Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores em Pernambuco esclarece:

1. O PT, os seus dirigentes e a sua militância estão concentrados, nesse momento, no processo de avaliação da conjuntura, no debate sobre novas estratégias e eixos políticos e no processo de escolha de suas novas direções;

2. Portanto, é inoportuna e sem conteúdo efetivo qualquer especulação sobre a posição e sobre candidaturas do PT nas próximas eleições, o que somente será definido pela direção partidária no momento apropriado.

3. Os nossos esforços atualmente se dedicam a exercer uma oposição firme aos governos do PSB, estadual e do Recife, bem como a preparar o Partido para a nova fase de enfrentamento ao golpe, para a luta contra a ofensiva sobre os direitos dos trabalhadores(as) e para a restauração da democracia, com a reversão do estado de exceção imposto ao País e com a retomada das reformas e medidas em benefício do povo brasileiro e pernambucano.

Recife, 18 de janeiro de 2017

COMISSÃO EXECUTIVA ESTADUAL DO PT-PE⁠⁠⁠⁠

CDL GARANHUNS PARTICIPA DE MOMENTO HISTÓRICO

Caminhantes do Parque têm café da manhã especial na CDL Garanhuns


No último domingo, dia 15 de janeiro, o município registrou um importante marco de sua história. Relembrando os 100 anos do episódio que ficou conhecido como a Hecatombe de Garanhuns, onde 18 pessoas, entre políticos locais, policiais, membros da sociedade e jagunços foram mortas, foi realizada uma caminhada pela paz envolvendo centenas de pessoas. 

O Evento desenvolvido pelos membros do Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns - IHGG, em parceria com a Prefeitura, Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL e o grupo de Caminhantes do Parque marcou o fim das comemorações que serviram como conscientização e registro histórico do fatídico Episódio. 

Ao término das homenagens às vítimas do massacre, os caminhantes foram recepcionados com um café ofertado pela CDL para marcar de forma definitiva a congregação social e a convivência harmoniosa entre as famílias que foram protagonistas do fato registrado no século passado.

Historiador Cláudio Gonçalves entrega certificado
ao presidente da CDL, Geraldo Nogueira
Para o presidente da CDL Garanhuns, José Geraldo Nogueira, as atividades desenvolvidas durante toda a semana serviram como fortalecimento da sociedade garanhuense e resgate da historia do Município. “Fico feliz em poder, através da CDL, contribuir para o resgate dos fatos históricos do nosso Município”, enfatizou o Presidente.

Tendo participado da comissão que organizou os eventos alusivos à data centenária, a diretoria da CDL Garanhuns registrou que uma sociedade que preserva o seu passado com a conservação dos fatos históricos contribui de forma significativa para a definição daquilo que seremos no futuro.

NOTA DO DEPUTADO WALDEMAR BORGES

Fruto de um entendimento amadurecido ao longo dos últimos meses junto ao governador Paulo Câmara, deixo a Liderança do Governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco a partir desta legislatura. Há seis anos no cargo, acredito ser saudável que haja um rodízio nessa função que tanto me orgulho de ter desempenhado. A oportunidade de liderar na Assembleia o projeto político iniciado em Pernambuco por Eduardo Campos, e hoje comandado por Paulo Câmara, foi verdadeiramente um privilégio que a história me reservou. 

Agradeço inicialmente aos governadores que me confiaram essa missão. A Eduardo Campos, a João Lyra e a Paulo Câmara. Nenhum desses jamais me recomendou nada além de empenho para servir, com o melhor dos meus esforços, a Pernambuco. Agradeço às equipes governamentais com as quais interagi nesses últimos seis anos. Agradeço à Bancada do Governo na Casa, cuja coesão, respaldada pela qualidade dos projetos elaborados pelo Executivo, garantiu a aprovação de todos as mensagens enviadas à Casa ao longo desse período. Faço uma referência à Bancada da Oposição, com a qual sempre estabeleci uma via de mão dupla assentada no respeito recíproco, e cuja intervenção nos debates muitas vezes ajudou a aperfeiçoar propostas governamentais. 

Coloco-me, como sempre, na condição de militante da Frente Popular de Pernambuco, à disposição para desempenhar qualquer missão que, estando ao meu alcance, venha contribuir com a consolidação e o avanço do projeto político que mais fez por Pernambuco, sobretudo pelo segmento da população historicamente menos assistidos pelo Poder Público. Por fim, dou as boas-vindas aos novos colegas que chegam ou retornam à Assembleia. Suas presenças, certamente darão ainda mais ânimo para que consigamos seguir ajudando o nosso Estado a atravessar, sob a liderança do governador Paulo Câmara, esse grave momento que atravessa o País.

Waldemar Borges
Deputado Estadual

V GERES: Novos secretários municipais de saúde têm primeiro encontro regional em Garanhuns





A V Gerência Regional de Saúde (Geres) realizou, nesta terça-feira (17.01), pela manhã, no auditório da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), em Garanhuns, o acolhimento dos secretários de saúde dos 21 municípios da sua área de abrangência. O objetivo deste primeiro encontro foi apresentar as instituições que compõem a Rede SUS, os serviços, o fluxo e o organograma da SES, Geres e unidades de assistência.

A gestora regional de saúde, Catarina Tenório, recepcionou os novos secretários municipais, e aqueles que permanecem à frente de suas pastas para o início das novas gestões. Também participaram do evento gestores de unidades de saúde, a exemplo de Luiz Melo, diretor do Hospital Regional Dom Moura e Gustavo Amorim, coordenador geral da Upae Garanhuns. Ana Paula de Melo, gerente de gestão estratégica e participativa, apresentou a SES, representando o secretário Iran Costa. A secretária de saúde de Lagoa do Ouro, Nilva Mendes, representou o COSEMS (Conselho dos Secretários de Saúde dos Municípios) no encontro, que teve ainda à mesa de trabalhos a assistente técnica em arboviroses, Daniele Anastácio, da Secretaria Estadual de Saúde. e Alfredo Gois, secretário de Garanhuns, município sede da V GERES.

“Esse tipo de encontro é importante para estreitar laços com os secretários e também para mostrar que o Estado, por meio da Geres e da Secretaria Estadual, está disposto a trabalhar em parceria e a proporcionar saúde de qualidade à população”, explica a gestora da V Geres, Catarina Tenório Ferro.

Durante o evento, todas as coordenações da Geres fizeram breves apresentações para os secretários, e nesta quarta-feira (18), estarão reunidos com os coordenadores das secretarias de saúde dos municípios, em um encontro de planejamento no auditório da UPE - Universidade de Pernambuco.

Inscrições abertas para bolsas de estudos no Japão



O Governo do Japão abriu inscrições, até 20 de fevereiro, para oferta de bolsa de estudos MEXT, oferecida para professores e educadores do ensino fundamental e médio das redes estadual, municipal e privada. As vagas são para estudantes interessados em realizar pesquisas em universidades japonesas nas áreas relacionadas à educação. 

Para participar, os interessados devem comparecer ao Consulado do Japão, localizado na Rua Padre Carapuceiro, 733 – 14º andar, Boa Viagem, Recife, para efetuarem a inscrição. O Consulado também disponibiliza o telefone (81) 3207-0190 para obter mais informações, além do e-mail abaixo: 

As provas escritas têm previsão para o dia 6 de março e a entrevista para o dia 9 de março deste ano. Só participarão da entrevista os candidatos aprovados na prova escrita. O exame de idioma japonês é obrigatório, mas não é eliminatório. O curso tem duração de 1 ano e 6 meses, com bolsa mensal de 143.000 ienes (aproximadamente R$ 4 mil). Os candidatos também serão beneficiados com passagem de ida e volta e isenção de taxas escolares. É recomendável que o candidato tenha um conhecimento básico da língua japonesa.

Os participantes devem preencher os seguintes requisitos para participar do curso: ter nacionalidade brasileira (excluem-se brasileiros com dupla nacionalidade japonesa); ter pelo menos cinco anos de experiência como professor do ensino fundamental e/ou médio ou como orientador pedagógico, assistente educacional ou diretor de escola, na área pública ou privada até o 01.04.2017; estar exercendo a função atualmente; ter inglês avançado; ser graduado por uma universidade ou escola de formação de professores (magistério); ter boa saúde física e mental; serem nascidos em ou após 2 de abril de 1982; ser residente e domiciliado nos estados de jurisdição do Consulado (CE, RN, PB, PE, AL, SE, BA), além de possuir disponibilidade para participar de todas as aulas e interesse em compartilhar práticas e aprender sobre novas metodologias de ensino.

Fonte: SEE

GOVERNADOR ANUNCIA NOVOS SECRETÁRIOS ESTADUAIS

Roberto Franca assume Desenvolvimento Social, 
Bruno Lisboa comandará Habitação e Marcos Baptista vai para Suape 


O governador Paulo Câmara anunciou, na tarde desta terça-feira (17.01), os nomes dos novos secretários de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude e de Habitação, além do presidente do Complexo Industrial e Portuário de Suape, que serão, respectivamente: Roberto Franca (atual presidente da Funase), Bruno Lisboa (diretor-executivo de Operações da Cehab) e Marcos Baptista (atualmente secretário de Habitação). O deputado Isaltino Nascimento será o novo líder do Governo na Assembleia Legislativa, dando continuidade ao trabalho realizado atualmente por Waldemar Borges. 

A posse dos dois novos secretários será nesta quinta-feira (19/01), às 16h, no Palácio do Campo das Princesas, juntamente com a do novo titular da pasta de Desenvolvimento Econômico, o vice-governador Raul Henry.

BREVES PERFIS:  

Roberto Franca Filho nasceu no Recife em 20 de maio de 1951. É formado em Direito pela Faculdade de Direito do Recife (UFPE, 1974). Franca foi secretário de Gabinete do então senador Marcos Freire (1975-1978). De 1978 a 1980, foi secretário de gabinete na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Em 1980, passou a presidir o Centro de Cultura Professor Luís Freire, em Olinda, cargo no qual permaneceria durante dois anos. Entre 1985 e 1986 presidiu a Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Olinda e Recife.

Em 1986, Franca coordenou o programa Mutirão contra a Violência, idealizado pela Prefeitura de Recife na gestão de Jarbas Vasconcelos. Foi secretário de Justiça de Pernambuco do segundo Governo Miguel Arraes, de 1988 a 1990, quando passou a comandar a Secretaria de Segurança Pública.

Em 1990, Roberto Franca foi eleito deputado federal. No primeiro ano de mandato atuou como membro titular das comissões de Viação e Transportes, Desenvolvimento Urbano e Interior e de Defesa Nacional da Câmara. Em 1995, no terceiro Governo Arraes, voltou a assumir a Secretaria de Justiça, onde permaneceu até o final da gestão.

Com o término o governo, voltou a exercer o cargo de procurador judicial da Prefeitura de Recife. Atualmente, Franca integrou a Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Helder Câmara, quando, no final de outubro de 2016, foi convidado pelo governador Paulo Câmara a assumir o comando da Funase. Roberto Franca é casado com Maria Cristina Ferreira Lima e tem três filhas.

Bruno Lisboa nasceu no Recife em 18 de março de 1966. Atualmente, exerce o cargo de diretor executivo de Operações da Cehab. Lisboa é funcionário de carreira da Urb-Recife e exerceu diversos cargos na administração pública, entre eles, presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe, Governo Jarbas Vasconcelos), secretário de Planejamento e Coordenação do Município de Goiana e secretário-adjunto de Cultura de Pernambuco (Governo Jarbas). 

Lisboa também ocupou a presidência da Companhia de Serviços Urbanos de Recife (CSURB) e foi chefe de Gabinete da extinta Superintendência Regional do INAMPS-PE e da Secretaria Estadual de Saúde (Governo Carlos Wilson). Bruno Lisboa é casado com Claudia Bruto da Costa Gama e tem um filho.

Marcos Baptista nasceu no Recife em 3 de setembro de 1968 e é formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Em seu currículo, destaca-se a atuação como secretário de Habitação (Governo Paulo Câmara), diretor presidente da Companhia Estadual de Habitação (Cehab), diretor Regional da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação, diretor Regional do Fórum Nacional de Secretários de Habitação, chefe de Gabinete da Fundação de Cultura do Recife, diretor de Atendimento da Objectiva Comunicação, em Salvador, gerente-geral da Ampla Comunicação, diretor de Operações na Level Comunicação, gerente de Marketing da Queiroz Galvão e diretor Regional da Blackninja, em São Paulo. 

Marcos coordenou projetos da Fundação Getúlio Vargas (FGV), além de acumular experiência como gestor e consultor em diversas empresas privadas. Baptista é casado com Andréa Galiza e tem dois filhos.

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.