GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

GOVERNO DE PERNAMBUCO

sexta-feira, 17 de março de 2017

ARLINDO CRUZ SOFRE AVC E ESTÁ EM COMA INDUZIDO



O sambista Arlindo Cruz, atendido na tarde desta sexta-feira (17) no Rio de Janeiro, foi induzido ao coma. A informação foi confirmada pelo empresário do cantor ao produtor musical Augusto Acioli. O coma é necessário para estabilizar os sinais e preservar os órgãos vitais a transferência de Arlindo para o Hospital São José, no Humaitá, onde ficará internado - ele foi socorrido em uma UPA da Zona Oeste do Rio.

O diagnóstico de Arlindo não foi divulgado. O artista foi encontrado pela esposa, Babi, inconsciente após passar mal em casa. Ele tinha uma apresentação marcada para a noite desta sexta-feira no Armazém 18, em Osasco. 

Para saber mais: Diário de Pernambuco

INSS abre inscrições para médicos na regional de Garanhuns

PROGRAMAÇÃO FIG 2017 Festival de Inverno de Garanhuns tem edital nacional divulgado



Artistas e grupos culturais de todo o país poderão participar do próximo Festival de Inverno de Garanhuns. Após convocar exclusivamente atrações nordestinas no ano passado, o Governo de Pernambuco, por meio da Secult-PE e da Fundarpe, lança o Edital Nacional do FIG 2017.

"É hora de retomarmos o intercâmbio com as diversas expressões formadoras da cultura brasileira, um marco histórico do festival", comenta o Secretário Estadual de Cultura, Marcelino Granja.
Consolidado no calendário cultural pernambucano, o FIG 2017 acontecerá em julho, com atividades de fruição e formação em todas as linguagens artísticas e áreas culturais. Shows, cortejos, performances, intervenções, recitais, vivências criativas, espetáculos, desfiles, exposições, mostras, ações de gastronomia e patrimônio cultural, entre outras atividades podem ser sugeridas.

Para Márcia Souto, presidente da Fundarpe, "o festival é uma grande oportunidade de celebrarmos a riqueza cultural do povo brasileiro e promovermos ainda nossos grupos populares e artistas iniciantes". Além de garantir os recursos necessários para a realização de mais um grande festival, o Governo do Estado aposta nesta edição na parceria com empresas e outras instituições privadas, por meio da captação de recursos via Lei Rouanet. A Prefeitura de Garanhuns também é parceira do evento.

Os interessados em enviar propostas de programação devem acessar o edital e os formulários específicos AQUI. O período de inscrições presenciais ou por Correios é de 29 de março a 17 de abril.

Todas as notícias oficiais sobre o festival serão primeiramente veiculadas em www.cultura.pe.gov.br/fig2017

ROTAS DO TURISMO de Pernambuco serão atualizadas pelo Governo Federal. SAIBA MAIS!



Os municípios pernambucanos com vocação para o turismo vão ganhar uma nova chance para entrar no Mapa do Turismo Brasileiro. Depois de um trabalho árduo com o Ministério do Turismo, o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, junto com secretários de outros estados, anuncia que conseguiu modificar o prazo da inscrição do Programa de Regionalização do Turismo para que os municípios que ainda não participam do Mapa do Turismo possam enviar suas documentações. Segundo a portaria da MTUR 268 de 28/12/16, a partir de agora a atualização do Mapa do Turismo será bienal: durante o primeiro ano de exercício dos mandatos de prefeito e de governador. A próxima reabertura será em junho deste ano.

Para se inscrever serão necessários alguns pré-requisitos dos municípios, como possuir oferta turística; possuir características similares e/ou complementares e aspectos que os identifiquem enquanto região, ou seja, que tenham uma identidade histórica, cultural, econômica e/ou geográfica em comum; ser limítrofes e/ou distribuídos de forma contígua; possuir órgão responsável pela pasta de turismo (Secretaria, Fundação, Coordenadoria, Departamento, Diretoria, Setor, dentre outros); aderir de forma voluntária à região turística e ao Programa de Regionalização do Turismo.

“A participação no Programa de Regionalização do Turismo oferece oportunidade para os municípios elevarem suas potencialidades turísticas ao nível do turismo nacional. A inserção garante também recursos para que a atividade turística movimente a economia das regiões e consequentemente aqueça todo o Estado. Vale lembrar que a verba do Ministério do Turismo só será repassada para quem fizer parte do Mapa do Turismo e para isso será necessária essa inscrição para que os municípios sejam aprovados”, explica o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.

Em 2015, a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco e o Ministério do Turismo iniciaram o recadastramento de todos os municípios pernambucanos que possuem algum tipo de estrutura turística e onde a atividade voltada para o turismo é mais consolidada. O objetivo foi formar o Mapa do Turismo Brasileiro. Todos os municípios tiveram a oportunidade de se inscrever para participar do mapa. Dos inscritos, o Ministério do Turismo considerou 57 cidades, que estão divididas em 14 regiões. Da nova configuração, surgiram duas novas regiões: Encantos do Agreste Teares e Bordados.

Confira atualmente as regiões em Pernambuco do Mapa do Turismo:

• ÁGUAS DA MATA SUL: Palmares, Quipapá e São Benedito do Sul;

• ÁGUAS E VINHOS DO VALE DO SÃO FRANCISCO: Orocó, Lagoa Grande, Petrolina, Santa Maria da Boa Vista;

• CANGAÇO E LAMPIÃO: Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, Serra Talhada e Triunfo;

• COSTA NÁUTICA COROA DO AVIÃO: Goiana, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Paulista;

• ENCOSTAS DA CHAPADA DO ARARIPE: Araripina, Bodocó e Exú;

• ENGENHOS E MARACATUS: Lagoa do Carro, Nazaré da Mata, Paudalho, São Lourenço da Mata e Itambé;

• FÉ E ARTE: Belo Jardim, Arcoverde, Bom Conselho, Sanharó, Garanhuns, Ibimirim, Pesqueira, Poção e Saloá;

• HISTÓRIA E MAR: Cabo de Santo Agostinho, Fernando de Noronha, Jaboatão dos Guararapes, Recife e Olinda;

• HISTÓRICA, DOS ARRECIFES E MANGUEZAIS: Tamandaré, Rio Formoso e Sirinhaém;

• ILHAS E LAGOS DO SÃO FRANCISCO: Belém do São Francisco e Petrolândia;

• MODA E ECOTURISMO: Santa Cruz do Capibaribe e Taquaritinga do Norte;

• SERRAS E ARTES DE PERNAMBUCO: Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Caruaru, Gravatá e Vitória de Santo Antão;

• ENCANTOS DO AGRESTE: Agrestina, Cupira, Lagoa dos Gatos e Panelas;

• TEARES, BORDADOS E RAÍZES MUSICAIS: Timbaúba, Bom Jardim, Limoeiro e Passira;

ENCONTRO MUNICIPAL – Para oficializar as mudanças na inscrição do Programa de Regionalização para os gestores municipais e repassar as novidades sobre a pasta, o secretário Felipe Carreras reúne na próxima semana secretários de turismo e prefeitos do Estado. O encontro será realizado na quinta-feira (23), às 8h, no Centro de Convenções de Pernambuco. Na pauta, informações sobre como funciona a estrutura funcional da Seturel, do Prodetur, da Empetur, da Política de Fomento ao Turismo, além de passar detalhes sobre a Promoção do destino Pernambuco, da Comunicação aplicada ao Turismo e da Gestão Municipal ao Turismo. “Um diferencial desse encontro será a Bancada de Informações, onde os prefeitos e secretários terão a oportunidades de uma conversa pessoal com nossos atendentes para tirar dúvidas e pegar informações”, explica Carreras. Os gestores interessados em participar do evento devem se inscrever informando nomes e cargos através do endereço conselho@setur.pe.gov.br.

SERVIÇO
ENCONTRO MUNICIPAL DE TURISMO
DATA: 23 de março de 2017
HORÁRIO: 8h às 16h30
LOCAL: Centro de Convenções de Pernambuco (Teatro Brum)
CONTATO: Margarete Alves – (81) 3182-8311

Fraudadores de licitações são alvo de nova Operação da Polícia Civil em Pernambuco


JC Online
Com informações da Rádio Jornal

A Polícia Civil deflagrou, nesta sexta-feira (17), a Operação Comunheiro, para desarticular um grupo envolvido em crimes licitatórios e lavagem de dinheiro. Inicialmente, três empresas suspeitas de utilizar laranjas para fraudar e ganhar licitações nas áreas de gênero alimentício, material de expediente e serviços em várias cidades pernambucanas são alvo da ação. 

Já foi detectado um desvio de cerca de R$ 13 milhões.

Para continuar lendo... Jornal do Commercio

10 de março de 1811 ou 04 de fevereiro de 1879 - Qual a Data Magna de Garanhuns?

Em 1979 Garanhuns fez uma grande festa ao centenário do município, era 4 de fevereiro, e a gestão do prefeito Ivo Amaral. Cem anos antes, Garanhuns era elevado da categoria de Vila a Município. Contudo, documentos apontam que a data, embora importante, não se tratava da real Data Magna, assinada por D. João, príncipe regente.

Com o advento do Instituto Histórico e as pesquisas, com relevância do professor José Cláudio Gonçalves de Lima, vieram a público a Carta Régia e outros documentos históricos que mostram que a data que Garanhuns sempre havia comemorado era o 10 de março, inclusive era feriado até a década de 70, como mostramos aqui em documentos assinados por historiadores e prefeitos da época, a exemplo de Luís Souto Dourado, Luis da Silva Guerra e Alfredo Leite Cavalcanti.

Agora, um novo documento, anterior a 1879 mostra que antes daquele 4 de fevereiro, o Império tratava Garanhuns como município. É a criação da Guarda Nacional em nossa jurisdição, e o texto deixa bem claro a forma de tratamento. Portanto, a Carta Régia criava o município, com sua autonomia jurisdicional.

Garanhuns é um dos mais antigos municípios do interior do Nordeste, e não tinha sentido ser mais jovem que muitos deles que chegaram a fazer parte de seu território. Confiram os documentos.


Abaixo está a Carta Régia de 1811, manuscrita pelo Príncipe Regente, é o primeiro registro oficial de Garanhuns. Já havíamos postado aqui a Carta Régia transcrita desta original, e agora o registro é impressionante, pela importância histórica, que resgata o município como um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do interior do estado. 

A Carta do Arquivo do Tombo de Portugal veio para o Professor Cláudio Gonçalves de Lima, na época em que presidiu o Instituto Histórico de Garanhuns. 



Agora, um documento assinado por Alfredo Leite Cavalcanti, na época vereador, em que designa o 10 de março como feriado municipal, na década de 1950.

Emenda ao substitutivo ao Projeto 3º-III-50

Proponho que se emende o substitutivo ao projeto Nº 1-III-50 adcionando-se ao art. 1º com inclusão do dia 10 de março - por ser a data da creação da Vila de Garanhuns por carta Régia de março de 1811.
Ficando esta data denominada "Dia de Garanhuns"
Sala das Sessões da Câmara de Vereadores em 28 de Agosto de 1950

Alfredo Leite Cavalcanti

Dispensados os instrumentos legais
Aprovado unanimamente em primeira discussão



Depois dos documentos históricos assinados por Alfredo Leite Cavalcanti e Luís da Silva Guerra, chegamos agora a mais uma grande personalidade de nossa história. O ano era 1970 e o prefeito Luís Souto Dourado, que assina a Lei 1.377 de 1970, aliás, uma modificação no texto da lei de 1968, relacionando os feriados de Garanhuns, e nela, mais uma vez, a Data Magna de nossa cidade é 10 de março de 1811.

Em nenhum, vejam bem, nenhum documento apresentado, anterior à Lei de 1975, que preparou a cidade para comemorar o centenário da emancipação, faz-se menção a data de 4 de fevereiro, que passou a partir daquele ano a ser a data comemorada no município, apagando quase 70 anos de história.

Os recentes documentos apresentados, todos eles descobertos recentemente, buscam resgatar esta história de Garanhuns, ratificando sua importância no contexto da formação do nosso estado e do interior do país.

São duas datas importantes, mas registre-se que a categoria de vila em 1811 era o equivalente a município, com independência jurisdicional, sede de comarca e demais autoridades constituídas. Garanhuns era centro comercial, cidade-polo para centenas de outras localidades, inclusive de outros estados, que somente depois se desmembraram, muitas delas pertencentes a Garanhuns. Não se explicaria este município ser mais jovem que a maioria deles. Recife e Olinda aniversariaram na semana passada, e têm quase a idade do Brasil.

Todos os documentos anteriores a 1975 tratam como data de criação de Garanhuns, aquele longíquo 10 de março de 1811, conforme a Carta Régia assinada pela monarquia vigente.

Vejam o documento assinado por Luís Souto Dourado, em 1970.



Para conferir mais informações e documentos históricos:







Créditos de autoria do texto ao blogueiro

SIGA O BLOG

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.