GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

UNOPAR GARANHUNS

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

domingo, 5 de março de 2017

Ministério do Turismo insere Gravatá Jazz Festival no calendário nacional de eventos


Imagem da época do Garanhuns Jazz Festival. Com o fim, o prejuízo turístico e cultural ainda repercute no município

O Site oficial do Ministério do Turismo confirma o Gravatá Jazz Festival como uma das melhores opções de destino pra quem quer opção diferente da folia momesca tradicional. A notícia é reproduzida pela imprensa nacional e internacional. 

O site confirma ainda que o GJF já faz parte do calendário nacional de eventos do ministério. 

O Gravatá Jazz na verdade foi criado como Garanhuns Jazz Festival, e depois de oito anos, por decisão unilateral da Prefeitura Municipal, deixou de ser produzido na cidade, em uma decisão que ainda hoje repercute na sociedade, principalmente no trade turístico, pelo prejuízo causado pela estagnação econômica no carnaval. A prefeitura avalia em R$ 5 milhões, mas o empresário do ramo hoteleiro, Givaldo Calado, avalia que o prejuízo passa facilmente dos R$ 10 milhões, de recursos do turismo que deixaram de entrar na cidade. Ainda observamos que com o fim do Jazz, muitos conterrâneos que ficavam na cidade para prestigiar o GJF, voltaram a viajar, indo gastar seu suado dinheirinho em outros centros urbanos. Estes recursos não entram nas estatísticas. O resultado pode ser conferido, como consequência, no movimento do comércio.

PARA CONFERIR A MATÉRIA NO SITE DO MINISTÉRIO DO TURISMO, link abaixo:

Aposentadoria especial para professores pode continuar depois da Reforma da Previdência

Emenda do deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE) defende que a carreira docente continue contando com regras específicas, mantendo as condições atuais de aposentadoria. O projeto da Reforma da Previdência, PEC 287, prevê a extinção das aposentadorias especiais, caso dos professores de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. A idade para educadores se aposentarem, caso o texto seja aprovado como foi enviado ao Congresso Nacional pelo Governo Federal, poderá ser igualada em 65 anos, como as dos demais trabalhadores (com exceção dos militares).

“O projeto do Governo Federal altera substancialmente às condições de aposentadoria dos professores, desconsiderando as peculiaridades da atividade docente e as condições de trabalho na área educacional”, afirma Danilo Cabral, ex-secretário de Educação de Pernambuco. Para ele, a idade mínima deve ser mantida em 55 anos para homens e 50 para mulheres. Já o tempo de contribuição mínimo para homens e mulheres é de 30 e 25 anos, respectivamente. Essa regra é válida para quem contribui pelo regime geral da Previdência, o que é o caso da maioria dos educadores da rede particular e pública.

Segundo Danilo Cabral, a atividade de ensino tem características próprias, altamente geradoras de estresse e de alterações do comportamento dos que trabalham na área. “No Brasil, ainda temos salas superlotadas, estrutura precária nas escolas e jornada excessiva, além das atividades que são exercidas fora do período de trabalho. Nas atuais condições, não há como um docente conseguir ficar mais de 25 anos em sala de aula”, opina.

Recentemente publicado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o diagnóstico “Education at a Glance 2016” revelou que o professor brasileiro desempenha a maior jornada anual de trabalho em sala de aula, totalizando 42 semanas contra 40 e 37 semanas nos demais países, sendo 19 horas semanais em média na sala de aula contra 15 da média pesquisada.

De acordo com o estudo, essa diferença impacta diretamente sobre as tarefas extraclasses, tais como programação, coordenação, autopreparação, preparação e correção de provas e de exercícios, preenchimento dos diários de classe, elaboração das médias, reuniões pedagógicas e com pais etc.). Nesse sentido, a sobrecarga de trabalhos extraclasse (não remunerado) tem efeitos nocivos sobre as condições de trabalho e de saúde dos educadores, uma vez que torna acentuadas as condições já estressantes do trabalho.

Danilo Cabral apresentou, no total, oito emendas individuais ao projeto de Reforma da Previdência. Elas procuram preservar as conquistas dos trabalhadores, como os direitos dos educadores e dos agricultores. Ele também pede a manutenção da idade mínima exigida na Lei Orgânica da Assistência Social, atualmente fixada em 65 anos, para a concessão de benefícios assistenciais concedidos aos idosos que não possuam condições de manter a própria subsistência com recursos próprios ou de seu grupo familiar. O Governo pretende elevar essa idade para 70 anos.

Além disso, o deputado critica as regras de transição, do acúmulo dos benefícios e o mecanismo de Desvinculação das Receitas da União (DRU), propondo emendas com normas mais justas. Danilo Cabral sugere também que a aposentadoria integral seria obtida com 51% da média dos 80% maiores salários de contribuição mais 1,5% para cada ano trabalhado. Essa regra exigiria 32 anos de contribuição para a aposentadoria integral. Ou seja, possui condições de receber a aposentaria integral todo aquele que tiver implementado o requisito etário de 65 anos e, no mínimo, 32 anos de contribuição. Pelo projeto do Governo, o trabalhador deverá ter pelo menos 49 anos de contribuição para a obtenção da aposentadoria integral, limitada a 100%.

Foto: Sérgio Francês

Governo de Pernambuco promove ações para comemorar o Bicentenário da Revolução de 1817

O Governo do Estado e a Comissão Organizadora do Bicentenário da Revolução Pernambucana de 1817 anunciaram, nesta sexta-feira (03/03), em coletiva à imprensa, a vasta programação das comemorações do Bicentenário da Revolução de 1817, movimento emblemático da história de Pernambuco. Foi apresentado um conjunto de eventos e ações que serão realizados ao longo deste ano. Entre as atividades, estão exposições culturais, valorização da Revolução no conteúdo programático das escolas públicas, projeto de construção de um monumento em referência ao marco e publicações de livros com abordagens analíticas sobre 1817. As comemorações do Bicentenário congregam diferentes instituições e setores da sociedade, tanto do âmbito local quanto nacional, que valorizam a data.

Presidente da Comissão do Bicentenário, o secretário-executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto, destacou a importância da comemoração do marco pernambucano. "A Revolução de 1817 tem a ver com o pioneirismo do pernambucano em defender a liberdade e a democraria. Portanto, o Governo do Estado se sentiu na obrigação de realizar esses eventos para divulgar os valores de 1817", ressaltou. Canuto ressaltou a ampla programação que será realizada ao longo de 2017 para comemorar a data, com ações nas áreas de literatura, teatro, música e de caráter nacional.

A presidente da Associação Pernambucana de Letras (APL), Margarida Cantarelli - que integra a Comissão do Bicentenário -, avalia que a Revolução de 1817 deixou marcas importantes na formação do povo pernambucano e, por esse motivo, precisa ser celebrada. "Para que Pernambuco pudesse atingir um grau de liberdade, foi preciso que muitos homens dessem a própria vida. Então, ainda há muito o que se difundir para que os jovens tenham orgulho da nossa terra", avaliou.

A abertura será na próxima segunda-feira (06/03), em solenidade no Palácio do Campo das Princesas. Na ocasião, alguns nomes da Revolução de 1817 serão homenageados e haverá a entrega de medalhas do Bicentenário a entidades e ex-governadores de Pernambuco. Também ocorrerá o hasteamento da Bandeira de Pernambuco, desfile cívico-militar, chamada solene do nome dos revolucionários e descerramento da placa que ficará no hall do Palácio. O Acervo Cepe (www.acervocepe.com.br) disponibilizará uma lista com 275 referências bibliográficas e documentos sobre 1817.

Marcelo Canuto comanda reunião da Comissão do Bicentenário
No mesmo dia, às 15h, a Academia Pernambucana de Letras (APL) e o Instituto Arqueológico Histórico e Geográfico de Pernambuco (IAHGP) farão sessão solene conjunta, no auditório da APL. Na ocasião, o acadêmico Vamireh Chacon ministrará a palestra "A Revolução de 1817 e a cultura brasileira". Às 18h, também haverá uma sessão solene na Assembleia Legislativa de Pernambuco e, no dia seguinte (07/03), no Congresso Nacional.

Dentro da programação do Bicentenário, serão publicados, ainda, por meio da Cepe, livros com abordagens críticas de 1817, como o "Abecedário da Revolução" e "História da Revolução de Pernambuco em 1817" que serão lançados no próximo dia 12 de março, no Museu da Cidade do Recife, e "Dez visões sobre 1817", livro que reúne dez ensaios de historiadores contemporâneos a respeito da Revolução. A restauração do Arquivo Público de Pernambuco, inclusive, integra também as ações comemorativas do Bicentenário. Também acontecerá, no Museu, uma exposição cultural e educacional sobre fatos e personagens da data. Será realizada uma ação de fixação de placas de azulejo para identificação de monumentos ou locais de relevância para a Revolução de 1817.

Além da programação realizada pelo Governo do Estado e pela Comissão, algumas instituições parceiras estarão realizando sua própria programação. É o caso da Academia Pernambucana de Letras, que promoverá o evento "Música na APL", com a artista Eliana Caldas. Já o Instituto Arqueológico Histórico e Geográfico de Pernambuco realizará diversas ações em comemoração ao marco. Entre elas está o lançamento de concursos de monografias e redações sobre 1817, nas Universidades de Pernambuco, e um Seminário Nacional sobre a época.

No âmbito nacional, as paredes do corredor de acesso ao Plenário Ulysses Guimarães, no Congresso, em Brasília, receberá uma exposição com painéis com gravuras, documentos, mapas e jornais de 1817, além de objetos pertencentes aos revolucionários. O Ministério da Cultura também terá uma exposição sobre o tema.

HISTÓRICO - Diferentemente de todas as outras revoltas de ordem conspiratória da época, a Revolução de 1817 foi a única que chegou a ter um governo republicano instalado durante 74 dias, tendo influenciado ainda dois outros movimentos importantes: a Convenção de Beberibe, em 1821, e a Confederação do Equador, em 1824. A Revolução de 1817 também sofreu influência da Revolução Francesa, por meio da comunidade de maçons atuante no Estado a partir dos ideais de "liberdade, igualdade e fraternidade".

Programação

6 de março de 2017 - segunda-feira

8h - Palácio do Campo das Princesas
Hasteamento da Bandeira.
Desfile Cívico Militar.
Colocação de uma coroa de flores na escultura da Revolução de 1817, de Abelardo da Hora.
Chamada solene dos nomes dos revolucionários.
Descerramento da placa.
Entrega das medalhas do Bicentenário aos homenageados.

15h - Academia Pernambucana de Letras
Sessão Solene conjunta da Academia Pernambucana de Letras (APL) e o Instituto Arqueológico Histórico e Geográfico de Pernambuco (IAHGP).

18h - Assembleia Legislativa de Pernambuco
Sessão Solene

7 de março de 2017 - terça-feira
10h - Congresso Nacional
Sessão Solene em Brasília

Eventos e ações já programadas:


Semana do Dia de Garanhuns terá programação especial. CONFIRA!

Eventos em comemoração aos 206 anos do município acontecerão simultaneamente em diversos pontos



De 5 a 12 deste mês serão realizadas diversas atividades em comemoração ao Dia de Garanhuns. A data exata é 10 de março, mas a Prefeitura de Garanhuns, com o apoio do Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns (IHGG), Câmara de Vereadores, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sesc Garanhuns, OAB Garanhuns, e o Grupo Caminhantes do Parque já planeja atividades desde o domingo.

Neste domingo (5), está marcado para às 15h o lançamento do Projeto Domingo Cultural, da Secretaria de Turismo e Cultura. A primeira ação terá o tema: Garanhuns é Cultura com Poesia e é realizada em parceria com a Secretaria de Educação, no Parque Euclides Dourado. Para a atividade foram envolvidas as três bibliotecas do município. Durante toda a tarde foram planejados show instrumental de Filipe Botnik, apresentação dos alunos da Escola Gabriela Mistral com a música Amigos de Garanhuns, de autoria Celino Melo. Na mesma data, Edilene Claudino Sobral - homenageada da Bienal do Livro este ano, recitará um cordel. 

Ainda serão realizadas, também no Parque, a contação de histórias com Jackelinne Brasileiro e mostra das obras literárias do escritor Carlos Guedes. Ao fim do dia, Gonzaga de Garanhuns vai recitar cordéis de sua autoria engrandecendo a data, a cidade e as peculiaridades da região. O encerramento será ao som de piano, sax e instrumental com Fábio Cavalcanti e John Arislan. Também estará sendo realizada no mesmo local a Feira no Parque, das 14h às 19h no sábado (4) e das 9h às 19h no domingo (5).

No que se refere à Secretaria de Educação, desde a abertura do ano letivo são vivenciadas ações baseadas na história do município e o dia 6 de março será a culminância dessa iniciativa. A exposição Garanhuns, Minha História chegará à Escola Silvino Almeida, no bairro Manoel Chéu, às 13h30, e à Escola Monsenhor Tarcísio Falcão, nas proximidades da Igreja Santa Terezinha, no bairro Magano, às 15h. 

Permanecendo no ambiente escolar, a oficialização da abertura do Projeto Maria da Penha vai à Escola será às 19h do dia 7 de março no Sesc. A ação é o resultado de mais uma parceria entre as Secretarias da Mulher e da Educação e o SESC Garanhuns. 

Já a quarta-feira (8) será dedicada ao Dia Internacional da Mulher, mas também haverá espaço para celebrar o aniversário do município. Para às 19h está marcada uma Sessão Especial na Câmara de Vereadores em alusão aos 50 anos do Batalhão Duarte Coelho. 

Na programação especial em alusão ao Dia de Garanhuns, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) preparou uma série de atividades que serão vivenciadas pela população nos seis Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s) – todas elas ocorrem na quinta-feira (09), durante a manhã e à tarde. 

Às 9h do dia 9 de março, no Cras Bela Vista, haverá oficinas de confecção da bandeira de Garanhuns e uma breve explanação sobre a cultura da bandeira; no Cras Boa Vista, a origem da palavra Garanhuns e seus atrativos turísticos será o ponto de partida da vivência da data; já no Cras Heliópolis, os moradores poderão acompanhar a apresentação do Grupo de Violões do centro; e no Cras Quilombo, a origem da palavra Garanhuns e o histórico cultural do município volta a ser abordado. A partir das 14h da mesma data o Cras Magano vai oferecer aos seus assistidos uma exposição com miniaturas de pontos turísticos confeccionados com material reciclável, além de explanação sobre a história de Garanhuns, encenação teatral e apresentação de dança; e no Cras Várzea, no mesmo horário, haverá produção de maquetes e cartazes.

O dia 10 de março, o Dia de Garanhuns, começará ao som de fogos de artifício, nas colinas que margeiam o município, logo nas primeiras horas do dia. Às 10h, estão programadas uma Sessão Solene Dia de Garanhuns, na Câmara de Vereadores; palestra sobre a história de Garanhuns e entrega de títulos de cidadão garanhuense para personalidades locais. A participação de toda a população será evidenciada no sábado (11). Às 9h, a Caminhada Mulheres Rurais sairá do Centro Cultural com destino ao largo do Colunata. 

O domingo (12) concentra a maior parte das atividades alusivas ao Dia de Garanhuns. O Grupo Caminhantes do Parque realizará caminhada com saída às 7h do Parque Euclides Dourado com destino ao Palácio Celso Galvão e ainda terá outra programação, também no Parque Ruber Van Der Linden, a partir das 9h30. O corte do bolo será também no dia 12 de março, logo após o hasteamento dos pavilhões oficiais, marcado para às 8h em frente ao Palácio Celso Galvão – sede do Poder Executivo Municipal. A cerimônia terá como fundo musical o repertório preparado especialmente para a ocasião pela Orquestra Sinfônica Manoel Rabelo. Às 10h30, na Igreja Presbiteriana Central, localizada na avenida Santo Antônio, os moradores poderão participar do culto de agradecimento. 

A Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer também planejou um domingo de intensa programação, em parceria com o Sesc Garanhuns e a LW Esportes, no Parque Euclides Dourado. Serão oferecidos simultaneamente espaço de recreação, estandes de avaliação física, alimentos saudáveis (junto ao Banco de Alimentos do Sesc) com nutricionistas e distribuição de alimentos e, recicláveis - todos das 9 às 12h na alameda de entrada do Parque. No Espaço História, Yale Feitosa estará contando e interpretando histórias. Das 8h às 12h também estão previstos torneios de futebol de areia (masculino), de voleibol de areia (misto) e de futvôlei (misto) nas quadras de areia e de basquete (masculino) na quadra. No mesmo horário terá desafio de xadrez (misto) e mostra de artes marciais. E como não podia faltar aeróbica em meio às atividades, o aulão de zumba será das 9h às 11h. 

Ainda no Parque Euclides Dourado, também no dia 12, a população contará com um Roda de Sanfona Especial, às 15h, juntamente com mais uma edição da Feira no Parque. Encerrando as comemorações, a partir das 19h, será celebrada uma missa em homenagem ao Dia de Garanhuns, na Catedral de Santo Antônio.

IHGCG - A programação organizada pelo Instituto será a partir da quinta-feira (9), com palestra sobre a História de Garanhuns para os estudantes da Escola Santa Joana D’Arc, no plenário da Câmara Municipal. No dia 10, às 19h, será realizada uma Sessão Magna em homenagem aos 206 anos de criação do município com palestras dos historiadores Igor Cardoso e José Cláudio Gonçalves, na sede do IHGCG. No mesmo local, outra ação programada para os dias 6 a 10 de março, das 9h às 13h, é a Exposição do Centenário da Hecatombe de Garanhuns. 

DIA DE GARANHUNS - A descoberta de documentos oficiais possibilitou a mudança da data em que se comemorava o aniversário do município. De acordo com o Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns, equipes do Museu do Tombo de Portugal, descobriram que a localidade foi elevada à vila em 1811 em documento assinado por Dom João VI, o que para a época tinha status de município. O Dia de Garanhuns, que se refere a sua Data Magna, será sempre comemorado no segundo domingo de março.

SECOM GARANHUNS

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.